História Emotions- Min Yoongi - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Máfia, Revelaçoes
Visualizações 14
Palavras 1.888
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Um pesadelo que voltou a me artomentar


Fanfic / Fanfiction Emotions- Min Yoongi - Capítulo 2 - Um pesadelo que voltou a me artomentar

 


"Às vezes só quero ceder 

E não quero lutar

Eu tento e tento e tento e tento e tento Apenas me abrace, estou sozinha.

Sober-Demi Lovato

 

Acordei sem despertador nem nada, afinal, eu não dormi muito bem. Lembranças dos passado me artomentaram, tirando meu sono, o que resultou em belas olheiras.Vi o horário no meu celular é eram 7:30. Ótimo, vou ter apenas 30 minutos para tomar banho, me arrumar, comer, dar comida para minha cachorra, tomar café da manhã, era muito coisa.Bem, como eu tinha que ficar pronta neste tempo, botei uma música do Kard no meu Spotify: Rumor.

Comecei a ganhar mais ritmo para fazer as coisas.Tomei um banho rápido vesti um body preto cavado nas costas, junto com um calça jeans e um tênis.Botei comida para minha cachorra e resolvi comer depois, não estava com tanta fome assim. Apenas lavei meu rosto e-ô sequei.Escovei meu cabelo e ô deixei solto.Como o tempo já estava no limite, fui correndo para o elevador, o qual já estava quase fechando, felizmente consegui entrar nele.Entrei no meu carro e dei partida á minha base.


Marina off/Yoongi on

 

Marina havia chegado á base, e bem, ela estava doferedif de ontem.Agora, parecia estar sem maquiagem, fazendo com que uma terrivel olheira desse mais destaque em seu rosto do que seus olhos castanhos claros.Olhando mais para elaz percebi que ela havia poucos traços de seu pai.O que mais parecia prevalecer era o de sua mãe.Mesmo sendo uma mafiosaz eu nao via nenhum traço de maldade nela, ela parecia mais uma garotinha mimada do que isso, com certeza não deve nem saber se defender.Mesmo assim, sinto um ódio por ela, ela não me parece confiável.Logo apos esses meus pensamentos olhando para a garota, percebi que ela olhava para mim, reviranso os olhls.Acho que não fui o uncio que acordei de mau humor hoje.


Marina:- Bom dia.-Todos responderam ela, menos eu.É impressionante como as pessoas respeitam ela.Rolei os olhos.-Enquanto vinha pra cá, pensei em um plano.Daqui á dois dias Chanyeol e Jay Park irão participar de um jantar com a gente, isso mesmo!Nós fingiremos estar do lado dessa máfia, vamos "conquistar" eles e depois destruí-los.-Ela disse com um sorriso sanaca no rosto e seus olhos ganharam um brilho nunca visto por mim.Mas que porra é essa? Psicopata essa garota?Ela continuou a falar.-Amanhã mesmo irei fazer uma visita para a máfia de meu querido  papai.-Ela disse meio maliciosa.


Min Yoongi off/ Marina On

Min Yoongi:-Tá louca, garota?Ele é seu pai, fora que, ele vai saber quem é você é.

Marina:-Claro que não, tolinho!-Retirei da minha bolsa uma identidade falsa e dei um sorriso convincente.

Min Yoongi:-Tá bom, mas, ficar com seu pai não seria um incesto?

Marina:-Mais lerdo que você só um irmão gêmeo.Escuta aqui, não haveria nenhum incesto comigo e com Jay park, afinal, ele nunca agiu como um pai pra mim, e, afinal, qual seu problema com isso?Não irei fazer nada com ele. Se acha essa ideia tão ruim, então por quê não dá uma idéia tão melhor quanto a minha? Você não sabe nem da metade do meu plano.

Eu vou dar um "sustinho" um pouco bom em Chanyeol.Dai, depois de um dia, vai acorrer esse jantar, onde fingiremos um falso acordo com a gangue deles, porém, eles podem aceitar como também não!Por causa disso, hoje iremos treinar a nossa morada com arma e amanhã luta.
Caso eles aceitem esse acordo entre nós, iremos apenas mostrar uma parte da nossa gangue para eles, e o resto seria como um rival de nós dois.Se eles não aceitarem, iremos infiltrar alguém de nossa gangue na deles, e escolheremos informações do mesmo jeito.Todos concordam?-Todos assentiram, menos Yoongi.-Tudo bem, então vamos treinar agora.-É, Yoongi, acho qie seu voto não foi muito bem aceito.-Dosse batendo meus ombros ao deles que ficou imóvel.


