1. Spirit Fanfics >
  2. Encontrando o Amor >
  3. Consequencias

História Encontrando o Amor - Capítulo 27


Escrita por:


Notas do Autor


E ai galerinha como vocês estão no dia de hoje ? Espero que bem aqui estou com mais um capítulo espero que gostem
Boa leitura !!

Capítulo 27 - Consequencias


Jared trocou o curativo de sua mão e tomou um anti-inflamatório a sua mão até poderia estar doendo, mas seu coração e alma doíam bem mais o moreno ajeitou seus cabelos de qualquer jeito, vestiu apenas a blusa social estava sem paciência para procurar a gravata colocou o terno e pegou suas coisas. Jared não queria ir para empresa não queria ver ninguém apenas queria ficar trancando dentro do seu quarto, Padalecki não aguentava mais chorar não tinha dormindo nada a noite depois que ligou para Jensen eram muitos devaneios e pensamentos em sua mente, não aguentava viver mais assim daquele jeito iria enlouquecer a qualquer momento. Jared dirigia calmamente sua mão doía provavelmente teria que levar alguns pontos, assim que chegou na empresa estacionou o carro e entrou todos os olhares eram direcionados para o maior,parecia que todos sabiam o que tinha acontecido deixando Jared totalmente desconfortável, o moreno andou até sua sala abriu a porta e sentou em na cadeira bufando nervoso minutos depois a porta se abriu e Mark entrou

-O que está fazendo aqui. Achei que ia ficar um bom tempo em casa-Mark falou indo até o amigo

-Também achei, mas precisei vir para cá-Jared falou e tirou o terno

-Você sabe que está tudo sob controle, se quiser ir embora por mim tudo bem-O loiro disse observando a fisionomia do maior que não era nada boa

-Eu não posso ir embora Mark...Pode ficar tranquilo que eu assumo daqui para frente-Jared falou forçando um sorriso

Jared voltou a sentar na poltrona gemeu baixo quando esbarrou sua mão machucada na mesa o que atraiu a atenção de Mark, o loiro andou calmamente até a mesa de Jared e puxou seu braço vendo sua mão enfaixada.

-O que foi que você aprontou Jared?-Mark perguntou preocupado

 -Não foi nada...Apenas escorreguei cai e corte a mão-Jared falou mentindo sobre o que realmente tinha acontecido

Mark tirou a faixa com cuidado e fez uma cara feia quando viu o pequeno corte na palma da mão do moreno, olhou para Jared e suspirou

-Isso aqui para precisar dar alguns pontos...Vem vamos no hospital, antes que você pegue alguma infeção nesse corte-Mark falou puxando o moreno pelo braço

-Não precisa Mark-Jared falou meio incomodado

-Claro que precisa...Ou você resolveu que quer perder a mão?-Mark falou sorrindo o que fez Jared sorrir também

-Tudo bem...Vamos-Jared falou e saiu junto com Mark

Jensen acordou com uma forte dor de cabeça e enjoo assim que levantou foi diretamente para o banheiro vomitar, ter misturado álcool com remédios não tinha sido uma boa ideia Jensen ficou de frente para o espelho e não gostou do que viu, seus olhos estavam sem cor fortes olheiras se destacavam embaixo do seu olho, o loiro suspirou e fez sua higiene pessoal ter recebido aquela ligação de Jared só piorou a situação se sentia mais frágil do que o habitual nada mais fazia sentindo em sua vida até quando iria aguentar viver daquele jeito.Jensen saiu do quarto e foi até a cozinha encontrando Misha sentando na banqueta tomando café,o loiro passou direto pelo amigo pegou um copo de água e dois compridos para dor de cabeça bebendo logo em seguida

-Precisamos conversar Jensen! -Misha falou sério se virando para o amigo

-Eu não estou muito afim de conversar Misha...Me desculpe-Jensen falou saindo da cozinha, porém Misha o barrou

-Não...Você bebeu de novo Jensen. Você está se acabando aos poucos, me diz o que está acontecendo...Você não se alimenta direito, vive chorando pelos cantos...Está voltando a beber de novo-Misha falou olhando para Jensen que abaixou a cabeça

