1. Spirit Fanfics >
  2. Ensinado o amor ao professor vampiro. >
  3. O ardente desejo do príncipe vampiro em ter a professora .

História Ensinado o amor ao professor vampiro. - Capítulo 7


Escrita por: mistxrose

Notas do Autor


Muito obrigada pelo comentário do capítulo passado.
Antes do capítulo , quero esclarecer umas coisas .

Cat Noir desta história não é parecido com os outros que tenho nas minhas outras histórias .
Ele é mais ciumento com a Marinette em relação aos outros personagens .
Cat Noir e Viperion são rivais pelo coração de Marinette na história . Mesmo o Viperion terminando com a professora com a intenção de proteger ela - porque é um caçador de vampiros com a Kagami .

Marinette não seja tão fraca com nas outras - ela será um pouco parecida com Ladybug do jeito dela .

Espero que tenham entendido . E uma boa leitura.

Capítulo 7 - O ardente desejo do príncipe vampiro em ter a professora .


Marinette ficou muito surpresa com a atitude inesperada do professor de Ciências em beija- lá sem conhecer ou namorar com ela - assim que voltou a si mesma , notando o que tinha acontecido - ela decidiu tirar satisfações com o Cat Noir devido o beijo que roubou dela - e saiu correndo da sua sala de aula - correu pelo corredor desesperadamente - indo atrás do professor de quinta classe para pedir por algumas explicações .

 

 

Não demorou muito tempo para encontrar o professor de Ciências na sala dele , como se nada tivesse acontecido entre os dois mais cedo - mesmo cansada de tanto correr em busca do professor novato , Marinette estava decidida em tirar as satisfações que queria do professor que estava limpando a sua mesa inocente - parecendo que nada tivesse acontecido entre os dois - aquilo deixava a professora de literatura extremamente nervosa .

 

Gostaria de algumas explicações da sua parte - Marinette chegou perto do professor que passava pano com álcool na mesa - limpando-a com cuidado - Pode prestar atenção em mim ? - cobrou o professor pela atenção dele - acreditando que ele não estava a ouvindo .

 

 

Primeiro, sim estou te ouvindo - Cat Noir respondeu sem olhar para a professora irritada ao seu lado - Segundo , explicações minhas ? - perguntou ao fingir que nada tivesse acontecido apenas para provocar a Marinette ainda mais .

 

 

Sim, explicações suas , senhor Noir - Marinette disse deliberada para o professor que cuidava da sua mesa de trabalho - Quero saber o motivo para que me beijou na minha sala - Ela volta a cobrar o professor com um olhar severo .

 

 

Bem, achei que estava apenas precisando de um carinho - Cat Noir respondeu falsamente para a professora que não gostou da resposta sem cabimento .

 

 

Eu não estava precisando de carinho - Marinette diz séria para o professor - E nem adianta em mentir para mim , porque sei que está me provocando .

 

 

Te provocando ? - O professor de Ciências perguntou ao fingir demência para a professora que se irritou ainda mais com ele .

 

 

Sim, me provocando - Marinette olha feio para o professor - Não sei o que você quer de mim . Mas, quero que sabia que não sou qualquer uma que caie no seu charme barato - Ela advertiu o professor .

 

 

Ah, quero algo de você - Cat noir decide parar de limpar a mesa de trabalho com o pano - e voltou a sua atenção para a professora que continuava a olhar irritada para ele .

 

 

Com um piscar de olho , Cat Noir sumiu da frente da professora de literatura - que ficou surpresa e um tanto confusa com o movimento ágil do professor - que nunca tinha visto na vida .

 

E com outro piscar de olho - Marinette se sentiu puxada por anzol invisível - que depois foi pressionada contra a louça na sala de aula - e percebendo que o professor estava segurando a sua cintura - sentindo o hálito quente do professor no seu pescoço - e notou que ele estava mirando fixamente para os olhos azuis .

 

 

Quero muitas coisas de você, minha princesa - Cat noir começa a passar a mão no rosto assustado da professora com delicadeza - Mas, precisa descobrir o que sou na verdade - Ele lança um desafio de descobertas a professora que ficou confusa com o tal desafio .

 

 

Espere - Marinette pede para que o professor fosse com calma - Para mim , isso cheira aquele filme de vampiros que algumas das minhas alunas gostam de assistir sempre - começando a pensar nos filmes de vampiros que as alunas adoravam a assistir .

