História ( Sasusaku) Ensina-me a viver - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Fugaku Uchiha, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Konan, Kurenai Yuuhi, Mikoto Uchiha, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Yamato
Tags Drama, Sasusaku, Superação
Visualizações 353
Palavras 2.137
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom gente,
Estamos chegando nos momentos decisivos,
Vai ai mais um capítulo....
Hã...antes que esqueça,
Obrigadaaaaaaa por favoritarem a fic
E por cada um dos comentários que recebi.
Tá....ta bom,
vamos logo ao capítulo.

Capítulo 21 - Diamante


Fanfic / Fanfiction ( Sasusaku) Ensina-me a viver - Capítulo 21 - Diamante

- Sakura? O que seria a mais bela criação para você? 

Ela me olhou sem entender e respondeu rapidamente.

Uma família..

- Ela é tão diferente, e bonita, e se não fosse por você jamais teria uma chance. - ela olhava para a flor com muita admiração.

- Ela é como você Sakura, a força e a vontade de viver a fizeram forte e bela, ao ponto de se destacar entre tantas e chamar minha atenção.

- Sasukeee! Para,vai me deixar sem graça .

- Só estou falando a verdade minha pequena.

- Sakura! O que seria uma família para você? - suas mãos tocaram meu rosto com carinho.

- Eu sempre sonhei com uma família Sasuke, antes achei que seus pais seriam o que tanto esperava, mas agora entendo que o destino me reservou o melhor.

Segurei sua mão a prensando contra meus lábios.

- Não entendi pequena!

Ela aproximou e uniu nossos lábios em um breve selinho.

- O destino quiz que eu tivesse a chance de ter minha própria família. É você Sasuke, você é minha família.

Assim que ela falou fiquei sem consegui respirar.

Levantei e a ajudei a fazer o mesmo.

- As vezes me pergunto se mereço você...... és tão linda Sakura, não entendo por que tive tanta sorte .- a pele alva de seu rosto tornou-se rosada, ela enlaçou os braços em minha cintura me apertando.

- Gosto de pensar queseus pais deram um empurrãozinho - ela sussurrou - eu estou muito feliz Sasuke, superei toda a expectativa de vida que tinha, sempre que fecho os olhos vejo você naquele altar e meu coração dispara. Quando Hinata me deu aquele buquê, eu quase cai, mas meu pai......meu pai, eu adoro chama-lo assim, ele estava logo atrás e me segurou. Aquele momento jamais esquecerei.

A beijei com tanto amor que a deixei ofegante.

- O que quer fazer amanhã, Yamato me disse que você pediu a ele mais um dia. - agora meu queixo estava roçando o topo de sua cabeça.

- A gente pode ficar até amanhã? Eu adorei esse lugar.

- Claro que sim, agora que Madara está preso podemos ficar aliviados.

- Tio Izuna me dis.....

- Tio? - surgiu derrepente um sorriso no canto da minha boca.

- Ele me pediu para chama-lo assim, você se importa?

Ergui seu rosto tentando encontrar seu olhar.

- Eu até prefiro - falei - e prometo controlar mais mais meu ciúme.

- Crianças venham! - Konan tentava chamar nossa atenção - estamos indo para o lago, vocês querem ir? - ela gritava da varanda.

- Antes de Sakura responder peguei sua mão e caminhamos em direção a casa.

- Quem vai? - olhei em volta não vendo ninguém.

- Estão todos se arrumando, vamos sair daqui a vinte minutos. - Konan pronunciou caminhando em direção ao seu quarto.

Entramos no quarto que antes era de Itachi.

- Arrume-se! Vista uma roupa de banho, sua mala está no canto, vou me refrescar um pouco e ja saímos .

Assim que sai do banheiro quase tive um ataque.

- Onde pensa que vai usando isso? - ela me olhou com um misto de preocupação e confusão ao mesmo tempo.

- É meu traje de banho Sasuke.

- Não ! Não ! E não. Tire isso agora, sem perceber eu ja estava gritando.

- posso saber que gritaria e essa? - Itachi entrou no quarto sem qualquer cerimônia  fazendo Sakura se esconder atrás de mim.

- A sua filinha Itachi que ir para o lago quase nua.

- Sakura! Venha até aqui deixe-me ve-la.

Ela saiu de trás de mim, e Sem dúvida alguma pude ver gotas de suor se formarem nas têmporas de Itachi que ficou sem palavras.

- S-Sasuke, não é.......pra tanto, e só um biquíni. As meninas usam isso, sabia!

- Viu só Sasuke! - ela protestou franzindo o cenho - A Konan também comprou um. Assim que ela falou Itachi quase teve um ataque.

- O queeee? Konan não ! Ela não vai usar isso mais nem por cima de meu cadaver - Itachi saiu feito bala em direção ao quarto de Konan.

