História Entre anjos e demônios - Capítulo 34


Escrita por:

Postado
Categorias Jo Jung-suk
Tags Romance
Visualizações 10
Palavras 1.591
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Mistério, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 34 - O encontro nada bom


Fanfic / Fanfiction Entre anjos e demônios - Capítulo 34 - O encontro nada bom

*Maria*

- Jimin para! - digo tentando tirar ele de cima de mim, mas ele era bem mais forte que eu. - Jimin! - o mesmo para de beijar meu pescoço e me olha.

- Calada! - ele sussura em meu ouvido. 

- Jimin, para, eu não quero isso! - digo irritada. 

- Não quer transar comigo? Isso é novidade, todas as garotas querem. - ele acaricia a parte interna de minha coxa. - Qual é Maria, vamos, você vai gostar. - o mesmo fala perto de minha boca, iniciando um beijo ferroz. Eu não queria aquilo, mas ele era tão atraente que meu corpo pedia para ficar ali e curtir o momento, já meu cérebro, sabia que isso era errado, e pedia para parar. 

- Jimin, eu realmente não quero. - segui o que meu cérebro estava mandando eu fazer, e empurrei ele para o lado, o mesmo se levanta rapidamente e pega em meu braço com brutalidade. 

- Já que você não quer, terá que me pagar de outro jeito. - ele me coloca sentada em uma cadeira, logo em seguida, o mesmo retira uma injeção e injeta na minha veia, me fazendo gritar de dor. Era uma dor insuportável, não conseguia controlar meus gritos de desespero, estava com tanto medo, muito medo mesmo. Depois que ele retirou aquilo de minha veia, senti uma sensação estranha, uma sensação de tontura, mas ao mesmo tempo de angústia, não aguentei me manter firme e acabei desmaiando. 

*S/N*

- Jungkook! - o chamo em meio ao beijo, já que o clima havia esquentado muito. 

- Oi. - ele para de me beijar e me olha. 

- Não podemos fazer isso aqui. - a mão de Jungkook estava por baixo de minha saia, e seus dedos tocavam levemente minha intimidade que consequentemente estava molhada! 

- E por que não? - ele começa a tocar em minha intimidade, percebo que o mesmo sorri de lado.

- Jungkook... - suspiro ao sentir seu toque.

- Eu te amo! - ele sussura em meu ouvido retirando sua mão de baixo de minha saia, e acariciando meu rosto, logo em seguida o mesmo inicia um beijo calmo. 

- Eu também te amo, muito! - digo e colo nossas testas.

Voltamos para a casa, onde estava Jin, Taehyung e Nick nos esperando. 

- S/N! E Maria, como ela está? - perguntou Nick com uma cara de tristeza. 

- Park Jimin a pegou! - digo e todos me olham surpresos. 

- Meu Deus! - disse Jin. - E agora? 

- Temos que achar Jimin. - diz Jungkook.

- Jimin não virá falar com nós, nós temos que ir até ele. - diz Nick. - S/N, precisamos de você. 

- A S/N não irá participar disso! - diz Jungkook irritado. - Deixe ela fora disso. 

- Não Jungkook! Eu preciso participar, eu quero achar minha amiga! - digo. - Eu irei ficar bem! - acaricio o rosto do mesmo. - O que eu tenho que fazer? 

- Nós entregamos você a Jimin. - diz Taehyung fazendo sinal de aspas. - Jimin achará que ganhou essa luta, mas depois nós aparecemos lá e acabamos com a raça dele. 

- Tudo bem. - suspiro. - Mas como vocês vão me entregar a ele? 

- Eu já sei como irei fazer isso. - Taehyung olha diretamente para Jungkook. - Jungkook, preciso que você faça isso. 

- Eu não irei conseguir. - diz Jungkook de cabeça baixa. - Isso vai ser tão difícil. 

- Jungkook, eu vou ficar bem! Isso faz parte do plano, eu prometo que ficarei bem. - digo indo em sua direção. - Jungkook? - o mesmo coloca suasmãos em minha cintura e aperta logo em seguida. 

- Me promete? - ele sussurra em meu ouvido. 

- Prometo. - Jungkook me beija. 

- Eu faço isso. - disse ele se separando do beijo. 

Chegou o grande dia, o dia que Jungkook iria me "entregar" a Jimin. Sinceramente? Eu não sabia o que fazer quando Jimin me pegasse, o medo daquele homem era muito grande. 

- Jimin! - disse Jungkook. - Eu sei que está nos ouvindo, estou aqui para dizer que eu entrego a S/N a você! - percebo que uma lágrima escorreu em seu rosto, não pude conterminhas lágrimas também, e comecei a chorar junto com Jungkook. 

- Veio aqui para entregar a S/N? - uma voz disse atrás de nós, rapidamente, viramos para ver quem era, e era quem nós mais esperávamos. 

- Sim. - disse Jungkook a Jimin. - É isso mesmo que você ouviu. 

- Ótimo, obrigado por ter colaborado comigo! - disse Jimin, me puxando com brutalidade pelo meu braço, para perto dele. - Cuidarei bem dela Jungkook, fique tranquilo! - disse ele acariciando todo o meu corpo, percebi o olhar de ódio de Jungkook. - Diga adeus a sua namoradinha. 

