História Em algum lugar do mundo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias (G)I-DLE, Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Soyeon, Suga, V
Tags Bts, Comedia, Hoseok, Jimin, Jungkook, Namjoon, Romance, Seokjin, Soyeon, Taehyung, Yoongi
Visualizações 10
Palavras 363
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Me perdoem de não ficar bom!
Eu só tive a idéia e vim escrever, não tem nenhum planejamento por trás então eu não sei o que vai ser daqui pra frente!
Só espero que gostem.

Capítulo 1 - Epílogo


Fanfic / Fanfiction Em algum lugar do mundo - Capítulo 1 - Epílogo

São Paulo, Brasil

- Você nunca vai tomar jeito? - Minha mãe gritou mostrando o quão brava estava. - Já chega, você vai para um colégio interno!

- Como assim um colégio interno? Não tem colégios internos em São Paulo. 

- É exatamente por isso que você vai para a Suíça! Seu vôo foi agendado, se despeça das suas amigas e faça suas malas, você viaja semana que vem. - Sem que eu tivesse a chance de responder, ela saiu me deixando sozinha em meu quarto.

Essa não foi a primeira briga que tive com a minha mãe, Jeon Lauren É uma pessoa difícil de lidar, e eu já havia me acostumado com isso. Ela já estava com essa idéia de Internato há alguns meses, desde que ela decidiu que não quer mais ter a responsabilidade de criar uma filha. O único problema foi que desta vez, ela falou realmente sério, eu seria obrigada a ir para a Suíça, e ficar presa em uma espécie de escola

Será que não tem como fugir disso? Não é possível que não tenha escolha, eu não vou para a Suíça, isso é fato, mas se eu não vou para lá, para onde eu vou?

Passei algumas horas pensando, até me cansar e ligar a televisão, coloquei no Youtube e deixei que as músicas tocassem aleatóriamente. E foi quando começou a tocar Fire do Bts, que eu tive a idéia que mudaria meu futuro.

[...]

Aeroporto de Congonha. São Paulo, Brazil.

*Chamada 108. Destino: Seul, Coréia do Sul.*

Ouvi a voz no auto-falante, aquele era meu vôo, puxei minha mala de rodinhas e pendurei uma das alças da minha mochila no meu ombro. Segui até o portão de embarque e logo pude entrar no avião.

As 26 horas de viagem começavam, junto com uma nova fase da minha vida, aonde eu não sabia o que estava fazendo, e nem queria saber, só queria chegar logo em Seul.

- Tchau Brasil! - Disse baixo olhando pela janela. - Talvez um dia eu volte. - Deitei minha cabeça no banco e coloquei meus fones de ouvido, não poderia dar tempo para que minha cabeça criasse pensamentos que contradizessem o que eu de fato queria fazer.

Eu não poderia desistir, não agora.




Notas Finais


O que acharam?
Contem para mimmm!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...