História Entre Anjos e Demonios! (Interativa) - Capítulo 39


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 27
Palavras 1.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiiii, voltei.

Sim, eu sumi um pouco, acabei que estava no hospital, mas está tudo bem. Juro.

3/2, 4/3 para acabar

Capítulo 39 - Trigesimo Sexto Capitulo: Voltando ao Normal?


Fanfic / Fanfiction Entre Anjos e Demonios! (Interativa) - Capítulo 39 - Trigesimo Sexto Capitulo: Voltando ao Normal?

Milhões de anos se passaram, e voltaram ao mesmo tempo. Ninguém sabe a real data do mundo em que vivemos, uns creem outros não. Uns querem a morte outros a vida. No fundo se juntarmos tudo vai dar em nada... É... A vida é um mistério...

~Livro da Vida, sétimo céu.

 

Terceiro céu, {Visão Gabriel}.

Uma reunião de ultima hora é sempre um saco. Mas essa era importante. Era a primeira vez em milênios que todos os arcanjos se encontravam em um único lugar sem contar nada além de sinceridade:

-E então... É assim que termina? –Miguel perguntou calmo.

-Sim... Como tudo começou. –Rafael afirma.

-O que nos resta agora? –Lúcifer disse impaciente.

-Resta voltar e fazer tudo acontecer de maneira certa. Não é todo dia que nossos filhos conseguem se safar do fim do mundo - Falei rindo.

-Bem... Vamos observar daqui tudo o que irá acontecer. –Miguel suspirou - Deixo a volta com você, Rafael.

-Com prazer. –Rafael afirmou e entrou nas colônias do terceiro céu.

-De volta os postos? –Lúcifer perguntou.

-Sim. –Uziel foi saindo, provavelmente iria voltar ao quarto céu.

-Vamos. –Miguel iniciou voo e partiu ao Sexto Céu.

-Bem, vou descer lá - Lúcifer riu e abriu voo.

Fui atrás dele. O puxando de volta. Ele virou e riu me abraçando. Ri baixo e o abracei, eu sabia o que iria acontecer ate certo ponto. Não é a primeira vez que voltamos no tempo:

-Boa sorte aqui. –Ele sorriu maldito sorriso do diabo. Literalmente.

-Obrigado. Boa sorte lá também. –Beijei a testa dele. –Pelo menos temos os nossos filhos em segurança.

-Nossos? –Lúcifer riu.

-É... Achou que eu não ia adotar uns por aí. –Virei de costas - Até a próxima vida!

-Até... –Ele sorriu e voou ate o inferno.

Voltei para o Quinto céu, onde eu ficava na maior parte do tempo. E quem diria que filhos de anjos e demônios e seres comuns salvariam a Haled e os céus inteiros. Só espero que Parky não tenho perdido a criança, Carie queira um filho há anos.

Só Deus sabe o que vai ser daqui para frente... Talvez nem Deus soubesse.

Sim, Amy sofreu na luta contra Nero e foi levada por Takashi para longe dos céus. Perdemos vários anjos, mas a morte é para todos e nada dura para sempre.

 

Gatineau, 04h07min {Visão Parky} 13/12/2012.

Acordei com certa pestinha subindo na cama. Carie a chamou para cima da cama e eu me remexi vendo a pequena:

-Mamãe... Papai... Tive pesadelo.

-Vem aqui então. –Sentei na cama e a puxei pro meio de nós.

-Que pesadelo você teve, filha? –Carie pergunta ela.

-Sonhei que vocês dois tinham morrido. –Ela se aninhou perto de Carie.

-Não precisa se preocupar Lucy. –Falei deitando de novo.

-Ok... –Lucy sorriu.

-Eu disse para confiar em mim! –Carie cochichou. –Eu avisei que era para se apaixonar por alguém melhor!

-Idiota! –Resmunguei - O melhor para mim é você. Agora vai dormir antes que eu te jogue pela janela! –Vire pro lado.

-Oh Deus, podemos voltar no tempo o quanto quisermos. Ela não muda nunca. E nunca vai dar o braço a torcer para dizer que está grávida de novo. –Carie disse e me virei para ele.

-Como você? –O encarei.

-Você deixou o teste em cima da pia. –Ele riu e trouxe Lucy para cima de si. –E seu cheiro de anjo muda quando acontecesse algo diferente.

-Seu... –Sorri e revirei os olhos. –Parabéns, papai.

-Igualmente, mamãe - Carie riu e fechou os olhos.

Desde que voltamos no tempo, tive tempo de pedir duas coisas. A vida de Carie ao meu lado e a criança que eu carregava comigo antes. Parece que Deus me ouviu antes de me mandar de volta.
Quando voltamos à primeira coisa que senti foi que eu não havia perdido nada. Nem Carie, nem a criança. Se bem que Carie desmaiou quando disse que era uma menina

Pergunto-me se os outros se lembram do que houve... Talvez quando o sol saísse eu ligasse para Lira. Só talvez mesmo.

 

New York, 21h00min {Visão Bernard} 12/12/2008.

-Sorria Be! –Lua disse e sorriu me olhando - Não é todo dia que você se casa.

-Ainda mais com um anjo desses. –Cochichei e sorri colocando a aliança em Lua.

Lua não se lembra de quase nada, isso é bom. Nova vida para ela e para mim. Sim, depois que voltei eu manipulei uns fatos e fiz que com que Lua me conhecesse de maneira diferente e que se apaixonasse por mim aos poucos. E agora estamos casando. Ficou impressionado ao ver Lua aceitar casar comigo, de acordo com a carta que Aster tinha que entregar, Lua iria se casar, só não sabia que seria comigo:

-Bernard, é bom te ver - Aster apareceu sorrindo. –E você maninha?

-Estou bem. –Lua sorriu.

-Marido e mulher agora? Quem diria. –Aster pisca rindo.

-Pois é... –Resmunguei.

Observei Lua, mesmo de vestido comprido e branco ela ficava linda. Ate de blusão largo ela fica linda. Meu Deus e Deus que me perdoe, mas volte quantas vezes quiser apenas me deixe ficar com ela:

-Be! Vamos! –Lua me puxou pelo braço saindo da igreja.

Nada mais clichê e romântico do que casar em igrejas não é?

 

Los Angeles, 08h30min {Visão Noah} 13/12/2008.

Acordei e cacei Rave na cama. O abracei por trás e tentei puxa-lo para perto. Ao que me parece ele só vestia a Box. Ele se virou para mim e me colocou contra o peito:

-Bom dia. –Resmunguei ainda com certo sono

-Bom inicio de vida. –Rave disse e riu.

-O que vamos fazer agora? –Baguncei os cabelos de Rave.

-Café talvez? –Rave riu e beijou minha bochecha.

-Bom pedido. –Ri.

E então amanheceu e o mundo não acabou... Eu ainda estava vivo, Rave esta vivo... E a maioria também estava viva. Lira e Caleb sairiam em viajem pelo mundo. Amy e Takashi estão vivendo na França. Nero está responsável pelo inferno e por todos aqueles que cometeram crimes e que foram para lá.
Rave no trouxe para perto. Sentei-me na cama e olhei pela janela... O mundo continua o mesmo...

 

 

 

 

 

Ou não... 


Notas Finais


Lembram que eu nunca colocava data? Pois é. Mistério revelado.

Sim! A Parky teve a filha e tem outro a caminho kskkskskss

Lua e Bernard casados? Quem diria.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...