História Em Nome Do Amor - Capítulo 59


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Tags Drama, Hentai, Romance, Shoujo
Visualizações 14
Palavras 1.425
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Caps finais, lágrimas rolando, vocês gritando pela segunda temporada que está às portas... Em breve! Em breveee!

Estou muito ansiosa para a segunda temporada.

Personagens novos, inimigos novos, amigos novos, e bastante ciúmes!!!

Capítulo 59 - Você me faz sentir segura


Fanfic / Fanfiction Em Nome Do Amor - Capítulo 59 - Você me faz sentir segura

Estava na varanda, sentada na cadeira, com uma xícara de café na mão, olhando para o mar e suas ondas indo e voltando. O vento meio leve batia em meus cabelos fazendo ele voar. Um pouco de frio estava fazendo, então peguei um casaquinho e comecei a olhar tudo o que estava em minha volta

JM: Não vai dormir? - olho pra trás e vejo um bebêzão com uma blusa branca, e uma calça de dormir azul - Já tá tarde

S/: Não consigo dormir... - volto minha atenção para o mar

JM: O que foi que tirou o sono da minha amada/cópia do YoonGi? - cópia do YoonGi? Essa é boa. O Suga consegue dormir mais que eu.

S/: A Lisa ligou.. 

JM: O que ela disse pra deixar você assim? É sobre os nossos filhos? - ele se senta do meu lado, e começa a olhar fixamente em meus olhos. - Vai. Conta o que ela te falou. Afinal, estamos casados. Nada de segredo - ele pega na minha mão e começa a acariciá-la. O Jimin sempre me deixava confiante, me trazia segurança. Com ele eu podia contar tudo.. Falar sobre meus problemas, sobre a vida dos outros... Enfim, ele era meu ouvinte, meu melhor amigo, meu marido e o amor da minha vida

S/: Bem... Não é sobre os meninos... E sim da minha mãe biológica... Minha tia adotiva, foi até lá no Brasil, pra poder à encontrar... E ela à encontrou.. Eu estou totalmente sem rumo, porque a minha tia encontrou alguém que me gerou. Agora é capaz dela trazer ela pra cá, e eu não sei como eu vou ficar. Uma pessoa que some por 22 anos, vem encontrar a criança que ela gerou... A criança que viveu nos braços de outra mulher, acreditando que era a sua mãe... A criança que ficou de luto pelo os seus 8 anos, pois o seu pai à matou. E essa criança cresceu, aprendeu a se lidar com o mundo... Foi estrupada pelo avô aos seus 4 anos... Logo com o seu 16 anos, se envolveu com o seu professor... E depois veio pra Coreia do Sul em busca de trabalho, terminou o ensino médio... Se envolveu em brigas... Se envolveu em romances que não deu certo... Só com uma pessoa... Foi sequestrada... Seu professor foi morto... Deu uma de FBI...  Conheceu o pai que a abandonou... Casou-se... Teve filhos... Descobriu que tinha uma meia-irmã... Essa garota passou tudo isso, TUDO sem um conselho de uma mãe, sem um aconchego de uma mãe... Quando eu aprendi a falar, ela estava? Quando eu aprendi a andar, ela estava? Quando eu fui sequestrada, ela estava lá? Quando eu me apaixonei pela pessoa errada? Quando eu me envolvi com uma pessoa que era bem mais velho que eu, ela estava? Quando eu conheci o amor da minha vida, ela estava lá pra mim dá conselhos de relacionamento? Quando eu fui promovida, ela estava lá? E nos meus aniversários? Ela estava? E No nascimento dos meus filhos? E no meu casamento? Nenhum dos meus momentos mais preciosos ela nunca esteve por lá. Nenhum deles. Você não imagina o quanto isso dói, o quanto isso me machuca, o quanto isso me fere...

JM: Meu amor... Não fique assim. Se sua tia quer trazer ela pra cá, ela quer que você á conheça.. Que você comece a conversar com ela... Trazer o vínculo de mãe e filha em vocês duas. Eu sei que ela vai lhe pedir perdão, a única coisa que você tem que fazer é: perdoar.

S/: E se eu não conseguir? E se eu não quiser?

JM: Na bíblia diz que você tem que perdoar a pesso 70 vezes 7, ou seja, 490 vezes. Por dia. E se ela errar 491, continue perdoando, mesmo que seja uma luta. Continue perdoando ela.

S/: Eu sei, Minnie... Só não sei como vai ser minha reação depois que nós saímos daqui...

JM: Como assim "depois que nós saímos daqui"?

S/: Ela já está na casa da minha tia. Em Seul.

JM: Mas já?

S/: Sim.... Minnie... Você não tomou o remédio, que faz tu apagar? 

JM: Estava com fome, aí acordei.. Fui comer, e vi que a senhorita estava aqui.

