História Ele é meu vizinho - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber
Visualizações 219
Palavras 3.765
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá bebê da Mih

Boa leitura

Capítulo 28 - Não me apego a ninguém...


Fanfic / Fanfiction Ele é meu vizinho - Capítulo 28 - Não me apego a ninguém...


Finalmente John voltou pra casa e agora poderia sair pra curtir a noite.

-Meninas eu quero sair vamos? - perguntei estávamos jogadas no sofá da sala.

-Ah seria ótimo isso passamos o sábado e domingo inteiro procurando o Tio John. -Booke falou

-Eu preciso dormir to cansada -Dawn falou -Fora que amanhã tenho que ir retirar minhas coisas do ap ou vai jogar fora.

-Você pode morar aqui Dawn. - falei e ela arregalou os olhos -Que foi menina?

-Ta maluca? Eu vim morar aqui com vc e seu pai? Ele não gostar disso Mel...

-Você precisa de um lugar pra ficar e eu estou disposta ajudar.

-Você pode ficar no meu ap mas você sabe que la e super pequeno né, so vai sobrar o sofá pra vc.

-Gente eu me viro sério. -Dawn falou -Preciso ir atrás de emprego amanhã e acho um lugar melhor pra ficar.

-Melhor lugar pra você ficar é aqui ou na minha casa Dawn. -Brooke falou.

-Mel conversa com o John primeiro. - falou e somos surpeendidas

-Pode ficar Dawn não se preocupe comigo. -a voz grossa de John soou na sala e nos três olhamos pra trás e la estava ele descabelado, sem camiseta e com a cara amassada. -Se você tiver precisando de serviço ainda posso te colocar no escritório. -cruzou os braços e Dawn estava babando ele

-Não quero incomodar John. -Falou toda vermelha.

-Garanto se você tivesse incomodando já teria falado -deixou a frase no ar e saiu sentido a cozinha.

-Vai atrás dele.-Brooke sussurrou e Dawn negou.

-Vai logo porra -falei empurrando ela do sofá que caiu no chão e bufou.

Dawn foi atrás dele e eu e Brooke saimos na risada.

-Que horas são em? -perguntei olhando celular.

-Meu Deus já é duas horas da madrugada, vamos dormir ou não vamos acordar pra faculdade hoje. -Brooke falou levantando e fomos pro meu quarto.

Fizemos nossas higienes e deitamos.

-Bons sonhos Mel -Brooke sussurrou e beijou minha testa.

Sorri com isso Aly fazia a mesma coisa -Dorme bem Brooke.

Logo Brooke dormiu, mais eu não conseguia dormir.

"John apareceu ele foi espairecer o assunto do divórcio e se empolgo. Obrigado pelo apoio" - mandei pro Bieber e coloquei o celular pra carregar e fiquei com meus pensamentos logo dormi.

[...]

Acordei com despertador tocando e levantei vendo que Brooke cantarolava no banheiro, arrumei minha cama e fui escolher uma roupa.

-Bom dia Mel -Brooke falou toda animada.

-Bom dia Brook.

-Nossa que animação. -emdagou 

-Eu não to bem. - falei entrando no banheiro tomei um banho gelado e logo sai. -Cadê a Dawn?

-Ela acabou de passar aqui pra nos chamar pro café da manhã e pediu pra você ver isso. - mostrou as notícias minha e Justin juntos dançando na praia, sentados conversando, entrando no carro dele.

-Ótimo tudo que eu precisava. - bufei -Aquela porra de paparazzi vai dobrar na faculdade hoje fica vendo.

-E você liga pra isso? Você mesma falou que não se apega em ninguém.

-Não mesmo.

Terminamos de nos arrumar e descemos.

-Bom dia Família -Falei sentando na mesa. -Nossa alguém morreu? Que cara de enterro é essa meu povo.

-Bom dia Mel - todos Responderam.

-Nossa que animação estão pior que eu. - revirei os olhos e vi meu lanche na mesa. -Graças a Deus Estela salvou o dia. -Falei e ela sorriu pra mim

- Melissa você está saindo com Justin? - ouvi a voz do John e me engasguei.

-Ta querendo me matar? - tossi com todos olhando pra mim -Saimos na sexta mas não rolou mais que conversa e beijo. -dei de ombros.

