História Em outro lugar (SwanQueen) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Cora (Mills), Emma Swan, Lilith "Lily" Page, Malévola, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Sr. Gold (Rumplestiltskin), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Aventura, Emmaswan, Reginamills, Swan Queen, Swanqueen
Visualizações 49
Palavras 760
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, LGBT, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sei que demorou, mas aqui está mais um capítulo

Capítulo 6 - Doutora Cora


Fanfic / Fanfiction Em outro lugar (SwanQueen) - Capítulo 6 - Doutora Cora

-A história não contada será revelada… em breve, mary. - uma voz sussurrante fala ao ouvido de Mary que por três dias esteve desacordada.

A mulher de cabelos negros acorda suavemente, tentando entender o que ela fazia na cama daquele hospital. Mary olha para o teto branco respirando fundo, tentando aliviar a dor que sentia em seus pulmões por ter dormindo de mais. A morena corre seus olhos por toda a sala, reparando em todas as coisas, ela levanta e se senta na cama, levando sua mão a cabeça para toca-la.

- o que aconteceu? - Mary pergunta a si mesma, voltando seu olhar para a cama de hospital.

Ao longe, Mary escutava algumas vozes, que eram difíceis de interpretar.

No corredor, o médico que cuidava do caso de Emma conversava com uma senhora de boa postura sobre o caso tão incomum da garota que se chamava Emma. A senhora, que também era médica, trabalhava em um dos hospitais mais renomados de Seaton, o Seaton Greece. A dama era a melhor neurologista daquele hospital, e estava em Storybrooke somente pelo caso curioso da garota, que na flor da idade teve um AVC.

- de-me mais detalhes. -a senhora de salto agulha preto interroga o médico, que havia lhe chamado para ajudá-lo.

- até agora não foi possível descobrir a causa, só sabemos que se continuar assim, ela pode nunca mais acordar.

Mary, que já estava acordada, escutava tudo atras da porta de seu quarto. Quanto mais a morena escutava o médico, mais apavorada ela ficava. O médico por não saber que a mãe da garota estava escutando tudo começou a dar detalhes mais peculiares sobre a condição da menina, chegando a falar sobre o corpo estranho que foi encontrado na cabeça de Emma. Ainda disse mais, que se a menina não acordasse em no mínimo 4 dias eles teriam que declarar morte cerebral. No meio da conversa a senhora de cabelos castanhos perguntou quantos dias a garota estava dormindo, e o médico respondeu com precisão, exatas três dias. Quando Mary ouviu que já se havia passado três dias desde que ela mesma desmaiou, ficou com mais medo de perder sua filha amada.

Mary sai do quarto bradando, com lágrimas em seu delicado rosto branco.

-O que está acontecendo com a minha filha… por que ela não acorda. - perguntou com desespero, mesmo já sabendo o motivo…

Uma mãe desesperada gritava com os médicos que tentavam a acalmar, era sua filha que estava ali, sua única família, tudo o que ela tinha. Logo uma mulher muito bem vestida com uma saia lápis preta e uma blusa de botão marrom, se aproxima de Mary. A morena estava chorando muito, tentando fazer seu colega dar uma explicação plausível pelo coma de três dias da garota. A mulher de cabelos castanhos que aparentava ter uns cinquenta e poucos anos de idade se intromete puxando conversa com a mãe da menina que estava em coma.

A mulher de olhar penetrante estende a sua mão para a mãe desesperada para a comprimemta-la.

-Muito prazer. Cora Mills, neurologista renomada de Seaton Greece. - a mulher mais velha da um belo sorriso e Mary a observa hipnotizada, a morena tinha a leve impressão de que já havia conhecido essa mulher.

- O prazer é todo meu, Mary Margaret. Sou uma enfermeira. - Mary da um sorriso bobo e comprimenta a mulher.

- Eu serei a nova medica de sua filha, e por isso eu preciso da sua assinatura, precisamos mudar ela de hospital.

- e para onde ela vai?- a morena pergunta para a dama sem desviar o olhar da mesma.

- Como eu já disse eu trabalho em Seaton Greece, então eu quero transferi-lá para Seaton.

- Eu não vou deixar minha filha ir para Seaton sozinha.

- achei que diria isso, mas se você quiser você pode ficar na minha casa, ela é grande e eu quase nunca fico lá, então se quiser está a sua disposição, Snow. - Mary fica quieta, ela não entendia o que estava acontecendo ali. Como aquela mulher desconhecida sabia o seu apelido de infância? Era como se ela conhecesse Cora de algum lugar, talvez de um sonho.

- Eu agradeço a cortesia doutora Cora. Adoreia ficar em sua casa. - as palavra simplesmente saíram e agora, a mulher branca como a neve não podia mais voltar atrás, na verdade não queria.

- ótimo. Assine aqui e amanhã mesmo estamos indo. - Cora da um belo sorriso, se vira e se afasta indo embora.

Relato de Cora

É ela… ela é a garota da simulação, ela é a snow whate, a garota que eu me apaixonei a muito tempo atrás...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...