História Em apenas uma noite. - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Big Bang
Personagens G-Dragon, Taeyang
Tags Abo, Big Bang, Casamento-forcado, G- Dragn
Visualizações 47
Palavras 1.805
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


BOA LEITURA.

Capítulo 19 - Vestígio de batom.


Fanfic / Fanfiction Em apenas uma noite. - Capítulo 19 - Vestígio de batom.

Era três da manhã quando Selene chegou em casa, tudo estava desligado então ela subiu direto para o quarto e o adentrou percebendo que Jiyong já estava mesmo dormindo, ela acreditava que sim. Então ela pegou uma muda de roupas e seguiu para o banheiro, apesar de já ter tomado banho com Taeyang, ela achou melhor tomar outro para ter certeza de que retirou o cheiro do alfa de seu corpo.

Assim que retornou para o quarto ela logo se deitou tentando não fazer barulho ou se mexer muito para acordar o alfa ao seu lado. Mas na verdade Jiyong estava atento a tudo ali. E como estava cansada pela noite maravilhosa que teve com Taeyang, não demorou para a ômega dormi.

...

Como havia chego tarde à noite passada, Selene acabou acordando perto do almoço. Sendo domingo Jiyong estava em casa e como acordou mais cedo que a ômega, já havia tomado seu café e assistia tv na sala para se distrair.

Selene, após tomar um banho, desceu e ainda das escadas viu o marido na sala.

- bom dia, chegou tarde ontem.

A ômega sorriu de forma disfarçada e o respondeu – sim, fazia um bom tempo que eu não chegava em casa tarde, quer dizer tirando aqueles eventos em que vamos juntos.

- por falar nisso – ele se levantou e foi até ela – temos mais um essa noite, desculpa não ter te avisado antes, eu iria falar ontem, mas você saiu e eu até acabei esquecendo.

- tudo bem, esse evento é de que?

- aniversario da empresa, basicamente o mesmo de sempre, empresários, investidores, artistas, essas coisas.

- que horas temos que ir?

- às 19h.

- tudo bem, vou estar pronta.

Ela seguiu para a cozinha e ele foi atrás dela.

- vai tomar café?

- vou, sabe que eu não consigo comer sem ter tomado café antes.

- é mesmo... quer companhia?

- não, tudo bem, pode voltar para seu programa... vou ligar para sua mãe para saber das crianças.

- tudo bem.

Então ele se retirou da cozinha e Selene foi preparar seu café já com o telefone no ouvido.

...

Como a ômega ficou sabendo da festa um pouco tarde, teve que correr para se preparar para a mesma. Foi uma correria, salão, loja de vestidos, sapatos, acessórios, era sempre assim, até que ela já tinha se acostumado com aquilo.

Então depois de passar o dia de um lado para o outro ela se via em frente ao espelho do quarto dando os últimos retoques em sua roupa e maquiagem.

- pronta?

- só um minuto.

Ela retocou o batom, pegou sua bolça e foi até o alfa ajeitando sua gravata.

- você não percebeu que estava torna né?

- não e eu acabei de olhar, ela estava perfeita.

Selene sorriu e passou a mão pelo terno dele como se estivesse limpando o mesmo.

- vamos?

- olha – ela olhou para trás quando ele falou – seu vestido não esta um pouco de mais?

- como assim?

- esse decote, não parece meio exagerado?

Selene baixou a cabeça olhando para seu vestido não vendo nada de errado ali.

- mas eu já usei modelos assim antes e você nunca disse nada.

Jiyong ficou visivelmente envergonhado com a observação da ômega, tanto que ele passou a mão na nuca e olhou para baixo.

- olha não sei o que aconteceu pra você reparar no meu vestido justo hoje, mas se quiser eu troco, não quero fazer nada que chame a atenção dos outros, você sabe disso.

- não tudo bem, eu só o achei um pouco mais aberto que os que você costuma usar e pensei que talvez fosse se sentir desconfortável, eu sei que não gosta de roupas curtas, muito decotadas e apertadas.

- ah sim, não tudo bem, esse esta ótimo, esta do meu gosto, agora vamos.

Selene desceu na frente enquanto Jiyong se condenava internamente pelo o que tinha dito tão de repente sobre a roupa dela.

...

- nossa esse ano eles capricharam na comemoração do aniversario da empresa.

Selene disse olhando ao redor do enorme salão de festas de um dos hotéis mais luxuosos de Seul, o lugar estava cheio, na verdade bem mais cheio que no ano anterior.

- é impressão minha ou esse ano tem mais pessoas?

- não é impressão sua, esse ano recebemos novos investidores inclusive novos sócios... já vi alguns mais antigos, vamos até eles os cumprimentar.

A ômega assentiu e caminhou ao lado do marido tendo seus braços entrelaçados.

Bom à noite foi como sempre era nesses eventos, Selene desfilou com Jiyong por todo o salão cumprimentando tanto amigos de seu marido quanto os sócios e empresários do ramo. Até que uma presença inesperada lhe roubou o sossego.

- desculpem a demora.

- finalmente chegou.

Jiyong abraçou Taeyang que não tirava os olhos de Selene e a mesma o olhava sem jeito e até mesmo com medo.

- boa noite Selene.

- oi, boa noite... não sabia que estaria aqui.

- eu me esqueci de lhe contar, Taeyang comprou algumas ações da empresa quando voltou para a coreia.

- é não são tantas quanto às do seu marido, mas elas dão para o gasto.

- legal... vocês podem me dar licença?, preciso ir ao banheiro.

Os alfas assentiram e Selene se retirou meio sem jeito com aquela situação.

...

