1. Spirit Fanfics >
  2. Entre Amor, a Astronomia é a Paixão (Jikook) >
  3. Onde o Jimin Sabe

História Entre Amor, a Astronomia é a Paixão (Jikook) - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Oie meus amores!!

°EXPLICAÇÕES!!°
Então pessoal, eu voltei para o colégio ;-; triste, muito triste. Porém agr esta tendo uns bagui novo naquela porra então eu não tenho muito tempo (nem psicológico bom o suficiente) para poder escrever essa fanfic. Eu tenho q estudar algumas coisas sobre advocacia para a minha futura profissão e provavelmente não conseguirei att essa fanfic toda sexta-feira, e nem poder escrever a qualquer momento essa fanfic. Então se caso eu ficar uns dias ou meses sem att saibam que eu estou muitoooo ocupada. Mas farei o meu maximo para já ajeitar a minha agenda e poder escrever a fanfic pois o final dela já está beeeeem proximo!

Só isso msm favela. Fortalece a quebrada!


B
O
A

L
E
I
T
U
R
A
!

Capítulo 12 - Onde o Jimin Sabe


Fanfic / Fanfiction Entre Amor, a Astronomia é a Paixão (Jikook) - Capítulo 12 - Onde o Jimin Sabe

 

Sexta-feira, essa semana havia sido muito boa para Jimin e principalmente para Jungkook. Os dois agora, bom, eram mais próximos que colegas de trabalho, eles agora estavam se dando bem -- melhor que antes, digamos --. Agora no almoço o Jungkook se ajuntava ao tal quarteto da Dama e os Três Vagabundos, almoçava com eles mas quando dava uns vinte ou trinta minutos até o horário acabar, os amigos do Jimin saia de lá para os deixa-lo sozinhos, para eles conversarem com mais privacidade, oque para Jimin nem era tanta coisa assim, pois no momento em que colocava os pés de volta no museu os próprios amigos faziam várias perguntas do que eles tanto conversaram.

_É sério?- perguntou rindo olhando o moreno ao seu lado.

_Era a minha honra que estava em jogo Jiminie-shi.- se defendeu.- _Mas tirando isso, eu e o meu irmão nos damos bem.- sorriu para o roxado.

_Eu queria ter tido um irmão, mas infelizmente não obtive e o universo colocou o Jin na minha vida.

_Jin parece ser uma pessoa maravilhosa.

_Sim, ele é.- suspirou.- _Ele foi a minha primeira pessoa sabe?

_Pera? Vocês transaram?

_Não! Por céus!- riu fraco.- _Estou dizendo que o Jin foi a primeira pessoa que eu confiei, foi o primeiro para quem eu contei os meus segredos, medos, sonhos, luto.- suspirou triste.- _Daria a minha vida por ele sem hesitar e sei que ele faria o mesmo.

_Fico feliz que você tenha essa pessoa.

_Você não tem?

_Tenho o meu irmão, conto absolutamente tudo para ele. Mas tem certas coisas, tipo, problemas pessoais que eu evito, ele já tem problemas demais para ficar chateado com os meus, é difícil, muito. Para mim e para ele que tem uma filha doente.- se lamentou abrindo o portão do museu para entrar.

_Deve ser muito difícil para ambos, mas pelo menos vocês tem um ao outro para dar apoio e qualquer coisa, se você quiser, eu estarei aqui do seu lado se precisar de alguma coisa, até mesmo um ombro amigo para chorar.- sorriu gentil para ele.

_Obrigado.- o abraçou sendo retribuindo na hora.

_Jungkook?- Jungkook se afastou do Jimin e olhou para trás vendo a pessoa que estava o chamando.

_Oi Minjoo.- sorriu para ela.- _Deseja algo?

_Ah sim, poderia me acompanhar até a minha sala?

_Claro.- se virou para o Jimin e deu um beijo em sua bochecha vendo o roxado corar fracamente.- _Tchau Jimin.

_Tchau Jungkook.- sorriu sem graça.

E assim Jungkook saiu dali acompanhando Minjoo deixando Jimin sozinho ali no jardim da entrada.

_Acho que ela gosta dele.- comentou alguém próximo o bastante do Jimin fazendo o menor se assustar.

_Porra Hobi!- viu o outro rir.

_Desculpe, não queria te assustar. Apesar que você se assusta fácil.- viu o menor revirar os olhos.

_Você acha que ela é apaixonada por ele?

_Ah com certeza. Eu trabalho aqui a sete anos meu amigo, sempre vi ela correndo atrás do Jungkook e eu vi a reação dela vendo vocês se abraçando, ela não gostou.

_Será que ela vai me demitir?!- entrou em desespero.

_Que? Lógico que não, a Minjoo é muito profissional e não demite alguém atoa, tanto que as pessoas que saíram daqui pediram demissão ou se aposentaram, ela não gosta de demitir alguém.

_Entendo.

_Vamos entrar, Yoongi com certeza vai querer saber oque o casal conversou hoje.

_Não somos um casal.

_Ainda.

 

 

(...)

A noite de sexta-feira já havia chegado, na verdade, quase a madrugada pois já era onze e meia da noite de sexta-feira. Jimin se encontrava em seu quarto mexendo no notebook vendo os seus e-mails, e o Jin já estava dormindo pois amanhã iria se encontrar com o Taehyung e outro advogado para conversar. Mexendo em seus e-mails, ele pode vê um e-mail do seu professor favorito.

 

De: [email protected]

Para: [email protected]

Assunto: Opa!

 

Oi Jimin! Como está?

