1. Spirit Fanfics >
  2. Encontros. (SasuSaku) >
  3. Capítulo lll

História Encontros. (SasuSaku) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Olá!!!
Mais um capítulo para vocês. Espero que gostem. Boa leitura e desculpem os erros.
Obs:. Obrigada pelos elogios e favoritos!

Capítulo 3 - Capítulo lll


Fanfic / Fanfiction Encontros. (SasuSaku) - Capítulo 3 - Capítulo lll

[...] Even though you're the only one i see
It's the last catastrophe
Place your bets on chance and apathy...

(Grizzly Bear - Slow Life)

 

O banho da pessoa desconhecida demorava. Sakura estava quase para bater na porta e ver se estava tudo bem, quando recebeu uma ligação em seu celular.

- Sim?

- S-Sakura, é a Hinata. Tudo b-bem? – disse tropeçando nas palavras de forma nervosa.

- Ah, sim. Eu não tinha o seu contato. Como conseguiu? Estou sim e você?

- Éé...Dr. U-Uzumaki que me deu. A organização dos quartos foram e-erradas e e-ele está comigo...

Os olhos de Haruno se esbugalharam. Queria rir, mas sabia que a sua colega deveria estar em desespero.

- Entendo. Qual quarto você está? Eu sinto sua felicidade daqui (riso abafado).

- Décimo. E você? P-podemos nos ver?

Seu pedido foi quase uma suplica.

- Treze. Provavelmente, estamos no mesmo andar. Me encontre na recepção.

Não houve resposta, apenas, o termino da ligação.

Sakura respirou profundamente. Estava cansada pela viagem e implorava por um banho, mas claramente com o falecimento da pessoa no cômodo teria que ser adiado e assim, salvando sua amiga.

Com isso, deixou sua mala, pegando, então, apenas sua bolsa, saiu em direção ao encontro da Hyuuga.

As duas haviam se conhecido há pouco tempo. Na verdade, se dependesse de Hinata, jamais teriam se conhecido. Mas com a personalidade espontânea de Sakura e seu jeito curioso de perceber como a mulher reagia quando seu amigo Uzumaki estava por perto, a fez pergunta mais a respeito e assim, criando um elo facilmente.

 

Ao chega na recepção, Hinata estava já parada, com os pés inquietos.

- Ei.

A morena virou-se para ver a colega, mas logo lhe lançou um olhar de reprovação por conta do semblante malicioso de Sakura.

- Qual é?! Vai falar que não gostou desse erro do destino?

- Sakura! – disse em tom de reclamação e logo olhou ao entorno para ver se alguém havia escutado – Uma das enfermeiras do hospital em Konoha me ligou avisando que meu primo não poderia vir pois um dos quadro dos pacientes dele piorou, tendo que ficar de plantão, assim, trocou de lugar com você sabe quem justificando que já havia pago.

Sakura apenas sorriu com compaixão.

- Talvez seja uma oportunidade para se conhecerem...

- N-Não...Eu queria que você trocasse de quarto com ele.

Até que não era uma má ideia, mas ainda assim, não conheceu a pessoa que iria dividir.

- Eu não conheci ainda a pessoa. Na verdade, estava tomando banho na hora em que você ligou. – a fisionomia da morena soltou uma lufa de ar pelo cansaço e compreensão – Acha que aguenta até amanhã?

Apenas assentiu derrotada.

- Aproveitando que estamos aqui, eu precisava comprar um vestido para hoje a noite no jantar de gala. Quer ir comigo?

- C-claro, também preciso ver algo.

 

Ambas aproveitaram o restante do dia para passear pela cidade quente de Suna. Haviam algumas lojas das quais eram interessantes. Depois do terceiro estabelecimento, encontraram vestimentas adequadas para aquele jantar e assim, voltando para o hotel ao entardecer.

- S-Sakura...Ãn, de onde você o conhece? – perguntou Hinata interrompendo o silencio.

- Bem, fizemos faculdade juntos e ele era próximo ao meu ex-namorado. Apesar de tudo o que houve com o meu termino, nunca me criticou e sempre esteve ao meu lado. É bom tê-lo por perto.

Hinata sorriu em compreensão.

Sabia que o assunto resumido era delicado para se perguntar mais a respeito, sendo assim, subiram ate o andar em silencio.

- Até daqui a pouco!

Haruno assentiu uma vez, voltando para o seu quarto.

 

Infelizmente, ao entrar no cômodo com a esperança de conhecer o causador de sua curiosidade, não havia ninguém no quarto, mas notou um cheiro amadeirado, e concluindo assim que se tratava de um homem.

