1. Spirit Fanfics >
  2. Encontrei você... >
  3. " Uma pontada de ciúmes..."

História Encontrei você... - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente desculpa o atraso, espero que esteja tudo bem com vocês.
Boa leitura ❤

Capítulo 5 - " Uma pontada de ciúmes..."


Fanfic / Fanfiction Encontrei você... - Capítulo 5 - " Uma pontada de ciúmes..."

Assim que saímos da cozinha, fomos até a sala que dava direto na porta, logo, um leve sorriso veio em meu rosto. Hinata tinha aberto a porta. E quem cruzou ela foi nada mais, nada menos do que o Sr. Naruto Uzumaki.

Naruto Uzumaki...


Itachi Uchiha...



Ambos se olharam assim que Naruto cruzou a porta. Hinata estava feliz com a presença dos dois. Mas o que ela não sabia , era que os dois se olhavam de uma maneira nada amigável. E agora? O que iria acontecer?


*********
Naruto Uzumaki.


Antes disso, na fábrica Uzumaki...


Ao verem Minato sair de sua sala após o término de sua reunião, Kushina e Naruto se olharam determinados a colocar seu plano em ação.


Naruto se distanciou um pouco, enquanto sua mãe ia na direção de Minato. Assim que viu seu filho já ia o chamar quando sua esposa feliz e saltitante se colocou à sua frente.


- Minato, meu amor que bom te ver. Estava precisando falar com você. - Disse o abraçando


- Kushina, o que foi meu doce?- disse ainda abraçado a ela.


- Se lembra que eu te pedi pra me ajudar no concerto das máquinas?- Ele por sua vez a olhou com um ar de dúvida no rosto.


- Não, desculpa eu não lembro.


- Sim, você disse que ia me ajudar. Meu Deus Minato, que memória ruim!- Disse  então começou a rir.


- Há ,há. Engraçadinha. Amor desculpa mas eu vou ter que te ajudar depois, agora eu presciso falar com Naruto. - disse já se desvencilhando gentilmente dos braços da esposa.


Kushina então o puxou de volta e teve que botar seu "Irresistível charme ruivo" em ação.


- Meu amor, espera. - disse ao entrelaçar os braços no pescoço de Minato,e com a voz um pouco mais doce. - Pra que essa presa? - Sussurrou em seu ouvido.


- Meu doce eu presciso falar com Naruto e ver os documentos que ele está revisando, é importante. - disse mas sua firmeza já estava indo pro beleleu! Kushina vendo isso se aproveitou mais da situação.


- Mas meu amor, você vai ter o dia todo pra isso, vamos, e outra eu amo quando você me ajuda, é bom ter a sua companhia. - nisso cheirou seu pescoço e logo após deu um leve beijinho no canto de seus lábios. Logo completou - E quanto ao nosso filho, vemos isso depois e ele consegue resolver isso sem problemas, vamos.


Minato já estava completamente entregue ao charme de sua ruiva, então muito feliz por sinal foi com ela até a parte mecânica da fábrica para a ajudar com as máquinas. Mas antes de ficar completamente focado nos encantos de sua esposa fez uma nota mental para depois falar com Naruto.


- Vamos, meu denguinho!


- Já estou indo meu doce!- disse com aquela velha cara de bobo apaixonado, enquanto Kushina internamente cantava vitória por sua sedução concluída com susseso. E pediu que seu filho aproveitasse bastante esse tempo que teria pra conquistar essa jovem que estava lhe roubando suspiros de amor.


Naruto não muito longe dali dava pequenos risos e mantinha um sorriso zombeteiro no rosto diante da situação que viu. Desde criança via como seus pais se amavam. E sempre ficava chocado como sua mãe conseguia fazer seu pai simplesmente amolecer diante de uma situação com seu charme.


Achava incrível tanto narrado nos livros que lia como ao observar seus pais como o amor podia nos tornar cativos dos encantos da pessoa amada.


E agora ria como um tolo ao pensar que também havia caído nesse laço ao se tornar cativo da beleza, pureza e doçura que certa moça em especial o havia colocado sem nem mesmo ela saber disso.


Mas o que ele também não sabia,era que essa armadilha também havia pego certo rapaz de feições idílicas e olhos escuros  como a vasta escuridão da noite, que assim como ele,havia se tornado cativo dos encantos e doçura da mesma moça.


Ao sair da fábrica entrou em seu carro e foi rumo a Rua Paraíso. Prescisava vê-la de novo. Anciava por isso. Queria ver o sorriso daquela linda moça.


Passou pela rua da fábrica, depois pelo parque e mesmo ela não estando ali por causa da chuva, sua mente ainda a refletia ali, em um daqueles bancos ajeitando suas lindas flores. Que linda visão.


Depois que encontrou a Rua Paraíso,  pôde ver a casa dela a se aproximar de sua visão, seu coração batia forte e sofregamente em seu peito. Desceu do carro, subiu o pequeno caminho de degraus de cimento já desgastados pelo tempo. Respirou fundo, tomou coragem e bateu na porta.


Segundos torturantes se passaram até que toda aquela angústia se dissipou  de seu peito e um sorriso sublime se iluminou em seu rosto.


Ela havia aberto a porta. Aquela linda flor estava em sua frente


- Bonjour mademoiselle Hinata* - disse ao pegar sua mão e dar um beijo no dorso da mesma. - (Boa tarde, Srta. Hinata)


Ela ficou totalmente surpresa


- Bonjour, Sr. Naruto. - disse, então percebi o leve tom rubro lindo nas bochechas dela. O que fez eu ficar ainda mais abobalhado enquanto olhava encantado para ela.


