História Elizzy Cullen - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias As Aventuras de Pi, Saga Crepúsculo
Personagens Alec, Alice Cullen, Angela Weber, Aro Volturi, Bella Swan, Benjamin, Caius Volturi, Carlisle Cullen, Carmen Denali, Charlie Swan, Demetri Volturi, Edward Cullen, Eleazar Denali, Embry Call, Emily Young, Emmett Cullen, Esme Cullen, Felix, Garrett, Irina Denali, Jacob Black, Jane, Jasper Hale, Kate Denali, Leah Clearwater, Marcus Volturi, Paul Lahote, Personagens Originais, Renata, Renesmee Cullen, Rosalie Hale, Seth Clearwater
Tags Elizzy, Esquecida, Vampira
Visualizações 86
Palavras 465
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Notas finais é importante! Você pode ganhar uma capa!

Capítulo 24 - 24X01


Elizzy

Aro não voltou a se comunicar, o que me deixou preocupada e curiosa.

- Nossa, finalmente um sorriso no rosto - Jane disse

- Não tem como não sorrir - Falei 

- Alice está presa no outro lado da ilha, Rose e Emmett estão acampando lá com ela, mandei 10 guardas para ficar de olho. E Volterra foi atacada, está totalmente destruída - Jane me informou e senti meu coração doer por causa de volterra, o lugar mais lindo que já vi

Volterra tinha grandes histórias, pois além de ser uma cidade medieval, tinha histórias dos Volturi. 

- Foi atacado por quantos vampiros? - Perguntei 

- Não se sabe ao certo, mais Demitri acha que seja mais de 200, e diz que talvez não sejam vampiros. Saiu ontem nos jornais e na TV que Volterra foi atacada, vários policias estão tentando descobrir quem programou tudo - Jane respondeu

- Obrigado pelas informações, me leve até Alice - Pedi

Então ela correu e logo fui atrás, Alice estava presa em uma gaiola gigante.

- É feita de grafeno e vibranio, ninguém pode quebrar - Jane falou

- É mais resistente que as do Castelo? - Perguntei

- 300% mais - Respondeu

- Porque as do Castelo não são assim?

- Simplesmente porque demora muito para serem feitas, e não é necessária, o vibranio em si já é indestrutível

- Já pode ir, obrigado pela explicação- Falei e fui até Alice 

- Olá tia - Falei

- No que você se tornou? - Perguntou

- Chega de drama - Falei

- Está rebelde, imprevisível, maléfica, igualzinha a Aro - Ela falou com nojo e a peguei pelo pescoço

- Você não tem direito de pronunciar o nome dele! - Rosnei

Então me segurei para não mata-la. A coloquei no chão e me acalmei.

- Eu tenho um dom muito poderoso, posso voltar no tempo - Falei

-  Quer ajuda né?

- Me explique tudo

- A coisa mais perigosa do mundo é mexer com o tempo, você pode excluir uma história, excluir pessoas, e cada um de seus atos no passado pode interferir o futuro, a maioria das vezes trás consequências devastadoras - Ela explicou

- Qual é o jeito mais seguro para eu treinar esse dom?

- Não treinando

- Mais eu preciso

- Seja cautelosa, e tome o maior  cuidado do mundo. É só...Não se mexer, quando voltar ao passado fica quieta e escondida para o outro você não te ver e se consentre em voltar para o presente. Essa é minha dica - Ela falou chateada

- Não fique chateada

- Você deixou eles para morrer! - Ela falou chorando o seu veneno

- Não me importo, eles não são minha família, sou Elizzy Volturi - Falei indo para a minha barraca do outro lado da ilha

Agora é só treinar. Preciso ser cuidadosa, Alice está certa, mexer com o tempo é a coisa mais perigosa do mundo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...