1. Spirit Fanfics >
  2. Endless Journey - The Record of a Mortal Who Became God >
  3. Capítulo 2- Descoberta Surprendente!

História Endless Journey - The Record of a Mortal Who Became God - Capítulo 2


Escrita por: The_Paragon_White

Notas do Autor


Só para avisar, vou colocar o foco em postar no Wattpad. Aqui vai ser secundário…

Capítulo 2 - Capítulo 2- Descoberta Surprendente!


Fanfic / Fanfiction Endless Journey - The Record of a Mortal Who Became God - Capítulo 2 - Capítulo 2- Descoberta Surprendente!

O tempo passou rapidamente, depois de um bom café da manhã. Seu dia seguiu como de costume; sem nenhum problema. Ele apenas ficou com sua mãe em casa. 


Ikki apreciava os momentos que tinha com sua mãe, eram tranquilos e sem muitas preocupações. Hoje não seria diferente, se ele não tivesse arranjado poderes sobrenaturais e criado um objetivo para si mesmo.


Por conta disso, embora estivesse conversando normalmente com sua mãe; como sempre fazia, sua mente estava em outro lugar. Durante o dia inteiro, ele pensou em como fazer o melhor uso de todo o conhecimento que tinha para ficar mais forte. 


Seu conhecimento era incrivelmente vasto, mas ele não tinha nenhum problema em administrá-lo, parecia natural. Depois de passar o dia inteiro e parte da noite pensando e analisando o melhor caminho para ficar mais forte, ele finalmente criou um plano de treinamento perfeito.


E quando chegou a hora de dormir ele decidiu colocar em prática.


... ...


Esse era um espaço do tamanho de uma ilha com uma circunferência de aproximadamente oito acres; 33.000 quilômetros quadrados. O chão era feito de um tipo de terra dourada que brilhava de uma maneira sobrenatural. Nesse lugar não havia céu, apenas uma vasta extensão escura como breu. 


No meio dessa Ilha havia uma lagoa com uma circunferência de pelo menos dezenas de metros, ela não parecia muito profunda, tinha poucos metros de profundidade. A água parecia cintilar com o brilho de cristais e parecia indescritivelmente pura e imaculada; desprovida de qualquer poluente.


Ao lado dessa lagoa havia uma árvore de aparência estranha. A árvore não era muito alta, apenas um pouco maior que um homem adulto, seu tronco tinha uma circunferência de pelo menos 15 centímetros e tinha uma cor negra como azeviche que cutilava com o brilho das estrelas.


Essa Árvore passava um sentimento antigo, como se existisse desde o início dos tempos. Seus ramos estavam espalhados de forma caótica e ordenada, cada folha dela tinha uma cor diferente e brilhava tão intensamente quanto as belas estrelas do céu noturno. 


Um pouco longe da árvore havia um monumento feito jade branco. Este monumento branco tinha uma altura semelhante à de um homem adulto e tinha a circunferência de uma árvore gigante.


O monumento branco exalava uma aura majestosa, como se fosse o imperador que detinha autoridade absoluta neste lugar sobrenatural, ditando as regras a seus súditos. 


Na frente dele estava um garotinho com uma aparência irreal; seus traços eram perfeito, desde seus lindos cabelos negros como breu que desciam como cascata até o fim de seus costas e encantadores olhos azuis eletrizantes que percorriam o monumento com intenção de ler oque estava escrito.


"[A Mansão do Imortal de Branco só permite a entrada do dono, fora ele, ninguém é permitido. A não ser que esteja morto ou tenha uma conexão espiritual com o dono.]"


"[Na Mansão do Imortal de Branco também o tempo flui a uma taxa de 100: 1 em comparação com o mundo exterior. E o dono pode entrar a hora que quiser sem limite de tempo, nos níveis mais altos o fluxo de tempo aqui fica maior]."


"[A Mansão do Imortal de Branco está selada. E existe Nove Selos para desbloquear todos os seus benefícios, a única forma de quebras os Nove Selos é através de relações sexuais com mulheres.]"