Bom eu vim lhe enviar esse e-mail para saber como você está e que dia iremos nos ver! Você disse que marcaria e até agora nada, estou começando a achar que você não quer me rever oque me parte o coração. Marque o dia e eu irei imediatamente te ver! Estou de férias da faculdade e tenho tempo de sobra, já fui visitar vários outros alunos e agora falta você! Estarei na sua espera.

Carinhosamente, Kim Namjoon.

----------

 

Jimin se lamentou, havia esquecido completamente do encontro que tinha que marcar com o professor.

 

De: [email protected]

Para: [email protected]

Assunto: Re: Opa!

 

Olá professor Namjoon!

Mil desculpas por não ter falado com você, estava cheio de coisas na cabeça e acabei esquecendo e é lógico que eu quero te rever! Nunca vou me encher do meu professor/tutor predileto! Mas iremos marcar sim e o senhor sabe muito bem a onde eu trabalho, qualquer coisa aparece lá no meu serviço e no final do meu expediente nós podemos jantar juntos e colocar o papo em dia. Vamos marcar algum dia para semana que vem, ok? Mande notícias por e-mail ou qualquer coisa apareça lá no museu, sua presença é muito bem vinda!

Carinhosamente, Park Jimin.

-----------

 

Após finalizar o e-mail ele escuta o celular vibrar na mesinha ao lado de sua cama, pega o aparelho e atende a tal chamada.

_Oi Jiminie-shi, te acordei?

_Jungkook? Ah não, já estava acordado, oque houve?

_Ah nada, tédio mesmo.- e os dois riram.- _Como está?

_Bem e você?

_Mal...- falou com uma voz manhosa.

_Oque houve?

_Bom, é que... O seu cheiro saiu da minha cama e está chato dormir aqui.

Jimin amaldiçoou seu coração por ter acelerado e por ter ficado feliz em ouvir aquilo.

_Duvido, sua cama é muito macia e gostosa de dormir.

_Mas do que adianta se não tem o seu cheiro nela? Por mim de boa dormir no chão, contanto que tenha o seu maravilhoso e delicado cheiro.

_Certo.- riu envergonhado.

_Agora eu vou dormir sem poder sentir o cheiro que tanto gosto, é triste para mim, muito triste.

_Se você quiser você...- se calou não acreditando no que ia falar.

_Oque?- o questionou.

Jimin estava confuso, não sabia se falava ou não, lógico que queria mas eles eram só amigos, certo? Amigos não fazem isso, certo? Claro que com o Jin ou até mesmo o Yoongi ele faria, mas a diferença era que eles não tinham desejo sexual pelo Jimin, diferente do Jungkook que tinha e muito! Mas Jimin queria tanto, mas tanto! Mas não sabia oque o Jungkook poderia achar.

_Jimin? Está ai?

_Ah sim! Desculpa.- ficou pensando no que falar.

_Oque você estava dizendo?

E continuando pensando ele optou por fazer oque já iria fazer, mesmo que o Jeon negasse.

_Se você quiser, você pode vim para cá. Tipo, é...- bagunçou os fios de cabelo pelo nervosismo.- _Se quiser dormir aqui, comigo e tals.

_É...

_Mas se não quiser tudo bem, foi só uma opção.

_Eu vou.- falou firme fazendo o coração do Jimin acelerar em excitação.

_Vem?

_Vou.

_Ok.- sorriu.

_Vou colocar uma blusa e ir, ok?

_Tá bom, vou te esperar.

_Tá. Até daqui a pouco.

_Até.

E assim desligou a chamada completamente feliz por saber que Jungkook iria lá. Desceu para sala em silêncio, não queria acordar o Jin. E ficou ali na sala da espera do moreno, minutos depois o interfone tocou, Jimin atendeu falando para o porteiro que permitia a entrada do Jungkook. O moreno subiu até o apartamento do Jimin onde o porteiro havia lhe dito em qual andar ficava e o número do apartamento e logo bateu na porta fracamente já sendo aberta pelo roxado.

Jimin abriu a porta encontrando Jungkook de moletom cinza, o mesmo moletom no qual viu Jungkook pela primeira vez no mercado brigando por um carrinho. Ao lembrar disso ele riu um pouco deixando Jungkook confuso.

_Oque foi?- sorriu.

_Foi com essa roupa que você estava vestindo no primeiro dia em que te vi, no mercado brigando por um carrinho.- deu passagem para Jungkook entrar e assim ele fez.

_Ah é mesmo.- sorriu e olhou para o roxado que estava apenas de bermuda com o seu tronco nu.

_Quer comer algo?

_Não, já fiz o meu lanche da meia-noite.

_Então vamos para o meu quarto.- apagou as luzes da sala indo para o quarto deixando Jungkook entrar e logo trancou a porta pois sabia que o Jin tinha manias de entrar em seu quarto e pular em cima de si.

Jungkook olhou em volta e de fato aquele quarto era a cara do Jimin, vários posters e até quadros de astronomia, uma estante de livros completamente cheia e algumas fotos pela parede de amigos e família do Park.

_Canto esquerdo, certo?- viu o moreno confirmar.- _Pode deitar, vou colocar o notebook na escrivaninha.- e assim fez.

Jungkook tirou sua blusa de frio e a camisa branca ficando apenas de calça moletom no corpo, colocou as roupas na mesinha ao lado da cama e se deitou vendo o Jimin desligar a luz do quarto e deixou a janela aberta para refletir no quarto a luz da lua pois sabia que o moreno gostava disso e por fim se deitou ao seu lado.

