História Entre amor - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Blásio Zabini, Draco Malfoy, Harry Potter, Personagens Originais
Tags Drarry
Visualizações 70
Palavras 422
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Reencontro de irmão Posso cortejar se filho, senhor riddle


Algumas horas se passam, agora Harry e Oliver estavam na porta da escola esperando seus pais chegarem.

Logo eles vem dois carros iguais pararem na porta da escola, em seguida vem as portas se abrirem e Tom aparece e logo em seguida Hugo o pai de Oliver aparece, assim que Hugo nota a presença de Tom ele fala

Hugo: TOM E VOCÊ MESMO?

Pelo tom da voz de Hugo, Oliver nota que o mesmo esta bêbado, logo ele fala

Oliver: Papai vamos embora, logo.

Hugo: Num, você não manda em mim sua puta, eu quelo fala com o meu irmãozinho.

Tom: ESCUTA AQUI HUGO, NÃO ME DIGA QUE VOCÊ ESTA BÊBADO.

Hugo: Eu bebi so um pouquinho, nada de mais.

Tom: VOCÊ NÃO PODE BEBER, EU VOU TE LEVAR AGORA MESMO PARA UMA CLÍNICA, ACHO QUE SO LA PARA VOCÊ TOMAR JEITO.

Hugo: E a minha putinha?

Tom olha para Hugo, e fala

Tom: Quem e putinha?

Hugo : Esse garoto ai do seu lado, ele e uma excelente putinha, ele chupa um pau que e uma delícia.

Tom: VOCÊ OBRIGOU SEU FILHO A TRANSAR COM VOCÊ HUGO?

Hugo: Eu não obriguei ele a nada, ele que quis, ele chegou no meu quarto e sentou pelado no meu colo eu não tenho culpa.

Tom: ELE E SEU FILHO HUGO, POR QUÊ PARECE QUE PELO TOM DA SUA VOZ, VOCÊ ODEIA O SEU FILHO?

Hugo: EU NÃO ODEIO ELE, EU NÃO TENHO CULPA SE ME APAIXONEI, POR ALGUEM QUE EU NÃO POSSO AMAR.

Oliver Arregala os olhos, em seguida olha para Harry e fala

Oliver: Vamos levar o meu mama para casa, eu preciso levar ele.

Antes que Harry responda, Tom fala

Tom: Meninos vão para a casa sozinho, que eu vou levar o meu irmão em um lugar.

Oliver ao escutar isso começa a chorar, e fala

Oliver: Não leva o meu mama, para uma clínica, ele e único parentes vivo que eu tenho.

Tom: Pode ficar tranquilo, eu não vou e nem quero colocar o meu irmão em uma clinica.

Assim que Tom acaba de falar, Draco aparece e fala

Draco: O que está acontecendo, aqui?

Tom olha para Draco e fala

Tom: Eu não confio, muito em você, mas com o Tommy a solta eu não posso deixar os garotos voltarem sozinhos para casa, será que você podia levar eles para mim?

Draco: Eu os levo com a Maior Hora, senhor Tom, eu quero aproveitar o momento para le pedir permissão para Corteja o vosso filho. Eu posso Senhor Riddle?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...