História Encontros Do Acaso - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Makarov Dreyar, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Sting Eucliffe, Wendy Marvell
Tags Nalu
Visualizações 195
Palavras 1.252
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu voltei!!! Desculpa pela demora, andei ocupada e para piorar estava sem Internet!
Mas agora eu voltei e eu espero que gostem do capítulo de hoje. Obrigada a todos os comentários do capítulo passado.

Boa Leitura 😘

Capítulo 28 - Capítulo 28 - Lucy and Natsu


O jogo da garrafa começou sem nenhum problema, as verdades eram leves e os desafios mais ainda, a situação só começou a piorar quando a garrafa parou no Gageel e no Natsu.

O rosado revirou os olhos e olhou para o metaleiro esperando que ele perguntasse logo para acabar com aquela rodada de uma vez.

- Verdade ou Desafio? - O moreno perguntou com um sorriso de canto, sinal de que ele estava aprontando alguma coisa.

- Verdade! - Natsu falou.

- Assim não vale né, Natsu! - Gray falou cruzando os braços. - Você só está escolhendo verdade, está na hora dos desafios.

- Tanto faz. - O rosado falou. - Pode ser desafio!

- Eu te desafio a beijar na boca a garota que você considera mais linda aqui nessa roda. -O moreno sabia como aquilo traria uma apimentada naquela brincadeira e principalmente traria muitas confusões.

Mirajane que estava sentada de frente para o rosado, sorriu toda confiante e jogou o cabelo para trás de maneira sedutora.

Lucy não queria admitir, mas o seu coração batia fortemente só de imaginar que ele beijaria a albina ou qualquer outra garota que estivesse ali, na sua cabeça não se passava que ele poderia achar ela a mais bonita da roda, as vezes a Heartfilia menosprezava sua própria beleza.

O Natsu se levantou e ficou olhando para todas as garotas do círculo, como se pensasse em qual delas iria escolher. Lucy olhou para a Levy que parecia um pouco entediada na brincadeira, apesar de não conhecer muito bem o Dragneel já poderia imaginar quem ele iria escolher.

Lucy estava distraída com a azulada, quando sentiu alguns dedos tocar o seu queixo, ela olhou para frente e encontrou o Natsu a olhando com um sorriso.

- Acho que vai acontecer de novo, loirinha. - O rosado falou com um sussurro, para apenas a Lucy ouvir.

Ela sentiu o seu coração bater mais forte em um ritmo fora do normal, enquanto os dedos que estavam em seu queixo desceu até a nuca dela, tocando os fios que ali estavam causando um arrepio por toda a extensão do corpo da loira, que não conseguia falar uma palavra por conta das sensações que um simples toque podia causar nela.

Natsu se aproximou aos poucos da Lucy, como se tivesse medo que ela fugisse, mas ela não faria aquilo estava muito bem sentindo aqueles toques calmos e delicados do garoto. Quando os lábios do Dragneel tocaram os da Heartfilia, ambos sentiram uma corrente elétrica passar por cada músculo de seus corpos, aquele beijo estava sendo bem diferente do primeiro que eles deram a quase dois meses atrás, dessa vez, por mais que a loira negasse, tinha muito mais sentimentos envolvidos.

As mãos da loira foram aos poucos até chegarem no cabelo rosado do rapaz, passando os dedos ali, enquanto as mãos do Natsu se encontravam na cintura da garota a puxando ainda mais perto dele, o Dragneel queria acabar de vez com qualquer espaço que estivesse entre eles, mas quando o ar resolveu fazer falta, ambos tiveram que se separar e era bem perceptível os lábios inchados dos dois.

Lucy sentiu suas bochechas corarem, mas não conseguiu desviar o olhar dos olhos do rapaz, enquanto o mesmo tinha um sorriso nos lábios.

- Nossa eu achei que vocês iriam ocasionar um incêndio nesse apartamento. - Juvia falou dando risada. - Alguém pega um balde de água pra apagar todo esse fogo!

Lucy olhou para a azulada que sorria se divertindo com aquela situação.