_Esse cheiro me enlouquece.- falou respirando fundo sentindo o cheiro do Jimin na cama e principalmente no quarto todo.

_Ai ai.- riu e olhou para Jungkook que já se encontrava com os olhos fechados, provavelmente estaria muito cansado.

Jimin ficou ali parado o olhando, gostava muito de vê-lo dormindo, ele ficava tão calmo e sereno, bonito demais. Jimin estava feliz por ter a companhia do moreno para dormir, porém tinha que admitir que queria muito dormir abraçado a ele.

_Por que você me olha dormir?- perguntou ainda de olhos fechados.

_Desculpe.- corou.- _Mas você fica muito bonito.

_Eu sou bonito docinho.

_Metido.- revirou os olhos.

_Vem, eu sei que você quer.- abriu os braços esperando Jimin deitar sua cabeça em seu peitoral.

Jimin podia muito bem negar e virar para o outro lado da cama, mas quem ele quer enganar? Ele realmente queria dormir abraçado ao moreno e por isso não hesitou e foi abraçar o corpo do maior já sentindo os braços do Jungkook em seu corpo. Jimin respirou fundo sentindo o cheiro do outro e por fim fechou os olhos pronto para dormir.

_Vou confessar...- falou baixo ainda com os olhos fechados.- _Fiquei feliz com o seu convite de vim para cá.

_Fico feliz por ter aceitado.- levantou a cabeça e o olhou vendo o moreno abrir os olhos e o olhar.

_Eu nunca teria recusado.- acariciou o rosto do Jimin.

Jimin aproximou seu rosto do Jungkook e lhe deu um selinho, apreciando os lábios finos do outro no seu, mesmo tendo beijado Jungkook várias outras vezes, ele sempre sentia uma eletricidade invadir seu corpo.

_Boa noite Jungkookie.- voltou a deitar a cabeça no peitoral do moreno sentindo um beijo em sua cabeça.

_Boa noite Jiminie-shi.

E assim eles dormiram sentindo a maciez do corpo um do outro e principalmente sentindo-se bem por estarem juntos.

 

 

(...)

Jimin se remexeu na cama porém não sentiu nenhum corpo ao seu lado, se mexeu mais um pouco e mesmo assim a cama parecia estar vazia. Abriu os olhos vendo que estava sozinho e ficou confuso, a onde Jungkook estaria? 

Jimin se sentou na cama e olhou em volta do quarto não encontrando o moreno, olhou pro outro canto da cama não vendo as tais roupas dele.

_Será que foi um sonho?- ficou confuso não tendo certeza que realmente o Jungkook esteve ali.

_Oque?- perguntou o moreno vestido saindo do banheiro dando um leve susto no Jimin.- _Você sabe que se assusta fácil né?- o olhou.

_Ha ha, engraçadinho.- se levantou da cama.- _Que horas são?

_Oito e meia.

_Hum.- se espreguiçou e viu o Jungkook se aproximar de si parando na sua frente.

_Bom dia Jiminie-shi.- sorriu e deu um selar em sua testa.

_Bom dia.- sorriu envergonhado.

_Vai se ajeitar, te esperarei aqui.- se sentou na cama.

Jimin foi para o banheiro e fez suas higienes, quando saiu do banheiro viu sua cama arrumada e o Jungkook sentado mexendo no celular.

_Não precisava arrumar.- olhou o moreno.

_Não se preocupe. Vamos comer?

_Vamos.

E assim eles saíram do quarto indo em direção a cozinha, Jimin andava na frente tendo o Jungkook atrás o seguindo, parou na porta da cozinha vendo aquele que não espera ver.

_JIN!- parou na porta vendo o amigo sentado tomando um suco e mexendo no celular.

_Sim?- o mesmo levantou o olhar vendo o seu amigo parado na porta e logo atrás de si o Jungkook.- _Jungkook? Ora ora, Jungkook na nossa casa logo cedo? - olhou o roxado que estava ainda parado.- _Bom dia Jungkook.- sorriu gentil para o moreno.

_Bom dia Jin, desculpa se eu for um incomodo.

_Ah não se preocupe.- sorriu e se levantou da cadeira colocando o copo vazio na pia.- _O namorado do Jimin sempre será muito bem vindo na nossa casa.- sorriu vendo o menor arregalar os olhos.

_Desculpe Jungkook, o Jin as vezes esquece de tomar seus remédios e acaba falando bosta logo de manhã.- e por fim entrou na cozinha.

_Aham sei. Você dormiu aqui Jungkook?

_Sim Jin.- se sentou na cadeira.

_Você deve ter vindo bem tarde.

_Basicamente sim.- sorriu gentil.

_Bom eu vou ter que encontrar o Taehyung, coisas de advogados não é fácil.- suspirou.- _A casa é de vocês, aproveite. Vocês podem fazer muita coisa sozinhos, tipo...

_Jin, cala a boca.- falou Jimin o olhando.- _Vai logo antes que se atrase.

_Ok ok, tchau Jungkook.- sorriu para eles e saiu da cozinha.- _O JIMIN ESCONDE CAMISINHAS NA GAVETA DAS CUECAS!- gritou e saiu correndo do apartamento antes que o Jimin o matasse ainda lá.

_Mil desculpas por isso.- falou totalmente envergonhado.

_Tudo bem.- riu.- _Mas é verdade? 

_Oque?

_Que você esconde camisinhas na gaveta das cuecas?

_Isso não é da sua conta Jeon.- revirou os olhos.

