História Enough- Lil Xan - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Lil Pump, Lil Xan
Visualizações 59
Palavras 384
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 21 - Capítulo 20


Eloah P.O.V

-2 mêses depois-

Acordei com o despertador, abri os olhos rapidamente e em um pulo levantei da cama. Senti minha cabeça girar e fechei os olhos me apoiando na parede, estrelacei os dedos entre os fios do meu cabelo e segurei de leve, caminhei um pouco tonta até o banheiro segurando nos móveis e empurrei a porta, parei em frente a privada e vomitei algumas vezes. Devo ter comido algo que me fez mal, ou sei lá.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

-Grávida?- Falei a mim mesma jogando o quarto teste positivo no lixo. Caminhei até a pia e apoiei as mãos no balcão me olhando no espelho.-Eloah, tu vai ter uma criança!- Suspirei olhando a minha imagem refletida.
Desesperada? Talvez muito, mas calma, como sempre.
A vibração do celular pode ser ouvida, peguei o aparelho e me virei encostando as costas no balcão.

Diego🙄💗

"Quer almoçar comigo?"

Encarei a mensagem por alguns segundos e respondi.

"Talvez eu queira, talvez não"

"Te busco em 30 minutos, bobinha"

E assim se fez, 30 minutos depois, lá estava ele, com aquele sorriso radiante. Tranquei a porta e caminhei até o carro adentrando o mesmo, sentando no banco e me acomodando.

-Dá beijinho.- Ele falou virando a bochecha a mim e se alongando ficando mais próximo. O olhei e dei um tapinha em sei rosto.- Grossa!

10 minutos no carro, eu queria falar... Eu queria tanti falar!
Mas estava ociosa, o que ele faria? É algo complexo demais, uma criança, talvez isso estragaria a vida dele, mas me decidi, vou contar logo.

Entramos no restaurante, nos sentamos em uma das mesas do canto e o garçom nos entregou o cardápio.

-Diego...-Pensei alguns segundos e suspirei.- Eu tenho uma coisa muito importante pra te falar.

-O que?- Ele voltou os olhos a mim deixando o cardápio encima da mesa.

-Eu...- Fui interrompida pelo choro alto de uma criança buscando o colo de sua mãe.

-Eu não gosto muito de crianças, olha isso.- Ele rio. Apertei minha barriga olhando a mesma e mordi os labios, voltei a visão ao garoto e soltei uma risada falsa.- Mas, o que eu queria falar?

-Eu... To pensando em adotar um cachorro...- Revirei os olhos, segurando as lágrimas e esfregando o nariz.

-Um cachorro? Acho que é muito responsabilidade.- Voltou a olhar o cardápio.- Sei lá...

-É... Talvez seja.




Notas Finais


tenso meninxs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...