- Toma irmão! Agora diz que não é pra tanto. - fiz gozação mais ele já tinha ido.

- Tire! Agora - sentei na poltrona bravo.

Ela caminhou até mim e sentou em meu colo posicionando suas pernas uma de cada lado de meu quadriu e me beijou.

- O que pensa que esta fazendo? Não adianta me seduzir. Não irei ceder.

- Tudo bem! Só quero ajuda para desatar o nó que fiz.

Ela se ergueu deixando seus seios a altura de meu rosto.

Desatei o primeiro nó e a alça de cima caiu, então assim que puxei o outro seus seios ficaram a mercê de meus lábios que ja salivavam.

- Sasuke! Vamos nos atrasar. - seus dedos entrelaçavam meus cabelos pois minha língua ja passeava por um de seus seios enquanto o outro era torturado pela ponta de meus dedos.

- Não mandei me atiçar. Agora aguenta. Levantei acom ela em meu colo a colocando na cama e retirei a única peça que cobria seu corpo....

- Sempre pronta pra mim, não e senhora Uchiha.....

- Ei...Sasukeee! Estamos indo. - as batidas fortes na porta me fizeram lembrar que não a tranquei.

-Já estamos indo..... - gritei puxando o lençol para cobri-la.

- Anda Sasukeee! Itachi está bravo.- Era possível ouvir a voz de Naruto a distância.

- Vamos! Vista um maiô, não quero aqueles urubus com olhos em você . Peguei minha sunga e um short, vestir rapidamente e a ajudei amarrando um laço em suas costas.

- Pronto podemos ir - ela pegou a mochila e jogou no ombro.

- Espere! - segurei seu braço e a puxei para os meus, assim que chegarmos iremos terminar esse impasse.

Itachi abriu a porta soltando fumaça pelo nariz.

- Mas que droga! Vocês parecem animais, so vivem atracados.

Rimos juntos e saimos do quarto. O lago era maravilhoso a água cristalina deixava o fundo visível. Sentei em uma pedra com os pés para dentro da água. Sakura e as garotas foram para o outro lado.

Itachi se sentou ao meu lado tocando meu ombro.

- Depois fala de mim - mostrei para ele Konan que estava de roupa dentro da água .

- Não começa! Até brigamos por causa do maldito biquíni.

- Você a ama Itachi? - puxei assunto.

- Muito Sasuke! Não vejo mais minha vida sem ela. Pensei em pedi-la em casamento, até ja comprei o anel,mas agora não tenho cabeça pra isso, estou tão preocupado com Sakura, que tudo ficou em segundo plano.

- Não deixe para amanhã o que pode fazer hoje. Você esta com ele? - perguntei ja levantando do chão .

- Está no carro Sasuke! O que vai fazer?

- Olha como ela está, ela não larga a câmera, eu a conheço a pouco mais sei quando ela está triste, ela estava assim quando você foi para o hospital.

- Lembra das conchas que tem no fundo desse lago, onde escondiamos moedas, ponha o anel dentro de uma e dê a ela.

Enquanto ele fazia o que pedi chamei naruto e pedi que avisasse as garotas e os outros. Konan estava sentada em baixo de uma árvore apoiando o queixo nos joelhos. Entrei na água abraçando Sakura por trás. Ficamos na espectativa.

Ele não se ajoelhou ou algo parecido, apenas sentou-se do lado dela e pôs a concha na Palma de sua mão, derrepente ela pulou no pescoço dele rolando pelo chão. Todos vibraram com o casal que agora ja estavam quase.......

- Naruto tapou os olhos de Hinata.

- Vão para o quarto! Yamato gritou fazendo todos gargalharem.

Nunca me sentir tão feliz como estou agora, até o Hyuga que era como uma pedra, não largava a menina Tenten, que devo dizer estava tão radiante quanto Hinata que agora já beijava Naruto sem se importar com o irmão. Laços que se formaram ao acaso,vidas que se uniram e que talvez criem uma nova geração. Esse momento será uns dos quais me lembrarei o resto da vida. Se me perguntarem o que eu quero do futuro, diria sem pensar muito...

- Sasuke? Sauke? - ela me chamava enquanto sua mão balançava em frente ao meu rosto.

- Desculpe, eu.....

- Quem é ele? - olhei para onde ela apontava.

- Ele é o um dos irmãos de minha mãe. Obito Uchiha, esculte ele não é como Izuna, não se surprienda se ele a tratar mal. - assim que falei a sentir ficar tensa.

- Sasuke! Posso conhecer minha nova sobrinha. - apesar de seu tom cordial ele a olhava como Madara.

- Vamos! - peguei sua mão mais ela puxou se soltando.

Calma! Ele não fará nada com você, estarei junto.

