História Elite Way School - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Ally Brooke, Bangtan Boys (BTS), Camila Cabello, Dinah Jane, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Normani
Personagens Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Jeon Jungkook (Jungkook), Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Camila Cabello, Camren, Camren G!p, Dinah G!p, Elite Way School, Jikook, Kookmin, Lauren, Lauren G!p, Laureng!p, Normanah, Normanah G!p, Vercy, Vercy G!p, Vero G!p
Visualizações 50
Palavras 1.875
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Festa, LGBT, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Uma boa leitura para todos.

Capítulo 10 - Capítulo 10: Violão.


Fanfic / Fanfiction Elite Way School - Capítulo 10 - Capítulo 10: Violão.

           

                  (NO CORREDOR)


   Vero estava indo pega seus livros no seu armário para a aula de Português, quando viu Lucy encostada na parede com a mão na cabeça passando mal. Lucy estava pálida quase desmaiando ali mesmo no corredor.


- Lucy você está bem ?.- Pergunta Vero chegamos perto da garota.

- Só tô passando um pouco mal, eu tô ficando  tonta.- Fala Lucy se segurando nos braços de Vero.

- Eu acho melhor chamar alguém.- Fala Vero segurando Lucy com firmeza pela cintura, por que ela percebeu  que a garota podia cair no chão a qualquer momento de tão fraca que ela tava.

- Não não, não precisa chamar ninguém só mim leva para o meu quarto por favor.

- Tá bom então onde é seu quarto ?.- Pergunta Vero pegando Lucy no colo.

- Segue direto e vira à esquerda.

- Tá bom, agora encoste a sua cabeça no meu ombro vai ficar melhor.- Lucy encosta sua cabeça no ombro de Vero e deixa seu corpo relaxar.

   Vero segue para o quarto de Lucy, e Pilar que estava por ali perto acaba vendo tudo e como uma boa fofoqueira que é, segue correndo para sala de seu pai a diretoria, para contar tudo o que viu e até o que não viu pra Jonas.

- Vai com essa pressa toda dedurar quem Pilar ?.- Pergunta Vicente parando Pilar que parecia mais um foguete em alta velocidade.

- Ninguém Professor Vicente.- Fala Pilar se fingindo de santa.

- Pilar eu te conheço tá.- Não é à toa que Vicente era o pior professor que Pilar achava. Vicente não gostava de pessoas que nem Pilar que se acham porque tem status e dinheiro, que só porque tem alguma coisa de valor se acha no direito de humilhá aquelas que não tem, Vicente não era baba ovo que nem muitos professores daquele colégio, ele era justo com quem era justo.- Anda fala o que você viu Pilar.

- Ele pegou ela no colo e ainda levou ela para o quarto.

- Ele quem ?.- Pergunta Vicente já sem paciência.

- A Vero....ela se finge de doente ele pegou ela no colo, mas eu conheço muito bem aquele tipo de garota.- Fala Pilar com sua bela cara de mosca morta.

- Pera aí você tá falando que ELA é a Lucy.- Pergunta Vicente tentando entender o que Pilar tava falando.

- Como você sabe ?.

-E para onde eles foram ?.- Pergunta Vicente.

- Por quarto dela né Vicente é claro.

- Tá bom então eu tô indo para lá.- Vicente saindo do Corredor mas sendo parado por Pilar.

- Quem devia ir é meu pai.- Fala parado na frente de Vicente.

- Mas quem vai sou eu e você vai direto para sala de aula.- Fala Vicente com firmeza nas suas palavras.

- Mas meu pai precisa saber...

- Eu me resolvo com seu pai depois, agora Pilar vá para sala de aula, vai de uma vez.- mesmo não sendo de sua vontade Pilar teve que obedecer, e Vicente seguiu para a área dos quartos das meninas.



       (NO QUARTO DA LAUREN E DA DINAH) 


   Lauren estava atrás de uma das suas garrafinhas quando do nada a porta do seu quarto abre com tudo, dando um susto nela.