- Pardon*, por aparecer assim. É que...eu...gostaria de saber como a senhorita está. Espero não estar incomodando.- (Desculpa)


- Non*, de jeito nenhum! Na-não prescisa se des-desculpar.  Por favor, entre. - disse ainda com um sorriso tímido no rosto, dando passagem para que eu entrasse. - (Não)


- Excuzes-moi.* - (Com licença)


Entrei, nisso Hinata fecha a porta e segue em minha direção.


- Espero realmente não estar atrapalhando. - disse um pouco envergonhado pela visita não muito convencional.


- Não prescisa se preocupar, não está me atrapalhando, eu só estava tendo uma consulta com o D. Itachi que agora está conversando com a minha avó.


Itachi, da onde eu conheço esse nome?...


- D. Itachi?


- Isso, ele...


Antes dela terminar de falar, sua avó veio até nós e assim que me viu sorriu levemente, lhe retribui de volta, mas logo atrás dela veio um homem que estava sério e mantinha a expressão firme na minha direção.


- Sr. Naruto, que bom revê-lo! Que boa visita, espero que esteja bem.


- Sra. Hyuga, estou muito bem, obrigada. É um prazer revê-la também - disse e beijei o dorso de sua mão.


- Há, esse aqui é o D. Itachi, é um amigo da família e é ele que cuida dos olhos de minha neta. - disse ao apontar para aquele homem.


- Itachi Uchiha.- disse ao apertar a minha mão.


- Naruto Uzumaki. - disse ainda o encarando.


*********
Itachi Uchiha.


Assim que fomos em direção da cozinha, minha expressão ficou um pouco mais séria, ao lado de Hinata havia um rapaz  que a olhava todo faceiro. Logo assim que me viu percebeu meu semblante e ficou sério também. Nos apresentamos, mas eu ainda queria saber o por quê dele estar ali.


- Sr. Naruto, é amigo da família também?


- Na verdade eu vim aqui hoje para ver a Srta. Hinata. Saber como ela está.


- Hummm...- foi tudo o que eu pude dizer. Não gostei nada disso.


Ficamos um tempo a conversar, e em alguns pontos percebia os olhares que esse tal Naruto dava para Hinata. O máximo que eu podia ficava perto dela.
Então, decidi ir embora e disse a Sra. Kaguya que iria conversar com ela outro dia.


Me despedi de Hinata que ficou triste por eu ir embora tão cedo. Assim que entrei no carro, a chuva havia ficado mais forte. Fui o caminho todo pensando em tudo o que aconteceu durante esse dia.


Só de lembrar os olhares que ele dava para Hinata minhas mãos apertavam o volante do carro com mais força.


Assim que cheguei em casa fui direto para o meu escritório. Logo meu telefone da mesa tocou, e eu o atendi.


- Alô?


- Itachi, filho sou eu.


- Há, sim, do que prescisa pai? Aconteceu algo?


- Não, não. Aqui está tudo bem. Só liguei para saber como foi tudo aí. Já falou com  a Srta Hinata?


- Sim, fui visita-lá hoje. A saúde dela está muito bem.


- Que bom, sua mãe vai ficar muito feliz.


- Sim, com certeza.


- Itachi, já foi na fábrica dos nossos parceiros?


- Não, ainda não, eu marquei uma reunião com eles amanhã.


- Há, sim... Diga ao Sr. Minato Uzumaki que mesmo não podendo estar aí, mando meus cumprimentos.


Uzumaki?! Sabia que conhecia esse nome de algum lugar!


- Itachi? Itachi, ainda está aí?


- Há? Sim,sim! Estou pai. Pai me responde uma coisa. Por acaso o S. Minato tem algum filho?


- Sim, tem. O nome dele é Naruto.


- Há sim, obrigado.


- Por que a pergunta, filho?


- Não, por nada. Só...curiosidade.- disse com um pequeno sorriso no rosto.


- Ok, então até amanhã, eu tenho que desligar.


- Tudo bem pai, bom descanso. E por favor diga a mamãe que eu mandei um beijo pra ela.


- Pode deixar.


- Á Plus tard* pai - (Até mais)


- Á Plus tard.


Assim que acabou a ligação depositei o telefone de volta no gancho. Fui até a bancada que ficava ao lado esquerdo da sala do meu escritório, peguei uma taça e me servi de vinho. Ao voltar para a minha mesa no centro da sala, olhei para a janela; ainda chovia muito.


Sentei e relaxei o corpo na cadeira de couro preto. Enquanto bebericava o vinho na taça, peguei o delicado porta-retrato que continha a foto de Hinata. Nunca tirei aquela foto de cima de minha mesa. Tiramos ela num dia quando a levei para visitar meus pais, eles haviam vindo passar um tempo aqui. Minha mãe simplesmente adorou ela. Meu pai também. Na foto, Hinata está com um lindo sorriso no rosto enquanto segura um girassól. Assim como ela, minha mãe também adora flores.


Hinata é a moça mais bela que já vi. Seu temperamento brando e gentil simplesmente me hipnotizam. Já faz muito tempo que venho preparando tudo para tê-la como minha esposa. Mas aquele rapazote tinha que atrapalhar! Argh!


Naruto Uzumaki, hamm...


Agora que sei quem você é, é só ver o que vou fazer. Não vou deixar ele se aproximar dela.


- Não se preocupe meu bem, nada nem ninguém vai me impedir de ter você. - disse ao dar o último gole no vinho, ainda a olhar o porta-retrato.


********


Notas Finais


Espero que tenham gostado, vou me esforçar pra postar o próximo capítulo logo❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...