-Você sabe que vão te perseguir ne? Por estar esse boato que ele e Selena Gomez voltaram. -Tyler falou.

-Eu quero que se foda Justin, Selena, paparazzi, Mídia a porra toda, não nasci pra viver sendo vigiada por um Zé ruela qualquer. - falei ja estava de mal humor antes? Agora piorou 

-Mel é o trabalho deles.

-Foda se a vida é minha. Tenho direito de não gostar do trabalho deles. -Falei e todos terminou de tomar café.

-Vou levar vocês hoje. -John falou. -Megan você vai com o Tyler ta bom?

-Você vai me buscar? - perguntou dengosa.

-Claro que vou... - beijou a testa dela e cada um entrou em seus respectivos carros


[...]


Chegamos na faculdade e realmente tinha o triplo de paparazzi das últimas semanas.

-Meninas juizo. -John falou -Melissa sem confusão por favor e Dawn espero você no escritório depois da faculdade.

-Xau John - falei saindo do carro.

-Obrigado Tio John -Brooke falou beijando o rosto dele

-Até mais tarde pequena -John falou dando um selinho da Dawn que respondeu um "Até".

Quando bateram os olhos em mim abaixei a cabeça e segui meu caminho com a meninas fazendo o mesmo.

-Até que não foi tão difícil entrar né -Brooke falou e sorri forçado por ver minha cara de mal humorada. 

As aulas foram tranquilas e logo recebi uma foto Justin e Selena de um número desconhecido.


"Você está se metendono relacionamento deles"

"Quero que se foda, se ele me chamar pra sair eu vou sair, quem namora ela é ELE NÃO EU, então quem deve satisfações é ele não eu"

"VAI SE FODER E NÃO ME MANDA MAIS MSG"


Como essas desgraças conseguiram meu número... E essa foi uma das inúmeras msgs que recebi. 


As aulas terminaram e vi um pequeno tumulto na frente da faculdade e aquele carro de onça estava parado.

-Porra o Justin gamou em vc em -Brooke falou e revirei os olhos. -Até depois vou trabalhar e vou pra casa pra não pensarem que abandonei meu ap, amo vcs.

Desci as escadas lentamente e Justin tirava fotos e dava autógrafos pra desesperadas por macho famosos da faculdade, quando ele me viu veio em minha direção atraindo olhares e flashs dos babacas dos paparazzi.

-O que faz aqui? A Selena sabe? Não quero confusão pro meu lado -falei e ele fez uma careta e cruzei os braços.

-Oi como você está? Podemos ir tomar um café? Almoçar sei la dar uma volta? - falou coçando a nuca.

-Pode ser. -pausei -Dawn quer que eu vá com você?

-Não precisa eu vou começar trabalhar hoje e o Steven vai me levar. -apontou e vi Steven, Andrew, Dilan, Marco e Eduardo parados esperando por mim.

-Então vamos? Ou vou ter que cobrar cada foto dessas tiradas. -Justin abriu a porta do carro pra mim e logo estavamos indo pra algum lugar e paramos num restaurante.

Entramos e Justin escolheu uma mesa no fundo do restaurante.

-Acho que aqui teremos mais privacidade. - falou e sorriu -Você está bem?

-Só estou de mal humor hoje.

-Ah porque falou aquilo? - arqueei as sobrancelhas -Sobre a Selena saber se eu estava na sua faculdade.

-Por isso. -Abri meu Whats e mostrei as inúmeras msgs de numeros desconhecidos falando sobre os dois e mandando fotos -Viu só eu não quero ser pivô do termino de ninguém.

-Eu não to namorando com ela, se tivesse não teria te chamado pra sair e não estaria aqui.

-Blz pra mim tanto faz, eu sou solteira e saio com quem eu quiser. -pausei olhando o cardápio -Eu sempre falo se o cara é comprometido e sai comigo quem tem que justificar é ele não eu. Pois o comprometido é ele. -Dei de ombros.

-Esquece isso. -falou -Vamos pedir?

-Claro quero macarronada e um bife a parmegeana. -falei e meu celular começou tocar. - Licença. -apontei o celular e fui atender.


-COMO ASSIM VOCÊ E O BIEBER? -gritou Aly assim que atendi.

-Para de gritar porra, o que tem o Bieber?

