História End of the day - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Styles
Personagens Harry Styles
Tags Drama, Harry Styles, Lauren Jauregui, Romance, Shows
Visualizações 84
Palavras 2.353
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, o vídeo de Kiwi é incrível ♡

Capítulo 42 - Do you want?


Fanfic / Fanfiction End of the day - Capítulo 42 - Do you want?

-Não por favor, que isso! 

Digo meio envergonhado.

-Não é necessário, prometo que ajudo a arrumar depois ou.. 

Ela me interrompeu. 

-Isso, aí eu pensei em fazer dessa forma. O que a senhora acha? 

Digo deitado na minha cama, sorrindo. 

-As meninas vão sair com ela, tudo combinado já entende? 

Ela me respondia do outro lado da linha. 

-Ok dona Ceci, obrigado pela confiança e pela ajuda. Mais tarde estarei aí para deixar tudo pronto. Beijos. 

Falei, finalizando a ligação. Coloquei o celular na minha barriga e apoiei uma das mãos em minha cabeça. Não passará de hoje.

Não pode passar de hoje. O que sinto por ela já ultrapassou qualquer barreira que eu pudesse ter. Não dá pra negar mais. 

A um mês atrás as coisas eram muito diferentes, eu mal podia acreditar no que se passava na minha cabeça agora. Eu quero apresentá-la para a minha mãe. O mais rápido possível. 

Eu já havia pensando em tudo. Alice e Beatriz estão cientes, elas vão sair hoje à tarde/noite. Enquanto isso, vou à casa da Lauren fazer umas coisinhas. 

A mãe dela disse que dormiria na casa da irmã, para que pudéssemos ficar mais à vontade. Eu tentei impedi-la, mas foi em vão. Ela é muito gentil comigo.

Olhei para o celular de novo e lembrei que nem tudo são rosas. Estiquei meu braço com certa dificuldade e peguei um papel dobrado com um número importante.

-Bom dia, meu nome é Harry Edward Styles e eu gostaria de marcar um horário para amanhã. 
-Só um minuto, por favor.

Fechei os olhos, esperando uma resposta.

-Certo senhor, caso número 417. Prefere que eu veja pela manhã ou pela tarde? 
-Pela tarde, por favor. 
-Só um minuto. 

Final de semana, sem ensaios.

-Às 15 horas, posso marcar?
-15 horas me parece bom. Estarei aí, obrigado.
-Obrigado, bom dia.

Finalizei a ligação e, no mesmo papel, anotei o endereço e o horário rapidamente. 

Desbloqueei o celular de novo. 

-Bom dia Nicolas, marquei para amanhã às 15 horas ok? 
-Ótimo Harry, geralmente essas coisas duram umas duas horas, você tem compromisso?
-Não tenho, está tranquilo. Meu receio é só de não resolver nada e isso se prolongar...
-Acho difícil. Com o que temos aqui, só se o cara estiver com muita má vontade mesmo.
-Espero, obrigado, até amanhã! 
-Até cara. 

Finalizei minha terceira ligação importante do dia. Mandei uma mensagem rápida no grupo dos caras, pra que eles ficassem cientes. 

O relógio marcava 12 horas, combinei com as meninas e com a Dona Ceci às 17 horas. 

Pov Lauren

-Oi bonitinha! 

Digo abrindo a porta e envolvendo a Alice em meus braços. 

-Como você está amiga? 
-Estou bem, estou indo. -sorri- E você? 
-Tudo certo aqui, como foi com o advogado? 

Ela disse entrando, fechei a porta atrás de nós. Dudu estava jogando videogame no momento. 

-Então, senta aqui, foi bem tranquilo pra falar a verdade. O Harry e ele já tinham conversado então os pontos já estavam certos sabe? Ele só conversou comigo e com a Beatriz, como deveríamos agir e essas coisas.
-É, ela me falou mais ou menos. Muito sem noção esse cara por ter feito isso com vocês.
-Nem me fale.. E eu ainda me sinto mal porque o Harry acabou de me conhecer e já foi denunciado por culpa minha. 