*Jungkook*

Jimin havia sumido juntamente com S/N, o desespero tomou conta de meu corpo, mesmo sabendo que tudo aquilo fazia parte de um plano.

- Jungkook, venha para casa. - disse Taehyung, a voz de Taehyung soou pelos fones que estavam em minha orelha. 

- Estou indo. - respondo para o mesmo.

Volto para casa e Taehyung logo vem falar comigo. 

- Você ativou o rastreador dela? - perguntou Taehyung. 

- Mas é óbvio. - respondo para o mesmo. 

- Gente. - Jin nos chama. - Parece que acabamos de descobrir onde Jimin está. - disse ele olhando para um mapa digital, onde um ponto vermelho se destacava. 

- Onde é isso? - perguntou Nick. 

- Perto de uma fábrica aqui em Seul. - respondeu Jin. 

- O que estamos esperando?! - pergunto eufórico. 

- É, o que nós estamos esperando?! - diz Taehyung. - Nós temos armas o suficiente. 

- Tudo bem, bando de apressados. - disse Jin sorrindo. - Vamos para o carro. 

Fizemos o que Jin havia nos pedido para fazer, porém percebo que Nick não estava junto com nós. 

- Espere! Onde está o Nick? - pergunto. 

- Eu não sei. - respondeu Taehyung. - Esqueça ele Jungkook, vamos salvar a S/N e Maria! 

- Isso não é justo com ele! Vou chama-lo. - no começo, pensei em seguir a dica de Taehyung, deixá-lo para trás, mas a S/N iria ficar chateado comigo. - Nick? O que está fazendo? - pergunto ao ver ele sentado no sofá. 

- Vão vocês, eu posso ficar aqui. - responde ele com a cabeça baixa. 

- Não, isso não seria justo com você! - ele me olha logo em seguida. 

- Desde quanto você se importa comigo Jungkook?! - respondeu ele irritado. - Você nunca se importou comigo! 

- Nick, eu me importo agora! Nós somos da mesma família! Somos primos! - ele se cala logo em seguida. - Vamos, por favor, a S/N ficará feliz ao ver você lá. - o mesmo apenas se levanta e vem em minha direção. 

- Tudo bem, eu vou, mas a partir de hoje, você precisa começar a me tratar feito um primo! - sem pensar duas vezes, puxo ele para um abraço apertado, Nick retribuiu. 

- Me desculpa por tudo primo! 

*S/N*

Jimin havia me levado para um lugar estranho, dessa vez, esse lugar parecia muito com um hospital abandonado. Eu estava meio sonolenta, acordo de vez com uma voz feminina me chamando. 

- S/N! - a voz gritou. - S/N. - insistiu a voz.

- Quem está ai?! - pergunto assustada. 

- Graças a Deus você está bem! - diz a voz. - S/N, é a Maria. - ao falar aquilo, um arrepio correu pelo meu corpo.

- Amiga?! Onde você está?! - pergunto desesperada, me levando logo em seguida. 

- Bem aqui! - olho para trás e vejo a mesma com as mãos amarradas em uma cadeira, totalmente machucada. 

- Maria! - corro em sua direção. - O que Jimin fez com você?! - pergunto deixando uma lágrima escorrer. 

- Por favor, não me faça lembrar disso! - a mesma começa a chorar. 

- Estou aqui para te salvar! Jungkook, Taehyung e Nick estão a caminho. - digo a abraçando. - Aguente firme. - sinto uma mão me puxar com brutalidade para o chão, ergo minha cabeça e me deparo com Jimin. 

- Não machuque ela! - grita Maria. 

- Ah Mariazinha! Eu já tinha te avisado, que quando ela aparecesse aqui, diga adeus para sempre para ela! - disse Jimin acariciando o rosto de Maria.

Senti uma raiva enorme subindo pelo meu corpo inteiro, eu estava completamente dominada pelo ódio, não queria que Maria me visse em minha poir forma. Uma luz forte acabou tomando conta de todo o lugar em que estávamos, olhei em direção a luz e vejo quem eu mais queria ver no momento, Taehyung, mas ele também estava acompanhado de Jungkook, Jin e Nick.

- Nick? - sorrio ao vê-lo. 

- Quem são eles? - pergunta Maria. 

- Minha família! - deixo um sorriso bobo escapar. - E o amor da minha vida! - uma lágrima de felicidade escorre ao ver Jungkook. 

- S/N! - Jungkook grita. - Eu voltei. 

- Queria ser você S/N! - Maria disse. 

- Você faz parte de minha família! - me levando do chão e solto ela daquela cadeira, levando-a para perto dos meninos. 

- Maria! - Nick a abraça. - Que saudades de você! 

- Oi Nick! - disse ela sorrindo. 

- Onde está Jimin? - perguntou Jin. 

- Jimin sumiu, ele estava aqui até agora! - digo. 

- Quer saber? Vamos embora, é melhor assim, outro dia nós pegamos ele! - diz Jungkook e todos concordaram.




Notas Finais


muito sem criatividade 😔👍✌😚💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...