- Bate na Porta maluco quer me matar de susto.- Fala Lauren após perceber que era a Dinah que tinha entrado.

- Foi mal acabei esquecendo o livro de literatura aqui.- Fala Dinah abrindo a porta do seu guarda-roupa.

- Pera aí você tem um violão!.- Fala Lauren  surpresa pois perceber um violão nas coisas de Dinah.

- Tenho há muito tempo já.

- Mas não pode, como foi que você conseguiu entrar com ele.- Pergunta a Lauren.

- Uma bolsa grande né cara.- Fala Dinah achando o seu livro de literatura.

- Mas não pode tocar violão você sabe disso né ?.

- Mano você tá ligado que aqui nessa escola você não pode um monte de coisa, não pode beber bebida alcoólica, não pode tocar qualquer tipo de música e nem um instrumento e várias outras coisas.- Fala Dinah percebendo que Lauren estava com uma garrafinha nas mãos.

- A garrafinha até eu entendo mas a música é exagerado até demais.- Fala Lauren.

- Mas você toca algum instrumento ? .- Pergunta Dinah sentando em sua cama.

- Quando eu era pequeno eu tocava piano e fazia aula de guitarra escondido do meu pai quando minha mãe era viva, mas meu pai descobriu e acabou tirando eu das aulas, lá em casa é um saco hoje em dia só escutamos músicas clássicas.- Diz Lauren dando uma golada e sua bebida.


- Entendi... eu tô indo nessa cara a aula já deve tá começando.- Fala Dinah ficando de pé e indo até a porta.

- Espera aí eu vou com você.- Fala Lauren  guardando sua garrafinha no guarda-roupa - Que pena que a gente nunca vai te ver tocando violão kkkk.- Fala Lauren dando um sorriso maroto.

- Será que não, será mesmo kkkk.- Responde Dinah saindo de dentro do quarto junto com Lauren.



           ( NO QUARTO DA LUCY )


- Eu tô aqui para ajudar viu.- Fala Vicente segurando na mão de Lucy.


- Ela disse que não quer volta para o médico, mas quando ela foi ?.- Pergunta Vero em pé ao lado de Lucy.

- Gente parou tá eu não preciso de nada disso eu tô bem.- Fala Lucy deitada em sua cama segurando um dos seus pelúcias.

- Não não tá não, e a gente vai ter uma conversa séria..

- O quê que ela tem Vicente ?.- Pergunta Vero preocupada.

- Verônica você não tá atrasado para a aula não.- Vicente olha em seu relógio que tava marcando 8:32 horário de aula.

- Até que eu tô.

- Então você tá esperando o quê para ir para sala .- Fala Vicente.

- Eu tô esperando o senhor aula é sua.- Vicente dá um pulo da cadeira quando lembra desse detalhe.

- E caramba eu esqueci desse detalhe, faz assim você vai lá na cantina e chama a Teresa para vir olhar a Lucy e depois você vai direto para sala tá bom.- Fala Vicente para Vero.

- Tá pode deixar... se cuida viu princesa quero ver você bem.- Fala Vero dando uma piscada para Lucy, e depois saindo do quarto indo para cantina.

- Vicente vá dá sua aula, eu fico bem.- Fala Lucy ficando sentanda na cama.

- Não, só depois que a Teresa chegar agora se deite e relaxa, vai descansar que você precisa e muito.


                    (NA SALA DE  AULA)



   Dinah estava encostada na janela da sala olhando a vista do jardim, quando Vitória para o seu lado "roubando" sua atenção.

- Delícia de Vista né.- Fala Vitória olhando Dinah de baixo para cima bem descaradamente.

- Você acha ?.- Pergunta Dinah.

- Muito.

- Bom na vida tem gosto para tudo né.- Fala Dinah.

- Você sabe que eu não estou falando da vista da janela.- Fala Vitória dando uma mordida em seu lábio inferior.

