1. Spirit Fanfics >
  2. Em busca do reino >
  3. Tenten

História Em busca do reino - Capítulo 1


Escrita por: Yoodiks e Projeto_NejiTen

Notas do Autor


Olá meus amores, como estão? Trazendo a minha primeira fanfic Nejiten pra a plataforma, hihi. Eu espero que vocês gostem, tenho muito carinho por ela, então ela é especial para mim ♡
Também já quero agradecer ao @Projeto_Nejiten pela recepção maravilhosa e incrível! E também quero agradecer as pessoas abaixo:

Capa feita por: @Bimari_Real
Betagem feita por: @ysukehiro e @Nyels

Vocês todas são incríveis, acreditem no seu potencial! E mais uma vez, estou agradecida -^^-

(A imagem abaixo não me pertence, ela foi pega no Google, e eu não sei quem fez ela. Portanto, dou os créditos ao seu devido autor)

Mas enfim, chega né? Já tá bom por hoje, rsrsrs.
Fiquem com o capítulo <3

Capítulo 1 - Tenten


Fanfic / Fanfiction Em busca do reino - Capítulo 1 - Tenten


— Você está sendo demitida! — Entregou o documento da demissão para a morena, que estava completamente perplexa. — Assine estes papéis e suma daqui! — disse rudemente, e Tenten sentiu seus olhos lacrimejarem. 


— Ma-mas, senhor Madara, o senhor não pode me demitir assim!


— Não só posso, como eu vou! 


— Senhor Madara, eu preciso desse emprego. Por favor, me dê mais uma chance! Prometo que eu nunca mais cometerei esse erro. — Ela juntou as mãos, como se estivesse fazendo uma prece. O outro franziu o cenho.


— Você me trouxe suco de laranja, mas eu havia pedido um suco de limão, Tenten! De limão. Você não é tão burra assim para confundir essas duas palavras!


— Ma-mas o suco de laranja havia acabado, senhor.


— NÃO ME INTERESSA! VOCÊ PODERIA PROCURAR EM OUTRO LUGAR, SUA INÚTIL. — Tremeu por dentro e abaixou a cabeça, sentindo as lágrimas formarem em seus olhos.


— E-Eu fiquei nervosa e perdida, senhor, mas eu juro que eu não vou cometer mais este erro. Por favor!


— Já está decidido, Tenten, não insista. — Apontou a caneta em seus dedos no rosto dela. Desanimada e sem esperanças, a moça pegou o objeto e assinou todos aqueles papéis. Feito isso, ela entregou-os para o mais velho, cabisbaixa. Sabia que o seu agora ex-chefe era bastante rigoroso, mas não aquele ponto. O que ela faria agora para pagar as suas contas?! — Aqui está, senhor...


— Ótimo, agora… SUMA DA MINHA FRENTE.


(...)


Saiu do grande edifício pisando duro, faltando sair fumaça de suas narinas. Seu dia estava sendo ótimo, tinha como melhorar? Claro que sim! Além de ser demitida, a infeliz esqueceu de levar um guarda-chuva por prevenção, já que, como se o universo estivesse contra si, assim que pôs os pés para fora, o céu fechou-se rapidamente, e logo a fria e grande chuva fez-se presente, encharcando-a rapidamente.


Apressou-se em ir para o ponto de ônibus, para que logo chegasse em sua casa, tomasse um longo banho quente e dormisse até tarde. Esse era o seu maior desejo. No entanto, parecia que tudo e todos ao seu redor estavam contra si.


Tinha que admitir, sua vida era uma merda! 


Para começar, Tenten nunca teve a presença de seus pais na sua vida inteira. Aliás, ela sequer sabia quem eles eram ou os seus nomes! — não que ela ligasse muito para isso. Segundo, ela precisava trabalhar para pagar seus boletos, já que o síndico do apartamento que morava era um velho rabugento que sempre gostava de encher o seu saco. Sem dinheiro, ficaria sem pagar e sem comer, e com isso, ela teria que pedir esmola nas ruas enquanto morria de fome. E para piorar, ela ainda tinha projetos e trabalhos da faculdade para fazer, já que ela estava lotada de coisas. 


Certamente, ela estava morta!


(...)


Chegou ao seu "doce lar" por volta das 23:46 PM, exausta e desgastada. Só queria deitar na sua cama com o seu edredom e ir dormir. Apenas.

[...]

