História Élite: Temporada 3 - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias CNCO, Élite
Personagens Ander Muñoz, Carla Rosón Caleruega, Guzmán Nunier Osuna, Joel Pimentel, Lucrecia "Lu" Montesinos Hendrich, Nadia Shana, Omar Shana, Personagens Originais, Polo, Samuel García Domínguez
Visualizações 35
Palavras 2.165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Samuel sofre um ataque na escola!
Polo planeja sua vingança contra Ander!
Carla se torna alvo do novo investigador!
Valério planeja uma festa!

Boa leitura :D !

Capítulo 8 - Ser quem eu sou já me faz melhor que você.


Fanfic / Fanfiction Élite: Temporada 3 - Capítulo 8 - Ser quem eu sou já me faz melhor que você.

Parte 01 – Consequências.

            Ander e Cayetana entraram na sala e cada um foi para o seu lugar, Polo ficou surpreso ao ver Ander na sala e todos olharam para ele e assim que ele se sentou Samuel foi falar com ele.

            - Ander o que houve? – Rebeka e Nadia também viraram para Ander curiosas.

            - Eu fui expulso. – Ele disse e todos ficaram confusos e surpresos.

            - Mas então o que esta fazendo aqui? – Rebeka perguntou.

            - O Jac convenceu o diretor que é pai do Joel ali a desistir da minha expulsão. – Ander sinalizou com a cabeça para o Joel quando disse isso.

            - Então eles são tão amigos assim? – Samuel disse.

            - Esta mais para o Jac sabe algo sobre ele e o diretor não teve escolha. – Ander deu de ombros.

            - Ele ameaçou o diretor? – Nadia disse um tanto alto e todos olharam para ela. – Me desculpem. – Ela disse e voltou a olhar para o Ander.

            - Basicamente sim.

            - Então a família dele é muito mais influente do que eu podia imaginar. – Rebeka disse. – Eu tenho medo de gente desse tipo.

            - Agora já imaginaram o que pode acontecer se ele ficar do lado do Polo? – Nadia comentou.

            - Já disse para não se preocuparem que eu cuido disso. – Ander comentou.

            - Se você diz. – Rebeka comentou. – Apenas tome cuidado onde você se enfia.

            Após isso a aula prosseguiu normal e pouco tempo antes de terminar o novo diretor entrou na sala.

            - Boa tarde a todos. – Ele era bem educado. – Eu vim me apresentar eu sou o novo diretor do colégio me chamo Raul Pimentel. – Nessa hora todos já conseguiram perceber que ele era parente de Joel. – Devido a problemas pessoais a diretora antiga teve que tirar uma licença. – Quando ele disse isso a grande maioria sabia que ele estava mentindo e Ander sentiu uma pontada uma vontade de avançar no diretor e dar motivos para ser expulso, mas ele se controlou.

            Assim que o diretor saiu todos se prepararam para ir embora, Polo foi até a mesa de Jac e Ander, Samuel, Nadia e Rebeka ficaram de olho.

            - Jac. – Polo se sentou na carteira da frente de Jac. – Eu preciso falar com você.

            - Pode falar Polito. – Jac disse e Joel deu uma risada.

            - A que meigo. – Joel olhou para Polo. – Polito.

            - É um assunto sério e em particular. – Polo disse.

            - Não se preocupe o Joel é de confiança. – Jac respondeu.

            - Você tem certeza? – Polo arqueou as sobrancelhas.

            - Sim pode confiar no Joel. – Jac olhou para Joel e ambos piscaram um para o outro.

            - Mas não precisa se preocupar Polito eu sou hétero. – Joel deu de ombros.

            - O Ander era pra ele ter sido expulso eu falei com o diretor que é pai dele e do nada o Ander não foi mais expulso. – Polo disse um tanto incomodado com a presença de Joel.

            - A isso não foi ele fui eu. – Jac disse e Polo ficou surpreso com isso.

            - Se chantageou meu pai Jac? – Joel arqueou as sobrancelhas.

            - Sim. – Jac disse e eles riram.

            - Mas por quê? – Polo ficou nervoso.

            - Olha Polito esta com ciúmes. – Joel disse dando risada em seguida.

            - Polo não se preocupe eu sei o que faço. – Jac disse. – E nosso plano ainda está de pé fica calmo.

            Após Jac dizer isso Polo apenas concordou com a cabeça e saiu da sala Jac e Joel saíram logo na sequencia ficando poucas pessoas na sala.

            - Ander qual o seu plano? – Samuel perguntou.

            - Fica amigo do Jac pra descobrir as coisas. – Ander respondeu.

            - Só amigo? – Nadia questionou. – O que o Omar acha disso?

            - Não tem porque o Omar saber disso Nadia. – Ander ficou incomodado.

            - Bem você que sabe, só não faça meu irmão de idiota. – Nadia disse e em seguida saiu da sala. E logo depois todos seguiram para suas casas pensando em tudo que estava acontecendo.

*Flash rápido.

