História Entre a lua e o mar - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kizashi Haruno, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari
Tags Naruto, Piratas, Romance, Sasusaku
Visualizações 10
Palavras 1.704
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Luta, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá!
Finalmente estou postando essa história, essa é minha segunda fanfic, a primeira deu não deu muito certo. Mas estou torcendo para que nessa de tudo certo.
Espero que todos que leiam gostem, mas chega de conversa boa leitura.

Capítulo 1 - O começo de tudo


Na época em que o mundo ainda estava sendo descoberto, reis e rainhas reinavam na terra, e piratas nos mares. Em uma região chamada de país do fogo era dividida em quatro grandes reinos: Konoha, Suna, Iwa e Kumo, sendo governadas por grandes reis que eram aliados, apesar de suas diferenças.
E foi assim em uma dia de festa que os grandes reinos se lembraram de seus pecados dos do passado.


REINO DE KONOHA...

Konoha estava em festa, o rei Uzumaki Minato e a rainha Uzumaki Kushina comemoravam seus 10 anos de reinado. O povo estava alegre, as ruas enfeitadas e se ouvia música sendo tocada por todo o reino.


- Mãe o que estamos comemorando hoje?


- Meu filho hoje faz 10 anos que eu e seu pai governamos Konoha. - Disse a rainha pegando seu pequeno filho no colo.


- E por que comemoramos isso? - pergunta ele abraçando a mãe.


- Porque é uma forma de mostrar nossa felicidade Naruto. - Dessa vez fala Minato colocando a mão na cabeça do filho.


 Naruto era o único filho do casal, um menino agitado e extrovertido dono de um cabelo loiro e olhos azuis como o céu, muito igual a seu pai entretanto, Minato era um homem calmo, ao contrario de seu filho. Já a rainha tinha o olhos azuis e madeixas longas e vermelhas como fogo, dona de uma beleza incomparável.


-Por que não vai brincar meu pequeno, veja tem umas crianças ali, deixe me conversar com seu pai, esta bem?


-Sim mamãe. - Assim que ela coloca ele no chão o menino corre para brincar.


-Ele não aprende mesmo, como poderá ser um rei com toda essa agitação.


-Não se preocupe meu amado marido, ele ainda tem 5 anos vai aprender a se comportar com o tempo. - Diz rainha já sendo puxada para os braços de seus marido, que a beija com muito amor.


O reinp de Konoha era muito rico e prospero, graças a o seu rei que sabiamente administrava-o. Seu território era grande e repleto de florestas, com praias esplêndidas. Sendo assim muito em vejado por outros reinos, cujo não possuíam tal valor.


A festa continuava muito bem por até algumas horas. As crianças brincavam pelo grande jardim do castelo, que havia sido preparado para a ocasião, os adultos por sua vez passeavam e conversavam.


 De repente se ouve um grande estrondo vindo da parte de trás do castelo. Eles estavam sendo atacados. Diversas pedras voaram pelo céu atingindo algumas pessoas que estavam perto. E uma mulher grita:


-São piratas!


-Rápido todos corram para uma área segura, guardas protejam as pessoas.- Gritou o rei ao ver todo que acontecia.


Naquele estantes alguns guardas foram ajudar as pessoas, e outros proteger a família real. Então vários homens saíram de onde volve a explosão, e matavam todos que viam pela frente.


A Uzumaki que estava alguns metros de distancia do filho, corre atrás dele para socorre-lo enquanto Naruto corria para alcançar a mãe e fugir de dois homens que o perseguiam. Naquele estante Minato saca sua espada e parte para o ataque, mas antes que ele conseguissem fazer algo, a rainha é acertada nas costas por uma espada e cai no chão gritando pelo nome do filho. Nesse momento seus olhos se fecham, e a ultima cena que ver foi de seu pequeno tesouro de cabelos dourados.


O rei fica pálido ao ver sua amada sendo atacada, em passos rápidos chega até ela decapitando o homem a sua frente. Ele a ve desacordada e grita:


- Rápido, alguém venha aqui imediatamente ou então ela morrerá. - E então que se lembra. - Meu filho! - grita mais alto ainda. Mas já era tarde o menino não estava mais lá.


Após algumas horas, o caos ainda estava presente, as pessoas foram para suas casa, e o castelo estava em algumas partes estavam destruidas. A rainha estavam sendo tratada e corria risco de vida, o ferimento era maior do que imaginavam.


Minato não poderia deixar as coisas como estavam e foi atrás de seus filho com uma escolta de soldados.


-Não  levaram meu filho, aqueles malditos vão pagar com suas vidas. - Fala para si mesmo enquanto saia das muralhas do castelo.
...
A rainha abre os olhos e percebe que estava em seu quarto, na tentativa de se sentar sente uma dor muito forte em suas costas, e foi nesse momento que se recorda do ocorrido. Lágrimas escorriam de sua face, e então seu marido que descansava em uma cadeira ao seu lado, percebe que ela havia acordado.


- Meu amor? Finalmente você acordou. - Disse ele com um olhar cansado e triste.


- Minato onde esta meu filho ? O que aconteceu?


- Desculpe. - fala o rei com lágrimas escorrendo de seus olhos. - Quando você foi atacada corri para te salvar, mas no momento em que matei aquele homem que te feriu, ele já não estava mais lá. Procurei nosso filho durante esses cinco dias em que você estava desmaiada. Mas não encontrei nada, os guardas continuam com as buscas. Me perdoe meu amor eles quase te levaram de mim, fui um fracaso como esposo e pai.


