História Emison - Love History - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Emily Fields
Tags Alison, Amor, Emily, Emison, Romance Prettylittleliars
Visualizações 442
Palavras 3.260
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiii pessoas... Como sempre mais um capitulo para vocês!!! Esse capitulo por mais que foi um dos mais dificieis para eu escrever, eu confesso que é um dos meus favoritos, sei que não vão gostar muito, mas lembrem-se ás vezes tem males que vem para bem, para nos fazer crescer e amadurecer. Boa leitura...

Capítulo 19 - Capitulo 19 : É o Fim?...


Fanfic / Fanfiction Emison - Love History - Capítulo 19 - Capitulo 19 : É o Fim?...

Acordei um pouco tarde e Emily já não estava mais na cama, olhei no relógio e era 09:00, estranhei a ela não estar mais la, pois sua fisioterapia seria apenas 12:00, quando ela abre a porta e entra com uma bandeja de café que estava trazendo para mim.
Em- Bom dia Ali! - Disse com um sorriso enorme no rosto
Ali- Bom dia Em - Sorri também
Em- Eu preparei o café para você - Disse sentando-se do meu lado.
Como aquele serzinho podia ser tão incrível assim?
Ali- Obrigada amor! Assim você vai me acostumar mal - Passei a mão pelo seu rosto 
Em- Essa é a ideia, pois assim você nunca vai conseguir ficar longe de mim - me deu um selinho
Ali- Emily Fields então pode parar! Por que eu já não consigo ficar um segundo longe de você - Apertei seu nariz - O que você trouxe de café?
Em - Bom no cardápio da Senhorita Dilaurentis hoje tem: panqueca com calda de chocolate, torradas integrais, morangos e... NUTELLA! - Fez uma cara engraçada
Ali- Nossa Em! Você é incrível - Dei um grande sorriso
Me sentei então em seu colo e coloquei a bandeja em cima de mim para que pudéssemos comer juntinhas
Ali- Não é melhor fechar a porta?
Em- Hoje só estamos nós duas, minha mãe foi trabalhar mais cedo... - Sorriu
Ela então passou a Nutella em um morango e me deu uma mordida e em seguida comeu a outra metade
Em- Você fica muito sexy assim sabia? - Disse enquanto eu mastigava o morango
Ali- Só assim? Arqueei a sobrancelha
Em- Não... Na verdade você é de todo jeito, mas assim você fica mais - Disse corando um pouco - Você não tem ideia de como é difícil eu me controlar às vezes...
Eu a olhei com uma cara de espanto, pois eu não estava entendendo o porquê dela estar dizendo aquilo.
Ali- E por que você se controla? - Fiz um olhar sacana
Em- Por que eu acho que certas “coisas” têm que ser especiais, quando a pessoa envolvida é a pessoa mais especial da minha vida... - Suspirou
Ali- Eu te amo sabia? - Lhe dei um selinho
Em- Eu também te amo - Beijou minha bochecha.
Eu então peguei o pote de nutella, coloquei o dedo e passei por todo o contorno de sua boca, em seguida vagarosamente com minha língua fui limpando todo o local causando arrepios nela.
Em- Eu queria muito ficar o dia todo nessa cama com você... - Falou ainda com os olhos fechados - Mas tenho a fisioterapia. - Suspirou.
Ali- Falando em fisioterapia, essa tal Samara, você já a viu? - Perguntei comendo um pedaço de panqueca
Em- Ainda não, marquei com ela por indicação do Dr. When mesmo, por quê? - Perguntou confusa
Ali- Sei la... Não gostei desse nome - Dei de ombros
Em- Alison - Deu uma risada - Você ta com ciúme de um nome?
Ali- Claro que não - Bati em seu ombro - Mas quero ir com você no primeiro dia, pode ser?
Em- Claro que sim, eu vou amar!
Peguei então a bandeja que estava no meu colo e coloquei mais afastada de nós, continuei sentada em seu colo, porém agora fiquei virada para ela, e ficamos extremamente próximas. Envolvi meu braço em volta de seu pescoço e ela entrelaçou os seus em minha cintura, ficamos alguns minutos desse jeito, apenas sentindo a respiração uma da outra.
Ali- Sabe, eu nunca imaginaria que eu "Alison Dilaurentis" fosse sentir o que estou sentindo agora - Sorri
Em- E o que está sentindo?
Ali- Passei a mão pelo seu rosto - Digamos que uma vontade de sair correndo por ai gritando que você Emily Fields é o amor da minha vida - Sorri
Em- Sua doidinha - Roçou seu nariz no meu - Saiba que o sentimento é mútuo... 
Ali- Um dia ainda estaremos em Paris, somente você e eu, aproveitando na Riviera Francesa, dançando pelos campos de girassóis... - Encostei minha cabeça em seu pescoço.
Em-  E por quanto tempo ficaremos? 
Ali- Que tal para sempre? - Me afastei de seu pescoço e olhei nos seus olhos
Ela então se aproximou e me beijou, um beijo calmo e cheio de sentimento
Em- Preciso me arrumar para ir - Disse apertando minha cintura
Assenti com a cabeça e quando eu ia sair de seu colo ela me puxou novamente para si e me deu mais um beijo dessa vez mais intenso.
Nos levantamos e nos trocamos e fomos em direção á tal fisioterapia, eu estava curiosa para conhecer essa tal Samara...
Quando chegamos lá minhas suspeitas se confirmaram...
Argh! Samara era linda, tinha cerca de 1,70m cabelos loiros e olhos azuis e eu não gostei nada do jeito que ela olhou para a Emily, pressentia que aquilo me daria problemas, mas me mantive o mais normal possível...
Samara- Emily Fields, prazer ! - Deu um sorriso e pegou na mão da Emily - Sou a Samara
Em- Prazer Samara - Deu um sorriso sem graça - Essa é minha amiga Alison - Disse apontando para mim
Affz "amiga" - Revirei os olhos
Samara- Prazer Alison - pegou na minha mão
Ali- O prazer é todo meu - Dei um falso sorriso
Samara- Bom Alison você pode se sentar ali e ler alguma coisa enquanto eu e Emily começamos o aquecimento okay?
Apenas assenti com a cabeça
Enquanto eu me sentava e pegava algo para ler,ou melhor fingir ler, Samara levou Emily para colocar seu maiô e pouco tempo depois as duas já estavam na piscina e o excesso de toques que a ela tinha com Emily já estava me irritando, mas tentei me manter calma, antes que meu outro lado viesse á tona...