- Só pode ser brincadeira... – refletiu baixinho enquanto se indignava que não haviam se encontrado.

Ao observar a mala de canto, reprimiu a curiosidade de fuçar nas coisas do homem misterioso, e assim, decidiu começar se arrumar.

 

Após um banho longo e demorado, escovou seus dentes enquanto se encarava no espelho. Percebeu que fazia bastante tempo que não se cuidava de si, o que de fato era cômico se tratando de que cuidava mais da saúde de outras pessoas do si mesma.

Sakura nunca obteve sua auto estima alta. Se escondia da visão das pessoas populares tanto no colegial, como também, na vida universitária. Se não fosse Sasori ter tomado a iniciativa – mesmo que fosse por uma após dos amigos se ele conseguiria ficar com ela – jamais teria se quer beijado.

Ino a ajudava bastante e sabia de suas neuras consigo mesma. Foi também uma amizade que cresceu por acaso. O que um banheiro feminino não faz enquanto se encontra alguém chorando?! Com este acontecimento e a ação acolhedora de Yamanaka que Sakura conseguiu superar um pouco do seu estado depressivo.

 

Ao terminar e enxaguar sua boca, apenas enrolou a toalha úmida sobre o corpo e saiu do banheiro.

Contudo, ainda ao abrir a porta se deparou com uma figura desconhecida no quarto, que agora a encarava de maneira interrogativa.

Nestes milésimos de segundos, sua toalha escorrega pelo corpo devido a umidade da mesma, fazendo com que soltasse uma pequena sequencia de palavrões habituais enquanto recolhia o tecido do chão e se recobria.

- Droga! Quem é você? – perguntou de forma petulante pelo constrangimento e formando as mãos sobre o buço como uma forma de se proteger a todo aquele acaso.

- Acho que estamos dividindo o mesmo quarto...Me desculpe se assustei você. – respondeu calmamente o sujeito enquanto deixou escapar um sorriso ladainho em que o mesmo reprimiu rapidamente, onde se aproximou, estendendo a mão num gesto acolhedor – Uchiha, Itachi. Prazer...

- Sakura.

Completou a frase do homem que esperava de forma interrogativa.

- Bom, eu não vou ficar te atrapalhando aqui. Na verdade, não ficarei muito tempo com você. Trocarei com outra pessoa pois confundiram os nomes na hora da reserva.

Sakura agora analisava melhor o homem, estava vestido já para o jantar, com terno que lhe cabia perfeitamente na tonalidade chumbo. Seus cabelos eram mais sedosos que os seus, assim como, mais longos e presos de maneira desleixada.

Realmente, era um homem incrivelmente perfeito. Reprimiu-se novamente pelo constrangimento de segundos atrás.

- Sakura?

Quando a chamou percebeu que havia perdido tempo demais o analisando pois o mesmo sorriu com a constatação.

- S-sim?

- Foi um prazer, a noite encontrara o seu novo companheiro de quarto. Até!

- Até... – finalizou enquanto o viu se retirando do cômodo com a pequena mala. Notando por fim, que existia uma aliança de ouro em seu dedo.

- O que acabou de acontecer aqui?! – perguntou a si mesma enquanto se praguejava internamente por ter ficado nua na frente de um homem casado e pior de tudo: desconhecido.

 

Uma hora depois do acidente, havia terminado de arrumar. Vestia o traje em que havia comprado naquela tarde junto com Hinata: um vestido sem alças, preto e aveludado com uma fenda que começava no início de sua cocha direita. Sua maquiagem era leve, apenas um delineado nos olhos e um batom num tom vinho com efeito mate.

Sorriu em frente ao espelho enquanto colocava o colar com uma pequena pedra, destacando-se assim seu buço.

Andou pelo quarto até achar sua bolsa, pegando assim, seu celular e ligando para o numero da Hyuuga.

- S-Sakura?

- Estou pronta. E você?

- Ãhn...também. – respondendo nervosamente. Haruno sabia da onde vinha a fonte de todo aquele constrangimento.

- Te encontro na recepção, ok?

- N-na verdade...Uzu-Dr. Uzumaki vai me acompanhar até o salão. T-tudo bem?

Os olhos esbugalharam de Sakura enquanto reprimia o riso.

- Pelo visto, não trocaremos de quarto mais, né?

- T-tchau...

Desligando assim a ligação.

Pelo visto, a noite promete?! – pensou consigo mesma enquanto abria a porta do seu quarto indo em direção a grande ocasião. 

 

 

Continua...


Notas Finais


Eita, Eita...
Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...