            Cayetana e Lucrecia estavam brigando se estapeando, era de noite e os corredores da escola estavam vazios. Valério, Guzmán e Ander foram tentar separa-las porem Cayetana agarrou no cabelo de Lucrecia e não queria soltar.

            - Sua desgraçada quem você acha que é? – Cayetana puxava cada vez mais o cabelo de Lucrecia.

            - Já chega Cayetana solta a Lucrecia. – Guzmán gritou enquanto tentava soltar o cabelo de Lucrecia da mão de Cayetana.

            - Parem com isso o que vocês são? – Ander gritou.

            - Eu vou acabar com você Lucrecia sua vagabunda, sua maldita. – Cayetana estava descontrolada.

            - Já chega. – Valério gritou e deu um empurrão em Cayetana a fazendo soltar de Lucrecia, Cayetana caiu e bateu as costas nos armários.

            - Seu cretino eu vou acabar com a sua raça imunda. – Cayetana então avançou em Valério e começou a dar tapas nele.

            - Para com isso sua louca. – Valério disse e foi se afastando de Cayetana que continuava a avançar nele.

            - Eu sei o que você faz em segredo seu porco imundo, gente que nem você queima no inferno. – Cayetana começou a bater em Valério mais freneticamente.

            - Eu disse para você parar. – Valério gritou e empurrou Cayetana com muita força e ela bateu no corrimão da escada e escorregou ela tentou se segurar mais foi em vão Valério e Ander tentaram segura-la, mas não deu tempo Cayetana escorregou e rolou escada a baixo e quando ela chegou ao final da escada ela estava desacordada e com a cabeça sangrando.

Parte 02 – Conveniências.

            Samuel e Carla saíram da escola juntos toda a escola ficou observando eles o quanto eles eram oficialmente um casal rolaram vários comentários a grande maioria positivo eles então se despediram na entrada do colégio e Carla entrou em seu carro. Assim que o carro saiu Samuel começou a seguir para o local onde ele deixava sua bicicleta ele então foi abordado por um aluno, alias parecia um aluno ele usava o uniforme e uma mascara de macaco.

            - Posso ajudar em algo? – Samuel disse quando a pessoa parou na sua frente.

            - Bolsista. – A voz disse.

            - Háhá que engraçado e nem tem coragem de mostrar quem você é. – Samuel disse e tentou contornar o aluno, mas quando ele foi fazer ele percebeu que estava cercado por no mínimo sete outros caras e todos com mascaras de animais. – Mais que porra é essa? – Samuel começou a se afastar, mas ele foi cercado.

            - Isso é um aviso para todos os bolsistas. – Um cara com mascara de leão disse e ele segurava um taco de beisebol. – Acabem com ele. – E então todos avançaram em Samuel e começaram a bater nele, Samuel tentou se defender, mas era em vão e logo a única coisa que ele conseguia fazer era proteger o rosto com os braços.

            ...

            Ander entra em casa e vê sua mãe toda arrumada e Omar a ajudando a se maquiar.

            - Eita o que se passa aqui? – Ander perguntou enquanto colocava sua mochila no sofá.

            - Sua mãe tem uma entrevista de emprego. – Omar respondeu.

            - Ué você não pretende voltar a ser a diretora? – Ander ficou surpreso que sua mãe já estava procurando outro emprego.

            - Perfeito. – Omar disse terminando a maquiagem em Azucena.

            - Ander filho eu não tenho intenções de voltar pra escolar agora que esta com essa nova direção. – Azucena disse e pegou a bolsa e as chaves do carro. – Me desejem sorte. – Ela disse e deu um beijo em Ander e saiu.

            - Sua mãe parece feliz com essa entrevista ela disse que é uma amiga antiga que é juíza algo assim. – Omar disse enquanto guardava as coisas que usou para maquiar Azucena.

            - Sério? – Ander ficou surpreso. – Ela disse o nome dessa amiga? – Ander sentou no sofá.

            - Não, mas porque a preocupação? – Omar sentou-se na perna de Ander.

            - Não é nada não. – Ander fez Omar sentar-se no sofá. – Eu estou cansado vou tomar um banho. – Ander se levantou.

            - Posso te fazer companhia? – Omar disse e sorriu pervertido.

            - Hoje não eu realmente preciso descansar. – Ander disse e seguiu para o quarto deixando Omar sozinho na sala.

            ...

            Guzmán entrou na biblioteca e foi direto para uma mesa, ele abriu o livro de calculo e começou a estudar, enquanto estava concentrado ele foi interrompido pela Kat.

            - Nossa que estudioso. – Ela disse em tom de piada.

            - É essa vida de bolsista não é fácil. – Ele disse e os dois riram.

            - E como andam os estudos? – Ela disse e colocou o material dela na mesa.

            - Complicado agora que eu preciso tirar notas médias boas estou ficando louco. – Guzmán colocou as mãos na cabeça e fingiu um grito.

            - Não se preocupe você consegue e caso precise eu posso te ajudar. – Kat se sentou e pegou suas anotações de calculo.

            - Muito obrigado. – Eles então começaram a estudar.