"[Atualmente a Mansão do Imortal de Branco está no nível um, e o principal benefício é uma Árvore com folhas de cores diferentes, que se chama Árvore Primordial. Ela produz todas e quaisquer energia que existem infinitamente e faz com que existam na dimensão, sem nenhum exceção.]"


O garotinho leu em voz alta, enquanto lia, os olhos dele revelavam uma enorme surpresa.

Esse garotinho não era ninguém menos que Ikki.


Depois que sua mãe foi dormir, ele resolveu entrar na [Mansão do Imortal de Branco]. Já que queria colocar o seu plano de treinamento em prática.


Ao entrar, ele ficou surpreso e em parte maravilhado com a paisagem da dimensão, pelo nome ele pensou que seria a parte interna de uma mansão ou algo do género, mas parece que estava errado. 


Era uma ilha simples que flutuava em um vazio sem fim, era um lugar verdadeiramente sobrenatural que ele teve o gosto de explorar, até parar na frente desse monumento.


Agora lendo as regras e benefícios, algo que ele teve dificuldade em fazer graças a sua dislexia, Ikki ficou chocado. Nas informações que recebeu sobre a [Mansão do Imortal de Branco], apenas havia a maneira de entrar e algumas explicações básicas. 


"Parece que eu realmente tive uma enorme sorte ao ganhar essa dimensão da [Roda da Fortuna], com ela meu plano de treinamento vai ser mais rápido. Como o tempo é de 100:1, significa que 100 horas nesse lugar é 1 hora no mundo exterior. Isso é incrível..."


Disse Ikki com uma voz emocionada, ele sorriu enormemente e se afastou lentamente do monumento. Ele caminhou até a beirada do lago e se sentou em posição de lótus.


Ele lentamente fechou os olhos, enquanto respirava fundo e expirava; acalmando sua respiração e seu coração. Entrando em estado de meditação com sucesso.


Embora estivesse ansioso para cultivar, ele não faria isso por enquanto. Seu plano de treinamento começava com oque ele achava apropriado começar. 


Ele primeiro queria temperar sua vontade e fortificar sua mente, para nunca se perder no caminho que escolheu para si mesmo. Ter uma resolução de enfrentar qualquer desafio com calma, e derrotar qualquer inimigo que entrar no seu caminho. Isso seria ideal, e para fazer isso ele teria que temperar seu Dao Coração.


Os Cultivadores não apenas treinam suas armas, seus corpos ou cultivam sua energia. Eles também temperam sua vontade; o Dao Coração. Um dos aspectos fundamentais para um cultivador. 


Diz-se que com um Dao Coração Inabalável, mesmo que um cultivador tenha poucos talentos ou pratique uma Técnica comum, ainda é possível alcançar o ápice algum dia. 


De acordo com as informações que ele tinha sobre o Dao Coração, ele era o aspecto mental do cultivo e tinha muito haver com as crenças de cada um. Por isso, o Dao Coração de cada pessoa era diferente. 


Algumas pessoas acreditavam em sua herança, algumas pessoas acreditavam em sua técnica de cultivo, algumas pessoas acreditavam em sua linhagem e algumas pessoas acreditavam que eram simplesmente os gênios mais notáveis que existem. 


Cada um tinha sua própria crença e ideologias oque dava forma ao misterioso Dao Coração. A única maneira conhecida de treiná-lo era superando as dificuldades da vida. 


E a menos conhecida era através de um Mantra especial que raramente é visto nos mundos de cultivo, algo que ele tinha devido ao seu conhecimento vasto sobre o cultivo. 


Sem perder tempo, Ikki começou a praticar tal Mantra. Seguindo todas as instruções contidas no Mantra sobre como fazer isso. 


O nome do Mantra era [Mantra da Eternidade] e era uma prática extremamente poderosa e diabólica. De acordo com as informações sobre ela, quem prática esse Mantra sofre uma agonia tremenda; as piores que existem. Só pela descrição alguém hesitaria em praticar tal técnica, e Ikki não era diferente. Mas depois de pensar durante o dia inteiro, ele decidiu praticar ela. 