Kushina que só ouvia se encheu de lágrimas, seu marido a abraçou forte, mas a dor deles não iria passar tão cedo, se é que um dia iria passar, haviam perdido seu tesouro mais precioso, e fariam de tudo para terem ele de volta.


REINO DE KUMO...


Após três meses do ocorrido em Konoha, ainda não haviam encontrado o príncipe, os três outros reinos estavam ajudando da maneira que podiam mas não encontravam nada, era como se o menino tivesse sido levado pelo mar.


A tristeza era visível e todos estavam preocupados, e alguns já haviam perdido as esperanças de achar o jovem príncipe.


Mas mesmo em tanta tristeza, o reino de Kumo governado pelo rei Haruno Kizashi e rainha Haruno Mebuki, estavam em festa graças a o nascimento da pequena princesa Sakura a segunda filha do casal.


No quarto se encontrava a rainha com sua pequena flor nos braços, seu marido ao lado junto do filho de 5 anos Sasore.


-Mamãe ela é tão pequena. - Fala o jovem príncipe tocando no pézinho da irmã.


- É porque ela ainda é um bebe meu querido, pequena e frágil. - Diz a rainha olhando para sua menininha.


- Ela é linda meu amor! Mas curioso a cor de seus cabelos, é uma verdadeira princesa. - Dessa vez fala o rei beijando a testa de sua rainha e esposa.


- Concordo meu amor é peculiarmente lindo.


 -Olha mamãe, papai ela abriu os olhinhos. - Todos olharam para a beleza peculiar da princesinha. - Posso segura-la?


- Claro meu filho, Kizashi ajude ele. - A rainha estendeu a filha para que o rei a segura-se e ajuda se o filho a segurar também.


- Minha irmãzinha você é linda, prometo sempre te proteger.


As palavras do jovem príncipe erguem o coração dos pais de felicidade, era uma grande orgulho para eles ver seu filho e futuro rei já se preocupava de sua pequena flor.


- Tento certeza que você ira meu filho, pois ela é sua irmã e vai precisar de você.


Kizashi era uma rei sábio bem parecido com Minato, mas não possuía tal calma que o rei de Konoha, ao contrario disso era severo e ignorante, mas não era nada que sua rainha não controla-se, ela era calma e doce, uma verdadeira dama, de cabelos loiros que iam ao seu ombro, e olhos azuis. Já o pequeno príncipe por sua vez, era calmo como a mãe, de cabelos peculiar como o de sua irmã, eram vermelho como sangue, assim como seus olhos, desde novo era responsável e educado.


- Mãe como será o nome dela?


- Será Sakura, Haruno Sakura, pois seus cabelos são rosa e seus olhos verdes, assim como a flor de cerejeira.


NOS MARES QUE DIVIDIAM KONOHA DE IWA...


Um barco navegavam entre as fronteiras dos reinos de Konoha e Iwa, possuindo uma bandeira de uma caveira de olhos vermelhos, e um símbolo de um leque branco e vermelho no fundo. Era o barco do clã Uchiha, um dos piores e mais fortes piratas do país do fogo, temidos por todos, eles governavam os mares daquela região, pouco eram aqueles que ousavam enfrenta-los.


- Ei Sasuke não corra pelo convés. - Grita Itachi o filho mais velho do capitão Uchiha Fugaku.


 Mas antes dele ouvir o irmão, acaba batendo a cabeça no mastro.


-Sasuke eu já te disse não corra por ia, vai acabar se machucando. - Fala Itachi levantando o irmão do chão. - Ah não Sasuke. - Fala ele com uma cara de espanto.


- O que?!


-Sua cara esta maior que o normal. - E cai na risada deixando o irmão bravo.


-Itachi não zoe da cara do seu irmão e Sasuke não esqueça onde você esta, aqui não é lugar para brincar.


- Desculpe mamãe.


 - Vão os dois para dentro agora, e tentem animar seu amiguinho, ele não esta querendo comer hoje.


- Tá bom. - Fala os dois saindo de perto da mãe.


-E vocês seus ratos de convés não parem o estão fazendo, quero esse navio em perfeito estado para quando meu marido chegar! Temos mas uma cidade para saquear antes da viagem. - Diz a Uchiha.


-Sim capitã Mikoto!


Os irmãos vão para seus quartos conversando.


-Tem horas que a mamãe me assusta onee-chan


-Concordo casulinha, mas é assim que uma boa capitã deve ser, não se esqueça pois um dia esse será seu caminho também.
-Vocês vão ver, eu serei um grande pirata, melhor que nosso pai e tios.


- É assim que se fala. - Diz Itachi encostando dois dedos na testa de seu irmão. - Agora vai cuidar de seu amigo!


-Tá.


Sasuke e Itachi eram bem parecidos, ambos possuíam cabelos pretos e olhos pretos como a noite, o que não os diferenciava dos pais, que também tinham essas mesmas característica. Uma marca registrada dos Uchihas.


Sasuke foi até o armazém onde pegou duas maçãs e foi ao seu quarto, ver seu amigo. Quando chegou lá abriu a porta e disse:


- Ei Naruto você esta bem?

 

 


Notas Finais


Desculpem pelo cap curto, o proximo prometo que será maior, e então o que acharam? Foram os Uchihas causadores de tudo aquilo? será?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...