-vocês dois estão saindo, saiu em todos os lugares fotos de vcs dois dançando na praia de MALIBU.

-Alyssa eu vou desligar se continuar gritando. -falei olhando pra mesa e Justin mexia no celular.

-Me conta tudo.

-Saimos, quase transamos e agora estamos almoçando juntos. -falei simples.

-Você fala isso numa naturalidade. -falou e sorri -Vocês estão almoçando juntos? -pausou - -Ai meu Deus imagina vocês casando e tendo seus pretinhos?

-Sim estamos, vou voltar pra mesa que nossos pratos chegaram.- revirei os olhos -Não viaja Maluca, não é pra tanto

-Manda um beijo pro Sr gostoso, nunca diga nunca Vick.

-Bye Aly.

Desliguei e voltei pra mesa.


Amiga mais louca que existe, sim a minha... 

Ele bloqueio o celular e antes de apagar vi uma foto nossa na praia como papel de bloqueio do celular.


Que porra é essa? - pensei comigo.


-Desculpa, minha amiga do Brasil.

-Aly? - perguntou rindo eu contei sobre ela na praia.

-Ela mesmo, já tá fazendo planos pro nosso casamento, filhos e bla bla bla. - revirei os olhos e Ele riu 

Que sorriso.

-Ela é doida ignora. - falei e nossos pratos chegou.

Almoçamos conversando e deliciando aquela comida maravilhosa.

-Vamos? -perguntou Justin.

-Claro preciso fazer um trabalho enorme. -falei e ele concordou.

-Então sem chances nenhuma de você passar um tempinho la em casa? - falou fazendo biquinho.

-Drew não dá, talvez outro dia ta bom... -Ele sorriu sapeca e entramos no carro.

Chegando no condomínio eu fiquei na minha casa e ele foi pra dele.

Passei direto pro quarto e espalhei meus livros e caderno pelo chão.

E comecei o trabalho...


[...]


Horas depois...


Senti alguém me balançar e resmunguei.

-Mel levanta você ta dormindo no chão. -ouvi a voz rouca do Tyler(Taylor Lautner).

-Droga não posso dormir tenho que terminar meu trabalho. - resmunguei me sentando. -Que horas são?

-23:30hrs. Sabe do John? A escola da Meg me ligou pra buscar ela e até agora nem sinal dele.

-Droga... -reclamei das costa. -Olha deixa o John blz? Ele acabou de se separar e infelizmente ele ainda gosta da sua mãe então.... - bocejei - Eu respeito o espaço dele e você também vai ter que respeitar. - comecei tirar a roupa na frente -Agora sobre a Meg podemos escalar um segurança pra buscar ela ou sua mãe ir buscar ela e depois trazer ela. - entrei no banheiro e ela me seguiu -Somos 3 adultos dentro dessa casa então, temos que dividir a missão de cuidar dela. Pois somos irmãos dela.

-Você está certa, ela está querendo te ver, ela chorou um pouco antes de dormir, passa la depois. - pausou vendo eu tirar o sutiã -Assim não da pra ter uma conversa seria com você Melissa.

-Desculpa mais preciso de um banho pra terminar meu trabalho e comer algo.

-Nos vemos la embaixo to fazendo trabalho também. -Falou e saiu.

Tomei meu banho relaxado e coloquei um babybool e desci cabelo molhado e descalço mesmo.

-Estela ainda está acordada? - falei assustando ela ao entrar na cozinha.

-Steven não chegou ainda e estava arrumando as coisas da sua amiga que vai morar aqui. - falou e neguei

-Não precisa arrumar Estela deixava la que eu arrumava com ela.-pausei -Ele deve estar bem logo ele chega.

-Vai comer lanche menina? -concordei -Melhor Jantar você come muito pouco e está muito magra.

-Poxa Estela assim você me ofende, to super gordinha ja pro meu tamanho.

-Liga não a Estela é sempre assim. -Tyler falou entrando e pegando a jarra de suco da minha mão. - e percebi que ele estava sem camiseta. 

-Folgado. - resmunguei 

-Nem sou. - deu de ombros. 

-Boa noite Crianças e Juízo em. - Estela falou e saiu.

Terminei de comer meu lanche e fui conversar com Tyler.

-Tyler vendo por outro lado, você está certo de achar ruim esse sumiço de John. 