 

 

Você é bem inteligente - Cat Noir fica satisfeito com a agilidade de pensamento da professora de literatura - Acho que em pouco tempo vai descobrir quem eu sou na verdade - Ele inclina o rosto dele - indo na direção do pescoço da professora que tentou ter uma reação para impedir aquilo - só que o professor de Ciências era muito forte .

 

 

Olha , ainda acho muito cedo para descobrir quem você é - Marinette começa a tentar ganhar tempo - E você me disse que tem um encontro comigo - Ela se lembrou do encontro com o professor de Ciências que voltou a olhar para os seus olhos .

 

 

Ah, sim , me lembro muito bem - Cat noir olhou fixamente para a professora como se tivesse hipnotizado a professora - E ainda está de pé – afirmou .

 

 

Primeiro , vamos nos conhecer melhor - Marinette começa a propor um acordo com o professor de Ciências - É que sai recentemente de um namoro de quase 2 anos com o Viperion .

 

 

O professor de música ? - Cat noir perguntou um pouco ciumento em ouvir o nome do seu rival pelo coração de Marinette .

 

 

Sim, é ele - Marinette confirmou para o professor que ficou ainda mais ciumento com o adversário - Mas, não se preocupe com ele . Ele está namorando com Kagami - Garantiu ao professor que ficou menos ciumento.

 

 

Ah, que bom - Cat Noir se acalmou um pouco - Porque não gosto de ninguém atrapalhando o meu caminho - diz sereno e charmoso .

 

 

Ah, vi isso em seus olhos - Marinette comentou que já estava conhecendo o professor melhor - Pode me soltar , por favor ? - Ela começou a sentir um desconforto com a pressão das costas dela contra a louça .

 

 

Sinto muito mesmo - Cat noir pede desculpas para a professora - soltando - a - Não deu para evitar - Ele explicou a professora .

 

 

Ah, tudo bem - Marinette falou sensível com o professor - Olha nem precisa me dar explicações - Ela decide que o professor não precisava dar explicações - A culpa foi minha em ter deixado você me beijar .

 

 

Pode ir embora , por favor ? - Cat noir começa a se controlar para ir com tudo para cima da professora - Tenho que terminar de limpar a minha sala .

 

 

Claro que sim - Marinette aceita a dispensa do professor - Bem, boa noite - Ela se despede educadamente do Cat noir - e sai da sala de aula do professor as pressas - voltando para a sua sala .

 

 

Me desculpe , minha princesa - Cat Noir pede desculpas para a professora em pensamento - Não consigo me controlar com você por perto . Acho melhor que por hora , fique longe de mim .

 

 

 

Alguns dias se passaram depois do beijo roubado - e a escola continuou a ter a s suas aulas normalmente - e a professora de literatura e o professor de Ciências começaram a se tratar formalmente - embora que alguns alunos achavam que os dois melhores professores da escola dariam um bom casal .

 

 

 

No mesmo dia - Marinette estava dando aula como sempre - e os alunos prestavam muita atenção as suas explicações - e assim que o sinal tocou para avisar sobre o final da aula - a professora aproveitou a oportunidade de chamar algumas alunas para uma conversa particular .

 

 

Anne, Isabela , Vera , Lisbela - Marinette chama pelas alunas escolhidas - Posso falar com vocês um pouco ? - pediu .

 

 

O nosso trabalho ainda não está pronto – Anne falou preocupada com a professora .

 

 

Não é sobre o trabalho - Marinette diz para tranquilizar as alunas - Quero apenas perguntar uma coisa .

 

 

Pode falar , professora – Vera diz curiosa com a pergunta .

 

 

Vocês se lembrar daquele filme de vampiros que gostam de assistir ? - Marinette perguntou as alunas .

 

 

Ah, é Crescúpulo – Anne respondeu risonha - É sobre vampiros , professora . E se quiser , tem livros sobre a saga na biblioteca - Ela indicou .

 

 

 

Ah, entendo. Acho que a nossa biblioteca tem – Marinette se lembra que tinha visto na biblioteca - E obrigada - agradeceu as alunas .

 

 

De nada , professora – Vera sorriu calma - E agora , podemos ir embora ? - pediu a professora .

 

 

Sim , pode - Marinette dispensa as aulas – Ah, e obrigada mais uma vez .

 

 

Disponha sempre , professora - As alunas falaram alegremente para a professora - e começando a pegar as suas coisas .

 

 

E alguns minutos depois - as alunas saíram da sala de aula - e depois a nova classe começou a entrar na sala no lugar da outra .


Notas Finais


me desculpe por algum erro.
comentem sobre o que acharam do capítulo nos comentários .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...