Um grande silêncio se instalou na cozinha, Misha esperava ansiosamente uma resposta se sentia angustiado já que não podia ajudar o amigo como deveria,mas odiava ver Jensen se destruindo aos poucos

-Eu estou cansado é isso...Eu estou cansado de ser forte, porque eu ainda amo o Jared. Porque foi ele que me tirou da escuridão, mas ele também o primeiro a me jogar lá de novo-Jensen falou chorando

-Você não pode viver desse jeito...Esquece ele, vive sua vida porque provavelmente ele deve estar vivendo a dele-Misha falou sério

-Eu não consigo...Eu preciso dele-Jensen falou chorando aos prantos

-Então quer dizer que se ele aparecesse hoje na merda daquela porta você perdoaria ele? Perdoaria tudo que ele está fazendo você passar?-Misha falou alterando o tom de voz fazendo o loiro chorar cada vez mais

-Sim...Não... Quer dizer eu não sei mas o que eu sinto! -Jensen falou soluçando

-Seja sensato pelo menos uma vez na sua vida...Jared ou Thomas são todos iguais fizeram elas sofrem...Então apenas aceite que a única companhia que você tem é você mesmo...O resto vem com o tempo-Misha falou sério

-Não compare Jared com Thomas...O que eu sinto por Jared é amor o que está doendo aqui dentro-Jensen falou apontando para seu peito-É amor...O que eu passei com Thomas foi humilhação, dor tanto física e psicológica-Jensen disse secando o rosto

-Eu sei eu estava lá, e ajudei você a superar. E estou aqui novamente para ajudar você-Misha falou mais calmo

-Tudo bem...Eu vou voltar a deitar eu estou péssimo-Jensen se desviou de Misha indo para o quarto novamente, Misha suspirou e voltou a sentar na banqueta de novo terminando de tomar seu café

Jared e Mark estavam dentro do carro no rádio tocava uma música calma, o moreno agora estava com a mão enfaixada do jeito certo e com alguns pontos dados no corte trazia também alguns analgésicos para caso sentisse dor e alguns anti-inflamatórios, o loiro encarava Jared que estava com a cabeça deitava sobre o vidro do carro

-Não quer mesmo me falar sobre o está acontecendo? -Mark perguntou e Jared o olhou

-Não...Muita coisa aconteceria se eu revelasse o que está acontecendo-Jared falou e Mark arqueou uma sobrancelha

-Eu sei que é o Richard.Eu não tenho medo dele, você sabe que nada fica escondido ainda mais se for algo de errado-Mark falou e Jared abaixou a cabeça

-Eu perdi minha sensatez...Eu estou dentro de uma bolha aonde o medo é meu pior inimigo, tenho medo de perder aquele que mais amo e as pessoas que estão em minha volta-Jared falou olhando para Mark que estava sério-Então se você conseguir pelo menos parar o Richard eu ficarei muito grato por isso-Jared falou forçando um sorriso

-Eu vou fazer isso!-Mark sorriu e deu um leve soco no braço do melhor amigo que sorriu feliz por poder contar com seu amigo

Cinco meses depois...

Amando e lutando, acusando, negando

Não consigo imaginar um mundo em que você se foi

A alegria e o caos

Os demônios de que somos feitos

Eu estaria tão perdido se você me deixasse sozinho

Solidão essa era a palavra que resumia a vida de Jared e Jensen depois de cinco meses ela ainda continuava presente, os dias frios e chuvosos coloriam o céu da grande Dallas.Jensen se levantou da cama lentamente e foi até a janela abriu a mesma e olhou para o céu cinzento o loiro foi até a sacada e sentiu o vento frio bater contra seu rosto fechou olhos era como se aconchegasse a tristeza tinha virado sua amiga, não chorava alguns dias sentia orgulhoso de si mesmo,claro que tinha dias que a dor era absurda mas não se deixava levar afinal tinha o álcool e os remédios que tomava escondido para lhe ajudar a superar. Naquele meio tempo Jensen tinha mudado, os cabelos tinham crescido e perdido o corte sua barba estava grande e tinha perdido bastante peso, estava isolado dentro de casa não saia não via a luz do sol não queria receber visitas até mesmo cancelou a visita que teria para lançar seu livro, era assim que Jensen estava vivendo agora, Misha estava desolado por ver o amigo daquela forma, insistia para Jensen voltar a fazer terapia, mas o loiro não dava ouvidos para isso