-Bom não quero ser chato sabe, mais tipo ele se separou da minha mãe não da minha irmã.  - falou sem tirar os olhos dos papéis a sua frente.

-Claro, um de nós temos que conversar com ele. -falei e ele fez uma careta

-Melhor você é filha dele e você expressa melhor as palavras e os sentimentos. - falou e concordei e subi pra terminar meu trabalho.


[...]


3:00hrs escutei risadas e sai do quarto descendo as escadas e era John e Dawn.

-Você só pode estar de brincadeira né John? - falei atraindo os olhares pra mim.

-O que foi Melissa? - John perguntou sinico.

-Você prometeu pra Megan ir buscar ela e a escola ligou pro Tyler buscar porque você não apareceu. - amarrei meu cabelo num coque trouxo no topo da cabela - Onde você estava?

-Melissa eu estava trabalhando, tive uma reunião de última horas, depois fui jantar com a Dawn pra comemorar o primeiro dia de trabalho dela e aqui estamos nos. - falou serio.


-Olha não to querendo se a chata da situação mais a Megan precisa de você, a mãe dela foi embora e o Pai não esta nem ai pra ela. -pausei -  Você tem duas soluções pra isso, 1-ela entrará numa depressão profunda por falta de atenção ou 2-ela vai preferir ir morar com a mãe e o macho dela.

-NÃO -John gritou -Eu vou me esforçar mais.

-Então trate de se esforçar muito mais, conversei com Tyler e como somos irmãos dela e adultos podemos ir buscar ela tambem ou deixar um segurança responsável pra buscar ela. - pausei- ou se um de nos não consegui buscar ligar pra mansão pra um dos segurança ir buscar ela ou até mesmo a mãe dela.

-Podemos conversar isso depois eu estou... - interrompi ele

-NÃO JOHN, NÃO PODEMOS VOCÊ ESTÁ SENDO IMATURO E IRRESPONSAVEL AGINDO ASSIM. EU SEI QUE FORAM 13 ANOS JUNTOS, MAIS FILHOS VEM PRIMEIRO QUE MULHER, VOCÊ TEM UMA FILHA DE 8 ANOS PRA CUIDAR JOHN... ELA É CRIANÇA NÃO ENTENDE DIREITO AINDA O PORQUE VOCÊ E A MÃE DELA NÃO ESTÃO MAIS JUNTOS, ELA NÃO ENTENDE PORQUE VOCÊ SUMIU O FINAL DE SEMANA INTEIRO, ELA NÃO ENTENDE O PORQUE VOCÊ ESQUECEU DE BUSCAR ELA NA ESCOLA. QUEM ESTÁ SENDO O ADULTO DA HISTORIA AGORA?

-Você não entendi meu lado Melissa. - falou tentando manter a calma.

-EU ENTENDO SIM, EU PERDI MEUS PAIS JOHN, MAIS NÃO DEIXEI DE VIVER, NÃO SAI DE CASA E SUMI POR QUASE 72HORAS, EU NÃO ME AFUNDEI EM TRABALHO, E EU NÃO ABANDONEI AOS QUE ME AMA. PELO CONTRARIO EU VIM PRA CÁ PRA TENTAR CONVIVER COM QUEM ME ABANDONOU QUANDO EU ERA PEQUENA E NÃO QUERO QUE ISSO ACONTECA COM MEGAN.

-Eu não te abandonei, você pediu pra mim sumir da sua vida e foi o que eu fiz.

-CARALHO JOHN VOCÊ É SEMPRE TÃO BURRO ASSIM? EU ERA UMA CRIANÇA QUE ESTAVA COM RAIVA PORQUE VOCÊ DEMORAVA VOLTAR, POR VOCÊ NÃO ESTAR LA EM TODOS EVENTOS IMPORTANTE E NOS MEUS ANIVERSARIOS. DIAS DOS PAIS... - ja estava sentindo a voz embargar -Você é tão babaca John, você foi tão babaca em se afastar de mim e perder 15 anos da minha vida, não cometa o mesmo erro duas vezes. Ou tera outro homem pra ela chamar de pai em breve, igual aconteceu comigo.

John caiu de joelhos chorando e sendo consolado por Dawn e eu virei as costas pra subir eu me nego chorar na frente dele.