No banheiro a ômega se olhava no espelho e tentava se acalmar a presença inesperada de Taeyang ali despertou um medo nela, como se pudesse ser descoberta, ela estava tão aflita que não tinha como esconder de ninguém e agradeceu que o banheiro estava vazio.

Mas infelizmente ela tinha que voltar para a festa e após respirar fundo mais algumas vezes ela tomou coragem saindo do banheiro. Mas enquanto ia em direção ao salão, seu braço foi puxado por entre uma passagem que havia ali, que levava para outro lugar.

Ela se assustou mais logo percebeu quem era.

- o que está fazendo?

- sei que você ficou muito surpresa comigo aqui.. desculpa eu deveria ter contado antes.

- acho que aqui não é lugar para nós conversarmos.

- esta com raiva de mim?

- oppa por favor, aqui não.

Ele foi dando passos em direção a ela e a mesma recuava, mas acabou batendo na parede e o alfa colocou um de seus braços entre ela e a parede e foi em direção ao pescoço dela cheirando aquela região.

- você está tão linda, tão cheirosa, meu lobo fica louco.

Selene respirou fundo, mas não podia negar que também estava se sentindo louco para atacar o alfa.

- já disse aqui não é lugar para isso.

- então apenas me diga se esta com raiva ou não.

Ele beijou o pescoço dela e sem querer a ômega soltou um suspirou mais parecido com um gemido que só ele podia ouvir.

- não estou com raiva, estou apenas surpresa, sei lá fiquei com medo quando te vi.

Ele voltou a olhar para ela e sorriu – eu nunca te colocaria em perigo assim, não quero te perder, vamos conversar melhor outra hora, tudo bem? – ela assentiu e ele passou o polegar nos lábios dela – como eu posso resistir a você?

- para, estamos em um local muito perigoso para fazermos isso.

- só um beijinho, por favor.

Ela sorriu pela forma fofa como ele pediu e não pôde resistir.

- tudo bem, apenas um, rapidinho.

Mas não foi rapidinho, Taeyang literalmente atacou os lábios de Selene segurando o rosto da ômega para que ela não tentasse escapar dele, enquanto isso ela segurava nos pulsos não para se soltar, mas sim se apoiar, porque Selene em tão pouco tempo já era louca pelos lábios do mais velho e adorava quando o mesmo a beijava daquele jeito.

Taeyang terminou o beijo mordendo os lábios da ômega fazendo a mesma sorrir.

- você mentiu, não foi rapidinho.

- desculpa, eu não resisti, você esta tão sexy nesse vestido e tão linda ao mesmo tempo.

- muito obrigada, agora tenho que retocar meu batom e você precisa limpar sua boca também.

- acho que eu prefiro andar por ai com seu batom nos meus lábios.

- é serio, vai limpar isso... depois nos falamos.

Selene retornou para o banheiro para então retornar para a festa.

...

- onde estava?

Jiyong perguntou ao ver o amigo se aproximar.

- apenas falando com algumas pessoas conhecidas.

Na mesma hora Selene retornou para perto do marido.

- o que é isso em você? – Jiyong se aproximou do amigo e passou o dedo no canto da boca dele – é batom? – Selene não quis olhar para Taeyang e o mais velho olhou para ela ficando nervoso – você estava com apenas uma pessoa conhecida não é mesmo?

Jiyong falou de forma maliciosa e Taeyang confirmou sorrindo sem jeito.

- não vamos falar sobre isso na frente da sua esposa.

- tem razão.

Enquanto os alfas sorriam de forma brincalhona, Selene sorriu sem jeito apenas para disfarçar.

...

- nossa essa festa parece que foi a mais longa de todas.

Jiyong disse tirando a parte de cima do terno e colocando na cama, logo olhando para o relógio vendo que o mesmo marcava duas da manhã.

- é foi mesmo, acho que pela quantidade de pessoas dessa vez.

Selene estava em frente ao espelho retirando seus acessórios e soltando o cabelo.

- quer comer alguma coisa?... a comida de lá não estava tão boa assim e eu percebi que você nem comeu direito.

- vou tomar um banho e preparar um sanduiche mesmo, você quer?

- claro.

Selene entrou no banheiro e depois de tomar um banho apenas para se refrescar ela saiu de lá já vestida e quando voltou ao quarto viu Jiyong perto de suas coisas.

- esse batom – ele o levantou fazendo a ômega olha- ló mais claramente – é igual ao que estava na boca de Taeyang.

Por um momento a mente de Selene congelou, nem respirar ela conseguia, seu coração acelerou e por pouco ela quase desmaia.

- ele deve estar na moda.

Ela voltou a respirar e concordou.

- sim, quando o comprei a vendedora disse que era de uma nova coleção e que estava fazendo sucesso, tanto que já estava até acabando o estoque dele.

- legal – ele colocou o batom no lugar e pegou sua tolha – vou me refrescar também, já vai descer para a cozinha?

- vou, assim já vai estar pronto quando você sair.

- tudo bem, obrigado.

Assim que Jiyong entrou e se trancou no banheiro, Selene se abaixou no chão apertando suas mãos com força e suspirando de medo, Jiyong sabia que Selene tinha conhecimento dos casos dele e o alfa nunca demonstrou ter medo disso, mas porque Selene tinha tanto medo de que Jiyong descobrisse que agora era ela quem estava tendo encontros com outra pessoa?

 

 


Notas Finais


Para quem ainda não viu eu lançei uma fic nova.

EXO - Park Chanyeol: https://www.spiritfanfiction.com/historia/a-empregada-do-alfa-17716463

E lançei também a segunda temporada de MEU CORPO E MEU CORAÇÃO: https://www.spiritfanfiction.com/historia/apenas-mais-uma-chance-17818570

OBRIGADA POR LER.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...