1. Spirit Fanfics >
  2. Em busca de uma nova era. Parte 1 >
  3. A Busca...

História Em busca de uma nova era. Parte 1 - Capítulo 48


Escrita por:


Notas do Autor


Olá queridos Leitores. Tudo Bom com vocês?

Cá estou com mais um capitulo.
Esse é o cap mais aguardado por todos.

Enfim, sem enrolação, Fiquem com o capitulo.

Me desculpem os Erros e Boa leitura!

Capítulo 48 - A Busca...


 

Pov. Kion...

Eu não tenho palavras para expressar a raiva que eu estou sentido agora, a primeira vez eu tolerei, mas essa eu não vou tolerar. Ele não só tentou contra a minha vida duas vezes, como também tentou contra a minha família e a Rani. Agora chega.

_ isso foi o que eu imaginei.

? : por favor, não nós matem.

_ eu não vou, mas isso quem vai decidir é o FBI.

Eu vi os meus pais e a Kiara se aproximando. Eu peguei meu celular e liguei para o FBI.

_ oi, eu quero informar um atentado contra mim novamente. Três homens invadiram a minha casa e tentaram me matar.

? : ok, quem é você e onde você mora.

_ Kion Martinez King, e moro na Rua Pride Lands.

? : ok, eu vou mandar uma equipe para o local.

Olhei para os olhos dos dois caídos no chão, eles estavam completamente cheios de medo, não seria a toa, já que tem duas armas apontando para a cabeça deles.

_ Kiara. – eu a chamei.

Kiara: o que foi.

_ pega duas algemas para mim no meu quarto. – falei no ouvido da Kiara.

Kiara: está bem. – ela subiu para o meu quarto e depois de uns minutinhos ela voltou.

Kiara: aqui.  – me entregou as algemas.

Nala: Kion?! Onde arranjou essas algemas.

_ não importa. – eu peguei e algemei os dois e prendi os dois na escadaria.

_ eu já volto. – subi para o meu quarto.

Liguei para o Ono.

_ espero que ele ainda esteja acordado.

Ono: oi Kion, o que ouve? Por que tá ligando a essa hora?

_ Enzi tentou me matar novamente, mas o medroso mandou três homens fazerem isso! Olha Ono, eu vou informar o Talib para que ache esse cara, porque se eu achar primeiro ele não vai conhecer o sistema penitenciário do FBI e sim um caixão.

Ono: entendo Kion, inclusive eu consegui roubar o sinal daquele rastreador.

_ isso é bom, podemos resolver isso amanhã.

Ono: ok, eu vou informar a guarda.

_ não avise os guardiões, isso é uma guerra minha.

Ono: não vou informar.

_ ok, logo o FBI vai chegar aqui em casa.

Ono: o FBI?! Mas Kion.

_ eu sei o que está pensando, mas eu tenho uma ideia para isso, vou dizer que me passaram o Número do FBI por conta do que ouve semana passada.

Ono: é... Uma boa ideia e uma boa escapada.

_ sim. Falando nisso eles chegaram.

Ono: ok resolve isso ai eu vou dormir.

_ ok. Boa noite. – desliguei e desci para a sala.

Para a minha sorte quem veio com a equipe foi o Talib, acho que ele soube da informação e decidiu vim junto.

_ boa noite.

Talib: boa noite Senhor Kion, vejo que ouve um probleminha de novo.

_ é o que parece né?

Talib: foram quantos?

_ três homens. Um deles eu matei! – ele olhou para mim surpreso, afinal ele sabe que eu não gosto de matar ninguém.

_ desculpa senhor, ele estava fazendo meus pais de refém, foi uma reação minha.

Talib: tudo bem, nesse casso seu você estava em legitima defesa, não vai ter problema desde que a arma que você usou seja registrada. Ela é?

_ a pistola que eu atirei sim, agora a que eu feri um daqueles ali não é, eu peguei de um deles.

Talib: ok. – ele fez sinal para dois agentes pegarem os dois homens presos na escada.

_ as chaves das algemas. – entreguei ao Talib.

Talib: obrigado.

Os agentes levaram os dois homens para o camburão e depois veio outros agentes buscarem o outro que já estava morto, esse foi levado em um saco preto.