POV EMILY:

Samara – Emily, faz quanto tempo que você levou o tiro?

Em- Faz um pouco mais de um mês – Sorri

Samara –Você é bem forte, você devia ser uma ótima atleta – Disse colocando a mão em minha cintura... – Levante os braços Emily – Sussurrou em meu ouvido

Eu estranhei o jeito da Samara e olhei automaticamente para Alison que já estava com uma cara nada boa e pude ver que ela já estava bufando de raiva

Samara – Emily?

Em- Sim?

Samara – Preciso ver como está suas braçadas, tente nadar até a metade da piscina e não precisa de pressa – Sorriu

Assenti com a cabeça

Tentei nadar, mas não consegui dar nem duas braçadas, fui tentar voltar a superfície, mas não consegui, Samara acabou me puxando para cima, mas não conseguiu evitar de eu me afogar um pouco.

Samara – Ta tudo bem? – Falou passando a mão em meu rosto

Em- Hurum – Disse ainda tentando parar de tossir

Ela então fez mais alguns alongamentos em mim e em seguida me dispensou e fui em direção ao banho e Alison veio comigo.

Ali- Emily! – Disse bufando e eu já esperava por isso

Eu estava com raiva também por não ter conseguido nadar, mas tentei me controlar e agüentar calada as loucuras da Alison.