            ...

            Polo saiu da escola e foi abordado por Cayetana.

            - Polo preciso falar com você. – Cayetana estava séria.

            - Pode falar. – Polo e Cayetana foram andando em direção ao estacionamento.

            - Aquele Jac você não deve confiar nele. – Quando Cayetana disse isso Polo parou.

            - Eu sei disso.

            - Me falaram que o Ander e ele estão tendo um caso.

            - Que? – Polo ficou surpreso com isso.

            - Me falaram que eles se beijaram na piscina.

            - Preciso dar um jeito no Ander ele esta começando a me irritar. – Polo disse. – Acho que precisamos de uma prova disso e depois fazer uma visita pro Omar. – Ele disse e sorriu maligno.

            ...

            Carla desceu do carro e na entrada de sua casa viu uma viatura da policia, ela achou estranho e quando entrou em casa viu seus pais conversando com o que parecia ser um detetive.

            - Inspetor essa é a Carla. – O pai de Carla disse assim que a viu.

            - A prazer senhorita Carla. – O inspetor disse, ele era um homem negro, alto, com a cabeça raspada e usava uma roupa social com um sobretudo preto.

            - Em que posso ajudar? – Carla ficou tensa.

            - A inspetora antiga foi retirada do caso devido a problemas na investigação e eu estou assumindo então eu mesmo estou revendo alguns fatos. – Ele estava bem sério e olhava diretamente nos olhos de Carla.

Parte 03 – Festa parece mesmo uma escolha boa?

             Valério e Lucrecia chegaram em casa, após os acontecimentos passados eles estavam proibidos de ficar sozinhos então eles mal se falam em casa.

            Valério seguiu direto para o quarto e mandou uma mensagem no grupo da escola.

            “De Valério: Festa na escola irei falar com o diretor novo amanhã”

            “De Guzmán: Parece-te uma boa ideia festa Valério?”

            “De Lucrecia: Olha carinho devido à situação que estamos qualquer coisa parece uma boa ideia.”

            “De Nadia: Até eu tenho que concordar qualquer coisa para distrair a cabeça é bem vinda.”

            “De Guzmán: Desde que ninguém morra.”

            “De Rebeka: Pouco mórbido você hein?”

            “De Valério: Eu só quis avisar mesmo não estava pedindo opinião!”

            “De Rebeka: Pouco bruto você hein?”

            “De Valério: De poucas palavras você hein?”

            “De Guzmán: Por mim festa é valida.”

            “De Lucrecia: Claro que é pra você ficar com aquela sonsa ruiva de farmácia lá?”

            “De Lucrecia: Já substituiu a Miss Pales... quer dizer a Nadia? kkkk”

            “De Nadia: Substituiu você querida porque eu e o Guzmán não temos nada.”

            “De Ander: Meu Deus eu chego só na hora da discussão!”

             “De Valério: Chegou na hora boa meu amigo!!”

            “De Guzmán: Não tem ninguém discutindo...”

            “De Guzmán: Ander você esta a fim de festa?”

            “De Ander: Sim...”

            “De Rebeka: Guzmán e Ander voltaram a se falar?”

            “De Rebeka: Nem sabia... parabéns ai Guzmán por ser um adulto!”

            “De Ander: Fiquei sabendo agora também.”

            “De Guzmán: Uma hora isso iria acontecer ué.”

            “De Carla: Alguém tem noticias do Samuel?”

            “De Guzmán: Não.”

            “De Ander: Também não.”

            “De Nadia: Eu posso ver se ele já esta em casa, mas se acha que aconteceu algo?”

            “De Carla: Ele não atende ao telefone e nem responde as mensagens.”

            “De Rebeka: Ele está te dando um gelo.”

            “De Carla: Que?”

            “De Rebeka: Nada não“

            “De Nadia: Eu vou até a casa dele e mando noticia.”

            “De Guzmán: OK”

            “De Ander: OK”

            “De Rebeka: OK”

            “De Carla: Obrigada Nadia”

*Flash rápido.

            - Cayetana? Cayetana você está bem? – Ander desceu as escadas e foi socorrê-la.

            - Como ela está? – Guzmán perguntou.

            - Acho que ela não está respirando. – Ander tentava achar o pulso de Cayetana. – Eu não sei ver se ela tem pulso eu não sei. – Ander gritou desesperado.

            - Calma Ander. – Lucrecia disse. – Guzmán vá ajudar o Ander. – Ela disse e Guzmán desceu as escadas. Lucrecia olhou para Valério e ele estava assustado com as mãos na cabeça e olhando o corpo de Cayetana possivelmente morta no final da escada.

            Enquanto eles tentavam ver se Cayetana estava viva houve uma explosão em algum lugar da escola e os sinalizadores de incêndio começaram a apitar.


Notas Finais


Nos próximos capítulos.

Samuel se revolta com os acontecimentos de sua vida.
Valério e Lucrecia são descobertos por alguém.
A festa realmente vai acontecer.
Um assassinato ocorre.

Até lá :D!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...