História Ele vai mesmo quebrar esse gelo ? - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O, Kris Wu, Lu Han, Sehun, Xiumin
Tags Exo, Romance, Yaoi
Visualizações 157
Palavras 1.601
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


EAI NENÊS, olha quem apareceu? Kkkk, bom, não vamos enrolar muito aqui e boa leitura bebês. 🍭
.
.
.
Obs: Leiam as notas finais 💙

Capítulo 20 - Ódio De KyungSoo


Fanfic / Fanfiction Ele vai mesmo quebrar esse gelo ? - Capítulo 20 - Ódio De KyungSoo

*_CONTINUAÇÃO..._*
.
.
.

*SEHUN ON*

*Sabe quando você odeia alguém? Tal modo de querer socar a cara dela até seu pâncreas virar um segundo nariz?, então, é exatamente isso que sinto por kyungsoo, mais conhecido como D.O...*

FLASHBACK ON

.Primeiro dia de aula do Colegial.

*Primeiro dia em uma nova escola, pessoas te olhando estranho, meninas perguntam de modo nada disfarçado uma para a outra algo como, "quem é esse?" ou "até que esse novato não é tão ruim assim", grupos idiotas de meninos se formando em 'panelinhas, e como se não bastasse, sempre um deles tem que ser dos valentões da escola, aqueles caras que se acham os melhores e que saem batendo e fazendo oque querem com qualquer um. Pensei que apanhar ou coisa pior fosse acontecer comigo também, já que mesmo sendo um tanto famoso na escola, tinha muitas inimizades, e o pior de todos, é que sou amigo de Soo, um dos valentões da escola, do qual sempre me defendeu, e por isso seus amigos me odeiam... Mesmo que eu não ache isso, já que quando estávamos a sós, Soo me tratava perfeitamente bem.*

...

.Casa do Sehun.
                           .25/04 às 21:37.

SOO: - A gente precisa conversar Sehunnie, senta aqui.

*diz ele olhando fixamente para meu corpo quase morto por cansaço no chão gélido do meu quarto. Soo, tinha vindo aqui em casa depois da escola como de costume, mas dessa vez tivemos que fazer um trabalho juntos para a aula de biologia, e por mais que Soo seja o inteligente da turminha, quem ficou com a parte 'pesada foi eu. Suspirando nervosamente tentando controlar qualquer tipo de preocupação e medo pelo tom firme que sua voz saia ou pelo fato dele querer que eu levantasse e me sentasse na cama ao seu lado para poder falar, enfim me levanto, fingindo a melhor cara de desinteresse que eu tinha no meu estoque, mesmo que eu estivesse me roendo de curiosidade por dentro, sento a sua frente na cama e 'cruzo minhas pernas como um índio, o olhando atentamente, percebendo até mesmo, seu olhar não sustentar o meu como de costume, e nem seu sorriso aberto de  quando estávamos sozinhos*

- Deveria ficar nervoso ou assustado? Talvez... com medo?

*ri fraco porém sozinho, já que ele de alguma forma se manteve quieto e de cabeça baixa*

SOO: -Dá pra você levar uma vez na vida alguma coisa a sério? Já tentou?

*Me Surpreende o jeito que o mais velho falava, já que não estava acostumado com isso, e ele sempre ria das minhas gracinhas, decido apenas concordar e abaixar a cabeça no momento em que seu olhar se choca contra o meu*

- Diga oque foi logo Soo, não gosto quando você fi...

*antes mesmo de completar minha frase, ele bruscamente me corta ficando de joelhos na cama*

SOO: -Ao invés de falar, posso fazer? E talvez você entenda oque quero dizer.

*meio receoso, concordo com a cabeça enquanto o encarava, com quase toda a certeza do mundo, que tinha um enorme ponto de interrogação sobrevoando minha cabeça nesse exato momento. Soo pega minhas mãos e me faz ficar de joelhos enquanto não quebrava nosso contato visual em nenhum momento, sinto agora ambas as mãos do mesmo sobre meu rosto, quase no meu pescoço, oque me fez de certo modo ficar bastante arrepiado, ele se aproxima mais um pouco como se engatinhasse somente de joelhos e por fim, a última coisa que vejo antes de fechar os olhos foi sua boca colando na minha.*

*tenho que confessar, de início foi um grande choque ter seus lábios aos meus, mas depois comecei a gostar, e muito, ainda mais porque ele tinha um jeito único, e seus lábios tinham um gosto saboroso e refrescante de menta. Não lembro em qual momento ao certo, tomei o controle da situação e quis mais que um simples beijo com ele, nem mesmo sei em qual desse curto período, o beijo se tornou tão afoito, ao ponto do maior estar sentado sobre minhas coxas na cama, enquanto eu apertava sua bunda com força, só lembro que estou gostando, e muito. nos beijamos por mais um tempo até o ar ir embora de vez, fazendo ambas as bocas se separarem e um olhar com a respiração rápida e falha para o outro*

SOO: -Você quer?...

*Entendo a que se referia a pergunta, somente no momento em que olhei paras suas bochechas coradas e senti suas mãos apertando os poucos músculos que tinha no braço*

- Você quer Soo?

*sorri fraco e ladino enquanto segurava sua cintura e vez ou outra apertava ali, como sempre tive essa mania, Soo nem se importava mais que fizesse isso nele*

SOO: -Eu te odeio tanto por me deixar assim Sehun, olha a vergonha que você tá me fazendo passar só para a gente foder.