-Eu sei que eu errei, mais eu era imaturo na época e não aguentei minha filha chamar o cara que roubou a mulher da minha vida de Papai. Eu não aguentei Melissa - soluçou - Eu peço perdão, mais eu não aguentei. - parei no meio da escada e fiquei de costas -Eu ia três vezes ao ano no Brasil te ver. Eu ficava na casa da Ruth. - virei olhando pra ele. -Eu sempre via você e sua prima brincando, eu sempre via vocês duas passeando, na escola, eu nunca te abandonei por completo.

-Aly sabia que você estava no Brasil e nunca me falou? - ele concordou -Como ela pode? Como vocês pode fazer isso comigo ? Eu sempre falei pra ela que eu queria que você voltasse. Minha melhor amiga sabia e nunca me falou.

-Mel não culpe ela, ela só obdecia as minhas ordens, quando ela começou entender realmente a situação, todas as vezes que eu ia pro Brasil ela ficava na sua casa. Ela não queria mentir pra você então ficava longe.

-Então o tio que ela não gosta é você? - perguntei ja nem ligando pra quem via que eu estava chorando -John você não deveria ter se afastado, e eu sou assim hoje a culpa é toda sua.

-Papai? -ouvi a voz da Megan e olhei ela ponta da escada -Porque você ta chorando? - seu olhar intercalou entre mim e John -Você vai embora também? - ja começou chorar.

-Hey calma eu não vou embora, só estavamos discutindo.

-Porque foi por minha causa né? - perguntou.

-Não Meg foi por coisas do passado, vamos dormir com a Mel?

-Quero meu papai. - John subiu as escadas correndo e pegou a filha dos meus braços.

-Me perdoa minha bebe, o papai teve uma reunião de última hora na empresa, mas o papai promete que amanhã vou te buscar e vamos passear eu e você.

-Não tem problema papai, eu sei que seu trabalho é importante. - falou limpando as lágrimas dele -Não precisa chorar, eu te amo papai.

Subi pro meu quarto as pressas eu não aguentaria ver aquilo, quantas vezes eu estava na mesma situação chorando por querer meu Pai e nunca tive um abraço. 

Limpei minhas lágrimas, tranquei a porta e continuei fazendo meu trabalho, tinha perdido qualquer resquício de sono. 

Logo o sol bateu contra a janela e fui tomar banho e arrumar minhas coisas.


[...]


Coloquei meu trabalho dentro da pasta pra não amassar e peguei minha bolsa deixando em cima da cama e fui atrás uma roupa pra ir pra faculdade optei por um vestido longo, rasteirinha e óculos escuros.

Desci e deixei minhas coisas no sofá.

-Bom dia -falei simples pegando um copo de suco e pão e frios e passando pra cozinha. -Bom dia Estela, Steven.

-Bom dia Mel - responderam juntos.

Tomei meu café em silêncio, subi pra escovar meus dentes e peguei minha bolsa e sai.

-Andrew me leva pra faculdade por favor.

-Bom dia mal humorada - Andrew fez gracinha e sorri de canto -O que houve?

-Briguei com John ontem, ele se separou da vagabunda Mor e esquece que tem filha pequena.

-Ah então a gritaria de ontem foi de vcs...

-Ah to cansada acho que vou procurar uma casa pra mim, não vai dar certo morar com ele não, eu tentei mas ver ele fazer com minha irmã a mesma coisa que fez comigo? Não vai dar não.

-Sinto muito Mel.

-Não sinta ja passou, mais cicatrizes profundas são difíceis de curar.

-Eu sei Mel, mas tenta entender ele dava de tudo pela mulher e ela troca ele pelo amigo dele.

-Caramba vocês ja sabem de tudo? - perguntei e ele concordou. -Imagina a mídia.

Demorou um pouco pra chegarmos na faculdade mais chegamos.

-Andrew você pode vim me buscar?

-Mel não sairemos daqui.

-Eu estou falando somente você, quero ir na praia hoje e você vai comigo. - pausei pegando minhas coisas no banco de trás - Trás roupa de banho que vamos entrar no mar, pedi pra Estela pela um biquini e um maio pra mim por favor.

-Claro, alguma coisa mais?

-Protetor, uma saída de praia e meu chinelo da adidas.

