História Endless NightMare - Simon Dominic - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias GRAY, Jay Park, LOCO, Simon D.
Personagens GRAY, Jay Park, LOCO, Personagens Originais, Simon Dominic
Tags Aomg, Hyuk-woo, Jaebeom, June, Kiseok, Sung-hwa
Visualizações 67
Palavras 1.195
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


CAPÍTULO NÃO REVISADO.

Vou alterar os títulos de cada capítulo, okay?

Capítulo 22 - ''''Me dê banho.''''


Fanfic / Fanfiction Endless NightMare - Simon Dominic - Capítulo 22 - ''''Me dê banho.''''

                 Jung Kiseok

- Ela já dormiu? - Entro devagarinho para não acordar o meu bebê que está mamando no seio da Haru. 

Haru - Bom....ela está quase. Quando ela realmente largar meu peito, aí é que ela caiu em um sono profundo. - Ela sorriu para a nossa mocinha, até agora ela não olhou pra mim. Mal sabe ela que..... - Kiseok? O que é isso.....? - Ela fala meio abismada e eu olho para ela e dou um sorriso em sua direção. - Quando foi que você descoloriu? - Ela fala olhando o meu cabelo e logo depois rindo. 

- Não tem graça..... - Falo tentando fazer uma cara de zangado. Chego perto das duas e deposito um beijo na testa da minha filha e logo depois na dela. - Eu sei que fiquei bem sexy e você adorou, nunca viu um cara tão lindo assim né?! - Ela se levantou, colocou a nossa filha no berço saiu do quarto me puxando e quando entramos no nosso ela deu uma alta gargalhada. - Não entendi.... - Falo a olhando que nem boboca, ela continuava rindo lindamente. É....eu amo essa mulher, sou louco por ela. 

Haru - Simon....parece até uma paquita, o que foi isso hein? Se revoltou contra o mundo foi? - Ela de achegou mais perto e envolveu seus braços em volta da minha cintura. - Só você pra me fazer rir uma hora dessas sabia?! - Sorri com o seu ato enlaçando sua cintura em seguida. 

- Eu te amo. - Falo rente ao seus lábios. Ela fecha os olhos e passa a ponta de seu nariz em meu pescoço desviando totalmente de minha boca. Ela começa a se mexer e logo após estou dançando com ela em nosso quarto. Uma dança sem som, só na nossa imaginação, uma dança de silêncio, só minha e dela. - I love you. - Mas uma vez falo em seu ouvido em outro idioma. - Saranghae. - Suspiro e continuo dançando até que ela me surpreende com os seus lábios nos meus, só um encostar precionado que dizia mais do que qualquer palavra. 

Encostamos nossas testas e fomos para a cama, nos deitamos e ficamos só apreciando a beleza um do outro. 

Haru - Vamos sair? Preciso de vocês dois comigo, quero aproveitar cada momento juntos hun? Acho que estou sonhando..... - Ela fala bem baixinho, mas eu consegui escutar. 

- Não Haru, você não estáa sonhando, eu tô aqui contigo, eu só quero que você me desculpe e me perdoe por tudo que eu fiz com você....sabe? - Raramente eu choro, mas naquela hora eu não me aguentei e chorei horrores. Eu também passei e passo ainda por um momento difícil. Quando alguns fãs descobriram que eu estava a me separar de você, eles me atacaram. Eu não falei nada com ninguém. Me mantive quieto e sentado em outras coisas, como a música e quase tudo relacionado a AOMG. Mas eu também tinha você e a nossa filha que nós não sabiamos o sexo. - Ri de leve. - Até hoje eu recebo muitas mensagens ruins. Eu sei que eu merecia e ainda mereço por tudo que eu fiz a você e mesmo você voltando pra casa e me dando a metade das chances, eu sei que você ainda tem mágoa e se sente acuada. Já se passaram um mês e você sempre recua a cada passo que eu dou. - Seco algumas lágrimas. 

