História Endlessly - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope), Kim Taehyung (V)
Tags Hoseok, Taehyung, Taeseok, Vhope, V-hope
Visualizações 44
Palavras 235
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Lírica, Slash
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo único.


Começamos do jeito certo — do meu jeito certo; alguns olhares aqui e ali, duas taças de vinho e um convite para dançar ao som do jazz que ecoava pelo salão daquele cruzeiro noite afora. Mas seu nome foi a primeira coisa que passou pela minha cabeça quando acordamos na mesma cama.

Não estava nos meus planos saber quem você era, Hoseok.

Não estava nos meus planos te achar tão bonito pela manhã — principalmente com aquela carinha de sono, o cabelo bagunçado, se espreguiçando daquele jeitinho lento e sereno que me lembrou o despertar pacífico de um domingo ensolarado. Eu sorri sem me dar conta de que estava sorrindo; eu rememorei cada detalhe da noite anterior com uma nostalgia assustadoramente inevitável. 

Já era tarde demais quando senti aquele aperto desconfortável no peito. 

Eu deveria ter fugido.

Como sempre fiz.

Mas teu abraço me fez de refém antes mesmo que eu pudesse pensar em alguma desculpa para te decepcionar. Você deveria ter sido temporário; um momento único e precioso, algo que a gente simplesmente sabe

Mas meu coração agiu por conta própria.

Quer saber de uma coisa, Hoseok? Antes de te conhecer, eu achava que o amor era uma piada sem graça, um amontoado de poesia barata que perde o encanto depois de uma noite; eu achava que o amor era apenas um eufemismo para solidão.

Mas solidão é algo relativo.

Eu sempre tive medo de amar. 


Notas Finais


nem sei mais quem eu sou depois de epiphany


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...