Ela riu, eu dei um beliscão.

-Aii!!! 
-É sério poxa, não ria! 
-Relaxa Lauren, se ele tivesse chateado já teria saído correndo. 
-Hum.. 
-Espera..

Ela disse tirando o celular do bolso. 

-Espera aí que a Bia está ligando. Alô? 

Alice conversou rapidamente com ela, estávamos bem arrumadas. Tirei meu celular do bolso também e o desbloqueei, nada do Harry. 

Respirei fundo ao guarda-lo, voltando minha atenção para o que ela dizia. Eu usava um short cintura alta preto e uma blusa preta brilhante. Era bonita.

-Vamos Lauren, a Bia disse que teve um imprevisto e que vamos ter que ir direto pra lá.
-Ah sim, tudo bem. Espera eu avisar minha mãe.

Digo indo até o quarto dela, 17 horas.

-Mãe, estou saindo agora ok? 
-Tudo bem filha, eu e o Eduardo vamos dormir na casa da sua tia Bianca hoje.
-Vão? Ah tudo bem, mas está tudo bem? 

Digo meio confusa, minha mãe não é de dormir fora.

-Sim, ele quer sair um pouco aí de repente pensei que lá seria bom. Por causa do seu primo, quer ir? 
-Quero não, fica bem. Estarei aqui quando voltar. 

Digo a abraçando, minha mãe me abraçou forte de novo e nós saímos. Fomos no meu carro mesmo, iríamos para uma baladinha ou algo próximo disso por ali. Sim, num fim de tarde. 

Confesso que olhava o celular quase que de minuto em minuto. Eu e o Harry estamos conversando com frequência então quando ele sumia assim... faz falta. 

Quando deixei isso acontecer?? 

Minha mente constantemente voltava para o dia em que nos conhecemos, por algum motivo, minha mente sempre voltava para a primeira vez que eu senti a energia dele através da sala. 

Ainda me lembro de como meu corpo se arrepiou e de como a minha mente gritava pra que eu saísse de lá. Porque eu sabia que algo grande estava prestes a acontecer. E aconteceu. 

Estava sempre em minha mente. Alice e eu conversávamos distraidamente mas minha cabeça estava mais pra lá do que pra cá. 

Estacionei o carro numa vaga bem apertada, já vendo a Bia lá do outro lado. Bernardo estava com ela, eles estão juntos à anos. 

-Oi Bê, quanto tempo!!! -digo o abraçando-
-E aí Lolo, como vai? 

Apenas sorri. 

-Oi Bia, o que houve? Pensei que ia passar lá em casa, estávamos te esperando. 
-Ah Lauren.. Eu me atrasei e.. pensei que seria melhor vir pra cá. 

Ela disse meio enrolado, como se quisesse me enrolar também. Na porta do local eles pediram nossas identidades, por sorte estávamos todos com elas. 

-Você vai beber? -Alice perguntou enquanto caminhávamos para dentro-
-Acho que não, amanhã é um dia importante. 

Ela acentiu. O local era aberto e bonito. Haviam luzes penduradas por toda parte, se fundindo com o pôr do sol meio nublado ao fundo. 

Não vi comida, só bebida e isso me desmotivou um pouco. Já estava meio desmotivada, queria que o Harry estivesse aqui. E.. bebida não é muito a minha "coisa" sabe. 

Alice já tinha um copo em mãos e a Bia não parava de olhar para o celular, me pergunto como vai ser essa noite. 

-Olá moça, prazer. 
-Am.. olá. Lauren. 
-Júlio. 

Sorri fraco. 

-Aqui é bem legal né? Primeira vez? 

Olhei em volta, ótima hora para elas não estarem por perto. 

-Primeira vez sim, mas parece ser legal. 
-Ah sim, você está bonita hoje.

Sorri fraco de novo, agradecendo. 

-Quer dançar? 

