1. Spirit Fanfics >
  2. Ennockh >
  3. Kitstar!

História Ennockh - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oi, é uma história que tenho na cabeça tem um tempo, espero que seja do agrado de vocês.

Capítulo 1 - Kitstar!


Tic toc.

É hora do juízo final;

Tic toc.

Morte e destruição por todo lugar;

Tic toc.

A magia tomou o trono;

Tic Toc.

A ascensão do rei louco;

Tic Toc.

Um grito de agonia...;

Tic Toc.

...Marca o início do fim;

Tic Toc.

Tic Toc.

Tic Toc.

Kitstar… Kitstar!

Uma pessoa chamando seu nome o fez acordar desse sonho esquisito. Ainda sonolento, o rapaz levantou sua cabeça e rapidamente olhou ao redor, todos os seus colegas de classe o encaravam, sua maioria em olhares debochados, focando sua atenção naquela que o chamou, professora Magna de História.

一 E então, senhor Kitstar. Pode responder a minha pergunta? - A professora cruzou os braços, esperando uma resposta do aluno dorminhoco. Ele imediatamente olhou para o quadro, o assunto era sobre a Grécia antiga, ele suspirou, se espreguiçou e então apoiou o cotovelo na mesa.

一 Uh… A estrutura social em Atenas no período Arcaico era dividido em: Eupátridas(Bem-nascidos), Georgóis(Pequenos proprietários), Demiurgos(Comerciantes que enriqueceram), Metecos (Estrangeiros), e escravos. - Após a resposta, a sala toda olhava para ele, espantados por ele saber a resposta, um pouco sem jeito, a professora Magna forçadamente coçou a garganta.

一 C-Correto, mas ainda espero que você preste atenção na aula, Kotaru. - Ela voltou a dar o conteúdo para a classe. Kotaru deu de ombros eesfregou seus olhos, suas olheiras eram bem aparentes.

 

TRIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIM

 

O soar do sinal marca o início do período de intervalo, conforme todos saíam pela porta para poder ir ao pátio, Kotaru pegou suas coisas e estava indo direto para o pátio também, quando alguém puxando-o pela camisa o chamou sua atenção, quem o puxou foi um rapaz de pele escura e uma faixa vermelha na cabeça, esse é o primo de Kotaru, Axel Lerant.

一 Vai pra onde? Não vai comer comigo? - Logo em seguida, o primo se sentou em sua mesa, tirando da mochila um sanduiche caseiro, bem saudável por sinal.

一 É, pode ser.. - Kotaru também se sentou, tirando da mochila só um biscoito de água e sal, os dois ficaram fazendo nada além de comer, por uns bons minutos, até Axel resolver cortar o silêncio.

一 Como conseguiu responder? - Axel tentou oferecer um pedaço do sanduíche, mas Kotaru negou.

一 Tava no quadro. - Ele continuou comendo de cabeça baixa, mal olhando para seu primo.

一 Mas você mal olhou o quadro, é como se fosse um truque de... - Axel parou de falar subitamente. Seu olho esquerdo foi de cor castanho escuro para rosa em um piscar de olhos. Ele se levantou rapidamente, e começou a olhar ao redor, como se estivesse procurando algo.

一 … Mágica… temos um problema. - Ele deu uma última mordida em seu sanduíche, jogando a bola de guardanapo dentro da mochila, para jogar no lixo depois.

一 Ainda são 10 da manhã, os nossos... "Problemas" só vêm acontecido à noite, não? - Kotaru bufou, comendo o último biscoito e jogando o pacote no chão.

一 Eu sei mas... Parece ser algo sério... - Axel tapou o olho de cor rosada, não seria fácil ele explicar como seu olho mudou de cor subitamente, caso alguém entre na sala.

一 Ok ok, já entendi... - Bufando, Kotaru se assegurou de que não tinha ninguém por perto da sala ou olhando pela janela, confirmando que estavam completamente sozinhos, ele puxou o seu colar, que tinha o pingente de uma estrela, feito de metal que foi tão polido, que pode refletir como se fosse um espelho. Ele segurou firme e então colocou a mão no ombro de Axel, proferindo umas palavras não compreensíveis, os dois foram envoltos por uma fumaça violeta, quando se dissipou... Tudo já parecia mais diferente, ainda era a sala de aula, mas tudo possuía uma leve tonalidade de roxo.

一 Então, oque é agora? Ontem a noite foi um orc. - Kotaru estralou os dedos, e um manto surgiu quase que à partir do nada, envolvendo quase todo o seu corpo.

一 Parece... Maior. - Axel olhava ao redor, estava tentando achar a fonte do problema... Até que os dois sentiram um forte tremor, como se fosse um terremoto, mas parou bem rápido, em um intervalo de três segundos, aconteceu de novo, e de novo, e de novo.

一 Um terremoto? - Ele dizia enquanto olhava para Kotaru, que estava se aproximando da janela.

一 Quem dera... - Ele respondeu, Axel foi em direção de Kotaru e acabou olhando para a janela também, do lado de fora, havia um gigante barbudo que com certeza media mais do que 60 metros de altura... E ele estava caminhando na direção deles, ou seja, indo na direção da escola.

 


Notas Finais


Bem, esse é o capitulo um, postarei o segundo o mais breve possível. ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...