O caminho que ele escolheu já estava destinado a ser algo difícil, entretanto para realizar o seu objetivo, ele está disposto a fazer qualquer coisa. 


Nem ele entedia direito, mas sempre que ele pensava no seu objetivo e consequentemente lembrava do sonho que teve ontem a noite, ele se sentia determinado.


Ele lentamente começou a operar o [Mantra da Eternidade]. Tal Mantra era dividido em Três Níveis, o Primeiro se chamava; Capítulo do Inferno.


Assim que ele começou a recitar o [Capítulo do Inferno], ele sentiu sua mente sendo engolida pela escuridão infinita, de forma indescritível ele sentiu que tinha sido puxado para outro mundo.


Era um mundo completamente desprovido de qualquer coisa; era apenas um espaço vazio que parecia se estender ao infinito. Nesse momento, sussurros poderiam ser ouvidos pelo espaço.


Esses sussurros pareciam vozes demoníacas vindas do inferno, as vozes roucas e diabólicas seriam suficientes para amedrontar qualquer um. Assim que as vozes vindas do inferno começaram a ecoar nesse espaço vazio. A tortura começou...


Dores fantasmas atacaram Ikki impiedosamente; as dores eram variadas, desde ser apunhalado por milhares de espadas, a ser destruído lentamente de todos os jeitos. 


"Ahhhhh... "


Ikki não queria gritar, mas a dor era demais. Enquanto a dor o atacava sem parar, ele soltava um grito miserável após o outro, e as lágrimas escorriam pelo seu rosto.


Seus gritos miseráveis ecoaram pelo espaço vazio; somado as vozes demoníacas parecia cada vez mais com um inferno de tormento eterno.


Ele estava ciente que seria agonizante praticar essa Técnica, mas nunca pensou que seria tanto. Ele queria parar imediatamente, mas sempre que pensava nisso a lembrança do sonho que teve ontem a noite vinha em sua mente.


A visão do poder daquele homem sentado no trono serviu de alicerces para seu sonho, oque renovava sua determinação. Era o seu objetivo de vida, ao seu ver, seria vazio ele simplesmente desistir assim.


Então ele suportou todas as dores fantasmas que deixariam qualquer um louco, conforme o tempo passava a dor se tornava cada vez maior. Era tanta que chegou ao ponto que qualquer um se mataria para evitar senti-la. 


O [Capitulo do Inferno] possuía Nove Níveis, cada um sendo mais diabólico e mais difícil de suportar que o anterior, para completar cada nível, ele tinha que suportar Nove Ciclos de tormentos infernais diferentes, e para completar o [Capitulo do Inferno] inteiro seria necessário suportar 81 Ciclos.  


Depois de várias dezenas de minutos suportando uma dor incalculável. Ele conseguiu completar um Ciclo com sucesso, e durante o processo vários pensamentos sobre desistir rondaram sua mente; ele não via como completar 81 Ciclos. A dificuldade de Praticar apenas o Primeiro Nível do [Mantra da Eternidade] era insana. 


Mas tudo que ele precisava fazer era lembrar do seu sonho de ontem a noite ou pensar em seu objetivo que sua determinação se tornava viciosa.


Ignorando seus pensamentos sobre desistir, ele continuou suportando. Enquanto gritava e chorava de dor sem parar um minuto, ele não queria gritar ou chorar, mas era inevitável.

O Tempo passou rapidamente, horas e mais horas de sofrimento sem fim. Embora fosse apenas horas, ele sentiu que eram semanas e até meses. Como esse era um tipo de mundo mental, ele não tinha necessidades e nem poderia desmaiar. 


Quando ele completou Doze Ciclos, ele finalmente decidiu parar de praticar o [Mantra da Eternidade].


Assim que parou, todo espaço vazio foi substituído pela escuridão sem fim novamente, e assim que a escuridão desapareceu; ele voltou ao seus sentidos no mundo real.


