1. Spirit Fanfics >
  2. Emaranhado de cordas e abraços >
  3. Imbecil

História Emaranhado de cordas e abraços - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Opa, oi

É isso mesmo. Carollzinha tá postando Kagehina. Surpresos?
Um pouquinho né.

Mas o que eu posso fazer se eles também são os meus nenéns?

Capítulo 1 - Imbecil


Levantou a bola no ar mais uma vez, expirando quando Hinata a cortou de forma veloz. Tão rápido quanto podia.

Era extasiante vê-lo tão focado em acertar seu objetivo, melhorando mais e mais a cada treino.

Outra vez, a bola estava no ar. Tudo o que conseguia ouvir era o som dos sapatos na madeira do piso, pegando impulso para mais um belo salto.

Hinata era bonito. Era como se no momento em que pulasse, um par de asas tão escuras quanto a noite aparecesse de repente em suas costas, fazendo jus ao conjunto que era todo o seu corpo. Parecia sempre estar em câmera lenta. Até o momento em que a palma se chocava com a bola.

Aquela quadra era testemunha de muitas quedas, erros, acertos, um ou outro beijinho aqui, um carinho ali.

Mas em sua maioria, seus treinos a sós. Era bom. Evoluir juntos. A paz e confiança. Sabendo que o outro estaria ali para pegar seus levantamentos.

Lhe dava uma sensação tão leve que tinha vontade de suspirar todas as vezes que via o sorriso vitorioso naqueles lábios. Aquele olhar brilhante e alegre direcionado apenas à ele. A sensação de posse sobre o laranjinha tomava todo seu ser.

Em um descuido por sua mente estar avoada, seu impulso com a bola foi alto demais. Shouyou se desequilibrou, já que em um pulo descuidado, ficou muito perto da rede.

Vendo o que iria acontecer, o corpo de Kageyama se moveu sozinho, indo de encontro ao ruivo, o segurando. Porém o peso do corpo de Hinata fez os dois caírem por cima da rede.

Tudo o que foi ouvido naquele lugar foi um berro estridente de Shouyou antes de irem de encontro ao chão, levando a rede junto.

O ruivo rolou com Kageyama, se enrolando ainda mais na rede, ficando preso ao corpo do namorado.

– Para com isso, seu idiota! - o moreno esbravejou irritado, olhando feio para o ruivo.

Hinata tremeu sob o olhar sombrio do mais novo, tentado a se mover e sair do emaranhado de fios que se enrolaram, porém o medo de levar uma bolada na cara prevalecia.

– K-kageyamaaaaa, eu só quero sair daqui. Você está sendo assustador de novo. - reclamou em um tom manhoso, se mexendo de um lado para o outro.

Kageyama o encarou com uma expressão impassiva, olhou bem a posição em que estavam. Seus braços estavam em torno da cintura do ruivo, onde segurou na queda e não soltou até agora, as pernas e o tronco de ambos estavam totalmente enrolados na rede e se não fosse desenrolado com cuidado, não sairiam dali nem tão cedo e iriam precisar pagar por outra rede.

Suspirou irritado, encarando o biquinho que o ruivo ainda fazia para si. Tinha vontade de beijá-lo ali mesmo.

Um rubor apareceu em suas bochechas, chamando a atenção do baixinho.

Como não era bobo nem nada, deixou que um sorriso sacana brindasse seus lábios, antes de se aproximar até chocar seus lábios com os do mais alto, assustando o moreno, que ainda se envergonhava com os beijos que eram compartilhados por ambos. Não era como se tivessem passado disso.

– Idiota. - murmurou, com os lábios ainda encostados nos do ruivo, que sorria com diversão. 

– O seu idiota~ - cantarolou, rindo mais quando Kageyama virou o rosto vermelho para o outro lado.

Roçou o nariz contra a bochecha rubra, beijando ali também, antes de abraçá-lo pelos ombros e jogá-los novamente no chão com o impulso.

– Temos que desenrolar a rede, Hinata. - o moreno disse, agora mais calmo, com o rosto quase que completamente imerso no emaranhado de cabelos ruivos.

– Daqui a pouquinho… - resmungou, se aconchegando no pescoço do mais novo, fazendo Kageyama se contorcer levemente com as cócegas.

– Você ainda tem que subir uma montanha, imbecil. Nada de daqui a pouco. - falou sério, levantando e se afastando tanto quanto podia do baixinho, que choramingou em resposta.

Hinata continuou reclamando, resmungando a todo momento em que tiveram que desfazer mais de um nó, resmungando quando ainda tiveram que limpar a quadra para o outro dia, resmungando quando tiveram que caminhar até suas casas.

Porém suas queixas morreram assim que pôde beijar Kageyama mais uma vez.

Nem se importou quando sua bicicleta caiu no chão ao ser erguido nos braços do moreno. 

Apenas riu, o abraçando com força, sendo retribuído do mesmo modo.

– Nos vemos amanhã, meu rei? - brincou levemente, falando baixinho com os lábios ainda próximos do mais novo. O mais novo não ligou, apenas retribuiu da mesma forma.

– Nos vemos amanhã, idiota. - rebateu ainda envergonhado, porém feliz em poder estar abraçado com Hinata. Lhe deu mais um selinho antes de largá-lo e seguir seu próprio caminho.

O ruivo levantou novamente sua bicicleta e começou a andar, quase saltitando de felicidade ao caminhar.

Se não fosse tão problemático desatar os nós da rede de seu corpo e dela própria, ele cairia de novo sobre ela.

Tudo isso só para poder estar abraçado com Kageyama por um tempo indeterminado.


Notas Finais


Espero que tenha agradado vocês ✨

E pra quem me acompanha no fandom de servamp, dia sete, eu começo uma nova fanfic que vai ter 8 capítulos.

Espero ver vocês lá 💖

Autor da fanart: @Neoe_; https://twitter.com/Neoe_?s=08


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...