História Emotions- Min Yoongi - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Máfia, Revelaçoes
Visualizações 44
Palavras 1.002
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente, tudo bem?Queria dizer que eu não gostei muito desse cap, só me animei para escrever a aparição da....Enfim, não posso dar spolier! Acontece que nós estamos na reta final da história, e eu não quero entrar muito...A partir desse cap, eu acho que os caps vão ser maiores.Eu realmente queria continuar com a fic, que ela fosse longa.Mas uma fanfic que enrola acaba ficando chata e cansativa.

A partir do proxi cap, revelações vão ser feitas!De quem vocês menos esperam..


Boa leitura seus lindo

Capítulo 14 - Você vai ficar na minha casa.


Marina:-Você só pode estar com problema, certo?-Disse colocando minhas mãos em cima da mesa.-Eu não sou louca e nem tô mal, okay?Agora para de brincadeira e me conta logo o que me trouxe aqui.-Ouvi ela suspirar.

Allissa:-Eu realmente só estou fazendo o meu trabalho, Marina...Afinal, você sabe o que é TDI?

Marina:-Você acha mesmo que eu vou saber disso?Hora para a minha cara e tire suas conclusões. -Disse fingindo um falso bocejo e revirei os olhos.

Allissa:-TDI significa Transtorno Dissociativo de Identidade.

Marina:-Legal, e como eu posso me curar disso?Me passa um remédio que eu já fico saradinha em um piscar de olhos.

Allissa:-Acontece que é uma doença crônica, poesia levar anos, e ela não tem cura.-Fiquei um pouco chateada, mas resolvi esquecer disso.-Eu sei de tudo que você sofreu no passado, Marina.-Ela disse entrelaçando sua mão com a minha.

Allissa:- Você foi explorada fisicamente, sexualmente e também psicológicamente.Você praticamente criou uma nova personalidade de sí própria para proteção.Mas os seus sintomas só estão mais graves agora, por quê naquele tempo era imperceptível. -Olhei para a mesma que tentava ser compreensiva e tirei minha mão ao encontro da sua. -Você tem mais de um personalidade, Marina.

Sai da cadeira ferozmente e empurrei-a. Comecei a andar de um lado para o outro, eu ainda não acreditava no que estava acontecendo.

Mas agora tudo faz sentido.

Quando eu ataquei Mi-Cha e quase matei ela, ou quando eu matei aquela outra, eu me senti bem. Então eu tinha um lado sombrio?

Ou eu apenas me revelei?

Tanto faz, a merda já está feita toda.Eu também tive meu lado otimista e carinhoso.O que só prevaleceu pela manhã, com Tae e as garotas.

Sai de lá o mais rápido possível ouvindo Allissa me chamar.

Marina:-Desculpa Allissa, mas como eu tenho TDI, você não pode me culpar pelas minhas ações!-Me despistei dela, indo para o centro do local, ontem os garotos me encaravam. Isso virou moda agora?

Yoongi:-Marina, nós precisamos conversar.

Marina:-Nem vem, não caio mais nos seus encantos-Revirei os olhos e lembrei de quando ele me pedia para fazer algo usando seu charme.-Ai Yoongi, tá me machucando!-Disse e o idiota fingiu nem me ouvir.Ele estava me levando para o fundo do estabelecimento.

Yoongi:-Pronto.-Ele disse me encurralando na parede úmida e mal feita daquele local, colocando sua mão direita na parede. Me deixando meio sem saída.

Marina:-Isso é uma puta desvantagem.-Disse sacana.-Se você quiser me beijar, vai ter que fazer muito mais do que me encurralar em uma parede de um galpão.-Sai daquele de perto dele, ficando á sua frente.

Yoongi:-E quem disse que eu iria te beijar?

Marina:-E porque me chamou aqui?

Yoongi:-Realmente, precisamos conversar.-Ele disse com um tom mais sério.

(...)

Marina:-Você não pode simplesmente dizer que eu não posso ficar longe dela! Não é por causa dessa doença que eu vou tratar ela mal ou algo sim, eu jamais descontaria algo em uma bebê, Yoongi. Hee-Young é uma coisa maravilhosa!-Disse com os olhos brilhando. -Ela é inocente, e eu não mexo com inocentes.