*Começo a rir alto do modo como o mais velho fala e ouço sua risada se misturando com a minha enquanto ele apertava mais as pernas no meu quadril, e vinha um pouco mais para frente, fazendo um contato maior com meu pau (olha a dona do palavreado de baixo calão chegando) e o seu*

- Você não presta KyungSoo.

*Murmuro passando a lingua entre os lábios e o olhando fixamente enquanto colocava minhas mãos em suas coxas e as apertava com brutalidade, vendo uma parte descoberta pela bermuda, ficar avermelhada*

SOO: - E você gosta assim Oh...

*Jogo Soo na cama com uma força controlada, subo em cima do mesmo e seguro seus cabelos entre minhas mão puxando sua cabeça para um lado enquanto começava a atacar o outro com minha boca, dando mordidas e sugadas fortes, fazendo questão de marcar sua pele branquinha, prestando atenção até mesmo em suas reações e contorções embaixo do meu corpo*

.
.
.

.Vestiário masculino.
     .25/09 às 08:13, Fim da Edução Física.

*As coisas entre eu e Soo estavam indo bem nos primeiro dois meses de namoro, sim, começamos a namorar uma semana depois de tudo aquilo que aconteceu na minha casa, no começo foi realmente estranho, já que tinha que ficar perto de Soo sempre e por tabela, de seus amigos idiotas, também não estava acostumado com suas demonstrações de afeto em público, sem nenhum pingo de vergonha no pâncreas... Quem me dera se esse fosse nosso único problema no meio de tudo isso...*

*O tempo foi se passando e já estavamos juntos a exatamente cinco meses, e nesses cinco meses muitas coisas vieram acontecendo, e as brigas constantes foi uma delas. Soo e eu sempre tivemos o mesmo tipo de temperamento, sempre explosivo e cruel, nossas brigas são horríveis, um fala para o outro oque quiser, sem medo do que vá escutar, e isso, a maioria das vezes me fazia ficar triste e KyungSoo irritado. Nossa última briga foi mês passado, quando KyungSoo resolveu que queria ter um relacionamento aberto, e eu obviamente não gostei nem um pouco da ideia, comecei a gritar com Soo e ele comigo, no final de tudo, KyungSoo levou um murro na cara, e assim saiu da minha casa gritando para quem quisesse escutar, que eu era uma puta, e que ele só estava comigo por ser bom de cama, entre outras coisas. Mas como sempre ele pediu desculpas e depois de três semanas, voltamos como antes, só que, com o tempo, parei para prestar mais atenção em seu comportamento, no modo como ele não me dava mais tanta atenção, e nem tinha mais tanto 'fogo ou vontade de transar como antes, e isso foi me incomodando. Até que ontem, meu amigo Daniel, chegou tarde da noite na minha casa, por volta das dez horas  e fez questão de pessoalmente me mostrar a foto de KyungSoo ficando com outro, outro não, outra, eles estavam se beijando na esquina da casa de Soo, e Daniel fez questão de gravar um vídeo para me mostrar. Naquele momento a única coisa que consegui fazer foi fechar a porta na cara de Daniel, trancar a mesma, ir andando em passos lentos e cautelosos para meu quarto, fazendo o máximo possível para não acordar minha mãe e, finamente me fechar dentro daquele cômodo, o vídeo ficava se repetindo várias vezes na minha mente, e a cada 'replay, era uma dor mais forte, até o ponto em que me deitei na cama e fiquei observando o teto do meu quarto, logo desviando o olhar para a janela, e assim se repetindo, passando por todo o cômodo. Ainda estava em êxtase quando começo a chorar desesperadamente e baixo o suficiente para meus pais que estavam aqui não acordarem*

.Atualidade.

SOO: -Oque foi amor? Tenho que voltar pra aula, seja rápido por favor.

*diz ele com a maior cara de sonso do mundo, como se não estivesse notado minhas olheiras horríveis ou minha cara de acabado. Desvio meu olhar dele para o celular, segurando ao máximo o choro e a vontade de sair correndo dali depois de ter espancado o mesmo. Assim que coloco no vídeo, praticamente taco celular nele e cruzo meus braços olhando bem pro seu rosto de espanto enquanto assitia o vídeo*

SOO: - Amor ol...

*O corto pegando meu celular de sua mão e colocando minha mão em seu rosto, empurrando de leve o mesmo para trás*

- Cala a boca, e espero que nunca mais venha me procurar, e seja feliz Kyungsoo, já que tirou a maior parte da felicidade do meu corpo.

*Dito tais palavras olhando profundamente em seus olhos, logo depois me viro e coloco o capuz do moletom, ignorando qualquer tipo de grito agudo ou chamado desesperado que ele dava, enquanto saia daquele local.*

      FLASHBACK OFF
           .

 .

 .


    *_CONTINUA BEBÊS..._*


Notas Finais


Eai bebês, espero que estejam bem tals. Queria pedir desculpa pela demora, e que enquanto meu novo celular estiver vivo, eu vou postar caps kskjd, obrigada por continuarem lendo e não desistirem desse ser aqui ❤🍭.

E COMENTEM, gosto de saber oque vocês acham... E desculpem qualquer erro. Amo vocês bebês 💙🍭


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...