História Enigma do Mar


Escrita por: ¢


Sinopse:
“Sumar já estivera em seus dias de glória, liderada por pessoas que queriam o equilíbrio do mundo terrestre e do mundo marinho, manter-se em segredo era o essencial para proteger os humanos e o povo de Sumar. Mas nem todos pensavam da mesma forma.
Após a guerra do coral onde a resistência tritã quase atingiu seu objetivo, Kalia tinha apenas uma escolha, derrubar o líder da resistência, foi a escolha mais difícil de sua vida. Sempre se lembraria do que fez e não conseguiria lidar com ela enquanto estivesse em Sumar.
A batalha novamente se dirigia a superfície e se o tridente não fosse encontrado seria uma batalha perdida, apesar das tentativas não havia acabado, Sumar precisava de sua ajuda novamente.
Uma sereia e um tritão, cada um com seus fantasmas, cada um com seus medos, mas ajudar Sumar fazia essas diferenças desaparecerem.”
Destacado em 06/11/2018 por @Arkham
O mar esconde muitos segredos, muitos deles que a raça humana desconhece. A humanidade explorou mais o solo lunar do que o fundo dos oceanos, um verdadeiro santuário ainda intocado que abriga diversas criatura que nós nem mesmo ousamos imaginar. E utilizando dessa premissa, "Enigma do Mar" aborda a realidade dos sereianos e toda uma civilização em colapso, à beira de uma guerra iminente e uma jornada em busca do objeto divino que traria a salvação. Mesmo no início, a trama é complexa e envolvente, deixando pistas para que o leitor possa imaginar quais são os segredos envolvidos na história de Sumar e buscar compreender como a protagonista e seu passado se encaixam nesse contexto sobrenatural.

A escrita é simples e direta, sem muito rodeios e com uma bela estética textual, assim como a caracterização dos personagens e dos cenários, sem dúvida o ponto máximo da obra. Por esses motivos, "Enigma do Mar" ganha do destaque da semana, e espero que possam mergulhar nas águas profundas dessa história como eu pude.

Parabéns pela história!
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 4.236
Favoritos 851
Comentários 56
Listas de Leitura 226
Palavras 1.800
Terminada Não
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Família, Heitor, Irmãos, Kaitor, Kalia, Mar, Meialistrada, Original, Revelaçoes, Sereias, Sereismo, Sumar, Traição, Tridente, Tritões

Fanfic / Fanfiction Enigma do Mar
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Literatura Feminina, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Prólogo
26
2.719
292
 
2.
Longas Viagens
30
1.517
1.508

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por dejavu-
Capítulo 2 - Longas Viagens
Usuário: dejavu-
Usuário
eu ja li e re-li tantas vezes esse capítulo, mas ainda não tenho uma teoria sobre o que vai acontecer no próximo capítulo, ansiosa ao extremo.
não precisa agradecer, comparsa, sempre vou te ajudar no que for necessário, te amo, nenê.
continua, esperando comendo minha pipoquinha.
Postado por dejavu-
Capítulo 1 - Prólogo
Usuário: dejavu-
Usuário
oi, xuxu
eu não tinha lido ainda, mas que li, sei que vou adorar a história.
eu não costumo ler histórias originais, muito menos sobre mitologias de sereias, você está fazendo-me abrir meus gostos. k
capa e banner estão divinos, quero pra mim, sério!
espero que faça sucesso sua fanfic, comparsa
[morta por ter Sebastian stan como o Heitor, esse homem não perdoa]
Postado por @Arkham
Capítulo 1 - Prólogo
Usuário: @Arkham
Usuário
Ainda é muito cedo para dizer o que eu penso dessa história, mas tudo que envolve sereias e tritões é minha paixão, ainda mais quando será focada neles. Então espero que me surpreenda ;)
Postado por chilito
Capítulo 1 - Prólogo
Usuário: chilito
Usuário
sentindo o cheiro de mito de loooooooooooooooonge
e o cheiro de vacilo por ter comentando um século depois também.

As sereias são tudo de bom, e a Kalia (e o nome dela não é Selena, ressaltando) parece ser uma bem de boa na lagoa. Agora eu quero o resto e conhecer esse zé mané aí que partiu o coração de peixinho dela.

Amei, continua.
Postado por scararmst
Capítulo 1 - Prólogo
Usuário: scararmst
Usuário
Olha só, cheguemo -qq

Já q vc pediu comentário modo sincerona, vai ser modo sincerona então, bora lá.

Pra começar, minha editora sempre diz que 90% dos casos prólogo é desnecessário. Eu não li ainda pra saber, mas o que acontece muito é que ou o prólogo poderia muito bem ser um capítulo um, ou poderia ser algo enfiado mais pra frente, ou algo do tipo. Depende do ritmo da história também, e tals. É o tipo de coisa que só dá pra saber depois que eu ler um bocado de capítulos da história, e ainda assim eu não sei se eu vou ter certeza se é necessário ou não, teria que ser alguém com mais experiência que eu pra saber kkkkk só uma curiosidade mesmo.

Agora eu vou começar a ler.

Tá, já reparei que você tem um probleminha de ponto e vírgula. É importante usar ponto final sempre que o sujeito da frase mudar, como regra geral. Claro que como tudo no português é bem flexível, mas por exemplo:

"Sentada na areia, pensava sobre seu passado. Era inevitável não pensar. Se afastou de Sumar, do mar e de todos que conhecia a fim de esquecê-lo."

Etc. O melhor jeito de pegar o jeito com isso aí é lendo outros livros. Mas lê LIVRO, pega fanfic não. Posso te indicar um bocado se quiser.

Ali em "para que às sereias" vc tá usando "as" como artigo, então não tem crase. A crase entra quando é "a" de preposição + "a" de artigo. São umas regrinhazinhas que também é coisa que pega lendo.

Ok, acabei de ler.

Seguintchy, to curiosa. Isso é bom, sério. Tem cheiro de premissa interessante. Eu adoro temática praiana / marítima também.

Eu acho porém que você precisa trabalhar um pouco mais básicos, como pontos finais e etc.

Prólogo e narrativa, acho que vai cair no que eu falei de ser dos desnecessários, mas aí é só movimentar mesmo e tá sussa.

Gostei da forma como você introduziu a cor dos olhos da personagem. É um detalhe pequeno mas saber onde descrever as coisas é muito importante, e vc soube direitinho.

Última coisa, as aspas em tatuagens eu fiquei meio "ué", tipo, se não é tatuagem mesmo é o que então? Nesses casos pode ser melhor dar outro nome, tipo desenhos, ou falar desenhos que pareciam tatuagens, ou tatuagem que brilha, ou não sei porque não sei o que você queria dizer.

No mais, acho que é isso :v Se não estiver querendo me jogar de um prédio agora, eu volto no próximo capítulo.

Beijos :*