Depois de um tempo eu fiz alguns depoimento, depois eu pedi para falar com a Talib emblx particular.

_ olha Talib... Eu nunca falei isso e também espero nunca mais falar, mas é melhor que você encontre o Enzi antes de mim e da guarda, porque se eu encontrar primeiro Talib, você  pode ter certeza que eu vou mata-lo.

Talib: eu imaginei que ia dizer isso. E me surpreende que já não tenha feito isso... Meus agentes já estão atrás do Enzi, mas nenhum deles consegue fazer o que você e a guarda conseguem. Eu tenho certeza que você achara o Enzi primeiro que qualquer um.

_ sendo assim você sabe o que eu vou fazer. Ele não só tentou me matar duas vezes como também tentou matar meus pais e também a Rani que não tem nada há ver com a história.

Talib: falando na Rani, vocês tem algo mais escondendo. Porque vocês ficaram muito abraçados naquele dia.

_ sim, eu e ela estamos namorando, mas não comente nada disso.

Talib: oxe, eu sei o teu segredo há quase 7 anos, e nunca comentei nada.

_ eu sei. Vamos voltar com os outros antes que comecem a suspeitar de algo.

Talib: sim. – voltamos para onde estavam os outros.

*

De manhã.

Assim que o dia amanheceu eu me levantei, estava sentado na sala de star Assistindo TV, que por sinal já até passou o noticiário sobre o ocorrido ontem à noite, eu também como forma de despistar algo lancei uma recompensa para quem der informações sobre o paradeiro do Enzi ao FBI. O que resultaria melhor né.

Escuto meu celular tocando, olhei e vi que era a Rani.

_ bom dia Rani, dormiu bem?

Rani: eu dormi, agora acho que não posso dizer o mesmo de você né?

_ me deixa adivinhar, já viu o noticiário né?

Rani: sim, e ainda não estou acreditando  que o Enzi tentou te matar de novo.

_ pior que tentou, mas eu vou dizer uma coisa Rani, eu falei que o Enzi não me conhecia, agora ele vai saber com que se meteu.

Rani: o que você vai fazer Kion? Não é o que eu estou pensando né?

_ vingança? Até poderia se dizer.

Rani: vingança não é algo bom, vai por mim.

_ eu também não sou de fazer vingança Rani, mas meus amigos já localizaram o Enzi. E hoje à noite nós vamos ir atrás dele.

Rani: seus amigos? Vocês vão mata-lo?

_ sim, o Bunga, o Ono, a Anga e o Beshte. Na verdade eu nem sei Rani, eu quero mata-lo, mas meu extinto me diz ao contrario.

Rani: entendo, mas você vem para empresa hoje.

_ eu vou sim, e também preciso falar com você. Preciso te falar algo.

Rani: ok, mas eu quero ir com vocês Kion, quero que seja lá qual for a sua decisão vou está lá para te apoiar.

_ obrigado Rani, pode ser perigoso, nós vamos armados e com mascaras.

Rani: eu arranjo uma para mim. Isso Não importa, eu vou ir.

_ tá bem, nós vemos daqui a pouco.  Eu Te amo!

Rani: ok, eu também te amo! Beijo. – desligou.

Eu peguei as minhas chaves, depois me despedi da minha família que acabaram de chegar à sala. Depois eu fui para a empresa...

Pov. Autor...

Scar estava em sua sala, assim como todos os dias, Janja estava junto dele informando sobre o sucesso na missão anterior.

Janja: senhor, conseguimos pegar a maioria das caixas que estavam no caminhão, não conseguimos pegar todas porque a guarda chegou e outra caixa... – deu uma pausa. Estava com o Mizingo que a inda não chegou ao galpão, temo que ele tenha sido pego.

Scar: por que acha isso?

Janja: quando demos a fuga, a guarda nós seguiu, nós nos dividimos em um cruzamento, cada um seguiu um caminho porem todos que chegaram disseram que não viram mais a guarda depois que nos dividimos. Então eu imagino que a guarda escolheu um carro e seguiu.

Scar: nesse casso a guarda pode ter tirado eles da estrada e pega-los. Só vamos saber se perguntarmos ao Kibury.

Janja: isso é.