_Ui docinho, faz assim comigo não.- fez biquinho.

_Vamos tomar café da manhã e esqueça isso, ok?

_Tá bom.

E assim eles fizeram, tomaram o café da manhã juntos, comendo e conversando juntos e por um pequeno momento Jimin começou a pensar em como seria se namorasse o Jungkook, teria todo dia a presença dele no café da manhã, almoço e janta, conversando, trocando caricias e muito mais.

_Oque quer fazer agora?- perguntou Jimin olhando para o Jungkook.

_Bom, quando eu não estou com a Suzy eu fico o dia assistindo algum filme ou série.

_Então vamos assistir alguma série.- foram para a sala.- _Qual série?

_Podemos reprisar Friends.- se deitou no grande sofá.

_Tá bom.- e assim o Jimin fez colocando na netfilx a série Friends.

_Deita aqui comigo.- falou Jungkook dando espaço para o Jimin deitar na sua frente.

_Vou pegar um coberto.- Jimin foi para o quarto, pegou um coberto e aproveitou para colocar uma blusa pois estava um pouco frio, após fazer isso ele volta para sala, se deita na frente do Jungkook o sentindo te abraçar e logo eles começam a assistir a série juntos.

Eles já haviam assistido uns quatro episodios e ambos estavam gostando de estar assim um com o outro. Porém Jimin não pode evitar de não sentir algo duro em sua bunda, e bom, Jimin sabia muito bem oque era.

_É... Jungkook?- falou baixo.

_Hum?

_Eu meio que estou sentindo algo... Na minha bunda.- corou fortemente mesmo não estando olhando para o moreno.

_Desculpa docinho mas não consigo evitar com a sua bunda bem em cima do meu pau.- o apertou fazendo Jimin sentir ainda mais aquela coisa dura em sua bunda.

_Quer que eu saia?

_Você quer sair?

_Acho que deveria ser mais adequado.

_Adequado para quem?

_Não sei...

Jungkook deu um pequeno riso na nuca do Jimin oque fez o menor se arrepiar no mesmo instante, tudo com o Jungkook era diferente, excitante, Jungkook tinha uma intensidade e uma dominação que deixava Jimin louco, louco e totalmente submisso a si.

_Seu celular está vibrando.- falou Jimin sentindo o aparelho vibrar no bolso da calça do moreno. Jungkook suspirou e pegou o aparelho já atendendo.

_Alô?... Ah oi Minjoo...

 

De novo essa mulher? Essa daí é desesperada por atenção.

 

Pensou Jimin um pouco enciumado, porém ficou ali esperando Jungkook terminar a chamada.

_... Ok, estou indo aí... Por nada, até daqui a pouco... Ok ok, irei comprar a sua torta, folgada...- soltou uma risada.- _Tchau, beijo.- e por fim desligou e se sentou no sofá vendo o roxado se sentar também e o olhar.- _Tenho que ir.- sorriu triste.

_Sei, a Minjoo não pode ficar esperando.- cruzou os braços e revirou os olhos. 

Jungkook ficou confuso com a atitude do menor, agora pouco ele estava bem, digamos que de bom humor, mas agora se encontrava bravo e fazendo birra como uma criança, fofo! Aos olhos do moreno.

_Oque foi?

_Nada. Vai lá para a Minjoo.

Jungkook ficou se questionando, mas de certo modo ele sabia oque o Jimin tinha, ciúmes! Era isso que ele tinha, Jimin ficava tão fofo com ciúmes aos olhos do Jungkook.

_Está com ciúmes docinho?- o provocou.

_De você? Puf! Me poupe né? Só que sabemos que ela é completamente apaixonada por você.

Jimin nem sabia se a tal Minjoo era realmente apaixonada pelo Jungkook, estava confirmando algo sem ter certeza, mas estava cagando para isso, ele estava com raiva, muito raiva e sempre que ficava com raiva ele falava as coisas sem pensar e como detestava isso!

_Sim eu sei.- deu de ombros vendo Jimin arregalar os olhos.- _Todos sabemos que a Minjoo é apaixonada por mim, ela me falou isso a basicamente dois anos atrás.

_E você acha isso algo normal?

_Gostar de alguém é algo normal Jiminie-shi.

_Jungkook, essa mulher quer ter posse de você! Ela usa o cargo de diretora para ter poder sobre você e poder ter você a qualquer momento em que quiser!

E Jungkook não se conteve em não rir, era engraçado ver Jimin com ciúmes e era mais engraçado vê-lo inventar coisas completamente sem noção.

_Por que você está rindo idiota?

_Você é hilario Jiminie. Sério? Posse? Minjoo mesmo estando apaixonada por mim ela ainda é minha melhor amiga.

_E ainda é melhor amiga, nossa.- revirou os olhos.

_Não fique assim docinho, você sabe que ainda é o meu preferido.- selou seus lábios em um selinho rápido.- _Mas eu tenho que ir.- se levantou.

_Jungkook! É sério! Ela quer ter posse de você.

_Jimin, ela me chamou para ajuda-la a resolver os assuntos do evento do museu desse mês, o pai dela foi fazer uma viagem para visitar a sua avó e ela está sozinha tomando conta de tudo, ela é muito profissional e isso ninguém tem dúvida, porém ela é muito incerta das suas decisões e sempre quer ouvir a opinião de alguém, quando não é seu pai é eu, então eu preciso ir para ajudar a minha amiga.- viu o roxado em pé de braços cruzados.

_Aham tá, vai lá com ela então. Não preciso de você mesmo, posso fazer várias outras coisas super legais sozinho.

