História Entre Amores, continua... - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanyeol, Chen, Exo, Jaehwa, Kai, Lay, Sehun, Suho, Xiumin
Visualizações 318
Palavras 1.202
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Uma boa pessoa


~ Outro dia...

- Unnie! (Eu escutei aquele grito logo quando abri a porta.)

- Quem é vivo sempre aparece!

- Unnie, unnie. Que saudade de você. (Ela pulou no meu pescoço.)

- Estava com muita saudade sua também Vick! Entra, entra. Como foi a lua de mel com seu branquelo anão?

- OMO! Não sei nem como descrever, foi tipo assim, surreal. Aquele anão nasceu para ser meu marido só pode isso.

- Quando vocês chegaram?

- Ontem à noite, quis vir logo cedo te ver. O Suho ficou reclamando disso, mas eu não to nem aí. Ele sabe como eu sou além do mais passamos um mês inteirinho sem nos falar.

- Pois é, nem mesmo nos falamos pela internet.

- É que eu quis aproveitar tipo mesmo, me livrar totalmente da internet e curtir apenas com meu anãozinho.

- E fez muito certo.

- Mamãe! (A Mimori vinha na nossa direção, ainda sonolenta coçando os olhos.)

- Mimori! Bonequinha da tia Vick. Eu acordei você com meu falatório, desculpa a tia. Vem cá da um abraço.

- Vai meu amor falar com a tia. (Ela foi meio envergonhada.)

- Nossa como essa menina cresceu. Se eu passasse mais um mês fora eu não iria nem reconhecer ela. A tia trouxe um presente pra bonequinha. (Vick retirou uma caixa de dentro da grande sacola que ela trazia.)

- Obrigada tia Vick.

- Que menina educada. Pelo visto sei que seu papai orelhudo tá ensinando muito bem as coisas pra essa pequena.

- Ei. (Dei uma puxada de orelha na Vick.) – Por que é só o pai dela que está ensinando boas maneiras? Eu num posso ensinar não é?

- Hahahaha... Unnie, todo mundo sabe que aqui na sua casa o Chanyeol é um poço de educação e bons modos, já você...

- Vick! E para de chamar o Channy de orelhudo na frente da filha dele, não ensina o que não presta a minha filha não tá.

- Hahahahaha... A Mimori não liga, além do mais eu só falei verdades aqui.

- Mamãe é um brinquedo de montar. (Mimori falou assim que retirou o papel do embrulho.)

- É sim meu amor. Senta no tapete que a mamãe vai abrir a caixa pra você brincar com eles.

- Tá!

- Jaehwa eu espero que não tenha acordado ela.

- Está tudo bem Vick, a Mimori acorda bem cedo e vai pra nossa cama. Nós duas estávamos deitadas apenas conversando baixinho. Chanyeol que ainda tá dormindo já que entrou de férias essa semana.

- Ele ainda está dormindo, hum!

- Ele está aproveitando Vick, Chanyeol é o melhor marido do mundo. (Eu disse voltando pro sofá assim que terminei de abrir a caixa e deixei a Mimori brincando no tapete.)

- Epa! Esse cargo de melhor marido no mundo foi preenchido com sucesso pelo meu Suho!

- Quem diria que nós três estaríamos casadas... Você e o Suho, a Yangmi e o Chen e eu e o Chanyeol.

- Pois é. Ainda fico admirada comigo estando casada, afinal de contas eu sou muito nova pra isso.

- Não tem idade para o amor.

- Acho que não.

- Ontem quando estava no aeroporto o Suho e eu, nós avistamos o sobrancelhudo do Kris. (Ela diminuiu a altura da voz, coisa pra o Channy não ouvir do assunto que falávamos.)

- Mesmo? E ele falou com você?

- Sim. Ele estava com o filho, disse que aconteceu um problema e teve que antecipar a viagem de volta do menino pra China.

- Entendo. Aposto que do jeito que você é fez muitas perguntas. Estou certa?