-Eu estou cansado disso Richard...Que merda! -Jack falou descendo as escadas

-Está reclamando do que? Eu que dou tudo para você Jack e você nunca se importou com as coisas que eu fazia-Richard falou

-Aí que está o problema, agora eu me importo. Você está sendo cruel-Jack falou encarando o moreno

-Então se é assim eu resolvo seu problema...Vai embora daqui-Richard falou e Jack riu alto

-Tudo bem é isso mesmo que eu vou fazer! -Jack falou saindo pela porta

-Se for não precisa mais voltar-Richard falou e Jack o olhou e saiu

-Não vou voltar-Jack falou já distante da casa do moreno pegou a chave do carro que estava em seu bolso e saiu em disparada

Jack nunca gostou do comportamento de Richard vivia com o moreno porque não tinha lugar para ir, seus pais nunca aceitaram sua orientação sexual assim que souberam que era homossexual foi mandando embora de casa foram tempos difíceis no qual teve que se prostituir para conseguir pagar o seu pequeno apartamento, e foi nessa época que conheceu Richard o moreno sempre lhe dava tudo até mesmo conseguiu fazer alguns cursos com o dinheiro que ganhava de Speight, quando descobriu que Richard era casado ficou totalmente arrasado  se sentia culpado por ter acabado um casamento, afinal o moreno nunca lhe disse que era casado e quando se encontravam era em seu apartamento. Jared observava o movimento da grande Dallas através da grande janela de vidro, as tardes o moreno ia até a cafeteria tomar um cappuccino ou até mesmo um café ter essa rotina era como uma válvula de escape, aonde Jared se enchia de café e remédios para ter pelo menos uma noite de sono decente, o maior não ia mais com tanta frequência para a empresa tinha deixado tudo nas mãos de Mark Jared não gostava nem mesmo de voltar para sua casa que nessa altura estava um verdadeiro caos, suja e com a metade dos moveis quebrados o moreno estava em uma estado irreconhecível seus cabelos estavam grandes e sem forma, a barba tinha crescido  o deixando com uma aspecto mais velho, Jared bebericou seu café olhando novamente para fora conferindo o céu pois a qualquer momento começaria a chover. Jack estacionou o carro em frente a cafeteria e desceu precisava de um café forte e um pedaço de bolo de chocolate para esquecer tudo aquilo, assim que entrou no local o loiro olhou para os fundos reconhecendo a pessoa que estava sentada Jack se aproximou lentamente até parar na frente da mesa

-Jared é você? -Jack perguntou olhando fixamente para o maior

-Sim...Jack o que faz aqui? -Jared respondeu surpreso por ver o loiro ali

-Eu que pergunto o que você faz aqui. Não deveria estar na empresa? E você está bem diferente-Jack falou surpreso percebendo o quanto Jared tinha mudado

-Deveria...Mas não gosto mais de lá. Na realidade eu não gosto demais nada nem mesmo de mim-Jared respondeu e Jack se tocou entendendo sobre o que realmente se tratava

-Eu sei como está sendo difícil para você.Richard é uma pessoa sem controle-O loiro disse olhando fixamente para Jared percebendo o quão o maior estava cansado, pálido seus olhos esverdeados estavam sem cor além de ter fortes olheiras em baixo de seus olhos

-São longos cincos meses longe dele...Você sabe o que é isso? -Jared falou olhando fixamente para Jack

