História Em busca da luz - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Amor, Bangtanboys, Bts, Drama, Jikook, Jimin!bottom, Jungkook!top, Kookmin, Namjin, Romance, Sexo, Taeyoonseok
Visualizações 36
Palavras 687
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção Científica, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - Capítulo 16


Fanfic / Fanfiction Em busca da luz - Capítulo 17 - Capítulo 16

Pov jungkook 

 

Resolvi trabalhar em casa hoje pois não estava afim de ir para a delegacia. Já estava muito frustrado pois não conseguia descobrir mais nada do assassinato, era tão difícil encontrar uma pista do assassino, ele era muito cauteloso.

 

Depois de longo tempo procurando pistas através das fotos da cena do crime, escuto a campainha tocar, e vou atender. Abri a porta e fico muito feliz em vê ele, era jimin. Mas minha felicidade diminui quando percebo que ele não estava sozinho. Assim que olhei o outro rapaz, reconheci imediatamente, ele era a pessoa que interroguei na cena do crime.

 

— podemos entrar?— jimin me tira dos meus pensamentos. Percebi que havia passado um tempo encarando eles.

 

— ah claro, pode sim— abro mais a porta— entrem.

 

Eles entram, jimin passa por mim e nem me olha, já o outro garoto, passa por mim e me olha com uma careta. Que eu me lembre, não fiz nada para ele me olhar com essa cara mas tudo bem. 

 

Eles se sentam no sofá e eu me sento em uma das poltronas. Eu estava feliz, pois pela primeira vez jimin veio por vontade própria para cá, mas estava curioso para saber o motivo.

 

— e então— eles olham para mim— em que posso ajudá-los?— tento ser educado e o garoto perto de jimin revira os olhos, eu acho que ele não vai com a minha cara.

 

— é o seguinte Jeon— começo a prestar atenção no que jimin dizia— preciso que o suga hyung fique aqui com você.

 

Suga hyung? Deve ser o garoto.

 

— ficar comigo?— falo espantado.

 

— é né, você é surdo por acaso?— suga fala grosseiramente.

 

— suga hyung! Não seja mal educado com ele, nós precisamos de sua ajuda— jimin repreende.

 

— foi mal— eu não sabia se ele estava se desculpando para mim ou para jimin, acho que era para o jimin.

 

— tudo bem, mesmo ele me tratando mal, eu irie ajudar— dou um sorriso e suga mais uma vez revira os olhos.

 

— obrigado Jeon— jimin da um pequeno sorriso. Mesmo sendo pequeno, me deixou muito feliz.

 

— mas porque ele tem que ficar comigo?— volto ao assunto.

 

— eu não posso falar agora— ele olha bem no fundo dos meus olhos— preciso que confie em mim e cuide dele.

 

Eu não poderia negar o pedido, afinal era jimin que estava pedindo.

 

— tá bom— suspiro— vou deixar ele ficar aqui em casa.

 

— obrigado— fiquei surpreso pois foi a segunda vez que ele sorriu— então pronto, suga hyung, não faça nada de errado.

 

— eu sei jiminie, e não fale comigo como se eu fosse uma criança, eu sou o mais velho aqui— fala autoritário e jimin ri baixo.

 

— tá bom— olha pra mim— conto com você Jeon.

 

— aham, tá certo, irei fazer meu melhor— sorriu.

 

— era só isso mesmo— se levanta— até mais, suga hyung, Jeon.

 

— até— eu e suga respondemos juntos.

 

Depois disso jimin vai embora, ficamos só eu e o suga na sala. Era extremamente estranho o clima, ele parecia não gostar de mim, e eu estava com medo de puxar assunto. Ele virá pra mim e resolve quebrar o silêncio.

 

— você gosta do jimin né— me surpreendo, acabei corando com sua afirmação.

 

— gosto... como pessoa— menti, eu gostava mais que isso.

 

— não é disso que estou falando, seu idiota— nossa como ele é bruto.— estou falando no sentido romântico.

 

— c-claro que não— falo nervoso, menti mais uma vez, eu gostava sim.

 

— hum... sei— ele não parece ter acreditado— mas isso não importa, só quero que você saiba, que o jimin é meu, e você não pode tirá-lo de mim— da um sorriso sacana.

 

Ele não me espera responder e sai da sala para algum canto da casa. Que cara metido, fiquei irritado, jimin não é dele, jimin é meu. Percebi oque havia pensado e corei, não pense besteira jungkook, bati na minha testa, jimin não é de ninguém.

 

Mas porque será que jimin pediu para ele ficar aqui? De onde será que eles se conhecem? Qual deve ser o relacionamento dele dois? Era algumas das perguntas que não saiam da minha cabeça. Eu realmente estava confuso com toda essa situação.


Notas Finais


Gostaram???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...