Abrindo os olhos, Ikki percebeu que suor espalhava-se sobre ele, embebendo-o completamente. Ele respirou fundo e expirou.

Seu corpo parecia estranhamente dolorido, e ele agora estava ciente do seu Dao Coração; passar por todo aquele tormento temperou sua vontade e fortificou sua mente.


Se lembrando da agonia indescritível que passou ao praticar o [Mantra da Eternidade], ele estremeceu e pensou em nem praticar mais esse Sutra. Entretanto ele rapidamente se livrou desse pensamento, agora que ele chegou no segundo nível do [Capitulo do Inferno], e sofreu uma agonia tremenda para conseguir isso, ele não desistiria. Seria sem sentido fazer isso.


E Embora estivesse com receio de continuar a praticar o [Mantra da Eternidade], ele valia muito a pena. Cada Nível do [Capitulo Infernal] lhe dava uma capacidade. 


Como ele estava no nível dois, ele conseguiu Imunidade Absoluta a qualquer tipo de poder de sedução, e imunidade Absoluta sobre qualquer tipo de poder de persuasão, telepatia e manipulação de subordinação. Só isso já valia muito a pena praticar esse Sutra. 


Ikki olhou para a lagoa do seu lado de forma pensativa, antes de fechar seus olhos e entrar em estado de meditação novamente.


Dessa vez ele não iria praticar o [Mantra da Eternidade], e sim uma Técnica de Visualização para fortalecer sua alma. 

As técnicas de visualização são imagens que podem ser meditadas para ajudar a aumentar a força da alma de uma pessoa; elas também podem ajudar uma alma a se recuperar, caso tenha sido danificada.


A Alma era um mistério e mesmo os cultivadores não poderiam resolvê-lo, mas eles treinavam sua alma através de Métodos de Cultivo especiais, conforme a Alma se fortalecia, eles ganhavam inúmeros benefícios através do constante fortalecimento da alma.


A Técnica de visualização que ele escolheu praticar se chamava; Pintura dos Setenta e Dois Deuses Eternos, que era um conjunto de várias imagens que fortalecia a Alma do usuário ao extremo e davam inúmeros benefícios diferentes. 


Cada imagem era a pintura de um Deus ou um Ser com poder igual.


Ikki imediatamente começou a praticar a [Pintura dos Setenta e Dois Deuses Eternos]. Nesse momento, a imagem de um dos Setenta e Dois Deuses apareceu na sua mente.


A imagem era uma pintura muito realista e grandiosa, entretanto era vaga. Alguém só poderia destingir um Homem com longos cabelos que eram vermelhos como sangue.


Assim que a imagem apareceu. Uma grande quantidade de energia natural lentamente começou a entrar no corpo de Ikki. Estava sendo atraído para sua consciência e automaticamente começou a fortalecer sua alma.


Era um processo suave e sem dificuldades.


... ...


Era dia, o Sol estava brilhando e iluminando toda a cidade de Nova York. O céu azul e sem muitas nuvens, junto ao clima um pouco fresco, tornou o dia muito agradável.


As pessoas de diferentes idades e tamanho andavam para lá e para cá nas calçadas, cada uma fazendo seu próprio negócio. 


Algumas pessoas indo trabalhar, outras, no caso de adolescentes e poucas crianças acompanhadas de sua mãe ou pai indo para escola estudar, alguns jovens adultos também estavam indo para faculdade.


Embora as maiorias das calçadas tivessem um aglomerado de pessoas andado de um lado para o outro, não poderia se comparar com o trânsito. As ruas estavam cheias de veículos de todos os tipos. 


Em Manhattan, em uma pré-escola como qualquer outra. Dentro de uma sala de aula, várias crianças com a média de cinco anos de idade estavam jogando alguns jogos com o intuito de prepará-los para o currículo escolar, uma mulher em seus trinta e poucos anos acompanhava e ensinava essas pequenas crianças.


Em um canto afastado de todas as crianças, estava um garotinho um pouco mais alto do que as crianças da sua idade, por conta da sua altura, ele parecia ter seis ou sete anos ao invés de cinco anos de idade. 