-Eu compreendo sua dor! -O loiro falou e forçou um sorriso

-Porque eu estou falando sobre isso com você. Eu peguei você é Richard transando em cima da minha cama...Me desculpa não deveria culpar você, meu casamento já estava um merda mesmo, na realidade tudo que eu vive naqueles oito anos foi um mentira-Jared falou e bebeu mais um gole do seu café

-Sem problemas. Na verdade, pode parecer estranho o que eu vou dizer, mas eu não sabia que Richard era casado. Ele nunca falava sobre isso e sempre deixou bem claro que era solteiro eu fiquei em choque quando ele me levou para casa dele e fiquei mais em choque ainda quando eu descobri que ele era casado-Jack falou olhando para Jared

-Porque você está com uma pessoa como Richard? -Jared respondeu e Jack abaixou a cabeça

-É uma longa história...Eu fui mandando embora quando meus pais descobriram minha sexualidade, como era de menor comecei a me prostituir até que um dia eu conheci Richard. Ele me ajudou com muitas coisas, então eu me acomodei-Jack falou e Jared suspirou

-Você é feliz com ele? -Jared perguntou e Jack sorriu 

-Eu não gosto nenhum pouco das atitudes dele, mas como eu disse eu não tenho nenhum lugar para ir-O loiro respondeu

-Jack você é novo ainda...Tem uma vida inteira pela frente porque você não vai simplesmente viver sua vida sem o Richard-Jared falou e Jack não respondeu nada

Jack sempre admirou Jared pelo grande homem que ele era, um homem determinado a bater seus objetivos que corre atrás de seus sonhos Jack ficou totalmente arrasado quando soube que tinha sido o causador do divórcio de Jared,antes estava cego ao ponto de não perceber o ser humano ruim que Richard era, mas nesse pequeno tempo que estava com Jared percebeu como o maior estava sofrendo não podia deixar Richard se aproveitar mais daquela situação

-É estranho estar com conversando com a pessoa que me levou a pedir o divórcio...Mas depois de um tempo eu percebi como Richard é uma pessoa cruel,como ele consegue foder seu psicológico somente com palavras-Jared falou olhando para Jack

-Eu quero tanto pode ajudar você-Jack respondeu olhando para o moreno que forçou um sorriso

-Ninguém pode me ajudar...Nem mesmo eu estou conseguindo se ajudar-Jared falou e se levantou da mesa

-Mesmo que você não queria eu vou tentar dar um basta nisso tudo...Para que você consiga recuperar seu amor e todas as coisas que você perdeu-Jack falou e Jared abaixou a cabeça

-Muito obrigado Jack. Foi bom conversar com você hoje...Até mais-Jared disse e saiu da cafeteria Jack ficou olhando o moreno ir embora algo em seu interior dizia para ir atrás dele, o loiro se levantou e saiu do local indo até seu carro ligou o mesmo e foi atrás do maior

J&J

Mark revirava as pastas pela milésima vez naquele dia Ruth observava o loiro olhar cada número em busca de alguma pista, a ruiva dizia que Mark estava ficando paranoico com aquilo já que estavam a cinco meses procurando algo que não achavam nada

-Mark acho melhor pararmos de procurar...Não tem nada por aqui-Ruth falou organizando todas as pastas

-Isso não pode ser verdade...A minha segunda pista é o Jared, porém ele não quer falar nada-Mark falou olhando para ruiva jogando a pasta que tinha em mãos em cima da sua mesa

-Então você deveria perguntar para ele-Ruth falou e Mark suspirou

-Já tentei milhões de vezes...Mas ele se fechou para o mundo, Jared não é mais o mesmo

-Eu estou com dó dele. Porque eu vejo o sofrimento estampado em seu rosto-Ruth disse abaixando a cabeça

-Então você entende que tem algo de errado aqui...Que eu vou descobrir-Mark falou

-Tudo bem, vamos continuar a procurar-Ruth falou voltando a vasculhar as pastas

-Vamos deixar isso para amanhã...Já está tarde e não podemos levantar suspeitas-Mark disse olhando para ruiva-Vamos embora descansar temos um longo dia amanhã