Pov Harry

Recebi a mensagem da Beatriz de que elas já tinham saído e chegado no local. Está na hora. 30 minutos atrás tomei um banho relaxante pra passar o nervosismo que eu sentia. 

Coloquei uma calça jeans escura e uma camisa preta, deixando minha corrente de cruz à mostra. Arrumei meu cabelo em um topete e passei o perfume que eu sei que ela gosta. 

Desci pelo elevador e fui direto pro carro, mal podia acreditar no que estava prestes a acontecer.

Dirigi até o Walmart que fomos ontem, ouvindo uma boa música no rádio. Meu coração estava acelerado e eu nem estava na casa dela ainda. 

Estacionei meu carro no estacionamento de fora e caminhei um pouco até lá dentro. 

Fui direto para as vitrines laterais, observando-as com muito cuidado. Diminuí o passo ao chegar nas lojas de mulheres.

Fui caminhando bem devagar por elas, olhando uma por uma. Quando cheguei quase na última loja, pude avistar o colar que a Lauren gostou naquele dia.

Sorri grande ao vê-lo. Era bonito, sutil. Uma pedrinha brilhante. 

-Boa tarde Harry, muito prazer, posso ajudar? 

A atendente me chamou pelo nome, sorri para ela. 

-Eu gostaria de ver esse colar aqui, por favor moça. -digo apontando- 
-Claro, só um momentinho. 

Ela fez sinal para que eu entrasse, indo rapidamente até o balcão. Era uma loja de jóias, brilho pra todos os lados. 

A moça voltou com uma chave, abrindo a vitrine por trás. 

-Olha nós temos assim, mas também temos a pedra na cor rosa ou violeta. 
-São lindas. 

Falei, as pegando. As três eram muito bonitas mas.. acho que seria melhor pegar a que ela gostou mesmo do que arriscar em outra cor. 

-Vou ficar com esse mesmo. 
-Certo, pra presente? 
-Por favor, na embalagem mais bonita que você tiver! -sorri- 

A embalagem era rosa bem clarinha, por acaso a cor que ela gosta. Antes de sair tirei uma foto com a atendente, ela foi super atenciosa. 

Saí da parte das lojas de mulheres e fui a procura da floricultura. Foi um pouco complicado, mas consegui convencer o cara a me deixar levar quase que uma caixa inteira (pequena) de pétalas de rosas. Comprei um buquê também, pra não trazer prejuízos. 

Olhei no relógio e me assustei ao ver que já se passavam das 18:30. Ainda faltava uma loja.

B: Harry, ela não tá gostando daqui, não sei se vai ficar até tarde. Você vai ligar pra ela? 

Mensagem da Bia de 20 minutos atrás. 

H: Bia eu tô enrolado aqui, estou indo pra casa dela daqui a pouquinho. Se eu correr, em meia hora arrumo tudo! Vou ligar sim, esse será o sinal tudo bem? 
B: Combinado, ela está linda! 

Ela respondeu instantaneamente, fazendo meu coração pular e meu sorriso se abrir no meio da rua. Igual um idiota. 

Abri a porta de trás e coloquei tudo ali, com o maior cuidado do mundo. Dei partida no carro, iria o mais rápido que eu pudesse. 

...

-Oi meu filho, deixa eu te ajudar! 

Dona Ceci disse, me dando um abraço apertado. Sorri envergonhado. 

-Não se preocupa, não tenha vergonha, vocês têm minha bênção. 

Ela disse, nós dois gargalhamos. Ela pegou o buquê e a caixinha do colar. Pude ver o Dudu atrás dela. 

-Oi garotão, quer ver o que o tio trouxe? -digo animado, ele no mesmo instante veio até mim- 

Enquanto dona Ceci foi até o quarto da Lauren eu sentei na ponta do sofá, ficando do tamanho dele. No meio das pétalas tirei uma lembrancinha pra ele. 

-Abre! 

Seus olhos brilharam tanto, eu já gostava muito dele. O Eduardo pegou a embalagem e abriu com pressa, segurando com certa dificuldade a caixa. 