- Lógico. Recebi um monte de bronca do Suho depois, mas, ao menos eu perguntei tudo pra dizer a você depois. Até descobri que ele está namorando.

- Eu sei, Channy e eu o encontramos outro dia. Estava com a namorada e o filho, isso me causou um problema com o Channy...

- Imagino.

- Mas, foi tudo resolvido.

- Ainda bem. Olha unnie eu sou sincera em dizer que a melhor escolha que você fez pra sua vida foi ter se casado com o Chanyeol. Ele é compreensivo e fez tudo e aceitou tudo pra ficar com você.

- Eu sei.

- Outro dia o Suho e eu estávamos falando dos nossos passados e das pessoas que já ficamos. Daí ele mencionou você, que houve uma época em que ele só pensava em ficar contigo.

- Vick...

- Não se preocupa com isso. Enfim, ele disse que não teria aguentado ficar com você depois de tudo que você aprontou. Ele disse que o amor dele não seria grande pra ter que passar por cima de muita coisa. E ele terminou mencionando o amor que o Chanyeol sente por você, que é verdadeiro.

- Sei de tudo que já fiz e sei mais ainda o quanto o Chanyeol é especial e maravilhoso por me querer como sua esposa. Eu amo aquele homem, sinceramente eu digo isso a você Vick.

- Eu sei unnie, acredito em você. Não tem sobrancelhudo, cara de porta e apito no mundo que façam você deixar o seu orelhudo. Fico feliz por isso, e por mais que tenha acontecido todas aquelas confusões saiba que você não precisa se desmerecer, você merece o Chanyeol tanto quanto ele te merece. Não fique se sentindo como se não o merecesse. Vocês se amam e isso é o que vale, e aquela bonequinha ali é aprova disso.

- Obrigada Vick.

- Mamãe, tia Vick vem brincar comigo.

Ela ficou mais algum tempo brincando com a Mimori e depois foi embora, assim que ela saiu o Chanyeol apareceu na sala e sentou perto de onde nossa filha e eu estávamos.

- Eu ouvi o que você e a Vick conversavam...

- Estava acordado ouvindo atrás das paredes Chanyeol? Que feio!

- Hahahaha... Desculpe, mas, eu acabei ouvindo e fiquei muito feliz por ter ouvido mesmo. (Ele sorriu e alisou meu rosto.) – Filha, vamos encher a mamãe de beijos, vamos!

Mais alguns dias se passaram e a tão falada mudança chegou. Acabou que ficou tudo em família mesmo e como eu havia planejado tudo saiu nos conformes. Chen e Yangmi compraram nosso apartamento, Baekhyun comprou o deles e o Channy, a Mimori e eu fomos praquela casa que eu tanto amo. Aquela casa que passei maior parte da minha vida.

E só de saber que minha filha vai crescer aqui também me sinto muito feliz. Eu amo o que construí pra minha vida, uma família pra mim sempre foi à base de tudo. E mesmo que eu tenha crescido sem minha mãe e basicamente sem meu pai, ainda sim eu senti um grande amor fraterno através dos meus irmãos. Além dos meus primos (que não são primos), a Omma mãe do meu Channy, minha irmã Sunhwa... Todas essas pessoas me ensinaram e me fizeram querer ser uma pessoa melhor.

E hoje posso dizer com todas as letras que eu sou, sou uma boa pessoa. Aprendi com meus erros e corrigi todos eles a tempo, a tempo ainda de ser feliz. Portanto, termino aqui enfim dizendo a vocês que me acompanharam durante todos esses anos que sim, eu sou feliz. 


Notas Finais


Amores, chegamos ao fim.
Espero que vocês tenham curtido saber um pouco mais sobre nossa
maluquinha de plantão e seu casamento com nosso orelhudo fofo <3

Estou agora mesmo escrevendo um nova fic e espero que vocês
a acompanhe. Breve estarei postando ^^
Beijos e obrigada pelo carinho de sempre <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...