Em – O que foi Ali? – Suspirei

Ali- Será que da para você olhar para mim? – Disse me puxando

Em – O QUE FOI? – Disse já sem paciência

Ali – Não GRITE COMIGO!- Falou mais alto ainda

Bufei e me sentei no banco e abaixei a cabeça

Ali – Qual é a daquela garota? – Disse cruzando os braços – Eu não sei por que te tocar tanto daquele jeito. – Bufou

Em- Eu não sei ta bom? – Continuei encarando o chão

Ali- E ainda fazendo aquilo tudo na minha frente, você tem idéia de como eu fiquei? – Se sentou do meu lado – E o pior que você ainda deixou – Disse me dando um tapa forte

Em- Ai Alison! – A olhei desaprovando seu ato – Você se esqueceu que para ela nós duas somos somente amigas? – Bufei

Ela então se levantou ficou na minha frente e cruzou os braços novamente

Ali – E para você Emily, o que nós somos? Por que eu não senti por nenhum momento você me respeitando, respeitando o que temos dentro daquela piscina.

Em- Alison – Balancei a cabeça – Não fale do que você não sabe... – Bufei – Você quer que eu volte lá e diga para ela que eu e você temos algo? Algo que eu nem sei o que é ao certo, mas que temos? Por que se você quiser eu vou lá e falo, mas antes disso eu quero que você fale o que temos e principalmente o que posso falar para as pessoas. – Finalizei.

Ali – Emily – Suspirou – Vai ser sempre assim agora? Eu não posso falar nada que você já vai jogar isso na minha cara de não assumir você? Quer saber, é melhor a gente dar um tempo, por que ta ficando difícil conviver assim... – Disse já com lágrimas nos olhos e pegando sua bolsa que estava do meu lado.

Em – Alison – Segurei seu braço – Você viu o que aconteceu naquela piscina? – Ela assentiu com a cabeça – Não essa parte que você está pensando, mas a parte que eu não consegui nem dar três braçadas dentro da água – Abaixei a cabeça novamente – Você tem idéia do que isso significa para mim? – Soltei seu braço e coloquei em meu rosto. – Eu não agüento isso ta bom? Não agüento ter mais uma briga com você, não agora.

Ali – Eu já vou, não quero ser mais um ‘’problema’’ que você tem que resolver. – Suspirou e pude sentir sua voz carregada de raiva.

Em- Alison! – Insisti novamente

Ali – Emily Não – Disse se virando e já saindo do banheiro

Eu fiquei ali imóvel por alguns momentos e só conseguia chorar por tudo que estava acontecendo. Juntei minhas coisas, coloquei na mochila e sai em direção á casa, mas antes Samara me chamou e me virei tentando disfarçar minha cara de choro

Samara – Vejo você amanhã?

Apenas assenti com a cabeça e segui para a saída.

Cheguei em casa e fui direto para meu quarto, não queria conversar com ninguém, apenas bati a porta e me deitei na minha cama, ainda sentindo o cheiro da Alison no lençol.

Não vi  sua mala no quarto, então imagino que ela já tenha voltado para casa sem me avisar

Abracei o seu travesseiro e fiquei ali imóvel pelo restante da tarde. Como ela podia ser tão insensível assim, depois de tudo que eu estava passando ela ainda querer um tempo? Não conseguia acreditar que ela tinha feito aquilo.

POV ALISON

Sai daquele lugar totalmente arrasada, eu estava cega de ódio e para piorar tive que olhar aquele rosto da Samara por mais uma vez, ARGH!!! Fui rapidamente em direção á casa da Emily para pegar minhas coisas, eu não queria olhar para ela por mais nenhum minuto, e como hoje a noite meus pais já estariam em casa eu aproveitei e fui embora mais cedo.

Aquela discussão com ela a respeito de assumir o que tínhamos já estava ficando cansativo, toda vez ela fazia questão de jogar isso na minha cara, por mais que eu não assumisse eu não ficava feito uma vadia me esfregando nas pessoas como ela fazia, eu respeitava o que tínhamos, o amor que sentíamos uma pela outra, mas para ela isso, não significava nada...

Cheguei em casa e rapidamente mandei mensagem para as meninas, pois eu queria me divertir para esquecer de tudo, como eu agora tinha dado um tempo com a Emily a última coisa que eu faria seria ficar chorando por ela, enquanto ela estivesse se agarrando com aquela loira oxigenada. Não mesmo.

SMS GRUPO ON:

Ali – Meninas, vamos ao The Brew? Estou entediada L

Hanna – The Brew? Demorou!!! Eu to dentro ;)

Aria – Meninas, estou com o Noah, mas encontro vocês lá... Bjinhos

Spencer – Ali passo ai para irmos juntas.