Scar: quantas armas pegaram?

Janja: 15 armas.

Scar: boa quantia. Será de grande ajuda. Parabéns pela missão Janja. E promessa minha é divida, terá 25% da sua divida descontada.

Janja: obrigado, posso perguntar algo?

Scar: se eu puder responder.

Janja: quando minha divida estiver paga eu posso ir embora. Sair da Yakuza?

Scar: bom... Você não sabe quem eu sou e não tem uma tatuagem, então pode ir.

Janja: obrigado novamente.

Janja saiu e Scar foi resolver assuntos da Yakuza, até que Alguém bate na porta.

Scar: mas quem será o imbecil que está me interrompendo. Entre! – praticamente gritou e a pessoa entrou na sala.

Scar: ótimo, o que você quer Enzi...? Já falei para não virem em minha sala sem uma permissão.

Enzi: desculpa chefe. Mas eu estou com um serio problema.

Scar: o FBI?

Enzi: sim, como soube. – Scar apontou para a TV que estava na parede da sala.

Enzi: desde quando tem uma TV aqui?

Scar: desde quando a Guarda se meteu em meus assuntos.

Enzi: ah tá. Enfim, o FBI tá a minha procura, e eu não tenho onde eu me esconder, o jeito vai ser aqui.

Scar: deixa-me pensar... Vou deixar um homem que está sendo procurado pelo FBI no Esconderijo da Yakuza, tá até ai tudo bem, ai imagina... Você sai e é visto por alguém, ai depois e visto vindo para cá. Esse alguém vai ligar para o FBI para ganhar a recompensar Do empresário Kion. O que pode acontecer em?

Enzi: eu não sei...

Scar: o FBI achar o esconderijo e prender todos! – falou se levantando e batendo na mesa.

Enzi: talvez.

Scar: não vai rolar. Você não consegue ficar quieto, e eu não vou deixa-lo aqui. Você não é mais bem-vindo nesse lugar.

Enzi: o que?! Você não pode fazer isso.

Scar: eu posso sim.

Enzi: esta bem Scar. Mas grave o que eu digo, se eu cair, você também cairá comigo! – saiu da sala.

Os olhos do Scar ficaram vermelhos como Fogo, depois disso um berro é ouvido por todo o esconderijo.

Scar: Janja! – Janja demorou um pouco para aparecer, e quando Scar estava prestes a gritar novamente ele chegou.

Janja: o que foi chefe.

Scar: quero que encontre o Enzi e acabe com ele! – gritou.

Janja: está bem!

Scar: e que, por favor, o faça sentir muita dor e que também foi por ordem minha a sua morte, para que ele aprenda o que acontece com quem me desafia. E também coloque uma placa da Yakuza com o corpo.

Janja: sim senhor! – saiu da sala.

*

Noite.

Kion e Rani estavam na frente da empresa, os dois dentro do mesmo carro.

Kion: tem certeza que você quer mesmo ir?

Rani: sim.

Kion: está bem, nós vamos nos encontrar com os meus amigos, todos eles já estão sabendo que você vai ir.

Rani: ok.

Kion: Rani, eu confio em você, e é por isso que vou falar algo – fez uma pausa. um segredo meu.

Rani: um segredo?!

Kion: sim Rani... Um segredo, talvez você termine comigo, mas eu vou arriscar, porque eu te amo, e não quero ter uma relação havendo segredo entre nós.

Rani: seja lá o que for Kion, eu te amo, ficarei triste se for algo muito grave como ao exemplo você for um criminoso.

Kion: não, que isso?! Não só um criminoso pode ter certeza. Mas esse segredo meu pode colocar a sua vida em risco.

Rani: a minha?

Kion: sim, é um dos motivos de eu te contar também, casso que você queira se arriscar, ou não.

Rani: você tá me preocupando Kion.

Uma voz é ouvida no relógio do Kion.

? : Kion, já está tudo pronto! Falta só você chegar! – o que fez a Rani já confirmar as suas suspeitas.

Kion: eu já vou ir, só estou falando com a Rani aqui, antes de nós irmos vou falar quem eu sou, Ono.

Ono: está bem Kion. – desligou.