O chocante desse garotinho era sua beleza e fofura absolutas, seja pelos seus lindos cabelos negros como a mais bela escuridão que desciam até o meio de suas costas como uma cascata ou seus olhos azuis safira eletrizantes, seus traços eram perfeitos e sem comparação.

Esse garotinho era Ikki, que tinha começado a frenquentar a pré-escola hoje. Algo que ele não estava ansioso para fazer. 


Fazia três meses desde que ele começou a treinar seu Dao Coração e Alma.


Nesses três meses nada muito importante aconteceu, seus dias continuavam tranquilos como sempre, a diferença era que de noite ele entrava na [Mansão do Imortal de Branco] e treinava sem parar; com poucas horas de sono.

Depois de três meses de treinamento, ele conseguiu chegar no Nível Cinco do [Capitulo do Inferno] do [Mantra da Eternidade], ganhando mais alguns benefícios.


Agora ele era absolutamente imune a muitas tentações; sua vontade não pode ser influenciada, suas memórias, conhecimentos, e emoções não podem ser alterados e suas ações não podem ser controladas por nada e ninguém.


Depois de chegar ao nível Três as dores Fantasmas se tornaram reais; basicamente ele era constantemente torturado de todas as maneiras naquele espaço vazio; era infernal, era como se o próprio Diabo o torturasse.

Foi insuportável, as vezes que ele pensou várias vezes em desistir eram muitas, mas ele não fez. Se ele fizesse isso, desistisse, que direitos ele tinha de correr atrás do seu objetivo?...


Além de temperar seu Dao Coração infinitas vezes, ele também fortaleceu muito sua alma. Ganhando vários benefícios.


Agora ele tinha memória fotográfica e era capaz de dividir sua mente em dois; Isso significa que sua mente pode contemplar simultaneamente dois assuntos separados sem perder qualquer eficácia ou causar qualquer interrupção. Sua percepção também aumentou drasticamente, ao ponto dele começar a sentir o ambiente a sua volta.


Além disso, ele tinha mais controle sobre seu corpo do que três meses atrás.

Foram três meses infernais e produtivos. Ele soltou um suspiro baixo e olhou para todas as crianças jogando jogos por toda parte a sua volta. 


Ikki tinha um certo alívio em seu coração. Ainda bem que essas crianças pararam de o incomodar. Por causa da sua aparência 'incomum', essas várias crianças se juntaram a sua volta como abelhas e até a professora parecia encantada com ele, tentado apertar suas bochechas e bagunçar seus cabelos, algo que ele não deixou ela fazer.


Isso durou vários minutos, até a professora começar a ensinar várias coisas simples para essas crianças, como o jogo que estavam jogando e elas se distraírem e começarem a jogar. 


Foi assim durante as últimas duas horas, ele sinceramente estava morrendo de tédio e se sentia inquieto. Sorte que o intervalo não demorou a vir. Assim que o sinal bateu, ele lentamente saiu da sala em direção ao pátio da pré-escola.


O pátio da pré-escola estava cheio de brinquedos para crianças, e muitas dessa crianças tinham de seu próprio grupinho para brincar. Ikki se sentou na sombra de uma árvore ao longe e ficou observando, ele não via sentido em brincar com essas crianças. 

Então, ele apenas ficou pensando em várias coisas para passar o tempo. Seus pensamentos foram interrompidos quando um garotinho da sua idade se aproximou.


O garoto em questão tinha olhos verde mar e cabelos curtos negros, ele se aproximou dele com olhos cheios de inocência; olhando para ele com nervosismo e expectativa.


"Oi, oque você está fazendo parado aqui?..."

Assim que ele chegou na frente de Ikki, o garotinho perguntou com curiosidade. 


"Nada demais..."Respondeu Ikki olhando para o garoto na sua frente. 


"Entendo."O garotinho parecia um pouco sem graça, pela sua resposta curta, mas isso foi rapidamente superado, ele deu um grande sorriso e disse:"Meu nome é Percy Jackson, e você... qual é seu nome?"


