História Entre anjos e mais anjos - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags Anjos, Auras, Aventura, Demonios, Drama, Guerra, Lrh, Mgc, Muke, Sobrenatural, Telepata, Telepatia
Visualizações 10
Palavras 356
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, LGBT, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


antes de começar, só queria deixar claro que quando tiver troca de mensagens na história os nomes vão aparecer pelo ponto de vista do mike.
enjoy it!

Capítulo 6 - Texting


05:58 p.m.

número desconhecido: ola!

mikey: oi?

número desconhecido: estou na frente da sua casa, desce aqui.

número desconhecido: ou me convide para subir.

mikey: luke?

número desconhecido: esperto. gosto disso.

mikey: como você descobriu meu numero?

numero que devo ignorar: desce.

06:03 p.m.

numero que devo ignorar: vai descer ou não?

06:10 p.m.

numero que devo ignorar: você está sendo cruel, mike.

numero que devo ignorar: eu posso tirar todas as suas dúvidas

numero que devo ignorar: apenas venha falar comigo.

 

Michael fitou o celular sem expressão, não tendo noção do que deveria fazer naquele caso; estava assustado, sim, mas a curiosidade ia além de seu medo.

 

mikey: estou descendo, conversaremos no meio da rua, entendido?

garoto louco: entendido, sweetheart.

 

Mike colocou um moletom, pois o frio já começava a tomar conta de New York, e desceu. Sua mãe não estava em casa, como de costume, então não precisou explicar o motivo de estar saindo - estava acostumado a ficar trancado, então a mais velha se assustava quando ele resolvia sair por livre e espontânea vontade.

Era óbvio que ele preferia estar morando sozinho em algum apartamento pequeno, mas, por não suportar ficar em locais lotados, era difícil arranjar um emprego e, consequentemente, dinheiro para pagar o aluguel.

Assim que saiu de casa pôde ver Luke sentado no muro baixo do jardim, obviamente esperando pelo colorido.

— Então... — Michael começou ao se aproximar do loiro — O que você quer? — não disfarçou a grosseria, vendo um sorriso, já típico, surgir nos lábios de Hemmings.

— Estou começando a ficar magoado com sua grosseria, Mike. — Luke falou em um resmungo, arrancando um revirar de olhos do telepata — Eu apenas preciso da sua ajuda para algumas coisas e posso retribuir dizendo tudo o que eu sei sobre você.

— Ajuda para que tipo de coisas? Eu não quero me meter em problemas. — Michael deixou claro que não queria confusão.

Pobre Mike, mal sabia que...

— Você se meteu em problemas apenas por ter nascido, sweetie, não tem muito o que fazer em relação a isso. Sinto muito. — o sorriso em seus lábios indicava que ele não sentia, não sentia nem um pouco.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...