_Super legais?- riu vendo o outro confirmar com a cabeça ainda emburrado.- _E oque seria essas coisas super legais?

_Não vou te falar, você nem vai estar aqui mesmo para saber, então tanto faz.- deu de ombros.

_Oh meu docinho.- riu apertando as bochechas do menor.- _Você é um fofo com ciúmes.

_Ciúmes é o teu rabo.

_Lindo.- beijou seu rosto.- _Se fosse qualquer outra pessoa eu simplesmente cancelaria para ficar com você.- o olhou nos olhos ainda acariciando seu rosto.- _Mas ela precisa de mim e não posso abandona-la.

_Tá, vai. Quem está te impedindo?

_Não faz assim.- riu, estava se divertindo tanto em ver o Jimin com ciúmes.- _Quando eu terminar lá, quer que eu volte para cá?

_Com toda a certeza não! Volte para casa e fique se lamentando sozinho.- Jungkook suspirou, por mais que quisesse ficar com o roxado, ele não podia das as costas para aquela mulher que tanto lhe ajudou.

_Tudo bem Jiminie-shi. Nos vemos na segunda-feira então, ok?- viu o outro confirmar.- _Tchau docinho.- deu um selar demorado nos lábios cheinhos do menor e quando perceber que o mesmo ia aprofundar, ele se afastou, pois sabia que não conseguiria resistir.- _Tchau.- e assim pegou suas coisas e saiu do apartamento deixando Jimin lá sozinho.

_Vagabundo!- o xingou e voltou a se sentar no sofá.

 

 

(...)

Já era no final da tarde, cinco horas para ser exato e Jimin não estava fazendo nada de super legal, pelo contrário, havia feito um pedido de pizza pelo celular pois estava com muita preguiça para cozinha, comeu assistindo Friends e passou a tarde assim, mas de fato já estava ficando cansado e queria fazer alguma coisa, seu amigo Jin ainda estava com o Taehyung, então optou por ligar para o Yoongi, mesmo aquela praga sendo chato e completamente insuportável, ele ainda era o seu melhor amigo e tinha o dever de o diverti-lo.

_Fala ae meu jão.

_Estou no tédio! Tipo extremo mesmo! E o vagabundo do Jungkook foi embora me deixando sozinho aqui.

_Opa! Jungkook estava ai?

_Ele dormiu aqui.

_Oi? Tudo bom meu jão? Você ia me informar dessa linda informação quando? Quando o segundo apocalipse acontecer?

_Foi mal, acabei esquecendo. Vamos nos encontrar? Assim eu te falo tudo e aproveito para beber.

_Tá bom, vamos fazer o seguinte. Irei convocar a Sosoy e o Hobi, compraremos cervejas e iremos para aí, ok?

_Tá, traga algumas garrafas de soju, aqui em casa só tem duas.

_Tá cachaceiro. Até daqui a pouco e aproveita e toma banho.

_Como você sabe que eu não tomei banho?

_Porque o seu fedor da para sentir daqui. Você está podre meu jão, vai tomar banho logo.

_Já mandei você se foder hoje?

_Hoje? Acredito que não, mas não se preocupe, eu vou me foder logo depois de você.

_Vai se foder Yoongi!

_E você vai tomar a porra do banho, daqui a pouco eu colo aí. Tchau.

 

E assim desligou a chamada.

_Que audácia desse jovem.- falou para si mesmo indo ao seu quarto tomar banho.

E assim Jimin fez, tomou um banho se ajeitou, arrumou a sala para os amigos não precisarem ficar na bagunça e ficou na espera deles. Minutos depois o interfone toca, Jimin permite a entrada dos amigos para o porteiro e depois de alguns breve minutos eles chegam e entram na casa do Jimin. Após se cumprimentarem, eles se sentam no tapete da sala já abrindo as latinhas de cerveja e bebendo. Óbvio que os amigos estavam ansiosos para o Jimin narrar a história que Jeon Jungkook dormiu em seu apartamento e assim o roxado fez, também já contando a eles sobre a Minjoo.

_Eu disse que ela era apaixonada por ele.- comentou Hoseok.

_Mas oque me deixou com mais raiva foi o fato dele ir até ela.- falou Jimin bebendo na garrafa de soju.

_Opa jão, você sabe que não pode exigir algo dele né?

_Sei...?

_Jimin, vocês são só amigos, nem melhores amigos são, ok? Vocês nem sabem se estão namorando, ficando ou curtindo um ao outro, vocês nem sabe ao certo oque ambos sentem referente ao outro. Se Jungkook disse que ela é apaixonado por ele a dois anos e até agora ele não retribui o tal amor dela deve ser porque, bom, ele seja gay! 

_Jungkook está mais para bissexual.- comentou Soyo.

_Mas não significa que ele seja, Jungkook é gay e não sente atração pela Minjoo e mesmo se sentir, você Park Jimin, não pode exigir algo de alguém que é apenas seu amigo e nada mais do que isso. Ok?

_É, você está certo. É que eu fiquei muito, mas muito bravo por saber que ele iria até ela e me deixaria em uma casa sozinho com tantas coisas que nós dois pudéssemos fazer.

_Ah safadão.- falou Hoseok rindo.

_Não nesse sentindo.- corou.

_Apesar de você querer.- respondeu Yoongi rindo.- _E está tudo bem ficar bravo, ok? Isso é humano, mas mesmo você não querendo, ele é ainda um homem livre e totalmente solteiro e se caso ele quiser se relacionar com alguém você não poderá optar na vida dele, a vida é dele.

