História Em busca das memorias da Cerejeira (Sasusaku) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kizashi Haruno, Mebuki Haruno, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Acidentes, Amizade, Amor, Arrependimento, Choros, Desespero, Drogas, Naruto, Nejiten, Perca De Memoria, Saino, Sakura, Sasuke, Sasusaku, Shikatema, Sofrimento
Visualizações 384
Palavras 1.319
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capitulo...
Espero que gostem.

Capítulo 4 - Aos poucos


Fanfic / Fanfiction Em busca das memorias da Cerejeira (Sasusaku) - Capítulo 4 - Aos poucos

Passar o tempo com as meninas era bom, bem melhor do que ficar em casa, apesar de serem sem noção são legais, fico me perguntando se eu era também assim... Imagine seria uma tortura por completo, não e toa que... Que? Eu tinha certeza que sabia, que o que mesmo?

Clang!, blém!, blém!

Era de manhazinha, ouvia alguns barulhos, eu não avio dormido só peguei no cochilo, me levantei rumo à cozinha, e fico em silencio observando Ino e Hinata conversarem.

-Hinata, você não sente remoço da Sakura?

-Na verdade não, ela não tem culpa do que aconteceu comigo e com o loiro.

-Eu sei mais, não que eu queira colocar uma contra a outra, mas foi por causa dela que vocês terminaram.

-Ela não tem culpa, que o loiro dos infernos gosta ou gostava dela, e que só ficou comigo para ficar perto dela enquanto saímos em casais!

-E pensar que ele te usou para se aproximar dela...

A conversa foi interrompida por Tenten que vinha animada.

-Fala galerinha, cheguei com fome, quero comida, muita comida... Oi Sakura o que faz ai escondida?

Ela chega cantando e ainda tinha que fazer as meninas olharem para mim? Ou ao menos poderia ficado em silencio, Mitsashi você me paga...

-A não e nada, e que eu me levantei e não queria atrapalhar a conversa das duas.

-O que você ouviu? (Respiro fundo, e respondo para a Hinata).

-Eu só ouvir você falar de um loiro, eu não intendi muito bem, quem era ele?

-UM COMPLETO IDIOTA, ARROMBADO DO CARALHO!

Eu vi a Hinata gritar? Mentira! Passei a tarde inteira mais ela e nenhum momento ela gritou, mas só foi falar do loiro, eu quase que fico surda...

-Sakura outra hora agente te conta o que ouve agora nos vamos COMER, QUE EU ESTOU COM FOME, MUITA FOME...

-O dia nem começou e você já quer comer Tenten?

-Comida e vida, vida e encher a barriga.

-Você vai acabar ficando gorda Tenten! (Todas nos balançamos as cabeças positiva essa garota não engorda de ruim, como e possível, ontem ela passou a tarde inteira comendo e a noite só parou de comer na hora de dormi, sem contar que eu a ouvi gritar a noite “Comida, eu quero muita comida, me deem toda a sua comida”, ela fanática por comida?).

Sentamo-nos nas cadeiras, e ficamos nos servindo o café da manha.

-A proposito Sakura, o que acha de ir para universidade mais nos?

-Eu estava à procura de uma, queria terminar a minha já que comecei em Paris.

-Que faculdade você fazia?

-Medicina.

Todas ficaram serias e se olharam e Ino falou:

-Você sempre quis fazer medicina! E como adivinhou?

-Eu não sei, quando eu ouvir esse nome eu tive certeza que era isso que eu queria.

Um sorrisinho sem graça surgiu em nossas caras.

-E você aceita ir com nos? (Perguntava à loira enquanto aguardava ansiosa pela resposta).

-Claro, a proposito que faculdade vocês fazem?

-EU FAÇO PSICOLOGIA! (Falou Ino empolgada, ela ama falar de si, pelo menos e o que parece).

-Eu faço oftalmologia (disse Hinata animada).

-Eu faço Culinária...

Todas olharam para Tenten, sem palavras, o jeito fui eu falar algo.

-Serio Tenten?

-Não, eu tentei fazer, mas eu só comia então fui expulsa das aulas, e então eu resolvi fazer engenharia mecânica.

-Bem típico de a sua cara comer a comida invés de preparar.

Gargalhamos nós ao terminar o café fomos para o carro da Hinata, segundo as meninas a família dela e podre de rica, fui direto a faculdade, eu fui à direção conversar sobre minha volta para lá, eu passei por alguns testes e conseguir passar em cheio, fui direcionada a uma sala, adentro e fico olhando tudo ao redor.

-Vejo que temos uma nova aluna.

Disse uma mulher de cabelos curto pretos.