-Ok, Qualquer coisa me manda msg que trago o que você quiser.

-Obrigado Andy -beijei o canto da boca dele e ele sorriu.

-Boa aula Mel.


Minha aula foi tranquila entreguei o trabalho e tirei nota alta, estava a caminho da praia agora com Andy

Ele estava de camiseta preta, Shorts azul e tênis adidas.

-Uau Estela escolheu bem em? - falei e sim eu estava trocando de roupa dentro do carro.

-Uau que delicia -Andrew falou e sorri.-Estamos quase chegando Mel.

-Ja terminei - falei colocando minhas roupas dentro da bolsa e passando pro banco da frente. -Droga cheio de paparazzi aqui.

-Sempre fica Mel por causa dos famosos.

Ele desligou o carro e tirou a camiseta e meu Deus que homem gostoso, saimos do carro e ele veio me abraçando pela cintura.

-Se aproveitando né Andy.

-Claro que não. -sorriu sapeca

Passamos por alguns paparazzi e flahs batia na minha cara.

Logo encontramos um lugar tranquilo coloquei as toalha no chão.

-Vamos pra água Andy - puxei ele e pulei no colo dele beijando ele.

-Mel seu pai vai ver isso e vai me matar.

-Cala a boca e curti o dia comigo.

Pareciamos duas crianças, um jogando água no outro, ele me agarrando pra me afundar, eu pulando nas costas dele

-Andy to com fome vamos comer alguma coisa?

-Também to morrendo de fome, carregar uma gorda igual você me fez perder um kilo. - falou e ele me carregava (foto de capa) até nossas toalhas.

-Poxa assim você magoa Andy. - falei assim que ele me colocou no chão e ele olhou algo atrás de mim e me beijou e lógico que retribui o Beijo.

Nos separamos por falta de ar e eu peguei nossas toalhas e ele me abraçou.

Olhei ao redor e vi o motivo dele ter me beijado Justin e Selena nos olhando. 

-Vamos comer o que? - perguntei e uns três paparazzi chegou perto de mim.

"Quem é o rapaz com você?"

"Você e o Justin foi coisa de uma noite?"

" Como se senti ao saber que o Justin e Selena estão na praia?"

" Você está namorando?"

"Esta triste por seu um alguém passageiro na vida de Justin?" - Era tantas perguntas e flashs que me deixou tonta.


"Ele é meu segurança Andrew Lewis, e entre mim e o Justin não rola nada, saimos uma vez pra nos conhecer melhor. Não me apego a ninguém, não tem porque ficar sentida por ele estar ou não com outra pessoas, somos adultos e livres podemos ficar e sair com quem bem entendermos." - respondi e continuei andar.

Andrew abriu o carro e peguei meu vestido e minha carteira e celular, sequei meus cabelos e passeio um pouco de creme.

-Vamos Andy? - falei colocando o vestido e ele saiu do carro com outro Shorts e de camiseta e chinelo. -Uau você ficou pelado? -ele concordou -Porra eu não vi.

-Claro você não entrou no carro.

Atravessamos e fomos numa lanchonete comer uns lanches e davamos muito risada juntos.

-Mel você não ta me usando pra fazer ciumes pro Bieber não né? - Andrew falou tomando goles da sua coca.

-Eu não tenho nada com ele Andy, pra que fazer ciumes?

-Ah sei la, porque ele esta saindo com Selena depois de ter saido com você?

-Andy nos só jantamos, somos a praia e dançamos lá e depois tomamos café da manhã junto e rolou um beijo só isso...

Entre minutos de cconversas e risadas logo entrou Justin, Selena, seu pai e seus irmãos.  

-Andy podemos ir embora? -ele arqueou as sobrancelhas -Estou ficando com frio nesse biquini molhado.  

Ele assentiu e fui pagar a conta e logo que passaria na mesa do Bieber pra deixar minha marca lacradora de destruidora de corações


Notas Finais


Tyler: https://goo.gl/images/kLYjiD

Esse capítulo foi mais sentimental Melissa colocou pra fora tudo aue sente e finalmente demonstrando sentimentos ao John.
O que acharam?
Andrew e Mel?
Justin e Selena juntos novamente? Huuum... sei não em...
Mel ainda vai destruir muitoa corações.

Ate o próximo bebês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...