1. Spirit Fanfics >
  2. End of the line. >
  3. Capítulo 4

História End of the line. - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem. boa leitura.

Capítulo 4 - Capítulo 4



Enquanto Chuck, Castiel e Gabriel esperavam o retorno de Miguel, no Bunker Dean e Sam tentavam resolver alguns assuntos  passado principalmente o relacionado ao jovem Adam.
- Olha Adam... em primeiro lugar eu gostaria de dizer que sentimos muito.- Disse Sam, sem saber o que dizer para pedir desculpas ao meio-irmão. 
- Já acabou?- Adam perguntou.
- Espera, Adam...nos só estamos querendo dizer que de fato nos não sabíamos que durante esse tempo todo você estava vivo, Espero que entenda o nosso lado.- Disse Dean.
- Vocês são nuns  idiotas!- Disse Adam, surpreendendo Dean e Sam.- Eu passei dez anos apodrecendo no inferno, só estou livre por que Miguel me tirou de lá... ser tem alguém que eu devo agradecimento ou entendimento é a ede, não a vocês!
- Então, o que você quer que façamos?- Dean perguntou, perdendo a paciência com o rumo que aquela conversa estava tomando.
- Eu acho que um pedido de desculpas seria um bom começo!- Disse Adam, mais antes que os winchester por esse dizer algo, Mary adentra a sala do Bunker trazendo uma bandeja com sanduíches.
- Oi meninos, desculpe atrapalhar a conversa de vocês mais pensei que vocês estivessem com fome e então eu fiz um lanchinho.- Disse Mary.
- Ah, obrigado mãe.- Disse Sam.
- De nada, mais me digam sobre o que estavam conversando?- Mary perguntou.
- Sobre alguns problemas pendentes.- Disse Adam, olhando fiquisamente para Dean e Sam.
- Entendo... mais me diga querido, você é filho do John com quem mesmo?- Mary perguntou.
- Sou filho do John com uma enfermeira chamada Kate.- Disse Adam.
- Todo bem... espero que esteja se sentido em casa.- Disse Mary.
- Obrigado.- Disse Adam.
Enquanto os winchester tentavam resolver os próprios problemas, na cidade Miguel tentava imaginar como iria encontrar o irmão no meio daquela cidade que não conhecia direito e não sabia nem por onde começar a procurar.
- Aí pai, se o senhor pelo  o menos tivesse me dado uma dica mais construtiva... mais o senhor penas me manda dizendo: ache seu irmão! Mais agora eu que pergunto, como eu vou fazer isso?- Miguel perguntou. Andando pela a cidade sem saber o que fazer. - Aí quer saber? Ela vai ter que me ajudar!- Disse Miguel, após se lembrar de alguém que poderia ajudá-lo nessa cidade.
Após caminhar por um tempo, Miguel chega a um lugar a uma clínica, o um local que normalmente não visitava mas era onde a pessoa que procurava estaria.
- Com licença?- Miguel perguntou, a recepcionistas após adentrar o local.
- Sim, posso ajudá-lo?- Perguntou a recepcionista.
- Pode, eu estou procurando uma amiga, ela trabalha aqui.... o nome dela é....- Disse Miguel, mais antes que o mesmo pudesse completa a sua fala o arcanjo é puxando e arrastado pelo os corredores do clinica ate ser pressionado contra a parede por uma mulher de cabelo longo e pela Bronzeada enquanto as mesmo tinhas os olhos brincado em um tom de azul.
- O que estar fazendo aqui?- Perguntou a mulher.
- Eu preciso da sua ajuda.- Disse Miguel.
- Para que, Miguel?... eu pensei ter deixando claro quando disse que não iria mais me meter nessa guerra.- Disse a mulher.
- Escute, Rafael eu não vim a sua procurar por causa da guerra ou dos planos esquisitos do Zacarias é por outra coisa.- Disse Miguel.
- Então é sobre o que?- Rafael perguntou. 
- E sobre o Lucifer.- Disse Miguel.
- Ah essa história de novo!?- Disse Rafael, soltando Miguel da parede e quase gritando com o irmão. - Por você não crava logo a espada no corpo dele e para de ficar nesse vá e não vai!
- Porque em primeiro lugar: eu não vou mais matar o Lucifer. E segundo: ele é o menor dos nossos problemas agora e eu preciso encontrá-lo!- Disse Miguel.
- Por que? O que estar acontecendo?- Rafael perguntou.
Enquanto isso no Bunker, Dean e Sam discutiam os últimos acontecimentos enquanto esperavam a volta de Gabriel e Castiel.
- Olha Dean, ser o Chuck não é o problema dessa vez e sim outra coisa como no Miguel disse, então porque ele não nos avisou antes?- Sam perguntou.
- Para ter um pouco de diverso em cima da nossa desgraça, como sempre.- Disse Dean.
- Mais qual são as chances de que o Chuck esteja tentando nos proteger de alguma coisa.- Disse Sam.
- Nos proteger de que? Olha Sam, diferente de você eu não acredite no discurso do Miguel... E para mim essa conversa já deu, eu vou sair.- Disse Dean, pegando as chaves do empala e saindo do Bunker.
Enquanto isso na cidade.
Após meia hora explicando o que estava acontecendo a Rafael, Miguel consegue convencer a mesma a ajudá-lo, mesmo que parecesse um algo impossível.
- Entendi, mais você não faz a mínima ideia onde ele esteja?- Rafael perguntou, enquanto caminhava pela a cidade a procura do irmão.
- Não e torno a repetir!... eu não faço a menor ideia onde ele possa estar.- Disse Miguel.
- Tudo bem, mas e o nosso pai não pode dizer onde ele estar? Assim seria bem mas fácil.- Disse Rafael.
- Seria, mas se lembra que depois que Lucifer caiu o nosso pai simplesmente ser desligou dele?- Miguel perguntou.
-Ah mesmo, foi até eu que... Ah, esqueci... mais e agora como vamos achar ele? – Rafael perguntou.
- Eu não sei, eu acho melhor começarmos por esses lugares que são verdadeiros antros iniquidade ser é que você me entende.- Disse Miguel.
-Tipo bordes?- Rafael perguntou.
- É... mais ou menos, mas vamos procurar em outros lugares também, só por garantia.- Disse Miguel.
- Combinado, mais deve dizer que não é bom confiamos nesses lugares porque eles são mas a cara dos demônios do que a do nosso irmão.- Disse Rafael.
- Talvez, mas admito que faz muito tempo que não vejo um seguidor de Lucifer atentando ou possuído um humano.- Disse Miguel.
- E acho que nem vai ver!... os winchester mataram quase todos eles nas vezes que estavam tentando impedir o apocalipse.... E além do mais e provável que o Lucifer estava sozinho nesse momento.- Disse Rafael. 
- E... mais agora só falta encontrá-lo!- Disse Miguel.



Notas Finais


Espero que tenham gostado, estou aberta a sugestões.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...