_Eu sei.- deu um gole em sua bebida.- _Mas depois de hoje eu acho que comecei a entender melhor oque eu sinto pelo Jungkook e isso me apavora.

_Oque você sente Chim?- perguntou Soyo.

_Acho que estou apaixonado e isso é um saco!- e deu vários e vários goles do soju pouco se fodendo se ficaria bêbado ou da grande ressaca que iria ter amanhã.

_Apaixonado?- falaram não tão surpreso pela informação.

_Sim, sabe. Isso já era óbvio, né? Pelo menos para vocês sim.- o viu confirmarem.- _Depois do final de semana que eu passei na casa dele, eu pude conhecer melhor o Jeon Jungkook, óbvio que eu não ia gostar só do Jungkook provocador de merda, apesar que o Jungkook provocador é um tesão.- deu mais um gole na bebida.- _Mas depois de ter conhecido o Jeon Jungkook, sabe? Ele como realmente é, eu não me contive. Droga de final de semana perfeito!- se lamentou.

_E agora Jiminie? Oque você sente?- perguntou Soyo.

_Eu quero ficar mais tempo com ele, sabe? Eu amo o meu trabalho, mas só de saber que no almoço eu terei a sua companhia eu fico contando os segundos para finalizar e ir almoçar com vocês. Eu amo quando ele me abraça, ele não me abraça por abraçar, sabe? Ele me abraça como se eu fosse a coisa mais preciosa desse mundo, como se eu fosse uma peça rara que tem que ter todo cuidado do mundo, ele...- suspirou já com os olhos lacrimejados, odiava beber e ficar sensível.- _Ele me trata diferente. Eu me sinto único na vida dele, eu gosto de ter a sua companhia, gosto do seu cheiro, da sua risada, da sua face quando dorme, do jeito que ele organiza as coisas completamente perfeito pois é muito perfeccionista, do jeito lindo que ele trata a Suzy, de como ele ajuda os outros principalmente o seu irmão, do jeito que ele ignora os seus próprios problemas para ajudar aquele que ele mais ama, tudo que o Jungkook faz é perfeito aos meus olhos... Mas.- olhou os amigos.

_Mas oque?- perguntou Hoseok.

_Mas ele não sabe se o Jungkook sente o mesmo.- respondeu Yoongi compreendendo o amigo.

_Oque eu faço? Me dê um conselho.

_O amor é como uma flor roxa, que da no coração dos trouxas, que cresce e vira galho, na cabeça dos otários.

_Sério Min? Esse é o seu grande conselho que pode me dar?- questionou.

_Não, só queria deixar salvo o meu lindo poema mesmo.- deu de ombros.

_Bom, primeiro temos que saber, por que o Jungkook não gostaria de você?- perguntou Hoseok.- _Eu trabalho lá a sete anos Chim, nunca vi o Jungkook almoçar com alguém do trabalho a não ser a Minjoo.

_Oque quer dizer?

_Chim, é óbvio que ele almoça com a gente por você! Por mais que o nosso quarteto seja super divertido.- revirou os olhos rindo.- _Pode ter certeza que ele está lá por você. Jungkook nunca almoçou, pelo menos nos meus sete anos trabalhando lá, eu nunca o vi almoçando com alguém lá. Ele geralmente almoça sozinho, ou com o seu irmão e a Suzy ou até mesmo vai almoçar com o Taehyung.

_Sério?- perguntou Yoongi vendo o Hoseok confirmar.- _Nossa, que vida de bosta. Estou começando a achar que Jungkook é anti-social. Jão, sua melhor amiga é a sua chefe, seu melhor amigo é um advogado e a pessoa com quem ele mais fala é o irmão e a sobrinha. Que saco de vida.

_Que sensibilidade Yoon.- falou Soyo o olhando sério.

_Qual é? Só falei a verdade e ele nem está aqui para optar algo, então de boa. Mas mesmo que o Hobi esteja certo sobre o Jungkook almoçar com nós para ficar com o Jimin, ainda não acho que esse seja um grande motivo para comprovar que o Jungkook goste do Jimin, pode ser que ele queira ter outros tipos de amigos, outros tipos de opiniões e o nosso quarteto tem opinião pra porra. Pessoas tem vontade de conhecer e conversar com outras pessoas.

_Ele tem razão. Está óbvio que o Jungkook não gosta de mim.

_Ou ou jão! Eu não disse que o moreno não gosta de você, só estou explicando o sentido do almoço. Eu acho e provavelmente geral acha que o Jungkook gosta de você.

_E por que?

_Bom, ele confessou para você que quando você está por perto o coração dele acelera. Jungkook te provoca pois gosta de ter a sua atenção, Jungkook te deu a cama dele para você dormir! Nem eu faria isso por você por mais amigos que somos.

_E você faria isso por quem?- arqueou a sobrancelha.

_Só pela Sosoy, sou um cavalheiro. O resto que se foda.- deu de ombros vendo os amigos rirem.

_Então vocês acham que ele pode gostar de mim?

_Jimin, está nítido que ele gosta de você!- falou Hobi.- _Não tem como não gostar do Park Jimin.

_Hum, por que isso? Você gosta?- questionou Yoongi.

_Não do jeito que você está pensando.- retrucou pois sabia que o azulado gostava de uma treta.

_Ok já chega! Vocês vão confessar logo ou não?- perguntou Soyo.

_Oque?- questionou o azulado.

