História Empty Space - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Diego Alves, Diego Ribas da Cunha, Éverton Ribeiro, Gabriel "Gabigol" Barbosa Almeida, Gerson Santos da Silva, Giorgian De Arrascaeta
Personagens Diego Alves, Diego Ribas da Cunha, Éverton Ribeiro, Gabriel "Gabigol" Barbosa, Giorgian De Arrascaeta, Personagens Originais
Tags Arrascaeta, Assasinato, Crf, Drama, Flamengo, Giorgian De Arrascaeta, Romance, Suspense
Visualizações 22
Palavras 378
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Leiam as notas finais!

Capítulo 1 - Prefácio


Retirei sem nenhum cuidado a faca cravada no abdômen do homem. Sorri ao observa-lo dar seu último suspiro antes de desfalecer no chão. O sangue da minha nova vítima estava espalhada por toda minha roupa e mãos, além de uma parte do rosto. O tapete do quarto aos poucos também ganhara um tom avermelhado. 


Ah, que sensação maravilhosa era tirar mais uma vida. 


Ainda deitada na cama e com o corpo apenas coberto pelo lençol, ela me olhava com um sorriso no rosto, parecendo satisfeita com o trabalho que fiz. Assim como eu também estava. 


Caminhei até o toalete e abri a torneira da pia para lavar minhas mãos. Ainda precisava levar o corpo para um lugar visível para que, quando amanhecer, alguém o veja. A cidade toda precisava saber que eu estava de volta. E já que agora meu único obstáculo estava fora do caminho, tudo ficaria mais fácil. 


Olhei-me no espelho e percebi que a loira me encarava com um sorriso leve nos lábios enquanto tragava seu cigarro. A mesma estava nua e confesso que quase não me controlei. 


Mas ainda tinha um trabalho a fazer. E gosto de termina-lo o mais rápido possível. 


— É uma pena ele estar morto. É muito bom de cama. — Lara proferiu e pude sentir uma certa provocação de sua parte. 


Oh, tola. 


Sorri. 


— Não sou ciumento, querida. — Lancei-lhe uma piscadela enquanto retirava minhas roupas. Ela se calou por um tempo.


— Onde você vai deixar o corpo dele? — Questionou curiosa.


— O mais próximo do centro. — Respondi calmamente. — Nunca tive tanto trabalho pra matar uma pessoa. Esse cara quase me pegou. — Confessei.


Lara riu.


— É, devo confessar que ela era bom no que fazia. 


— Agora ele está fora do meu caminho e é isso que importa. — Sorri satisfeito enquanto ligava o chuveiro para tomar um rápido banho. 


A dançarina se juntou comigo no chuveiro e trocamos alguns beijos antes de sairmos do banheiro. Calmamente vesti uma da roupas dele já que as minhas estavam sujas e, em seguida, penteei meu cabelo. 


Observei, pela última vez, o corpo desnudo de Giorgian estirado pelo tapete e fechei seus olhos então abertos. Suspirei. Finalmente ele não iria mais interferir nos meus planos. 




Notas Finais


Novamente estou mergulhando no mundo de suspense kkk. Bem, estou começando uma nova versão da fanfic com várias mudanças e eu vou citar algumas pra vocês.

Bem, na versão anterior o Arrascaeta era repórter. Nessa ele será o delegado.

Estou decidindo se a fanfic se passa em Paris ou no Rio de Janeiro, contudo, no próximo capítulo já terá minha decisão kkk.

A fanfic era narrada em terceira pessoa e nessa será em primeira.

Por enquanto é isso e espero que gostem tanto quanto eu que tô amando escrever. Até o próximo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...