1. Spirit Fanfics >
  2. Empire of the Moon >
  3. Mero, meu animal de estimação

História Empire of the Moon - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Mero, meu animal de estimação


Fanfic / Fanfiction Empire of the Moon - Capítulo 4 - Mero, meu animal de estimação

 Silver ficou na caverna cuidando de mim, eu não esperava por isso pois na verdade de todos os seres vivos dessa terra eu nunca pensei em precisar dele, ele tava lindo na minha frente mais logo me controle " o que é isso Joker você é hetero"
_ você deve estar com fome. falou
_ sim. respondi
_  bom quer o que pra comer?. perguntou
_ um alce, por favor?. falei meio fraco, ele logo se transforma num grande lobo branco, e sai correndo fiquei lá bem friozinho, foi quando reparei que no chão avia ficado uns restos de roupas rasgada, comecei a explorar a caverna e vi que ela era grande porém aconchegante e bonita até, foi quando fui chegando num local e senti um cheiro forte de pelo, foi me aproximando quando me dou fé um urso pardo grande e imenso entrou na minha frete, ele começou a rugir pra mim, e tentou me acertar com uma patada logo desviei e fui parar ao seu lado, pulei pra cima e dei uma cotovelada do ombro de lê que fez ele se ajoelhar
_ uma coisa nunca me encare de cima. falei e logo dei um chute bem aplicado na barriga dele fazendo voar e batendo na parede da caverna com força, foi quando vi alguns morcegos saíram voando em minha direção alguns me arrancaram devo admitir porém não liguei, eles eram como parentes perdidos, fui andando em direção ao animal gordo e grande ele estava manso, subi em cima dele e formos conhecer a caverna, entramos por vários túneis e cada vez más sentía que o animal ficava mais acostumado comigo, entramos num túnel que deu acesso a onde eu estava.
 Deci dele e senti um cheiro de cachorro se aproximar e vi que o urso ficou meio com raiva e acalmei ele com um carinho, foi quando vejo aquele lobo branco entrar com um alce na boca
_ chegou! como foi?. falei e ele não me respondeu _ há! lembrei animais não falam, então volta logo a ser homem. continuei, ele deu sinal com a cabeça para o chão e vi os pedaços rasgados de roupa, tirei minha camisa e minha calça a ele ficando somente de camisa que era bem grande e uma samba-canção, ele pegou tudo na boca e foi até um lugar a dentro da caverna e vestiu a roupa e voltou já transformado
_ pronto, obrigado qual a do urso?. falou ele chegando com um sorriso e apontando pro urso que estava do lado dele
_ sei lá, dei uma surra nele e ele ficou calmo depois. o urso deu um ronid9 como se estivesse falando
_ é eu sei eu também. falou Silver
_ o que?. perguntei
_ ele que disse que gostou de você.
_ você entende o que ele diz?. perguntei acendendo o fogo
_ o instituto de lobo faz qualquer um falar com animais. respondeu
_ então qual é o nome dele?. perguntei, o urso rugiu de novo
_ Mero. disse, tomei todo o sangue do alce e Silver comeu a carne.
 Logo chegou o meio dia, e eu estava bem fraco, com frio mais que o normal, logo Silver pos a mão na minha testa e percebeu que eu estava com febre
_ o que tá acontecendo?. perguntou
_ nós vampiros temos que tomar uma dose de alho com sangue todos os dias pra podermos ficar vivo. respondi, logo ele se pôs atrás de mim e foi se sentando
_ o que estar fazendo?. perguntei
_ meu mestre me ensinou uma coisa sobre vocês, que a temperatura hambiente de vocês é de 5 graus, e pela sua deve estar em quase 0 então tenho que aquece-lo. ele me abraçou e ficou lá deitado e os dois acabamos dormindo, foi quando acordei um pouco mais forte acordei e vi que estava no início do por do sou, era tão aconchegante estar ali o calor do corpo de Silver, porém a perna dele veio pra cima de mim, tentei tirar porém as pernas dele eram fortes e musculosas então acabei deixando, foi quando no meio das suas pernas senti uma coisa vantajosa, aquilo era gosto porém machuca minha mente hetera, foi quando ele acordou
_ opa desculpa, foi mal. logo saiu daquela posição e ficou na minha frente, me levantei e ae ele disse
_ já que está a noitecendo o que acha de irmos até uma venda aqui na frente pra fazer o remédio?.
_ boa idéia mais como mal consigo andar. falei
_ você vem montado em cima do Mero. disse logo preparei tudo foi quando que estávamos saindo da caverna e Silver foi se preparar pra virar lobo aí eu intervir
_ ei, melhor tirar a roupa não?. perguntei ele foi lá pra dentro da caverna e já voltou transformado com a roupa na boca, pulou por cima de nós e jogou ela pra mim, vesti e formos em meio a floresta, a pequena claridade do lindo por do sol era lindo e devo admitir que dormir por um tempo, foi quando fui acordado por Mero

_ bom isso mesmo Mero, bom Joker abra a boca.
_ comecei a abrir e ele colocou sangue e alho dentro da minha boca, e já era de noite então estávamos voltando pra caverna a pé, ele claro estava vestido com a mesma roupa e trasformado em homem e eu acompanhando ele.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...