-Certo. Então até amanhã-Ruth falou e saiu da sala do loiro

Mark se jogou na cadeira sabia que não ia achar nada naquelas pastas,precisava que Jared revelasse o que estava acontecendo ali se sentia incomodado por não conseguir achar nada, tudo naquela empresa estava um caos Richard queria mandar de qualquer jeito se achando dono, porém Mark não deixava o que acabava deixando Speight irritado, o loiro se levantou da cadeira pegou suas coisas e saiu da empresa iria sair com Misha hoje  precisava se distrair um pouco. Mark pegou as chaves do seu carro entrou no automóvel e dirigiu até a casa do moreno, assim que chegou apertou a campainha e logo foi recebido com um beijo

-Achei que não ia vir mais-Misha falou fazendo biquinho

-Desculpa fiquei entretido com as papeladas na empresa e perdi a hora-Mark falou

-Falei que você não ia achar nada...O verdadeiro culpado disso tudo é o Jared-Misha falou ainda levando seus braços até o pescoço de Mark lhe puxando para um beijo

-Você é muito cruel-Mark falou quebrando o beijo

-Sou sim...Ainda mais quando seu amiguinho fode com o psicológico do meu melhor amigo...E antes de irmos temos que dar uma passada no apartamento dele, quero ver como ele está! -Misha falou e Mark assentiu com a cabeça

Misha e Mark saíram juntos o moreno não queria falar nada para o loiro, mas estava com um mal pressentimento de que algo ruim iria acontecer, estava preocupado com Jensen desde amanhã quando o menor se trancou dentro do quarto e não saiu mais além de não atender suas ligações e nem menos ler suas mensagens. Cinco garrafas de whisky jogadas pelo chão assim como vários frascos de remédios, Jensen estava sentado no chão com fortes dores de cabeça não conseguia respirar direto as lágrimas impediam sua visão, mas mesmo assim continuava a beber, era a sexta garrafa de whisky no chão tinha mais frascos de remédios no qual tinha cinco remédios em sua mão bebeu os mesmo e bebeu mais um gole do álcool que possuía em suas mãos, chorava angustiado sua mente gritava dizendo o quanto era patético e fraco que talvez não sobreviveria, precisava de alguém para lhe tirar daquela escuridão seu peito doía, já não conseguia levantar mais do chão suas pernas não respondiam seus comandos. Assim que chegou no apartamento de Jensen Misha saiu em disparada do carro deixando Mark totalmente confuso

-Ei porque tanta pressa? -O loiro perguntou entrando dentro do elevador com Misha

-Porque eu estou com mal pressentimento-Misha falou desesperado

-Amor calma...Está tudo bem-Mark falou tentando acalmar o namorado

Jensen pegou o restante dos compridos e bebeu junto com o álcool o loiro não se sentia bem, levantou com dificuldade do chão sua visão estava turva precisava pegar seu celular e ligar para Misha, mas assim que levantou caiu batendo com a cabeça no criado-mudo desmaiando então.

Assim que chegou no andar do apartamento de Jensen Misha saiu em disparada até a porta do loiro, Misha quase quebrou a porta para entrar correu em disparada para o quarto de Jensen a porta estava fechada abriu a mesma rapidamente o cheiro forte de álcool invadiu suas narinas, Misha olhava a quantidade de garrafas de whisky jogava pelo chão se perguntava da onde tinha saído tudo aquilo além das garrafas frascos de remédios também coloriam o chão do quarto,Collins encontrou Jensen desmaiado no chão  o moreno se aproximou chamando o amigo

-Jensen...Jensen...Ei-Misha falou, mas naquele momento o loiro começou a ter uma convulsão o moreno entrou em desespero gritando então Pellegrino

-Mark...-Misha chamou e logo em seguida o loiro apareceu no quarto se assustando quando viu Jensen desmaiado

-Chama Ambulância! -Misha falou aos prantos olhando para o namorado

Continua...


Notas Finais


E ai o que acharam ??
A coisa ficou feia será que Jensen irá sair dessa ??
Até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...