História Elos - A Jornada de Aziel - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Anime, Deuses, Fantasia, Hentai, Literatura, Magia, Poderes, Romance, Shoujo, Suspense, Teen, Young Adult
Visualizações 1
Palavras 619
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, Hentai, Literatura Feminina, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - De Malas Prontas


O despertador tocando avisa que já são 07:30h, falhando miseravelmente na tarefa para qual foi programado pois ninguém naquela casa havia dormido. Aziel estava muito ansiosa para dormir, depois de prestar o vestibular para uma das maiores universidades do país, Aziel esperou semanas para receber um email informando que ela era a mais nova caloura de História da Universidade, e finalmente o dia da mudança havia chegado, todas as malas estavam prontas, a carta que Aziel havia recebido da Doutora Anabell estava devidamente guardada e o pedido que a acompanhava estava bem vívido em sua mente. 

- Aziel minha querida, estou feliz que você finalmente vai entrar na faculdade que tanto queria. Deixei algumas coisas prontas para você. Aqui, pegue. - Anabell entregou um envelope um tanto grosso para Aziel que logo indagou o que era aquilo. - Minha querida, o envelope que eu acabei de te dar só deve ser aberto quando você estiver no vôo. Ele tem algumas instruções para a sua nova vida na cidade. - A doutora Anabell que já estava pronta para mais um dia de trabalho como curadora do Museu da cidade, se despede de Aziel com o que, para muitos seria um simples e nada sentimental aceno de cabeça, mas para Aziel que havia convivido tempo o suficiente para entender a personalidade de Anabell, aquilo significava muito, e com olhos cheio de admiração e afeto, ela viu a porta se fechar deixando a casa para ela e Xou, seu coelho de estimação, que até onde ela lembrava, sempre estivera com ela. Ela sabia que a doutora não voltaria por alguns dias e provavelmente não estaria em casa para levá-la ao aeroporto, logo a carta fazia bastante sentido para Aziel.

Ao relembrar da doutora, Aziel sentiu o peito pesar e seus olhos percorreram a grande sala da mansão onde morou por três anos. Tudo estava perfeitamente arrumado, a decoração era impecável e o ambiente dava uma sensação de paz e tranquilidade, morar numa cidade afastada sempre foi o sonho da doutora Anabell, apesar de ser de uma família rica, ela tinha os pés no chão, com doutorado e pós doutorado, conquistou seu pequeno império histórico e detinha o cargo de curadora do Museu Vetriniano. Daí é que vinha uma paixão muito grande sobre a história dos viventes e por isso Aziel decidiu seguir os passos de Anabell. Apesar de saber que a doutora tinha contribuído bastante para o gosto por história de Aziel, a mesma sabia que se sentia atraída pelas lendas e contos dos viventes antigos, os contos sobre os deuses que andavam na terra e sobre a sua queda. Sempre tendo estudado em casa, Aziel só tinha a ajuda da internet para solucionar suas questões e a pouca ou quase nenhuma ajuda da doutora que por várias vezes mudava de assunto quando Aziel queria saber mais sobre os deuses das lendas antigas. Sempre atraída pela história, resolveu que iria prestar o vestibular e assim fez, agora estava ali, de malas prontas para o desconhecido novo mundo da cidade grande e de tudo que ela proporcionaria. Ela conseguia pensar em como poderiam ser as festas da Universidade, já havia visto muitos filmes para saber como as pessoas se comportam nesse tipo de evento social, ela também imaginava como tentaria fazer amigos, afinal passou a vida toda, três longo anos, dentro de casa, sem ver ninguém que não fosse a doutora Anabell, mas não era prisioneira, a mansão tinha belos jardins e era rodeada por florestas, então ela tinha muitos lugares para explorar e usar seus poderes. Apesar de quase não usá-los pois a doutora havia proibido. Aziel pensou em muitas coisas, mas ela nunca estaria preparada para o que estaria por vir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...