_Olha, o Jiminie pode estar com a cabeça nas nuvens por conta do Jungkook, mas eu! EU! Estou de olho em tudo meu anjo.- olhou para o azulado e o ruivo.- _Vocês estão dando uns pega que eu sei.

_OQUE?!- gritou Jimin arregalando os olhos.- _Vocês estão fazendo sexo as escondidas? Poxa Yoon, achei que me deixaria ver.- fez biquinho.

_Cala a porra da boca.- bebeu sua cerveja.

_E ai? Vão confessar ou não?- insistiu a jovem.

O azulado olhou o ruivo, ficou pensando e sim poderia negar, mas sabia o quanto Soyo e principalmente Jimin era insistente e não pararia de encher o saco deles até confessarem.

_Tá.

_Tá oque Yoon?

_Sim Soyo! Estamos dando uns pega.- revirou os olhos.

_Eu sabia!- falou contente.

_E você nem me falou nada!- desferiu tapas no amigo.- _Achei que fossemos melhores amigos.

_Ah sai dessa carrapato. Já contei, não é mesmo? Para de draminha que você não é ator.

_Grosso!

_E grande, pode até perguntar para o Hobi.- sorriu malicioso para o ruivo que corou fraco.

_Yoongi, você é um cuzão.- disse sincero.

_Eu sei!- riu bebendo.

_Mas tipo, vocês estão namorando?- perguntou Soyo.

_Não, apenas ficando.

_Por que não namora logo?- e dessa vez foi Jimin que perguntou.- _Vocês já se conhece o bastante para namorar.

_Eu sei, mas não tenho cabeça para relacionamentos fixos.- comentou o azulado.- _Responsabilidade de relacionamento não é para mim.

_Então vocês são só ficantes?

_Não diria ficantes.- e dessa vez foi Hoseok a falar.- _Somos amigos, está mais para amizade colorida, sabe? Quando queremos transar ligamos um para o outro e assim acontece.

_Isso!- falou o azulado batendo palmas.- _A porra da amizade colorida, havia esquecido dela. É assim o nosso relacionamento, entenderam? Somos amigos, porém amigos que transa.

_Sabemos o significado de amizade colorida idiota.- falou Jimin e o azulado apenas o ignorou.- _Mas confesso que vocês seriam um lindo casal.

_Pode até ser que sim, mas estamos bem assim, não envolve sentimento e transamos apenas por prazer, somos grandes amigos e ainda temos a liberdade de sair com outras pessoas.

_E de boa para os dois isso? Sair com outras pessoas?- e viu os dois confirmarem.- _Mas os dois já saíram com outras pessoas depois que tiveram a primeira noite juntos?- viu os dois negarem.- _Vocês tem vontade de ficarem com outras pessoas?- e negaram lentamente.- _De verdade, eu acho que vocês já se apaixonaram porém não querem confessar pois Yoongi não é de ter relacionamento sério e sabemos que o último relacionamento do Hobi foi bem trágico. Ambos prefere ficar com essa gracinha de amizade colorida do que confessar logo que querem ter uma aliança de compromisso no dedo.- falou Jimin bebendo seu soju.- _Querem um conselho? Vocês são amigos, se conhecem e se gostem, então não se previne de algo bom para ambos, pois pelo menos vocês tem certeza que se goste. Eu? Eu nem sei a onde o homem para qual eu estou apaixonado está, nem sei se ele está ainda com a Minjoo ou se já foi para casa. Estou ferrado? Sim. Eu gosto de estar ferrado? É claro que não. Tenho escolha? Não! Então por favor, se vocês se gostem, se vocês querem transar apenas um com o outro, então namore de uma vez, sem medo de nada, o medo só te impede de ser feliz.

Os dois se olharem e de fato Jimin estava certo. Porém logo a porta foi aberta dando visão do homem de ombros largos.

_Oi pessoal.- sorriu entrando.- _Ou devo dizer, oi cachaceiro.- olhou as bebidas espalhada.

_Oi Jin!- falaram sorrindo.

_Se ajeita e se senta aqui com nós.- falou Yoongi.

_Certo, mas podemos pedir uma pizza? Estou morrendo de fome.- desfez o nó da gravata.

_Bom, acho que um de nós tem que comer.- olhou para Jimin que estava nítido que estava bêbado.- _Vou fazer os pedidos das pizzas

Jin foi tomar um banho logo colocando uma roupa confortável, ao voltar para sala viu que as pizzas já estava lá. Os cinco comeram enquanto bebia e o Jimin fez questão de atualizar o Jin das coisas que estava havendo entre ele e o Jungkook, conversa vai e conversa vem, já era mais de uma hora da manhã. Provavelmente seus amigos dormiria ali na sala mesmo. Mas ninguém estava ligando para isso, a conversa estava tão boa, principalmente quando todos optava na vida do Jimin. Jin deu vários ótimos conselhos para o Jimin e o roxado agradeceu mentalmente por ter aquele ser na sua vida, sem o Jin não saberia oque fazer da vida.

_Ok, eu vou atrás do Jungkook.- se levantou do chão totalmente tonto, é, ele havia bebido muito mais do que esperava.

_Oque? Jimin, são mais de duas horas da manhã! Você está totalmente bêbado e nenhum de nós poderá te levar pois bebeu até demais.- falou Jin olhando o amigo.

_Ah daqui ninguém me tira.- comentou Yoongi deitado no chão totalmente bêbado.

_Ok, então irei ligar para ele.

_Não mesmo! Se você falar alguma idiotice e não lembrar, ficará se culpando e me culpando por não ter te impedindo.