Já estávamos treinando a mira, como eu estava apertada, fui ao banheiro.Fiz minhas necessidades e quando estava passando pelo corredor do local, Lalisa me parou.

Lisa:- Marina, você tá gata nessa roupa!

Marina:-Err.. Obrigada então!-Já estava de saída quando Lisa me puxou para o banheiro.-Tá louca garota?Me solta!

Lisa:-Calma!A brincadeira ainda nem começou!-Disse a garota roçando seus lábios nos meus.Caralho, vou ser estuprada no meu no meu próprio trabalho?

Marina:-Já disse pra me soltar, Lisa!-Á empurrei com uma força que a fez cair na porta das cabines do banheiro.-Da próxima vez que você me tocar assim, você perde seu emprego, e, se necessário, sua vida.-É óbvio que eu tava flertando, Lisa, apesar de me assediar ~ uma coisa que eu odeio~ é uma ótima espiã, e é raro encontrar alguém com ela, odeio admitir isso.Eu já estava surtando de raiva, sai do banheiro e dei de cara com um garoto alto com cara de coelho olhando para mim com um cara de assustado.

Marina:-Olhando para o quê garoto?

??:-Nada!O que você fez com aquela tal de Lisa foi incrível!Seu rosto de assustado passou para um de diversão.

Marina:-Ah, obrigada?-Fiz gestos para o garoto falar seu nome.-Obrigada, Jungkook, mas, afinal, o quê você estava fazendo aqui?

Jungkook:-Ah, o mesmo que você.-Eu e ele já estavamos andando em direção a sala de tiro ao alvo.

Marina:-Entendi, então, mudando de assunto, você tá gostando daqui?

Jungkook:-Ah, sim!Aqui há mais tecnologia do que onde ficávamos!-Ele dizia empolgado, nem parece que estava tímido há um minuto atrás.

Marina:-Bem, que bom que gostou.

Jungkook:- E você, gostou de Yoongi?

Marina:-Ele é estranho, não falo muito com ele, mas ele parece me odiar.Eu não tenho nada contra ele, e nem teria se o pai dele destruísse minha família, mas enfim, eu acho que nada vai mudar o que ele sente por mim.

Jungkook:-Desculpe plea pergunta, não sabia que você ficaria mal assim..Mudando de assunto, os meninos queriam saber se você não queria ficar lá em casa hoje.

Marina:-Ah, não sei, nem falei com eles direito!E se eles não gostarem de mim?-Droga, agora eu tô parecendo mais uma adolescente de quinze anos do que uma mafiosa.-Enfim-Tossi para deixar minha voz mais grossa.-Talvez eu possa ir.

Jungkook:-Beleza! Então, você vai com a gente.-Ele disse sumindo de minha vista, indo para algum lugar que não era de treinamento.

/////////////////////////////////////


??:-Marina?-Um garoto me chamou.

Marina:-Eu mesma.

??:-Ah, eu sou Hoseok!-O mesmo estendeu sua mão para um aperto, no qual eu cedi.-Sou amigo dos meninos, estamos indo para a van agora, você vem, certo?

Marina:-Ah, vou sim! Só vou pegar a minha bolsa que está dentro do carro e já volto.-Disse e o garoto assentiu.

Já havia pegado a bolsa do carro.Quando eu fechei ele, uma pessoa me segurou.Mais especificamente, um homem.Ele me segurou de um jeito que eu não pude dar nenhum golpe nele, mas que raiva!Ele começou a me apalpar, eu estava quase enfrnaro em pânico.Mas por que raios a rua está sem movimento justo quando eu preciso?O home já havia desabitado minha calça com dificuldade, o que me lembrou do meu passado com Chanyeol...Mas, amanhã haverá uma vingança.Comecei a me debater, ele fingia que não me ouvia.Comecei a entrar em pânico, e logo senti a líquido em contato com minha pele.Eu estava chorando, eu odeio chorar!Isso mostra a minha fraqueza as pessoas, e ninguém pode descobrir que eu tenho uma.O homem mascarado começou a rasgar meu body, fazendo ele ter a visão de meus seios, mas que merda, eu tô sentindo muita vergonha, não pelo fato que ele me vou sem um tecido me cobrindo, e sim pelo fato de como vou passar pelos meninos depois disso.Ele agora chupava meus seios, e eu, não falava nada.Apenas não saia nada de minha boca.Eu não sabia o que fazer.Tive um choque do pensamento com realidade, quando percebi que Yoongi dava soco no meu quase estuprador.Ele dava socos no homem, que ainda não havia tirado a máscara, o cara já estava quase morrendo, mas eu impedi, queria ver o rosto desse babaca.