-Eu sou a Shizune e qual o seu nome?

Eu fiquei paralisada sem duvidas eu já estive aqui, já vi essas pessoas, mas quem são eles? Continuo a olhar ao redor, vou andando até a professora, respiro bem fundo.

-Sou Sakura Haruno...

-Muito bem, sente-se que vou prosseguir com a aula.

O tempo passou rápido, lembranças circulavam em minha cabeça, ao final da aula eu sair correndo, no qual deixou todos sem entender, não e comum ver uma garota de cabelos rosa sair correndo...

Fui em direção ao banheiro, pelo menos parei em frente a uma placa “Ela” geralmente indica o banheiro feminino, entro em um deles, fecho a tampa da privada e sento encima e começo a chorar, não sei o bem o porquê, mas acho que tem haver de muitas lembranças tumultuando, embaraçando...

Meninas on

Estava no intervalo, hora de lanchar, era a melhor hora para Tenten que insiste em comer por quatro, mal perceberam que Sakura não estava por perto, até Hinata perguntar.

-Alguém viu a Sakura?

-A SAKURA! AVIAMOS-NOS ESQUECIDO DELA!

Gritava Ino enquanto balançava Tenten.

-O que vamos fazer?

-VAMOS PROCURAR A SAKURA?

-VAMOS... (Hinata e Tenten gritaram enquanto se levantavam).

Sakura on

O cansaço de sempre chorar já grudou em mim, desde que perdi minha memoria eu virei bipolar por causa dos remédios que eu tomava sem saber, culpa da minha tia, aquela velha chata que me fez odiar Paris, em alguns momentos eu me lembrava de algo e no dia seguinte não sabia de nada, em relação ao estudo eu nunca desaprendia pelo contrario em minha mente sempre sobrava espaço para o estudo.

Limpo minhas lagrimas e pego um pequeno diário que eu guardava em minha roupa, eu só o tiro para toma banho...

Eu comecei a anotar o que eu me lembrava, coisa que não e muito comum de se ver, mas servia bastante, geralmente eu escrevia frases de minhas lembranças, e o mais comum era nomes, abri o meu diário.

 

Introdução:

“Descobrir que eu tomava um tipo de droga que inativa o hipocampo, descobrir isso quando pela primeira vez minha tia me deixou sozinha, a fome me bateu, a procura de comida me fez ir até a cozinha onde pela primeira vez abrir aquele armário, minha tia nunca deixava abrir, olho tintim por tintim até ver uma embalagem estranha, -“desativa os traumas, memorias do hipoca”...”

 

Respiro fundo, sempre que leio a introdução começo a chorar, quem diria que eu seria drogada por 2 anos e 11 meses? E se eu não descobrisse seria até quando?

 

Viro mais uma pagina

 

“Ex.ª namorado”

“Sasuke uchiha”

“Lembrança”

“-Você está bem?”

“Eu era bem pequena nesse dia, creio que foi primeira vez que o vi eu parei de chorar, falei que estava tudo bem e em seguida sei um beijo em sua Buchecha e sair correndo”.

 

Viro mais uma pagina.

 

“Melhor amiga”

Ino Yamanaka

“Lembrança”

“-Testa de marquise”.

“Lembro-me que nesse dia estávamos disputando, e como sempre ela falava essa frase para me incentivar, quem diria que essa loira viraria minha melhor amiga?”.

 

Fecho o diário, nem se quer dando oportunidades ao resto escrito, mas toda vez que eu leio a vontade de chorar-me invade por completo, só me resta sair daqui, levanto-me em direção a saída, o choro já avia parado, ao abrir a porta dou de cara com um loiro que me encara quase me engolindo.

-Sa-Sa-Sakura-chan? (ele usou o sufixo? Então ele deve ser...).

-Não precisa gaguejar. (Loiro... olhos azuis, já devo ter ouvido ou lido sobre essa discrição).

-VOCE VOLTOU. (Ele gritou dando-me um grande abraço, okay que eu detesto abraços, mas os que eu estou recebendo ultimamente estão me fazendo feliz). -Quanto tempo...

-Há, é... (Respiro fundo) - quem e você?

Os olhos do loiro aguaram, ele se virou e saiu correndo, provavelmente chorando.

-EI ESPERA... Pelo menos diga o seu nome.

Ele não me ouviu, olho para traz e vejo Hinata com a cabeça baixa e sai correndo também, o que há com essas pessoas? E o que aconteceu entre eles? Por que choravam? Sinto cheiro de conversa mal resolvida entre eles...


Notas Finais


Boom foi isso.
Obrigada por lê até aqui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...