_Affs!- se sentou no sofá.- _Você está certo. Vou deixa-lo quieto, acho que eu preciso um tempo longe do meu moreno.

_Oque é difícil já que vocês trabalham no mesmo local de trabalho.- comentou Soyo.

_Olha, você não está me ajudando agora.- revirou os olhos já se deitando no sofá.- _Me acordem quando for o meu aniversário.- e fechou os olhos.

E assim todos apagaram, Jin e Soyo era os menos bêbados de lá, Jin não bebeu muito pois quando chegou não tinha muito para beber e a Soyo não era de beber muito, porém com o pouco que bebia ficava meio tonta. Esses dois foram para os quartos, Soyo dormiu na cama do Jimin. Enquanto isso, Yoongi e Hoseok dormia no tapete da sala abraçados e o Jimin dormia no sofá, Jin fez questão de pegar dois cobertores para os cobri-los e por fim voltou para o quarto apagando a luz da sala e saindo dali.

 

 

(...)

_Jimin? Acorda docinho.- sentiu uma caricia em seu rosto.

_Ah amor, me deixe dormir mais um pouco.- resmungou colocando o coberto por cima de sua cabeça.

_Você me chamou de amor?- falou com uma voz de brincalhão e riu fracamente.

Jimin não estava raciocinado bem, ele havia bebido muito ontem e a ressaca estava forte, mas ele podia saber a distancia que aquela risada era da nada mais e nada menos do que do próprio...

_Jungkook!?- falou alto se sentando no sofá olhando o moreno ali ao seu lado abaixado.- _Oque diabos você está fazendo aqui?

_Bom eu...

_Meu Deus! Eu te liguei ontem? Eu te liguei bêbado?!- se desesperou se levantando do sofá puxando os fios de cabelo.- _JIN! VOCÊ DEIXOU EU LIGAR PARA ELE BÊBADO!?- gritou vendo o amigo parado na porta da cozinha com uma caneca na mão.

_Não, você não ligou para ele, relaxa. E para de gritar que aqui não é casa da mãe Joana.- e entrou na cozinha indo atender a chamada do seu celular que estava tocando.

_Oque veio fazer aqui?- cruzou os braços olhando para o moreno a sua frente.

_Bom, eu vim te ver. Fiquei com peso na consciência por ter tido que ir embora, eu iria voltar mas acabei indo para o apartamento do meu irmão ficar um pouco com ele e a Suzy. Então eu vim aqui de manhã e acabei ajudando o pessoal arrumar as coisas e fazer o almoço.

_Espera, que horas são?

_Três e meia da tarde.

_Ah que merda.- suspirou.- _Minha cabeça está doendo tanto, estou tonto, com fome, com sede, com frio.

_Ok ok senhor sinto tudo.- sorriu.- _Vai tomar um banho para relaxar, estarei te esperando na cozinha, ok?

_Tá.- resmungou saindo da sala e indo fazer as coisas.

Jimin foi para o seu quarto e foi em direção ao banheiro para tomar um relaxante banho, logo depois colocou uma roupa confortável e foi para a cozinha encontrando o Jin e o Jungkook ali a sua espera. Jimin se sentou em uma das cadeiras. 

_Aqui.- falou o moreno entregando a ele um copo com águe e dois comprimidos.- _Para a ressaca.- Jimin pegou já tomando aquilo de vez, de fato ele não deveria beber tanto assim, mas já aceitou o fato de ser um bom cachaceiro.

_Cade os outros?- perguntou olhando para o Jin.

_Eles foram embora depois do almoço, não queriam acordar você pois você estava muito cansado.

_Ah certo, mas todos estão bem, né?

_Sim. Só ressaca mesmo, mas isso é inevitável.- e Jimin confirmou com a cabeça.

_Aqui, essa sopa te fará bem.- falou Jungkook colocando o prato na mesa perto do Jimin.

_Obrigado Jungkook.

Jimin comeu aquela maravilhosa sopa, porém estava muito cansado, ele só queria ficar o dia todo em seu quarto deitado no silêncio.

_Vou para o meu quarto.- falou olhando para os dois.

Jimin nem esperou uma resposta e já foi para o seu quarto encostando a porta e indo deitar em sua cama, ele não estava com sono, mas estava tão cansado que dormiria rapidamente. Porém antes que pudesse entrar no sono, ouviu batidas fracas na sua porta.

_Entre.- e viu Jungkook entrar e fechar a porta novamente.

_Posso?- e Jimin confirmou vendo o moreno se deitar ao seu lado -- obviamente do lado esquerdo da cama --.

Jungkook ao se deitar, abriu os braços e Jimin deitou em seu peitoral sentindo aquele abraço tão quente e tão apaixonado que era.

_Estou muito cansado para conversar.

_Então pode dormir, não se preocupe. Quando você acordar eu estarei aqui.- fez um carinho nas costas do roxado.

_Obrigado.- sussurrou fechando os olhos já sentindo o sono vim.

_Pelo oque?

_Por ter voltado.- sussurrou se aconchegando nos braços do moreno e já dormindo.

Jungkook sorriu por ver que o Jimin já havia dormido, ele ficava tão fofo assim.

_Eu sempre voltarei por você Jiminie-shi. Apenas por você.- sussurrou acariciando seu rosto.

 


"Estamos irrevogavelmente em um caminho que nos levará às estrelas. A não ser que, por uma monstruosa capitulação ao egoísmo e à estupidez, acabemos nos destruindo."

--Carl Sagan.


Notas Finais


Leem as notas do natal!

BJU NA BUNDA!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...