1. Spirit Fanfics >
  2. Em meio ao caos. >
  3. Esse dia vai ser lindo

História Em meio ao caos. - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura!
Me digam, será que o Erik realmente foi embora? Será que eles vão namorar logo? O que acham?
Beijoxxx

Capítulo 11 - Esse dia vai ser lindo


- e a sua irmã? Faz dias que não a vejo - mudei de assunto.

- não a vejo a alguns dias também, não vou na casa dos meus pais e nem ela foi na minha - ele falou torcendo a boca.

- com certeza estão bem, deve ser falta de tempo mesmo - falei tocando sua mão.

- espero - ele falou parecendo apreensivo, não sei por quanto tempo ele e seu pai ainda ficariam sem se ver, se isso seria permanente ou logo eles voltariam a ter uma relação de pai e filho, eu gostaria de conhecê-los, não como nora, mas como alguém que admira muito o filho deles e que também está completamente apaixonada por ele. O admirei por alguns segundos, seu semblante agora está mais calmo, o moreno a minha frente me trazia tanta paz, tanta serenidade, me perdi em meus pensamentos e quando dei por mim ele me pegou praticamente babando sobre ele.

- o que foi? - ele perguntou com uma sobrancelha arqueada.

- nada, só estava te admirando - disse tocando seu rosto, ele sorriu e então se aproximou, iniciamos um beijo delicado, mas logo fomos interrompidos com a porta sendo aberta, nada mais nada menos que Nicolas, ele tinha um dom de sempre atrapalhar nesses momentos.

- cheguei no momento certo, antes que isso se transformasse numa safadeza sem fim - Nicolas falou e Marcela concordou.

- você sempre chego no momento certo - falei indo até a cozinha vendo ele gargalhar.

- essa cidade é bem linda, gostei - Marcela disse sentando ao lado de Luan. - além de amigos, tem alguma amiga para me apresentar? 

- esqueci de comentar que Marcela não gosta de homens - falei vendo Nicolas me olhar furioso - bem feito, ninguém manda você sempre chegar nos melhores momentos.

- você é lésbica? - Luan perguntou e Marcela concordou sorridente, a sexualidade dela sempre foi tratada com tranquilidade, meus pais sempre a apoiaram, assim como eu, ela se assumiu com 13 anos e para nós sempre foi algo comum, mas não são todos que enxergam assim.

- contei para o Nicolas quando ele estava a 2 cm da minha boca, talvez tenho sido bem broxante - ela disse rindo e eu não contive o riso também.

- ela esperou eu cantar ela, comprar comida e quando eu tava quase beijando essa anão me disse que não curtia homens, que seríamos apenas bons amigos, broxante é pouco - ele falou fazendo com que todos déssemos risada.

- mas mudando totalmente de assunto, poderíamos ir na balada hoje de noite, o que acham? - Marcela falou animada mas eu logo fiz careta e ela revirou os olhos.

- eu topo marcelita - Nicolas falou sentado na frente dela.

- eu não tô muito afim não - falei enquanto comia meu pêssego.

- eu também não - Luan disse me olhando. - prefiro jantar com essa ruiva maravilhosa - ele disse me abraçando por trás e deixando um beijo demorado no meu pescoço.

- se não tem casamento, fiquem a 10 passos um do outro - meu pai disse chegando na sala, fazendo Luan sair rápido de perto de mim e eu revirar os olhos.

- deixa eles querido, eles são ficantes, estão curtindo, estou falando certo? - minha mãe disse tentando parecer fluente na língua dos jovens.

- isso mesmo - Nicolas concordou fazendo meu pai o fuzilar com o olhar, o mesmo virou o rosto rapidamente.

- e você é quem? - meu pai perguntou.

- amigo/cupido - ele disse convencido.

- você que fez eles ficarem juntos? Mariana veio trabalhar e não namorar mocinho, se fosse no sul eu já tinha te baixado a lenha com um relho - meu pai disse vendo Nicolas o olhar sem entender nada.

- te bater - traduzi vendo ele me olhar torto e ao mesmo tempo pedindo socorro - pai, deixa o menino, eu e Luan ficamos pq queremos, ninguém vai influenciar nisso, apenas nos mesmos - falei vendo ele suspirar .

Espero estar vivo para te levar até o altar, onde ele vai estar te esperando - meu pai me fazendo sorrir e também ficar com vergonha.

- esse dia vai ser lindo - Marcela disse nos olhando.

- vai mesmo - Luan concordou me fazendo engasgar, tudo bem, não estávamos ficando só por ficar, mas casamento era um assunto muito delicado que era preciso ter muita conversa e não seria decidido de um dia para o outro, ele viu que talvez eu não tivesse gostado muito do que ele disse e então ele beijou minha cabeça - é só brincadeira, fica calma.

- tudo bem - forcei um sorriso e ele selou nossos lábios.

(....) Alguns dias depois (....)

Meus pais e minha irmã já haviam ido embora, eu estava voltando a minha rotina de trabalho, agora sem Erik para me atazanar, eu via Luan a noite, normalmente deitavamos e conversávamos por horas até pegar no sono. Bruna havia vindo umas duas vezes aqui me ver e não podia estar mais feliz em saber que eu e Luan ficávamos, ela sempre deu a entender que queria isso e era nítido a alegria só pelo seu sorriso. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...