-Meu Deus Harry!!!!!! É o carrinho que eu queria, como sabia???

Ele disse muito animado, abaixei minha cabeça sorrindo. Eu vi ele olhando esse carrinho na internet da última vez que vim aqui. 

-Obrigado! -ele me abraçou rapidamente-
-Por nada cara, agora você pode levar pra brincar com o seu primo hoje.

Ele sorriu. 

-Mãeee!!!! 

Sorri de volta, indo para o quarto. 

H: Estou aqui, vou começar agora e ligo pra ela depois. 

Espero que a Bia veja.

-Olha, fica a vontade. Nós vamos sair agora mas você pode arrumar da forma como quiser, tenho certeza que ela vai gostar. Você é um bom menino e por isso eu confio, fique a vontade e cuide da minha filha. Por favor. Esses dois já eram o meu mundo, mas desde que perdi o meu marido.. -ela respirou fundo- Eles se tornaram a razão da minha vida. 

Pude perceber que ela se emocionou, peguei em sua mão. 

-Eu prometo que cuidarei dela, se ela me aceitar, e eu gostaria de dizer também que a senhora é incrível e que sua força a inspira todos os dias. 

Eu disse com todo o respeito do mundo, ela sabia. Nos despedimos e eles saíram. A ansiedade tomou conta do meu corpo de novo. 

Entrei no quarto dela e reparei no quanto as coisas eram tão organizadas. O quarto já cheirava rosas, sua cama grande estava coberta por um edredom azul bem claro. Sorri ao ver dois bichinhos de pelúcia entre os travesseiros. 

Peguei a caixa e agilizei no que precisava fazer. Peguei pétala por pétala e as distribuí na cama dela. Bem clichê, bem grudento. 

Tive um pouco de dificuldade em fazer isso sozinho, mas aos poucos fui conseguindo. Elas diziam: "Você quer namorar comigo?". Ou pelo menos eram pra estar dizendo isso. 

Peguei minha mochila e tirei algumas velas, eu as acenderia quando ela estivesse muito perto daqui. Eram sete, coloquei duas entre a cama, duas de cada lado da porta, duas em sua escrivaninha e uma na janela, que ficava ao lado da cama. 

Corri até a porta e parei por um segundo, analisando. Voltei até a mochila e tirei três fotos dalí, as três fotos que nós temos. 

B: Harry, ela quer ir embora. 

Minhas mãos tremeram. 

H: Ok vou ligar agora, obrigado Bia!!! 

Abri meu teclado e coloquei meu número preferido. 

-Oi Lauren, está bem? 
-Olá Harry, tudo bem e você? Estou com as meninas. 

Sorri. 

-Eita que legal, será que meu convite ainda vai ser possível então??
-hahaha Você pode tentar.. 
-Eu estava pensando.. Quer sair pra jantar? 
-Ahh eu quero sim, vou passar em cada cinco minutos e nos encontramos ok? 

Combinamos de nos encontrar em baixo do prédio dela. Desliguei o telefone e voltei minha atenção para o quarto. Peguei uma fita e colei as três fotos na parede. A fita era própria para parede, ou seja, sem danos. 

A primeira era dela, no dia em que nos conhecemos. Ela não sabia, mas um fotógrafo tirou uma foto de todos os candidatos. A dela estava deslumbrante. A segunda foi do nosso primeiro encontro, do show que fomos juntos. Seu batom vermelho e sua calça preta ainda me trazem arrepios só de lembrar. Sorriamos meio desajeitados. A terceira foi do primeiro dia de ensaio, David foi cortado antes mesmo da revelação. As posicionei próximas uma da outra.

Enchi um balão de gás hélio em forma de coração e o posicionei no teto. O quarto estava pronto. Talvez eu não, mas as coisas sim. Voltei para a sala e esperei até que escutasse algum barulho. 

A caixinha do colar estava em minhas mãos, eu o olhava. Talvez esse seja o primeiro passo para toda uma vida. 


Notas Finais


E então? ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...