S/: Aaah. Depois a morta de fome sou eu - tomo um gole do café - Eu te amo. Eu te amo com todas as minhas forças deste universo!

JM: Saranghaeyo-  ele começa um beijo suave e calmo... Estava com gosto de café misturado com suco de uva.. Misturou tudo. - Dorme comigo hoje, prometo que não vai rolar punição. Você me faz tão feliz, me faz ser mais confiante comigo mesmo. Você me deixa ser eu mesmo. Por isso que te amo! Você é a minha razão. Você é a razão de toda minha felicidade

S/: Minnie.... - antes que eu completasse o que ia dizer, Minnie me coloca sentada em seu colo, e começa me beija calmamente, e para eu não ficar surpresa de suas ações, ele aperta minhas coxas, fazendo-me arfar descontroladamente

JM: Dorme comigo? - falava entre os beijos

S;: Você não precisa ficar me pedindo isso. - olho em seus olhos e coloco o meu indicador em seus lábios-  sou sua esposa, e podemos fazer isso quando quisermos sem julgação de outras pessoas. Afinal, estamos em lua-de-mel - digo tiranzo sua camisa e mordendo os lábios

JM: Você é tão encantadora, tão linda, fofa e ao mesmo tempo sexy - ele morde seu lábio inferior, e me olha de cima à baixo

S/: Não me olha assim, Daddy... Desse jeito eu fico mais louca ainda do que já estou - mordo seus lábios fazendo o arfar... De repente o telefone toca

JM: Logo agora?

S/: Vou ver quem é - me levanto de seu colo me ajeitando, e atendo o telefone

Xx: Ela atendeu! Ela atendeu! O que eu falo?

S/: Quem é? Se não me contar quem é, eu vou desligar

XxX: Me passa o telefone! Oi minha querida. Como está? Sou sua tia Verónica

S/: Ah! Oi tia. Estou bem sim, e a senhora?

V: Eu estou bem sim

S/: Que bom! Você à encontrou?

V: Encontrei o quê?

S/: Você sabe muito bem do que eu estou falando. A minha mãe biológica. Você à encontrou?

V: Sim... Foi ela que ligou, só que ela não conseguiu se conter ao ouvir sua voz, começou a chorar e...- a interrompo

S/: Passa o telefone pra ela - olho pro relógio e era 01:00 da manhã

Xx: S/n? Filha? Sou eu sua mãe-  ela falava entre os soluços

S/: Antes de tudo quero saber o seu nome e quais foram os motivos para que me deixasse pelo mundo.

Omma: Eu sou n/m. Você foi trocada durante o parto. Tinha uma mãe ao meu lado, que nasceu uma criança morta, e eles fizeram a troca de bebês: você ficou com uma das namoradas de seu pai, acreditando que ela era sua mãe até hoje... E agora, você sabe quem é ela de verdade. Quando eu descobri que você estava viva, fiz de tudo pra te procurar... Fui no endereço de sua casa, mas tinha alguns dias que você veio para a Coreia... Você devia imaginar a angústia que eu estava sentindo... Agora que eu sei que você está viva, é a única coisa importante pra mim... Eu já sei que sou avó, que você está casada com um cantor de K-pop... Mesmo longe eu sei de tudo o que aconteceu com você, minha filha - aquelas palavras minha filha ecoavam infinitamente na minha cabeça, fazendo-me querer chorar, gritar de alegria por ter ouvido a voz de quem me gerou

JM: Oh meu amor - ele me abraça, e sem perceber, eu estava em lágrimas o abraçando fortemente - vai ficar tudo bem quando nós voltarmos

S/: Agora a minha vida está completa! Minha família está inteira - pego o telefone-  mamãe... Mamãe eu quero te ver - começo a chorar mais ainda, e acabo escorrendo e fico sentada no chão, com o Jimin ao meu lado - eu quero te conhecer, quero te beijar, quero te abraçar.

O: Me perdoa por tudo que eu fiz

S/: Não tem nada pra perdoar. - Jimin pega meu telefone

JM: Olá, eu sou Jimin,seu genro. A minha esposa está muito feliz em ouvir a senhora, ela só está querendo alagar a casa, só isso.

O: Eu quero conhecer vocês. Principalmentw com quem a minha filha se envolveu

JM: Ela se envolveu com um cara mais lindo do mundo, e o amor da vida dela

S/: Convencido nem um pouco. Me passa o telefone, por favor ? - ele me entrega o telefone - quando podemos nos encontrar?

O: Quando você voltar. Agora tenho que ir dormir, espero lhw encontrar logo

S/: Eu também 




Notas Finais


"SPOILER"

NO ÚLTIMO CAPÍTULO DESTA TEMPORADA, A S/N VAI SE ENCONTRAR COM SUA MÃE BIOLÓGICA!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...