- Calada Juvia. - Ela murmurou, sem estar realmente irritada.

Juvia mostrou a língua pra ela, enquanto o Natsu se afastava e voltava para o lugar, ele girou a garrafa e ela caiu entre a Erza e a Levy, que tremeu com aquela situação, algo lhe dizia que aquilo não significava boa coisa.

- Verdade ou desafio, Levy? - A ruiva perguntou em um tom muito calmo, para quem parecia estar aprontando algo.

- Desafio. - A baixinha murmurou, já que havia escolhido verdade outras vezes.

- Eu te desafio a passar cinco minutos com a pessoa que a garrafa apontar. - Erza falou e girou a garrafa.

Enquanto o objeto girava, parecia que o tempo não queria passar e depois de alguns segundos, que para a Mcgarden foram minutos, a garrafa de vinho parou no Gageel que sorriu malicioso para a Levy.

Ela não queria aquilo, ela simplesmente não podia ficar cinco minutos com aquele garoto, ele significava perigo com todas as letras em maiúsculo ainda.

- Tem algum lugar onde eles possam ficar sozinhos? - Erza perguntou olhando para o Natsu.

- Um quarto talvez. - O metaleiro falou, fazendo com que a Levy quisesse correr dali.

- Tem a dispensa. - O rosado falou.

- Acho que pode ser. - Erza falou.

Dois minutos depois, Levy estava na dispensa juntamente do Gageel, que olhava a garota de cima para baixo, analisando cada parte possível do corpo dela a deixando muito desconfortável a fazendo cruzar os braços.

- Da pra parar de me encarar?! - Levy falou mostrando que não estava confortável com aquela situação.

- Eu apenas estou analisando o seu corpo. - O rapaz disse como se não fosse nada. - Apesar de não ter muito peito, você tem um bumbum bem grande.

As bochechas dela pegaram fofo com aquele cometário e Levy não sabia dizer se era pelo "elogio" ou pela ofensa.

- Quem você pensa que é?! - Ela falou aumentando o tom de voz. - Eu não te dei o direito para me ofender!

- Eu não te ofendi! - Ele falou dando de ombros. - Fiz um elogio.

- Dizer que meus seios são pequenos, não é elogio!

- Se eu gostar de garotas que tem seios pequenos, é um elogio sim.

Ela não soube o que falar sobre aquilo, apenas fico fechando e abrindo a boca esperando pensar em algo que colocasse aquele rapaz em seu lugar, mas não pensou em nada.

Gageel se aproximou mais da azulada que deu passos para trás, até suas costas tocarem a parede e ele a encurralar.

A respiração de ambos haviam se misturado pela proximidade e apesar do moreno ser muito maior que a azulada, ela não conseguia tirar os olhos dele, talvez aquilo fosse pelo fato de não ter ficado com ninguém já fazia um ano desde que iniciou seus estudos para o vestibular.

O coração dela começou a bater muito, enquanto o dele continuava calmo, mas ambos não tiravam o olhar um do outro.

Talvez se Levy cedesse só uma vez aos seus desejos, não aconteceria nada demais, já que nunca mais veria aquele rapaz.

Pela primavera vez a Mcgarden agiu de maneira impulsiva, puxando o rapaz para mais perto e selando os lábios aos dele.

Cinco minutos depois, Levy foi a primeira a sair da dispensa e assim que voltou para a sala, encontrou a Lucy pálida como um fantasma olhando para a Mirajane que sorria com muita maldosa, enquanto a garrafa no centro estava apontando para ambas.

- O que eu perdi? - A azulada escutou a voz do rapaz atrás de si, sentindo todos os pelos do seu corpo se arrepiar ao lembrar do que havia acontecido naquela dispensa e de como suas mãos haviam a tocado...

- Eu desafiei a Lucyzinha a ficar de roupas íntimas para eu poder analisar as suas gordurinhas. - Mirajane falou olhando para o rapaz e interrompendo os pensamentos impróprios da Levy. - E então Lucy, vai aceitar o meu desafio?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...