Ali – Okay, nos vemos daqui a pouco. Beijos...

SMS GRUPO OFF

Emily não respondeu, imagino que deve estar com Samara ainda, que fique com ela ARGH!!! Eu adorava o fato de pelo menos ter meu grupo para sair quando precisava, essa é a vantagem dos amigos, pode contar com eles para qualquer hora...

Spencer logo chegou e fomos juntas para o The Brew, chegamos lá e as meninas já nos aguardavam

Abracei todas e em seguida me sentei para fazermos nossos pedidos.

Hanna – Por que será que a Em não veio? – Cruzou os braços

Spencer- Você ligou para ela Ali?

Ali – Sim, mas ela não atendeu – Menti

Por mais que eu estivesse com as meninas e elas me fizessem rir, não ter Emily ali fazia tudo perder a graça, tentei levar esse pensamento para longe e focar somente em estar com as meninas naquela hora.

Aria – Noah me pediu em namoro – Sorriu mostrando a aliança

Ali – Que linda Aria – Falei olhando suas mãos – Fico muito feliz por vocês

Spencer – Eu também Aria – Sorriu

Hanna – Agora só falta conhecermos o da Ali – Deu um sorriso malicioso

Spencer – Espera ai, Alison namorando? – Me olhou surpresa

Ali – Não mais – Dei um sorriso falso

Aria – Por que não falou para a gente que estava? – Perguntou sem entender

Ali- Era recente demais, não sabia se iria ou não virar algo sério – Suspirei

Aria – Entendo.

Hanna – Gente recebi uma mensagem da Emily, parece que ela não está bem. – Falou com os olhos arregalados

Ali – O que houve com ela? – A encarei não dando muito importância.

Hanna – Parece que hoje na fisioterapia foi péssimo, vocês conhecem a Emily, ela já queria sair nadando igual uma sereia... – Suspirou

Aria – Vamos lá na casa dela?

Todas assentiram, eu não queria ir, mas se eu falasse que não ia causar suspeitas, pois as meninas sabiam o quanto éramos grudadas.

Pagamos a conta e fomos em direção a casa dela, chegamos lá Pam abriu a porta e mandou todas nós subirmos para o quarto. Abrimos a porta e encontramos ela lá deitada com a cabeça afogada no travesseiro, senti uma pontada no peito, mas mesmo assim me contive e me sentei na cadeira de sua penteadeira e cruzei as pernas, as meninas logo pularam todas em cima da cama e a abraçaram.

Em – O que estão fazendo aqui? – Disse as abraçando

Hanna – Acha mesmo que eu iria deixar meu amor aqui sofrendo? – Beijou a bochecha dela.

Aria – Isso mesmo Emily, mas você não pode ficar assim toda vez que for á fisioterapia, tudo tem que começar devagar e logo você estará se surpreendo sem nem perceber. – Sorriu e a abraçou

Emily evitava a todo instante a olhar para mim e eu não via a hora de ir embora, pois o clima estava tenso e eu sabia que não era bem vinda ali.

Spencer – Alison por que o silêncio? – Me olhou curiosa e todas se viraram para mim.

Ali- Ham? – Me fingi de sonsa – Me desculpem meninas eu preciso ir, meus pais acabaram de chegar e querem me encontrar – Dei um sorriso fraco e me levantei da cadeira.

Aproximei-me de todas e dei um abraço e um beijo no rosto, como eu sabia que se não fizesse com Emily também ficaria estranho, me aproximei dela e lhe dei um abraço e a mesma parece ter entendido minha intenção e fez o mesmo e lhe dei um beijo na bochecha que acabou demorando um pouco mais do que eu esperava, até que me afastei.

Ali- Melhoras Emily – Dei um sorriso falso e ela assentiu com a cabeça. Fui embora e a deixei com as meninas.

Cheguei em casa e meus pais já me estavam a minha espera.

Kenett – Que saudades filhinha – Veio me abraçar

Ali- Também Papai! – Beijei sua bochecha

Jessica – Oi querida – Beijou minha testa

Ali – Oi mamãe – A abracei

Jessica – Vamos jantar a mesa já esta pronta.