Yoongi:-Que nem você fez com aquela funcionária?Pff...-Ele disse cruzando os braços.

Marina:-Vou corrigir o que eu disse: eu não mexo quem não mexe comigo. Entendeu agoraou eu vou ter que desenhar?-Ele ficou calado.-Eu nunca pensei que falaria isso, mas agora, eu sou a vítima.Você realmente acha que eu queria ter essa merda de doença Yoongi?Pensa um pouco.-Após minhas palavras deixei ele lá, plantado, e entrei no meu carro. Logo vi Jungkook chegar a ele, e comentar algo, mas não liguei.

Min Yoongi on//Marina Off

Depois que Marina saiu com o seu carro, Jungkook me alertou que eu deveria seguir ela, e eu fiz isso.

Durante o nosso percurso, tudo foi silencioso, porém ouvimos o barulho de uma mulher...Em um beco...Aí tem.

Yoongi:-E agora?

Jungkoook:-Fica aí eu sei o caminho.-Assenti e fui encontrar Marina, já reconhecia o lugar que ela estava.

Jungkoook On//Min Yoongi off

Depois que eu ouvi os feitos de uma mulher em um beco, não pude evitar de ir lá ajudar. Eu posso até ser um mafioso, mas não é por causa disso que eu não pratico boas ações.

Comecei a entrar no beco, vendo a sombra de um homem alto.

-Me solta, Pitter! Você só me dá desgosto!Eu não vou mais cair nas suas!-Resolvi olhar o que estava acontecendo, e tive uma surpresa com a cena que via.

-Fica calada. -O homem estava asfixiando a jovem garota. Sem mais nem menos, cheguei por trás e dei um soco em seu queixo, que fez o mesmo cair no chão.

Para quem foi machista com uma garota, ele caiu bem fácil.

Heterossexualidade frágil.

Logo a garota ficou me olhando com cara de tacho.Ela estava... Tímida?

-Obrigada...-Lhei dei um sorriso.Logo ela arrumou algumas mechas, onde pude ver seu cabelo.-Tá olhando o que garoto? Tô bem.

Jungkoook:-Não, você não está bem, boca foi quase enforcada por esse babaca.Não tá nada bem.

-...

Jungkoook:-Você tem casa?

-Na verdade, não. Aquele era meu ex namorado, eu vim da Itália só para morar com ele..Que burrada.-Ela disse colocando sua mão direita no rosto, demonstrando vergonha.-Eu fui uma idiota por ele, aquele...

Jungkoook:-Qual seu nome?Depois você conta tudo para mim, okay?

-Meu nome é Mia.-Disse a garota escondendo seu rosto por tal vergonha. Vi suas bochechas tomarem um tom rosado, dando contraste para seus olhos esverdeados.-Se você continuar paquerando alguém assim não vai conseguir ninguém.Fecha a boca, sei que sou bonita.-Ela disse com tanta certeza que eu nem pensei que ela fosse italiana ou algo assim.

Jungkoook:-Bem, Mia.-Disse fugindo daquele assunto.-Você vai para a minha casa.A mesma me olhou perplexa.

O que eu acabei de dizer?

Marina on//Jungkoook off

Eu não sei como, mas parece que quando eu entro naquele vendido carro minhas emoções viram do avesso.Agora eu sentia um pouco mal, talvez eu só quisesse compreensão, realmente não sei.Ao chegar no local desejado, pude ver que nada mudou.

Estacionei o carro em qualquer local daquele daquela rua sem fim e fui ver a paisagem.Era como se eu tivesse em um flashback, quando Yoongi cuidou de mim.Mas ele não está comigo agora.Enquanto observava os girassóis sendo balançados pela brisa do vento, me peguei pensando em Yoongi.Eu só tenho lembranças dele, com ele.Não consegui lembrar de quase nenhum acontecimento sem ele.

Sai de meus pensamentos quando senti alguém me cutucar.

-O que você está fazendo aqui?-Dissemos em uníssono.


Notas Finais


Bem, não gostei muito do cão, mas não desistam de mim AaaaaaaAa, eu vou fazer o máximo pra trazer um bom conteúdo para vocês.

Até o próximo cap sz

Tia Nic 💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...