Kion: Rani, o segredo que eu tenho, vem sendo escondido de todo o País, muitos tentam descobrir isso, principalmente os Inimigos, para poder me matar, porque para o trafico se você matar o Líder, a equipe Fraqueja.

Rani: é você é um líder.

Kion: sim. – ele colocou o dedo no relógio para desbloqueá-lo. O segredo Rani é que eu sou o Lion.

Kion olhou para a Rani esperando a reação dela com a verdade. Mas ele se surpreendeu ao receber um beijo da mesma.

Rani: você acha que eu terminaria com você por isso? Kion, sempre soube que havia algo em comum entre nós, não somos apenas namorados e sim companheiros de equipes! – falou depois de sair do Beijo e mostrar um sorriso.

Rani: acha que só você tem seus segredinhos é? Porque na verdade mesmo que eu me afaste de você para me proteger eu ainda vou está em perigo.

Kion: do que você está falando?

Rani: quando o Talib me informou que conhecia alguém que poderia me dar um emprego nunca imaginei que esse seria o Líder da guarda, porem eu percebi a semelhança em sua voz, nós não trabalhamos juntos há dois meses e sim há 5 anos... – fez uma pausa. Eu sou a guardiã Líder.

Kion: que?! – a Rani o beijou novamente.

Rani: como o destino é em? Kkkkk.

Kion: já parou para pensar que só estamos juntos Hoje por causa do Talib?

Rani: não... – riu... Pior que é mesmo né.

Kion: ainda bem que eu aceitei o pedido dele, sabe, ele me pediu para te contratar, se eu não tivesse feito isso, não nós conheceríamos e eu não teria você ao meu lado.

Rani: eu também não teria te conhecido.

Kion: bom, vamos ir logo para a base antes que o Ono me ligue Novamente.

Rani: ok, mas Kion, se Você é da Guarda o Ono também é?

Kion: com certeza né Rani, tanto ele como o Bunga, que por sinal ainda está em medicamentos.

Rani: nossa...

Kion: vamos lá, você vai conhecer cada um. – Kion ligou o carro e começou a dirigir para a base.

*

Pov. Rani...

O Kion começou a dirigir, confesso que eu fiquei bem surpresa pelo Kion ter me contratado o seu segredo assim, sabe, rápido. Isso prova que ele confia em Mim. Bom, na verdade eu já sabia que o Kion era o Lion, por quê? Simples, no dia que ele me contratou, quando ouve aquele assalto no restaurante à guarda apareceu lá, e afinal Lion não apareceu.

Tá o que isso provaria? Seria só uma suspeita, que eu não imaginei. Ai na semana passada acontece um ataque contra nós dois, certo? A guarda apareceu e o Lion Não, o Agente Garça falou que estavam em patrulha, porém a guarda não patrulha a noite, ou seja, mais uma suspeita.

E depois a Agente Garça falou o Nome do Kion, sendo que ele não sabia o Nome do Kion ainda. Então como ele saberia o Nome se não pegou os documentos dele? Outro detalhe é que eu vi o Kion falando com alguém no celular antes do ataque.

Resumindo, nesse dia eu soube que o Lion na verdade é o Kion, mas eu não quero falar que eu já sabia isso, pois ele pode pensar algo que não é verdade.

Enfim chegamos à base e agora o Kion esta adentrando o estacionamento. Depois estacionou o carro.

Kion: eu diria Bem-vinda, mas como você já conhece esse lugar. Vem, vamos entrar.

Descemos do carro e andamos em direção à base. Kion digitou a senha e depois entramos.

Kion: Ono? – falou apos vê-lo perto da porta.

Ono: finalmente vocês chegaram em? Estava quase mandando o Beshte ir atrás dos dois.

Kion: estávamos conversando.

Ono: olá Rani, Seja Bem-vinda!

_ Obrigada!

Kion: vamos lá ver os outros, e vai ter uma que você vai conhecer muito bem.

_ quem será? – fomos para a sala principal onde estavam os outros.

Assim que nós chegamos eu pude ver cada um, todos estavam sentados no sofá, e também vozes dizendo; “bem-vinda Rani”.

Como sempre os membros da Guarda do Leão animados. acabei de conhecer os membros da equipe, e no meio deles vi um rosto que eu nunca imaginei que veria ali.

