História Emoções que sinto por ti. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook)
Visualizações 7
Palavras 564
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Shoujo (Romântico)
Avisos: Mutilação, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Uma pequena carta/desabafo para um dos meus maiores ídolos; Jeon Jungkook. Espero que gostem.

Capítulo 1 - Único.


Eu me lembro até hoje do dia em que meus olhos se encontraram com os teus; ou melhor, o dia em que eu percebi que você é tudo pra mim. 

Eu não sei se estava cega ou distraída do mundo, mas assim que vi o teu sorriso junto aos seus olhos brilhantes, eu não fui mais a mesma.

Meus olhos chegam a dilatar sempre que te vejo. Teu sorriso e tua carisma me consomem de uma forma tão forte que eu não consigo ser a mesma pessoa do dia-a-dia quando estou te vendo. Assim que meus olhos observam teu rosto e meus ouvidos escutam tua voz, o brilho do sol não se compara com os dos meus olhos e eu não consigo escutar mais ninguém ao meu redor além de você.

Teu corpo escultural é como uma estátua de Deus grego para mim. Seu corpo é modelado de forma tão perfeita assim como teu rosto. Tua beleza é fascinante para mim, assim como teus talentos e habilidades. Entretanto, sua melhor habilidade é me amar.

Desde o dia em que te conheci, eu mudei completamente, porém os meus problemas não sumiram; mas, você me ajudou a superá-los e a resolvê-los. Eu me lembro de tudo que você me impediu de fazer, acredita? Eu consigo lembrar-me de cada palavra que escutei ao sair da tua boca, me salvando daquele momento; daquele drama; daquele desespero.

Você não só me salva de momentos cheios de desespero, mas também me acalma com teus atos e tua voz. Eu sinto você me abraçar, me beijar, me acariciar, me tocar, me pegar; eu simplesmente sinto tuas mãos macias e sensíveis me tocarem sempre que estou pedindo socorro.

Você é quem coloca as vozes de minha cabeça em “modo silencioso”. É você quem puxa meu braço quando estou prestes a cair. É você quem limpa minhas lágrimas quando elas estão mais fortes do que uma intensa tempestade. É você quem arranca um sorriso de meu rosto nos momentos mais difíceis. É você e sempre foi você.

Eu não sei como fui boba de não ter percebido que você era a pessoa ideal para minha vida; não sei como demorei tanto para perceber que era você quem eu precisava amar.

Você foi a minha lanterna na mais profunda escuridão. Você conseguiu preencher uma parte vazia de meu coração; uma parte que ninguém havia preenchido em toda minha vida.

Tenho amor de mãe, de pai, de parentes e tudo mais... Ah, mas o seu amor por mim; teu amor por mim não deixa de ser único. Um amor que me cativa, me alegra e me contagia de uma forma surpreendente.

Foi tu quem tirou a lâmina de minhas mãos e curou minhas cicatrizes; foi tu quem me puxou pelo braço quando eu mais quis cair; foi tu quem me salvou de momentos que poderiam ter causado a perda de minha vida. E graças a você, eu estou aqui; em pé, e ao teu lado.

Mas sabe o que é estranho?

É que tu nunca esteve ao meu lado.

Tu nunca me viu, sentiu ou ouviu.

Tu não sabe meu nome, muito menos por tudo que passei.

Mas você sempre esteve lá para me salvar.

E o mais estranho de tudo isso, é eu sentir tua falta.

Sendo que eu nunca estive contigo.

Assim como todas as outras emoções que tive em relação a ti.


Notas Finais


Atualização de ‘Coisas do Destino’ ocorrerá em breve.
Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...