Assim que chegamos a margem, ele deu a mão para ajuda-la.

- Venha comigo! - ele disse a ela mas segurei seu braço. 

- O que quer tio? - Seu olhar encontrou o meu como um tom de ameaça.

- Calma Sasuke, quero conversar com ela a sós.

Ela me olhou com os olhos arregalados quase que pedindo socorro.

- Calma estarei aqui - falei tirando um fio de cabelo de sua testa e cobrindo seu corpo com uma toalha.

Eles sentaram embaixo de uma árvore, e ficaram alguns minutos conversando, então vi ele da a ela um embrulho. Assim que levantaram caminhei em sua direção.

- Obrigada senhor Uchiha. - ela o agradeceu, não sei o motivo mais ela estava radiante.

- Sasuke agora podemos conversar? - ele gesticulou para que eu sentasse onde Sakura estava ainda pouco.

- O que deu a ela? - perguntei e logo ele soutou um sorriso sem qualque vestígio de humor.

- Sempre ciumento não é mesmo, Sasuke.

- Humm! Se sabe que sou assim por que me atiça.

- Sasuke.....Sasuke.... o mundo não gira ao seu redor sabia! Mas se quer tanto saber, dei a ela o diário de sua mãe, achei no meio das coisas delas, lá conta tudo o que ela sentiu durante o tempo que passou com ela no hospital . Sabe o que sua mãe dizia quando era criança queria ter uma bonequinha de cabelos cor de rosa. Parece que ela consegui.

- Meu real motivo aqui Sasuke é saber se realmente gosta dela, ou é mais uma de suas paixonites.

- Eu a amo tio, não é brincadeira não pode imaginar o que sinto com o simples pensamento de perde-la. Sakura me fez ver a vida de um jeito diferente, e a vida dela se tornou a minha.

Ele riu como se lembrasse algo.

- O que foi? Por que o riso? 

- Não foi nada sobrinho, e que vocês estão tão conectados que ouvir exatamente isso quando fiz a mesma pergunta a ela.

- Devo dizer que estou orgulhoso de você. - franzi o cenho tentando entende-lo.

- Sabe sobrinho,aquela menina e como um 

         "  Diamante "

Diamantes não se moldam, lapidam-se, limpam-se suas arestas, mas sempre, mantendo-se as suas características mais preciosas. E você sobrinho achou o mais precioso e raro deles. Achou um diamante lapidado pela vida.

Ela realmente é uma bela moça, gentil educada e principalmente humilde, o oposto de você .

- Hum.... - resmunguei.

- Vamos! Eu tenho que ir daqui a pouco.

Assim que levantamos vi itachi sair da água e correr em direção de Sakura, que ja estava nos braços de Kakashi.

- Desculpe garoto, mas a levarei agora para o hospital. - Assentir pegando minhas coisas, e de Sakura. Nem voltemos para casa fomos direto.

Itachi mesmo todo molhado assumiu a direção enquanto Konan ligava para o hospital.

Com ela em meu colo, tirei a pequena franja que cobria seus olhos. Ela então os abriu e tocou meu rosto.

-Desculpa Sasuke..... Quiz conter as lágrimas mas não conseguir.

- Shiii... fique quietinha, estamos chegando.

Fiz muitas coisas erradas das quais me arrependo profundamente,mas não estava disposto a perder a única certesa que tinha na vida.

É incrível como as coisas mudam em um simples piscar de olhos. Eu costumava ser prepotente, autoritário, hoje sou um homem decidido a lutar e dar esperança a pessoa que pela qual eu daria minha vida, o ser delicado e frágil que me ensinou o verdadeiro sentido a palavra viver.

- Sasuke preciso de você, tenta trocar de roupa e venha.

- Pegue Sasuke! Ficará um pouco larga mais é melhor que nada.

- Obrigado tio. - peguei as roupas que ele acabara de tirar da mala e vesti ali mesmo, quando ia atravessar as portas da recepção, Itachi segurou meu braço.

- Pegue Sasuke - estendeu o celular para mim - vou só me trocar e ja voltarei.

- Obrigado Itachi! Eu mantenho você informado. - Ele me abraçou forte como se me desejasse força.

A porta se abriu então entrei, antes de começar a andar até o elevador olhei para meu irmão que era consolado por Tio Obito, Konan e os outros que tinham chego a pouco. Juntando-se em um grande abraço coletivo .

Lembraças então vieram a tona.

"sou como um pulso eletromagnético, e quando esse tratamento começar irei apagar todas as luzes ao meu redor, uma a uma e a última a resistir se apagara quando eu partir "

- Teremos um futuro irmão,

 tenha fé, a quela Foi minha última visão antes das portas do elevador se fecharem.


Notas Finais


Gostaram?
Até o proximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...