_ Fuli?!

Fuli: Surpresa kkkkk.

Kion: essa é a pessoa que eu disse que você ia conhecer muito bem.

_ desde quando você é da guarda.

Fuli; desde quando o Beshte informou ao Kion que eu era bom em Correr.

_ ok kkkkk.

Kion: enfim, Ono como está o Sinal daquele rastreador.

Ono: está forte, ele dá em uma casa próxima do centro da Cidade.

Kion: ok, vamos para lá agora, peguem todos os seus equipamentos, e Bunga, você fica e informe sobre alguma mudança.

Bunga: ah qual é? Eu queria ir.

Kion: eu sei, mas sua ajuda vai ser mais útil aqui do que lá.

Bunga: se é assim. Então tá – se sentou no sofá novamente.

Vejo o Ono vindo até mim.

Ono: Kion Me informou que você quer ir junto, então use isso! – me entregou um relógio.

_ o que é isso?

Ono: é um protótipo, nele tem um traje, a prova de bala, só basta ativar. É um dos relógios que eu fiz para os guardiões.

_ ah sim. – coloquei o relógio no braço. É agora.

Ono: aperta o botão esquerdo. – assim eu fiz. Pronto está ativado.

Eu olhei para os meus braços e eu estava com uma roupa marrom.

Ono: esse traje ai é o Da guardiã Líder, por isso é marrom.

_ ok. – será que isso foi coincidência ou o Kion falou que eu só a guardiã?

Kion: enfim, vamos para o local. – falou após colocar a arma dele em cima da mesa e depois pegar outra e colocar na cintura.

Todos ativaram o relógio e o traje apareceu, eu me pergunto desde quando eles usam isso? Porque eu nunca percebi que era tecnologia.

Kion: as armas estão na caminhonete.

Ono: acho bom entregar uma arma para a Rani.

_ eu tenho a minha.

Ono: ok.

Kion: vamos.

Saímos da base e depois fomos até onde o GPS informou.

*

Assim que chegamos conseguimos ver a casa do Enzi, o Kion também percebeu que não era o Mesmo endereço que havia no contrato do Enzi.

Kion: vamos entrar, tomem cuidado. Cerquem o local. – todos saíram rodeando a casa ficando eu e o Kion na frente da porta.

_ no 3?

Kion: sim. – contamos até 3 e depois todos entraram na casa, porem não percebemos nenhum som.

Kion: procurem pela casa.

Todos se espalharam e eu e o Kion fomos para um cômodo e assim que entramos percebemos uma coisa, chegamos tarde de mais...

O Corpo do Enzi estava caído  ao chão totalmente perfurado de tiros. A parede do cômodo estava coberta de furos e de sangue.

Ai vem à pergunta o que aconteceu?

*

*

Continua...

*

 


Notas Finais


E Foi esse o capitulo, eu espero que tenham gostado.

Agora eu Posso dizer; Acabou! Acabou os segredos!
(ignorem meu surto kkkk)

Finalmente Kion revelou seu segredos para a Rani, acho que isso é o que faltava nessa relação.
Acham que o Enzi mereceu essa Morte?
Suponhamos que o Enzi ainda estivesse vivo, o que você acha que o Kion ia realmente fazer?
proximos caps serão os ultimos antes da quebra de 4 messes no tempo, neles serão explicados sobre a divida do Janja.

Ps; os Guardiões tem 5 anos que eles fazem parte de uma equipe do FBI. a Guarda tem 6 anos. a equipe guarda do leão é mais velha Do que os guardioes.
outro aviso: o especial Que ainda vai ser lançado vai acontecer durante essa quebra no tempo. ou seja, dentro dos quatro messes, onde o Kion vai Contar a Historia para a Rani, que por sinal tenho uma ideia bem top em mente.
Sobre o Spin OFF que mencionei em algum cap anterior, ele vai ser postado por mim, e eu vou postar o link aqui, precisar lê o Spin OFF? não necessariamente, porque não vai atrapalhar você entender a Historia da Finc. Apenas você não vai saber como essa disputa terminou.

por favor, deixe o seu comentario ai, vai me ajudar Muito!
obrigado por ter lido até aqui.

Flw e até o proximo. Bye Bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...