História Em Nome do Amor - Livro 1 e 2 - Capítulo 50


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alfonso Herrera, Anahí, Originais, Rebelde
Personagens Alfonso Herrera, Anahí
Tags Atração, Aya, Ciumes, Cowboy, Hot, Leitura, Los'a, Ponny, Ponny Aya, Romance, Traumadas Anyponcho
Visualizações 25
Palavras 242
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 50 - EM NOME DO AMOR - LIVRO 2 - SINOPSE


Fanfic / Fanfiction Em Nome do Amor - Livro 1 e 2 - Capítulo 50 - EM NOME DO AMOR - LIVRO 2 - SINOPSE

Alfonso e Anahí casaram rápido depois que se conheceram e, sete anos haviam se passado desde então. Tudo fora uma grande explosão de sentimentos entre os dois e ainda não conseguiam manter as mãos longe um do outro por muito tempo. Eles eram felizes todos os dias, mas esses dias estavam perto de terminar...

O tempo, como sempre, passou, mas o casamento havia realmente se solidificado sob toda aquela paixão inesperada?

Anahí queria um filho, mas Alfonso não estava disposto a passar pelo luto novamente. Ela queria começar a cursar literatura na faculdade local, mas ele não admitia que sua esposa ficasse mais tempo longe de casa e cercada de jovens exalando testosterona. Giovana estava crescida e cheia de pretendentes, mas Alfonso ainda a via como uma pequena menina de nove anos. Anahí não concordava com a superproteção do esposo, o que causava ainda mais desavenças. De fato, ela conseguira se adaptar na vida na fazenda e literalmente se transformara em uma mulher texana e como tal, não conseguia ficar calada e muito menos aceitar as determinações do esposo.

As discussões começaram a se tornar constantes no lar onde só existia paz. Agora precisavam encarar de frente a nova realidade. Para piorar, pessoas do passado de ambos ressurgem, o que causa mais atrito em um casamento que tinha tudo para dar certo.

Ameaças, intrigas, ciúmes, brigas e ofensas...

Como diz a Lei de Murphy: não há nada ruim, que não possa piorar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...