História Em tempo antigos . ChanBaek - ABO - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, Histórias Originais
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Huang Zitao (Tao), Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Min-seok (Xiumin), Lu Han (Luhan), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Wu Yifan (Kris Wu), Zhang Yixing (Lay)
Tags Abo, Alfa, Baekhyun, Beta, Chanbaek, Chanyeol, Exo, Ômega, Tempos Antigos
Visualizações 48
Palavras 1.113
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Um grande patife.


.BYUN BAEKHYUN.

assim feito, cheguei ao centro onde havia varias ruas vendendo coisas diferentes, eram artesanatos assim como alimentos, a minha patroa ela não gostava de alimentos em indrustrialização, tal coisa que estava por virar febre durante esse início de século, porem ainda assim haviam mais pessoas em vilas comprando suas próprias frutas, eu nunca havia vindo aqui, era tudo muito bonito mas tudo bem gelado. havia ido a uma bancada de frutas colocando algumas frutas no cesto que eu havia levado e logo pago, enquanto olhava alguns trigos vejo alguns dos ômegas falarem sobre alguém que não me interessava que estava passando, alguns se curvavam fazendo tal referência, já outros ficavam de boquiaberto pelo rapaz que caminhava perante a vila, fiquei parado sem olhar para quem tanto todos falavam continuando a observar o trigo afinal, quem eles pensavam que ele era? O rei da inglaterra? em pleno século, quanta gente patética.

quando terminei as compras corretamente como a sra. Lim havia me informado voltei a caminhar para voltar para a residência whinchester, porem em meio o caminho para a saída da vila, via ômegas e alfas aos amassos assim como algumas pessoas dando total atenção para um só garoto, deve ser o mesmo que minutos atrás, ele é muito bonito mais não tem muita graça.

-- grande patife da parte dele.

disse resmungando e apenas fiquei o observando como todos os outros naquela região.

.PARK CHANYEOL.

Evitando o encontro com o outro alfa, chanyeol passou bem longe do amontoado de ômegas e betas que rodeavam o lider da segurança da aldeia. Ao passar em frente da pequena feirinha comercial, essa, não muito movimentada, chanyeol sentiu, como nunca antes, a intensidade do aroma de alguém. Dizem que quando encontra-se o companheiro predestinado pela primeira vez, é como se fosse a pessoa fosse atinginda por uma tonelada de tijolos. Bem, o Park nunca havia sentindo algo assim, também nunca se quer pensara que um dia sentiria, até aquele momento.

A uns bons minutos o ruivo ja havia interrompido seu destino inicial para procurar de um vinha o cheiro que o estava pondo louco, e para piorar sua situação, ou não, so conseguia senti-lo. Olhou para o moço que passava com um caixote cheio de morangos, não era ele. Para a garota de avental atrás da barraca de temperos, não era ela. O desespero para encontrar o dono de cheiro fascinante tocou conta do maior e um medo ainda maior de não encontrá-lo e talvez, perder a chance de encontrar seu possível companheiro predestinado

A única opção para o Park fora seguir em direção contrária a que estava, de onde o cheiro fazia-se mais forte. E assim que bateu os olhos sobre um ser de cabeleira tingida em um caramelo desbotado tevi o vislumbre do homem que instantaneamente causou uma fisgada dentro de si. E pelo pouco que pode ver, era um dos homens mais lindo que ja teve a oportunidade de admirar. Apesar de parecer calmo por fora, o lado animal do Park fazia-se louco, louco para atacar aquele ômega no meio daquela multidão, montá-lo e reivindicá-lo na frente de todos os Deus e pessoas presentes. Felizmente chanyeol tinha um controle esplêndido com seu lobo, mesmo com a dificuldade que teve para acalma-lo agora

Após a inquietude e ter passado minutos petrificado o ruivo tomou a decisão de aproximar-se do homem/garoto não gostando nada quando percebeu com clareza que o outro estava na presença de mais alguém. Esse que do qual desfilava horas antes pela aldeia. Oque Wu Yifan tinha com 'seu' ômega?

.BYUN BAEKHYUN.

pra mim era diferente estar sozinho na rua, é algo... novo e estranho, afinal, eu sempre estive trancafiado naquela casa a qual eu trabalhava, enquanto todos iam a escola ou iam trabalhar, eu ficava limpando o chão, lavando louças, fazendo alguma alimentação para o jantar e arrumava o quarto dos betas e do alfa mais novo, os betas não davam tanto trabalho, mas o alfa mais novo era tão_ _porco_ _que no quarto deve só faltava a lama para ser um total chiqueiro. raramente eu via o alfa mais velho em casa e a única ômega que havia na casa além de mim, ela me ajudava em alguns afazeres e era raras as vezes que saiamos para comprar algo ou fazer algo... eu não tinha muito amigos, era um século horrendo para se dizer amigo de alguém.

ao voltar aos meus devaneios, eu parei de observar o alfa qual era falatorio a todos e voltei ao meu caminho o qual me bate não por querer em outro alfa que me assustou me fazendo rir assim que o olhei, vi o felino me olhar direto nos olhos e segurar minha mão, o que me fez abaixar a cabeça batendo fraco em sua mão

-- você quer ajuda? - perguntou com um sorriso sinico em seus lábios.

-- não, obrigada, acho que sei me virar. - sorrio raso sem expor os dentes e comecei a andar mas o mais alto me impedia. - o que você ta fazendo? eu preciso ir pra casa.

-- casa? eu posso te levar. - disse e logo notei que havia algumas pessoas nos olhando e fuchicando no ouvido de outras. então na verdade esse era o tal alfa que todos davam atenção?

-- eu não te conheço, eu posso ir sozinho.

-- Wu Yifan, agora conhece e você garoto precioso? qual seu nome? - disse em certa ousadia como colocasse um ênfase em seu elogio.

-- isso não é de seu interesse. - coisas como essa me deixavam aos nervos, por isso sentia minhas mãos suar enquanto eu estava a tentar passar, sorrio fraco para ele para mostrar ao menos simpatia logo depois que caminhei atrás daquele grande arranha céu em poucos segundos ele segurando meu antibraço tomando minha atenção.

-- não pense que se livrou de mim.

-- você é um alfa bem louquinho, acho que você perdeu sua noção, ein. - comentei em uma "piada" fazendo o garoto rir, assim como eu também. - licença. - fiz ele soltar meu braço me curvando e continua andando a caminho da casa winchester.

-- eu ainda não sei seu nome, ômega. - ele gritou me fazendo negar com a cabeça girando os olhos e apenas continuei caminhando sem olhar trás implorando para que o alfa tolo não me acompanhasse as escondidas.

que grande desastre, não nasci para flertes ainda mais de alfas que são conhecidos como celebridades igual o Sehun e esse tal de Wu Yifan, na verdade, eu nunca parei para pensar se quero viver para sempre trabalhando naquele lugar sem fazer nada que pudesse ser o melhor para meu futuro, eu não sei se tereis um futuro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...