Ouvindo as palavras do garotinho na sua frente. Ikki arregalou seus olhos levemente, e interiormente ficou chocado. Percy Jackson..?


Ele imediatamente juntou o quebra cabeça; sua Dislexia e TDHA, sua falta de Pai e o garotinho na sua frente, isso significava que ele estava em um mundo que se passava a Série de livros de Percy Jackson.


Um mundo aonde Deuses e todo tipo de seres mencionados em algumas mitologias andavam entre os humanos. Seu coração bateu mais rápido ao pensar nisso. 


Não de medo, mas sim de emoção. Ele estava em um mundo de um livro que ele leu na sua vida passada e embora se lembrasse pouco sobre ele, somente esse fato era incrível. 


Porque isso confirmava as informações que tinha recebido sobre o Omniverso, de existir mundos diferentes sobre as histórias que leu e assistiu, serem verdadeiras.


E se for assim, isso significava que ele era um Semideus. Seguindo essa lógica, uma pergunta surgiu em sua mente; quem era seu Pai? Ou melhor qual Deus era seu Pai?...


Ele no mesmo instante suprimiu essa curiosidade e se recuperou do choque com força, olhando para o garotinho na sua frente, ele respondeu.


"Meu nome é Ikki Phoenix, prazer em te conhecer Percy.."


Quando viu que ele tinha respondido, Percy sorriu brilhantemente e perguntou diretamente:"Ikki quer ser meu amigo?..."


Ikki olhou brevemente para o futuro salvador do Olimpo, antes de responder com um pequeno sorriso:"Claro, Percy..."


Percy parecia muito que iria explodir de alegria com suas palavras, ele imediatamente o puxou para brincar com outras crianças, com relutância, Ikki o seguiu.


A hora do intervalo passou rapidamente, e todos as crianças foram para suas salas de aula, Percy parecia triste por se separar dele. 

Ikki ficou um pouco perplexo por ter brincado como uma criança normal, e o pior era que ele não achou ruim, ter um amigo era uma sensação estranha para alguém solitário como ele e brincar como as outras crianças da sua idade foi estranhamente gratificante.


Quando voltou para casa, depois de se despedir de Percy. Ele contou para sua mãe que tinha feito um amigo, ela ficou tão feliz que só faltou chorar. Foi então que ele percebeu que ela deveria estar preocupada com ele, já que ele nunca fez questão de brincar ou sair com outras crianças. Ele se sentiu mal por fazer sua mãe se preocupar desse jeito, na verdade se sentiu um péssimo filho. 


Assim que chegou a hora de dormir, antes de treinar, ele pensou nos acontecimentos do dia; a descoberta sobre em que mundo estava, o deixou cauteloso e ao mesmo tempo nasceu uma sensação urgente para ficar mais forte.

Se ele for um Semideus, oque era muito provável. Um mostro atraído pelo seu cheiro pode facilmente matar sua mãe e ele; saber essa realidade trouxe uma sensação de impotência sufocante. 


Algo que ele sentiu apenas por alguns minutos para ficar fardo desse sentimento; Ele teve o suficiente! Suficiente! Suficiente!!! Ele tomaria seu destino em suas próprias mãos, com isso em mente ele diminuiu as horas que dormia ainda mais para treinar.


Ele tinha que apressar seus planos, e preparar várias cartas na manga para se defender dos monstros; caso algum deles aparecesse. Isso era o mais importante, por enquanto...


Assim o tempo se passou.


Com a pré-escola e um novo amigo em sua vida, sua rotina mudou um pouco. Menos a parte do seu treinamento que contínuo imutável.


Sua mãe mudou ele para a mesma turma que Percy, depois de uma semana, então os dois passaram bastante tempo juntos.


Logo eles se tornaram melhores amigos, e viviam praticamente grudados. Ikki conheceu a mãe de Percy; Sally, ela era uma mulher muito maravilhosa, sua mãe e ela se tornaram muito amigas, ambas tinham muito em comum. 


Em um piscar de olhos vários meses se passaram...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...