1. Spirit Fanfics >
  2. Em busca do amor verdadeiro. >
  3. Surpresas as vezes não são boas

História Em busca do amor verdadeiro. - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Olá amores da minha vida

Capítulo 9 - Surpresas as vezes não são boas


E mais um mês se passaram, com esse já são dois , descobri que saudade não mata mais , te destrói por dentro , e só aumenta com o tempo . 

Não sei realmente como fui deixar isso acontecer , mais agora estou saindo com uma garota , acho que foi insistente demais , mais ela é uma boa pessoa ,seu nome é maia kens , 18 anos , morena , cabelos negros e cacheados e também muito bonita , sua personalidade vária muito de pessoa pra pessoa , ela é gentil e amável comigo , já com outras ela é meio fechada , ela vem três vezes na semana aqui , na segunda, quarta e sexta , ela trabalha na livraria ao lado da loja que trabalho ,.      O problema é não sei com cantar para a KAORY , na verdade eu não consigo fala isso pra ela , de alguma forma é como se eu estivesse traindo , de toda forma não posso deixar ela saber , quando ela voltar isso já terá acabado. 

Ela tem agido diferente ultimamente , conversar muito pouco , está distraída , ausente em nossas conversas e está me deixando preocupado , várias vezes perguntei se estava tudo bem e ela sempre da a mesma resposta que está tudo bem com ela , mais eu sei que tem algo errado,  eu só não sei o que exatamente, será que aquele professorzinho voltou a incomodá-la? não , não deve ser isso , ela teria me falado , ela conseguiu esquecer ele ?  Ahh esse curiosidade está me matando , são tantas perguntas sem resposta , que até estou meio perdido , não tem mais nada que eu possa fazer então hoje é quarta a Maia vem aqui em casa , e as vezes ela dormi aqui, eu durmo com ela e mais não transei com ela ,eu até bem nessas coisas mais não com ela , comprei outra cama e coloquei no outro quarto , se a KAORY souber que outra garota tem dormindo na sua cama ela com certeza me mataria , então foi o melhor a se fazer , sem falar de não ter falado da existência da maia . 


     ---------------kaory---------------

2 meses , passa bem divagar , quando vc quer volta a mais rápido possível , e o meu tormento acabou , eu posso finalmente voltar , não direi nada para o Alê , farei um surpresa , ele vai adorar , eu quero muito vê-lo , e tirar essa dúvida que vivi me perturbando , eu gosto ou não do Alê , eu finalmente poderei responder pra mim mesma , o que de fato estou sentindo , que ansiedade ,        são 13:00 , após fazer as mala , meus pais me levam até o aeroporto . 

- vc tem certeza minha filha ? 

- tenho mamãe.

- então está pronta pra voltar ? 

-Sim , eu estou papai .

- então boa viagem filha , eu te amo . 

- o papai te ama muito tá se cuida.

- mamãe, papai eu também amo vocês . 

Nós despedimos e entrei no avião e após 1 hora e trinta minutos eu tinha chegado ao meu destino , após pegar um táxi e está no meio do trajeto ligo para o Alê , ficamos conversando o caminho todo rimos , como não fazíamos um bom tempo ,após chegar na frente de casa pagar o táxi resolvo dar um fim no mistério . 

- Alê ? 

- oi ? 

- tenho uma surpresa pra vc .  Falo animada. 

- pra mim ? 

- sim , mais não sei se vc vai gostar ? Esperar um segundo .   Toco a campainha e espero ele abrir e ele fala com outra pessoa, que não faço ideia de quem seja.

- Maia , atende aí.       Quem é essa? Porque ela está na minha casa .

ALEF* 

- Alê , tem uma garota aqui , eu não sei quem é.   Escuto sua voz no telefone e também ecoando pela casa , espera aí ,ela tá aqui , como ela tá aqui ? Não, não isso não deveria ter acontecido.    -  Alê .     Maia continua gritando, droga,.  Desço as escadas correndo , com o coração batendo a mil, ela tá aqui ela finalmente voltou , ela está na porta com a cabeça baixa .

- KAORY.  Falo indo abraça-la .  - porque não avisou que estava vindo , eu iria te buscar no aeroporto .  Contínuo a abraçando mais ela não retribui , porque ela não está retribuindo ?     - kaory ? 

- o que está acontecendo aqui? Quem é essa garota ? Porque ela está na minha casa e vestida assim ?   Olhei para maia que estava vestindo um hobby bege ,ela tinha acabado de sair do banho, e eu achando que a situação não podia piorar .

KAORY* 

Não , não , não pode ser , ele não pode ter feito isso comigo , eu posso acreditar nisso , ele mentiu pra mim , ele nunca mentiu pra mim . 

- ALEF RESPONDI . Grito 

- calma por favor , eu posso explicar .   Ele fala meio desorientado.

- amor quem é essa ?     Amor que história é essa , por que ela tá chamando ele de amor , não me diga que ela é namorada dele ? 

- agora não Maia.  

- ALEF vc poderia tirar essa garota daqui ?  

- Maia é melhor vc ir?  

- o que ? 

- vai agora !    Grito sem paciência, ela sobe e depois de alguns minutos ela desceu e foi embora a passos largos . 

- vc não vai entrar .     Não respondo apenas entro .   - vem senta aqui , eu vou explicar .  Ele pega minha mão e me leva até o sofá .          - bom aquela é a Maia ,e e-ela é minha namorada , ela tem vindo aqui as vezes , eu não menti pra vc, eu só não tive coragem de contar pra vc , eu ia terminar antes de vc chegar .

- vc escondeu coisas de mim , vc colocou essa garota dentro da nossa casa , vc dormiu com ela , esqueceu anos da nossa amizade por uma pessoa que vc mal conhece.

- eu aceito que errei , mais eu não transei com ela se é a isso que está se referindo,e vc foi embora e me deixou aqui sozinho, o que vc queria ?      Ele tinha razão eu que fui embora, mais não justifica o que ele fez . 

- eu queria que vc me esperasse eu não demorei tanto pra voltar , vc disse que precisa de mim , que sentia minha falta , vc sabe o quanto eu sofri , e eu retorno e vc tem me esquecido.

- kaory vc é minha melhor amiga , como eu poderia te esquecer ? 

Eu tinha esquecido , eu não tenho nenhum direito de cobrar ciúmes sou só uma amiga pra ele .      - me desculpe ALEF , eu não posso cobrar essas coisas de vc , afinal sou apenas sua amiga .          Amiga , amiga , amiga , como eu imaginei não era recíproco ,. Eu já sabia , então porque meu peito dói tanto , meus olhos estão ficando marejados , eu vou realmente chorar por causa dele . 

Que irônico estou falando sobre esconder coisas se eu também escondo, é coração vamos ter que amar em segredo e em silêncio . 







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...