1. Spirit Fanfics >
  2. Emoções e Amor >
  3. Emoções e Amor - A tragédia!

História Emoções e Amor - Capítulo 20


Escrita por:


Capítulo 20 - Emoções e Amor - A tragédia!


TAEYANG ON

Ligação ON

Taeyang – Amor??? Onde você está? –Falei preocupado.

(Seu Nome) – Tae-y-a-n-g ... –Ela fala pausadamente, chorando muito e soluçando.

Taeyang – O que aconteceu? -Falei preocupado.

(Seu Nome) – Vem para o columbário mais perto do estúdio. –Ela fala quase sem voz.

Taeyang – Tudo bem, eu estou indo. -Falei nervoso.

Ela desligou...

Ligação OFF

 

Peguei no meu guarda-roupa um moleton, vesti, e coloquei em cima um casaco com capus, peguei minha mascara, e fui, encontrei o Hyun no caminho, do corredor.

 

Taeyang – Vou pegar seu carro. –Falei apressado.

Hyun – Como assim? Por quê?

Taeyang – Depois eu te explico. Só me dá as chaves. –Ele me deu atirando na minha direção. Fui até a garagem e peguei o carro, e fui o mais depressa que eu pude. Parei no estacionamento, e entrei no local. Fui em cada sala e nada, fui na ultima e eu achei ela, ela estava sentada no chão encostada na parede, chorando.

Me abaixei na frente dela, e disse.

Taeyang – Amor? –Toquei em seus braços e ela estava tremendo muito... –Eiii??? –Mexi na cabeça dela... Ela me olhou com o rosto inchado de chorar –O que aconteceu? Por que você está tão fria e tremendo? –Falei preocupado.- Fala comigo. –Acariciei seu rosto.

(Seu Nome) – Minha mãe... –Ela começou a chorar novamente, me abraçando forte.- ela faleceu... –ela fala com a voz falhando.

Quando ela falou, eu fiquei em choque, não acreditei no momento, a mãe dela estava bem. Abracei ela forte e acariciei sua cabeça.

Taeyang – O que você... como ela...? –Falei já chorando.

Ela se afastou de mim, e me deu a carta que o pai dela tinha escrito. Li, e ainda sim lendo, parecia que era mentira, a mãe da (seu nome) nunca ficava doente, ela sempre estava bem e era animada, como a (seu nome). Não vou encher ela de perguntas, sei que nem a (seu nome) sabe ao certo o que aconteceu, e também tenho que ser forte pra ela e dar força pra ela.

Taeyang – Amor, se segura em mim. –Falei, ajudando ela a se levantar, fiquei segurando ela.

Ela andou uns passos até o vidro, e tocou-o com uma das mãos, encostando sua cabeça na mesma. Me aproximei dela e pude ver a urna, o nome da mãe dela e as fotos junto, chorei no mesmo instante. Mas continuei a falar...

Taeyang – Vem, amor... –Segurei os ombros dela.

(Seu nome) – Me tira daqui. –Ela começou a chorar novamente de soluçar, segurei ela em meus braços, e fomos andando até o carro, nós entramos, e eu fui direto para a minha casa e do Hyun.

Saimos do carro, e fomos pra dentro de casa. Ela se sentou no sofá, fui até a cozinha e preparei um chá de camomila, peguei e coloquei na mesinha de centro, ela apoiou os cotovelos nos joelhos, e entrelaçou as mãos, chorando. Peguei forte nas mãos dela, sentei ao seu lado, e ela encostou sua cabeça no meu ombro, abracei ela de lado, e sua cabeça ficou no meu peito.

Taeyang – Pode chorar, coloca pra fora. –Chorei junto com ela.

Continua . . .



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...