Após adentrar o local, ela suspirou pesadamente, fechando a porta atrás de si, e indo direto para o banheiro. Depois de despir-se, entrou no box, e ao sentir o contato da água com o seu corpo, sentiu que todas as cargas negativas em si se foram imediatamente, junto com seu desgaste emocional, psicológico e financeiro. Sentiu-se renovada e relaxada.


Após banhar-se e secar-se, a jovem vestiu o seu pijama bege de ursinhos favorito e foi até sua cama, jogando-se nela sem mais nem menos. Porém, logo escutou o som de algo vibrando e foi até o criado-mudo, pegando o celular que vibrava, indicando que tinha novas mensagens. Tenten olhou pela barra de notificações e suspirou de alívio ao ver o conteúdo dela.


"Oi, Tenten! Como 'cê tá? O que você acha de sairmos qualquer dia desses pra, sei lá, passearmos um pouco? Percebi que tu tá muito distante do pessoal, então pensei em te ajudar a relaxar um pouco. Claro, se quiser. — mensagem de Lee, às 23:51"


Sorriu depois de ler a mensagem. Rock Lee era seu melhor amigo, conheciam-se desde crianças. Apesar da amizade, Tenten tinha ciência de que o Lee tinha uma quedinha pela garota, então conversou com ele sobre — sem magoá-lo, claro —, dizendo que o via apenas como um amigo, e que não levariam aquilo adiante. Por sorte, Rock Lee compreendeu, e hoje em dia diríamos que ele estaria superando a moça.


Logo tratou de desbloquear a tela, e ir direto para o aplicativo de mensagens, logo respondeu o outro, dizendo que estava um pouco mal esses dias, e que não estava afim de sair. Até ele lançar:


Eu pago aquele seu sorvete favorito de caramelo :) — Lee, às 23:53


Revirou os olhos e respondeu:


É sério que  tu vai me comprar por comida? — You, às 23:54


Não custa tentar ;) — Lee, às 23:54


Vamos, Teeeen…. — Lee, às 23:55


Suspirou pesadamente. Tratou de resolver aquilo e contou brevemente ao amigo que acabou sendo demitida, como ocorreu e o por quê. E soltou:


Mas, quer saber? Eu já não queria aquele emprego, mesmo.  — You, às 23:55


Ele era um chefe rabugento e muito idiota. Nunca fui com a cara dele. — You, às 23:56



Entendi... — Lee, às 23:56


Eu sinto muito por isso, Ten :"( — Lee, às 23:56



Relaxa, tá tudo bem... Até porque nada dá certo para mim... — You, às 23:56


E não era mentira. Desde pequena, nunca teve muitos amigos, sempre viveu isolada das outras crianças, tendo como companhia apenas a sua avó paterna, que era um doce de pessoa. Sua vida financeira estava desmoronando, a área amorosa também não estava nas melhores — Já que no último relacionamento, o seu ex-namorado, Shino, gostava da mesma fruta que Tenten, se é que me entendem — e a área sentimental estava uma merda! 


:O — Lee, às 23:56


Tenten Mitsashi, você não ouse me dizer uma coisa dessas! — Lee, às 23:56



Ué, eu tô mentindo? — You, às 23:56


Nada dá certo para mim, parece até mesmo que eu sou amaldiçoada ou que alguém fez macumba para mim. — You, às 23:56


Tenten bocejou lentamente, sentindo os seus olhos arderem e lacrimejarem. É, já estava mais do que na hora dela ir dormir, se ela não quisesse aparecer com aparência de zumbi na universidade.


Olha só, amanhã podemos conversar melhor? Eu tô com sono e não tô legal, hoje... — You, às 23:56



Tá certo. — Lee, às 23:56


Nos vemos na 'facul, então? Quer que eu passe aí amanhã? — Lee, às 23:56



Não precisa, Lee, mas obrigada pela consideração... nos vemos amanhã. — You, às 23:57




Okay, boa noite!! :) — Lee, às 23:57


Tenten desligou o aparelho e deu um bocejo longo, antes de deitar-se na sua gostosa cama e adormecer lentamente. Porém, no mundo de seus sonhos, ela poderia jurar que havia sonhado com um belo homem que a encarava, entristecido, e suas últimas palavras foram:


"— Perdoe-me, filha, perdão..."



















Notas Finais


E então? Gostaram? :)
Até a próxima!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...