Lavei minhas mãos e em seguida fui jantar, agradecemos pelo jantar e começamos enfim nossa refeição.

Ali – E como o Jason está?

Kenett – Como sempre o desgosto da nossa família querida – Negou com a cabeça.

Jessica – Amor não fale assim dele, ele está em recuperação Alison, creio que logo estará melhor.

Kenett – Como foi com os Fields essa semana? Lhe trataram como você merece?

Ali – Sim Pai, eles me trataram muito bem – Me lembrei do café que Emily tinha feito para mim hoje de manhã e dei um longo suspiro.

Jessica- Vou ligar agradecendo a Pam, por ter cuidado tão bem de você.

Kenett – Querida aproveite e convide-os para jantar no final de semana.

Jessica – ótima idéia amor

Kenett – E o Ian querida como ele está?

Ali – Nós terminamos pai

Kenett – Por que? Você sabe como eu gostava dele...

Ali – Mas eu não gostava pai...

Kenett – Tudo bem, mas espero que vocês se entendam – Sorriu. – Já volto preciso atender um telefonema

Ali – Okay – Suspirei.

Jessica – Filha, tem algo te incomodando? – Colocou a mão em meu ombro

Ali – Mãe eu preciso te contar uma coisa, até por que você sabe que nunca te escondi nada, mas eu não sei como será sua reação e o papai não pode saber de jeito nenhum.

Jessica – Okay querida, vamos para seu quarto – Assenti com a cabeça e subimos

Jessica – O que foi querida? – Disse fechando a porta

Eu então me sentei na cama e encarei o chão.

Ali – Mãe eu não sei como você vai reagir com isso – A encarei – Eu terminei com o Ian, por que... por que... – Comecei a chorar

Jessica – Querida você está me deixando preocupada – se sentou ao meu lado e colocou a mão em meu ombro

Ali – Por que , mãe – Tomei fôlego – Eu amo a Emily Fields – A encarei tentando entender sua expressão e por incrível que pareça ela não parecia surpresa.

Ali – Mãe? Você não parece surpresa... – a olhei sem entender

Jessica- Querida, para ser sincera eu sempre desconfiei disso, desde quando se conheceram eu via o modo que vocês cuidavam uma da outra, sem contar que você é um pouco ‘’revoltada’’ com todas, mas com ela você é diferente – Sorriu

Ali – Mãee... – Sorri

Jessica – E vocês estão juntas? – Me perguntou curiosa

Ali – Não mais – Suspirei

Jessica – Por que não?

Ali – Por causa do meu medo de assumir o que sinto por ela, e também por causa da médica que está dando em cima dela e ela não faz nada para impedir.

Jessica – Querida, nenhuma mãe ia querer alguém melhor do que Emily Fields para sua filha... Só pelo jeito que ela te olha já da para saber que ela daria a vida por você, ou melhor ela já provou isso, quando enfiou na sua frente para te salvar daquele tiro – Suspirou – Então não acredito que ela tenha olhos para outra pessoa a não ser você

Ali – Você tem razão mãe, na hora eu fiquei cega de raiva e não pensei por esse lado. Você é incrível sabia?

Jessica – Sim – Beijou minha testa- Querida mas seu pai... – Suspirou – Você sabe que ele vê tudo preto e branco e o sonho dele é você se casar com algum futuro doutor ou algo do tipo

Ali – Eu sei disso mãe – Suspirei

Jessica- Olha vocês duas vão se entender, mas por enquanto mantenham o relacionamento de vocês escondidas, eu vou tentando acalmar o jeito de seu pai aos poucos, e no momento certo te ajudo a contar para ele okay?

Ali – Obrigada mãe- Beijei sua bochecha

Jessica – Denada, agora descansa um pouco ta bom? Dorme com Deus

Ali – Você também

Falar a verdade realmente tira um peso das nossas costas, eu fiz uma burrada enorme em ter pedido um tempo com a Emily, como minha mãe disse, ela já cansou de provar que me ama e eu sempre a decepcionando, hoje ela precisava de mim e eu a abandonei, talvez eu que não a mereça e essa seja a verdade.


Notas Finais


E ai o que acharam? Deixem a resposta nos comentários... Bjinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...