História Elite - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V)
Tags Ação, Drama, Romance
Visualizações 15
Palavras 867
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela, Saga
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Pansexualidade, Self Inserction, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem, aguardo ansiosamente à opinião de vcs❤️

Capítulo 1 - Conhecendo S.N


Mais um dia comum, levantar, ir a faculdade, passar por lá e depois voltar para casa e passar mais raiva aqui em casa, eu moro com meu pai e a minha madrasta, que devo ressaltar que é uma megera, ela tem duas filhas gêmeas, uma se chama Lili e a outra se chama Lolla, as duas herdaram a burrice e a preguiça da mãe. Eu tinha apenas 3 anos quando minha mãe partiu, a saudade ainda dói em meu peito, sinto falta de ouvir a voz dela, mas depois conto mais sobre mim, pouco tempo depois essa mulher chegou a minha casa, já estava grávida, o que me faz pensar que meu pai traiu minha mãe com ela. Ela é uma bruxa, mas isso você mesmo vera em breve, por enquanto é tudo que posso dizer, é melhor eu levantar, a megera(ops) a minha madrasta já deve estar brava com a minha demora.

Me levantar é sempre ruim, ter problemas com ansiedade, que a propósito eu não sei o que causa, mas vamos deixar isso pra lá. Pego meu uniforme, que é meio feio, não gosto muito. Vou descer antes que venham me irritar.

Desço as escadas com a mochila aberta, bem apressada guardando minhas coisas.

- Até que fim a princesa apareceu.

- Eu só estava me arrumando! Onde está meu pai?!

- Foi trabalhar. E você já está atrasada para a escola e terá que ir a pé, começou o ano agora e não quero ver ninguém faltando, principalmente você!

- Já vou então, não quero comer na mesma mesa que você.

- Já vai tarde.

Reviro os olhos e saio estressada, as princesinhas do papai devem ter ido de carro, enquanto eu tenho que andar 3 quilômetros a pé! Aff. Mas isso é bom, me faz refletir sobre a minha vida, ou o que restou dela. Hoje ao 19 anos sinto falta de ter uma família de verdade, meu pai só quer saber de trabalho, e a bruxa sempre me faz de empregada. Sinto tanta falta da minha mãe, mas não vou chorar, porque sei que minha mãe ia querer que eu fosse forte por ela. Andar no fundo não é tão ruim, de faz pensar no quanto a vida poderia ser pior, eu vou estudar e vou ser rica, para nunca mais ter que olhar na cara de ninguém da minha "família". E por falar no inferno, ali está a escola, não vou negar que ela é muito bela por fora, já que é uma escola de elite, eu ganhei uma bolsa enquanto cantava no natal de 2018 na escola de ensino médio, lembro que naquele dia não havia ninguém me assistindo, fiquei tão decepcionada, mas eu já esperava por isso. Eu tenho umas das melhores notas, como sempre sou uma aluna exemplar, sou um gênio da matemática e da física(ninguém me supera).

Entro na escola, e como sempre vejo vários alunos sem nenhum pingo de educação, os garotos são os piores, e as garotas não são das melhores, meu melhor amigo é o Kyle, ele assim como eu tem uma vida complicada, ele também sofre de ansiedade e me entende muito bem, é tão bom vê-lo depois de um mês e meio de férias.

- Kyle! - digo lhe dando um abraço bem forte - Que bom de ver, senti sua falta, viajou e nem me levou! - brinquei.

- É bom te ver _______ ! Eu também senti sua falta, a viajem foi um saco para ser sincero.

- Porque?!

- Longa história, te conto depois das aulas, por falar nisso já recebeu seu horário?

- Já sim, quer ver?

- Quero.

Kyle olhou os meus horários e os dele e comparou para ver se estávamos nas mesmas aulas e horários.

- Parece que vamos estudar nos mesmo horários mais um ano - diz ele todo alegre - Nos temos muito sorte _______.

- Temos sim - sorriu para ele.

- Mas que saco! - diz Jeon Jungkook atrás de nós. - Eu não acredito que vou estudar com vocês mais um ano - diz revirando os olhos.

Eu esqueci de mencionar, ele é filho do irmão adotivo do meu "pai", o pai dele é um imbecil assim como ele.

- Quem deveria estar reclamando era eu e o Kyle porque vamos ter que aturar você por mais um ano.

- Falou a caipira retardada, seu pai sabe que você é arrogante comigo?

- Cala a boca, e sai da minha frente ou eu…

- Ou o quê? Você não vai fazer nada, agora eu vou para a sala, procurar um lugar bem longe de vocês para sentar.

E é isso que temos que aguentar todos os dias, ele é um saco, faz apenas dois anos que o conheci e já desejo que ele morra, meu pai e o "irmão" não são muito próximos, voltaram a se falar a apenas dois anos, foi aí que eu conheci essa praga, eu tenho meio que um crush no meu amigo Kyle, eu sinto que somos meio que parecidos e temos uma conexão especial, mas eu nunca disse a ele, pois tenho medo da forma que ele pode reagir, agora é hora de ir, a aula chata de filosofia me espera.


Notas Finais


Até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...