História Em busca da foto perfeita - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amigos, Amor Proibido, Confusão, Família, Fotógrafo, Lésbica, Point Of View, Romance, Traição
Visualizações 1
Palavras 1.051
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


demorei, mas voltei!
e com essa fic que amo!!!
obrigada por ler <3

Capítulo 5 - Chuveiro


Eu e a Izabella acabamos dormindo, e sem dúvida foi à melhor noite de sono que eu já tive na vida.

No dia seguinte acordei bem cedo, e fiquei admirando o rosto dela, o sol batia nas cortinas brancas do quarto o deixando claro, e iluminava mais ainda os cabelos louros da Iza. Ela era muito linda mesmo, apenas parei de observá-la quando ela acordou, olhou nos meus olhos, e me deu um abraço, e com uma voz baixa e calma me disse:

-Bom dia Jean

-Bom dia princesa, dormiu bem?

-Melhor impossível, me sinto muito bem! E você?

-Nunca estive melhor, acho que já deveríamos começar a se aprontar, logo temos que estar lá no Studio...

-Claro, vamos tomar um banho?

-De novo é?

-Ontem eu não aproveitei da maneira que deveria

-O que quer dizer com isso? Hahaha

-Vem que eu te mostro!

Ela me puxou pro banheiro, entramos de baixo do chuveiro, a garota me deu um beijo, não um beijo qualquer, O BEIJO! Eu segurei forte naquele corpo de boneca, os lábios dela se casaram com os meus, depois de um tempo já estávamos sem fôlego, e então partimos pra melhor parte, eu e ela ficamos mais uma vez, Até que enfim eu transei de novo, 2 dias seguidos, nem lembrava mais o tanto que era bom.

Eu e a Iza saímos do banho e pedimos um uber para irmos até o Studio, e quando chegamos lá, fui para o meu canto e a Iza para o dela. Em alguns momentos do dia eu parava meu trabalho para vê-la de longe, não conseguia acreditar que tinha passado a noite com ela, e que ela me escolheu no lugar da namorada dela, que era outra gata!

No meu horário de descanso liguei para minha mãe pra dar noticia, antes que ela começasse a me procurar como desaparecido:

-Oi mãe

-Oi Jean, onde você ta? ESQUECEU QUE TEM CASA?

-O Bernardo não avisou?

-Avisou o que?

-Eu sai ontem, fui me encontrar com uma amiga

-Que amiga? Que encontro pra demorar tanto assim?

-É uma moça aqui do meu trabalho, é que tava tarde pra eu ir pra casa acabei dormindo no apartamento dela mesmo

-Jean o que a menina vai pensar? Você avisa antes da próxima vez, porque seu irmão não deu recado nenhum

-Obvio que ele não deu, ele gosta de me ferrar

-Olha lá hein, não fala assim do teu irmão.

-Mãe ele mal para em casa e você vem brigar comigo.

-Não estou brigando, só estou falando pra avisar, eu conheço seu irmão e sei que ele sai pra vadiar por ai e chega no outro dia, mas você não é disso, fico preocupada.

-Tabom mãe, tenho que voltar a trabalhar agora, tchau

-tchau

Voltei para o trabalho, pensei o dia todo na Iza com aquela lingerie de ontem, que mulher

Point of view Iza:

Eu acabei adormecendo nos braços dele, e me senti segura, me sinto feliz, leve, me senti tudo!

No dia seguinte, acordei, Jean me observava, o sol iluminava seus olhos castanhos, os fazendo brilhar, eu dei-lhe um abraço e disse:

-Bom dia Jean

-Bom dia princesa, dormiu bem?

-Melhor impossível, me sinto muito bem! E você?

-Nunca estive melhor, acho que já deveríamos começar a se aprontar, logo temos que estar lá no Studio...

-Claro, vamos tomar um banho?

-De novo é?

-Ontem eu não aproveitei da maneira que deveria

-O que quer dizer com isso? Hahaha

-Vem que eu te mostro!

Puxei-o pro chuveiro comigo, e dei um beijo gostoso nele, que me segurou bem apertado, me deixando mais ofegante, eu já estava explodindo, fomos para a parte boa, cada toque dele em meu corpo me provocava arrepios enormes, eu nunca tinha sentido isso com a Cami, será que eu não tinha tanta química com ela? Será que no fundo eu era hétero mesmo? Enchi-me de dúvidas, quais não poderiam ser respondidas por mim no momento.

Saímos do banho e pedimos um uber até o Studio, assim que chegamos lá, fui para o meu trabalho e o Jean para o dele, quando entrei na sala, Yara já estava á minha espera:

-Bom dia Querida!!!!

-Bom dia Influencer preferida, me desculpe o atraso, eu tive uns problemas em casa

-Eram problemas de faxina?

-Faxina? Não por quê?

-Porque você chegou de uber com o faxineiro, pensei que ele tava te ajudando com a limpeza

-Ahh é o Jean, é que eu o vi por perto, e perguntei se ele não queria vir também (fiquei super sem-graça com a piadinha da Yara)

-Seiiiiiiii dona Izabella, bom, borá para as fotos!!!!

-Bora!!

Notei que o Jean me observava, eu não conseguia olhar pra ele, eu estava com vergonha, já que trabalhávamos  no mesmo lugar, e depois de toda a sacanagem que a gente fez, eu estava com vergonha, porque ele era o único que tava me conhecendo de verdade ali. Querendo ou não eu já tinha me envolvido.

Mesmo que meus pais não tinham contato comigo, enviei uma mensagem de áudio ao meu pai:

“-Oi Pai, sei que você e minha mãe ainda devem me odiar, mas quero que saibam que, eu e a Camila não namoramos mais, na verdade, ela não conseguiu lidar com o fato de eu fotografar melhor que ela, eu fui promovida aqui no Studio onde eu trabalho, então estou pagando meu apartamento sozinha, e, eu conheci um rapaz, creio que vamos nos dar bem, espero que voltem a falar comigo, e que um dia venham me visitar, eu amo vocês!”

Alguns minutos depois meu pai me enviou outra mensagem de voz:

“-Ola filha, não nos esquecemos de você, e ficamos muito felizes como fato de você ter entendido que aquela mulher e você não iam dar certo, ficamos orgulhosos de ter um apartamento seu, e de estar trabalhando bem, e tomara que nos apresente o rapaz, sua mãe tem passado por crises de depressão, ela está tomando alguns medicamentos, mas assim que ela se sentir melhor iremos te visitar, te amamos filha”

Eu não poderia estar mais feliz, parece até que a Camila era um peso na minha vida, depois que ela saiu tudo começou a dar certo, eu fui promovida, estou vivendo esse romance doido, meus pais me perdoaram. Realmente, ela tinha algo ruim dentro de si.

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...