História Ele era assim. - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias G-Dragon, GRAY, Jay Park
Personagens Personagens Originais
Tags Jay Park, Você
Visualizações 22
Palavras 262
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


DEPOIS
DE
MUITO
TEMPO
EU
VOLTEI.
SIIIIM, eu voltei. Sabe, toda vez que eu lia fanfics eu ficava esperando muitooo tempo novos episódios e toda vez elas só vinham com um capítulo de desculpas, mais aqui não, então, eu sumi, por conta de uma praga, que se chama "celular quebrado" MAAAIS, já consertou, então, em toda emoção e adrenalina eu mando aqui um episódio, espero que vocês gostem, sério, de coração eu espero que gostem e não desistam de mim! Eu ainda estou aqui!

Capítulo 7 - Corrente.


Fanfic / Fanfiction Ele era assim. - Capítulo 7 - Corrente.

Eu te odeio. 

Me solte dessas correntes.

Me deixe ser livre.

Eu já cresci, agora, me deixe sair de seus braços. 

Eu observei Jaebeom entrar em seu quarto.

- Jay.

Disse baixo.

- Eu?

- Ah, eu só...

Sorri envergonhada.

Ele muda sua direção e senta ao meu lado.

- Você precisa desabafar?

Digo um "sim" baixo.

- Bom, conte.

Ele se apoia no sofá e me olha.

- Bem... eu queria perguntar, é que ontem eu vi uma foto sua é de uma menina em seu quarto e...

- Ela? Você quer saber? Porquê?

- Oh, só queria saber se vocês...ah você sabe, namoram...

- Namoram?

Jaebeom riu e me olhou.

- Ela é só uma amiga S/n, não precisa sentir ciúmes.

Ele sorriu ladino.

- HA! Ciúmes? Nunca!

- Você mente tão mal S/n.

Ele me empurrou levemente no sofá e prendeu meus pulsos com certa força.

MEU DEUS!! Era só isso que eu estava pensando, não conseguia falar nem me mover, o'que ele vai fazer comigo? Ah socorro!

- S/n, o'que você faria nessa situação, você não pode gritar por socorro, não consegue sair, só eu e você.

Ele morde seu lábio.

- M-me solta!

Ele me soltou e me olhou.

- Eu não deixo você sair porque eu trabalho pelo seu bem estar, e se nessa situação você não conseguiu nem me empurrar, imagina lá fora S/n. É perigoso, é assustador. Isso foi um teste, e você obviamente não passou.

- TRABALHAR PELO MEU BEM?

Eu ri irônica.

- VOCÊ NUNCA VAI ME FAZER BEM ME TRANCANDO EM CASA NEM ME SEDUZINDO ASSIM, ME FAZENDO DE BRINQUEDO!

Eu levantei do sofá e corri em direção ao meu quarto, me tranquei lá.


Notas Finais


Gente, quem não entendeu o final, Jay sabia que além da pergunta da menina ela queria ser livre, sair de casa, viver uma vida normal, por isso que ele disse aquilo e tal...Mais então foi isso, eu espero que vocês tenham gostado, amanhã eu vou ver se consigo fazer um capítulo. Até mais! Beijo. Boa dia, boa tarde, boa noite e boa madrugada rs. ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...