- E nem eu.- Fala Dinah dando um sorriso de arrancar suspiros.

- Eu posso lhe fazer muito feliz sabia, Na verdade eu acho que eu sou a única que pode lhe fazer feliz.- fala Vitória chegando mais perto de Dinah, quase colando seus corpos.

   De longe uma pessoa que olhava o que estava acontecendo e com uma cara nada boa, Normani estava com suas mãos cerradas e com o sangue fervendo de raiva, uma raiva e um ódio que ela nunca teve sua vida.

- Professor atrasado e sem desculpas.- Fala Vicente entrando dentro da sala.

- O professor chegou eu acho melhor a gente senta, cada um em sua cadeira.- Fala Dinah se afastando de Vitória e indo sentar.

- Hum se deu bem cara a Vitória é moh gata.- Fala Lauren dando um tapinha nas costas de Dinah.

- Homens são tudo iguais.- Camila sussurra para si mesmo.



(NO APARTAMENTO DO VICENTE, ARTHUR E GABRIELA)


   Gabriela estava pegando um pote de doce de leite na geladeira, quando Arthur chega mais cedo em casa, batendo a porta do apartamento com tudo fazendo até um chapéu cair no chão.

- Ai Arthur que susto poderia ter tocado a campainha.- Fala Gabriela escondendo o pote de doce de leite atrás de suas costas.

- Desde quando eu preciso tocar a campainha Gabi na minha casa, Esqueceu que eu moro aqui.- Fala Arthur de mau humor.

- Por que você chegou cedo do colégio ?.-  Pergunta Gabi.

- Resolvi terminar a aula mais cedo, vem cá o quê que você tem escondido aí atrás ?. Pergunta Arthur olhando para Gabriela.

- Nada.

- Deixa eu ver, deixa eu ver Gabi.- Gabriela tira o pote de trás dela mostrando para o Arthur o quê que era - era isso que você estava escondendo.- Fala Arthur bota as mãos na cintura.

- Eu não queria a Lucy visse eu comendo.- Fala Gabi dando mais uma colherada no doce.

- Mas a Lucy está no colégio.

- Eu esqueci disso.-  Fala Gabi dando um sorriso sapeca como se fosse uma criança de 2 anos.- Você quer um pouco.-  Oferece Gabi para Arthur uma colherada do doce.

- Não obrigado eu tô muito deprimido hoje para comer doce.- Fala Arthur sentando no sofá da sala sendo seguido por Gabriela.

- Eii Arthur eu não posso entender de muita coisa, Mas você com certeza não entende nada de mulher,.. tá deprimido porque levou algum fora de alguma gatinha ?.- Pergunta Gabriela.

- Antes fosse, os alunos de testaram a minha aula.- Responde Arthur.

- E você liga pelo que eles pensam ?.- Pergunta Gabi ainda comendo o doce.

- Não claro que não, mas como um dia eu posso ser direito daquela escola sendo que os alunos odeiam a minha aula.

- Mas para que você quer saber direito ?.

- Ora para se temido por todos.- Fala Arthur olhando para Gabi.

- E você tá chateado porque eles não gosta da tua aula, parece que você tá no caminho certo para ser diretor.- Fala Gabriela.

- É parece que você tem uma certa razão, até que você sabe das coisas Gabriela.

- Eu sei de várias coisas, eu sei que esse doce tem 5 mil calorias, 152 gramas de carboidrato e 20g de proteínas.- Fala Gabriela passando a língua na colher melada de doce de leite.

- E o quê que isso tem a ver ?.

- Sei lá só sei que tem no potinho escrito na embalagem e também sei que é muito gostoso, toma um pouquinho.

- Não não.

- Toma Arthur para  de ser chato é muito gostoso.- Fala Gabriela colocando uma colher de doce na boca de Arthur.- É ótimo quando a gente tá triste ou deprimido ou na TPM.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...