Marina:-Y-yoongi, deixa eu ver o rosto dele.

Yoongi:-Não, Marina, você não precisa ter recordação do rosto desse idiota, não mesmo.-Apenas assenti, ele havia um pouco de razão-Agora vamos-Ele deu um último soco do homem, que já estava sangrando e cuspindo sangue.Mesmo com mascara era possível ver uma parte de seu rosto ensanguentada.-Você vai ir lá para casa, certo?-Assenti-Toma.-Ele colocou sua jaqueta de couro sobre mim, corei de vergonha.-Vem, os meninos estão nos esperando.

Entramos na van e os garotos cujo eu não sei o nome nos olharam maliciosamente.

??:-Qual foi, vocês demoraram!Tavam transando?-Olhei com raiva para o garoto de olhos puxados e cabelo loiro.

Yoongi:-Jimin, agora não.

Jimin:-Pipipopopo, admite logo!Fizeram e não querem falar a verdade.

Yoongi:-Caralho Jimin, ela quase foi estuprada, tem como você calar a merda dessa boca pelo menos agora?-Ótimo, agora todos os olhares maliciosos passaram para olhares de pena para mim.

??-Nós sentimos muito, Marina, não é, Jimin?-Um garoto de lábios carnudos que estava dirigindo falou para o menino que aparentava ser mais novo, que assentiu a sua pergunta.

Não havia nenhum ligar para eu sentar, então, fui no colo de Yoongi, sem nenhuma malícia.Foquei abraçada com ele durante todo percuso, o qual estava silencioso, onde era possível ouvir meus choros.Yoongi apenas me abraçava mais forte.Por mais que à minutos atrás eu o-odiasse, agora eu sinto que ele é meu protetor, e, eu não vou mentir, eu gosto disso.

Chagamos na casa dele e todos saíram, por último eu e Yoongi.Entramos em sua mansão e ele me guiou até um quarto, no qual eu pensei que era seu.

Min Yoongi:-Você consegue tomar banho sozinha?-Eu não sabia o que responder, apenas flashes do meu passado vinham a minha cabeça.-Certo, acho que já sei sua resposta.-Não acredito que Min Yoongi me dará banho.

Marina off//Min Yoongi on

Desci as escadas e dei de cara com os olhares dos meninos vidrados em mim.

Yoongi:-O que vocês querem?

Taehyung:-É verdade o que você falou na van?

Yoongi:-Infelizmente sim, Taehyung.Depois eu conto tudo para vocês, vou dar banho nela agora.

Jimin:-E ela não sabe tomar banho sozinha?

Min Yoongi:-Ela está em choque, acredito que não.-Disse já suborno as escadas com uma toalha na mão.-Até mais tarde.

Cheguei no quarto e ela não estava mais no local, fui ao banheiro e vi ela já nua dentro da banheira.Fiquei corado, pois nunca fiquei com um mulher na banheira sem estar transando com ela.Me  livrei desses pensamentos e me direcione á ela.Tirei minha calça e blusa fiquei apenas de box em sua frente.Me sentença na banheira atrás dela, e comecei a passar o sabonete em sua pele macia.Em nenhum momento houve alguma safadeza ou algo assim, era apenas o Yoongi de antigamente com ela.É, por incrível que pareça, eu já conhecia Marina.Rla havia estudado comigo e éramos bem amigos, porém ela se distânciou.Com o tempo eu parei de me tornar sentimental e passei a ser mais frio.Voltando ao presente ouvi ela falar algo.

Marina:-Vire-se.Agora eu irei lhe banhar.-Ela pediu e eu virei para o lado contrário.Ela fez a mesma coisa comigo, e depois levantou, enrolando sua toalha em seu corpo.Ela havia saído do quarto, e iwsno voltou estava com um camiseta minha, que pareceu um vestido nela.
Ela chegou perto de meu ouvido e sussurrou.

Marina:-Obrigada, Yoongi, obrigada por fazer algo que alguém não fez por muito tempo.

Min Yoongi:-Tipo o quê?

Marina:-Cuidar de mim, com reciprocidade.Cuidar de mim com amor.-Ela disse e chegou mais perto do meu rosto.-Eu nunca iria esquecer do velho Yoongi, jamais.Te devo uma, gafanhoto.


Notas Finais


Eai, o que acharam desse cap?

AAaa, cês tão gostando?Tô tentando atualizar todo dia, contém, eu adoro ver a opinião de vocês, isso me incentiva a postar.Beijos, até a Próxima

Tia Nic


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...