Haru - Eu te desculpo e te perdoo. - Abaixo minha cabeça. Droga! Não queria que ela falasse isso agora só porque eu pedi para ela me desculpa/perdoar. - Não, não estou fazendo isso por pena ou por "pressão". - Ela faz as aspas. - Mas sim de coração, porque eu quero ter você todinha pra mim. Eu quero você por inteiro, por completo. Eu sei que isso que estamos fazendo desde o momento em que saímos do quarto da nossa filha está parecendo clichê, aliás, muito clichê mas eu te amo Jung Kiseok. Te amo muito, estou com medo de te perder, mas eu vou tentar ser a mais plausível na nossa relação, quero que comecemos não da estaca zero, e sim de onde nós paramos a quase um ano atrás. - Ela se joga encima de meu corpo e enche meu rosto de beijos, dou uma gargalhada gostosa até que ela começa a me beijar intensamente. 

- Que saudades eu estava de você. - Me ponho sobre ela levantando seu vestido que chegava até seus pés. Adorava quando ela colocava coisas confortáveis que a deixavam mais linda ainda. 

Minhas mãos passearam pela lateral de seu corpo acarinhando cada pedacinho do mesmo. Ouvia nossas respirações pesadas e nossos beijos estalados, suas mãos ágeis tirando a minha blusa e se infiltrando em minha calça me estimulando e a outra apertando a minha bunda. Não sei quem essa garota puxou, ou viu, mas só sei que ela é tarada por minha bunda! Nunca vi. Aaah mais também, tenho uma bunda fofa e maravilhosa de se apertar mesmo. 

Haru - Me faz sua hoje e sempre hun?! - Voltamos com a intensidade do beijo meu desespero ficou tão grande que eu quase rasguei o vestido.  Tirei-o rapidamente de seu corpo e logo uma onde de responsabilidade veio em minha mente. 

- Desculpe amor.....mas só tem um mês que nosso bebê está em casa, você precisa se recuperar pelo menos três ou quatro meses para podermos fazer tudo que nós quisermos um com o outro. Desculpa mesmo hun?! - Beijei seu pescoço, apertei seu corpo no meu e suspirei. Sabia que ela ficaria frustrada, mas eu recusava zelar pela sua saúde e a da nossa baby. 

Haru - Me dê banho. Hoje você cuidará de mim e sem pestanejar! - Ela fez um biquinho que a deixou tão fofa e linda. Aaaaah eu amo mesmo essa mulher e todos que se explodam. 

Levei-a para o banheiro e lavei seu corpo todo delicado. Depois coloquei a sua calcinha e seu sutiã e uma blusa minha que ficava na altura de suas coxas. 

- Esta muito gostosa nessa roupa, meu Deus do céu, ô lá em casa hein. - Falo brincando e ouvindo sua risadinha. Me ponho atrás dela é preciso nossos corpos. - Vamos ver nossa pequenina. - Falo andando com ela em minha frente até o quarto de nossa filha. - Ela se parece muito com você, ainda bem. - Passo meus dedos em seu rostinho acariciando cada pedacinho da minha gorduchinha. 

Haru - Ela puxou a nós dois, então a beleza dela é divina. - Brinca. Ficamos por um tempo olhando ela até sairmos de novo do quarto. - Quero sorvete.....tem? - Ela me olha com expectativa. 

- Não. - Ela fecha a cara. - Claro que tem, vamos lá comer. - Falo animado. Ela anda rapidamente descendo as escadas e entrando na cozinha. Espero ela na sala e logo a mesma vem com o potão na mão com duas colheres. 

Haru - Bob esponja. - Caio na gargalhada enquanto ela me estapeia. Já vi que ela não deixará esse lado infantil para trás. Eu gosto disso, gosto de tudo que ela faz. 


Notas Finais


Aaah e só pra deixar claro que revisarei TODOS os capítulos, se estiver com uma palavra diferente ou outra, não liguem.

Eu só não estou escrevendo nem nada na fanfic do Sung-hwa porque vou esperar essa terminar para depois fazer a dele e a dos outros.

Eu ia falar mais alguma coisa, depois eu lembro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...